Translate this Page
Ultimas Atualizações
HOME  (14-10-2018)
NOTÍCIAS  (14-10-2018)
ISSO É O CÚMULO  (13-10-2018)
IGREJA PERSEGUIDA  (13-10-2018)
ARQUEOLOGIA BÍBLICA  (13-10-2018)


MENSAGENS


NOTÍCIAS

               Resultado de imagem para imagens sobre notícias

PARA TER ACESSO A OUTRAS NOTÍCIAS, CLICK NOS LINKS NA PARTE DE BAIXO DA PÁGINA


Evangélicos preparam recepção para refugiados venezuelanos 

Postado em 13/10/2018

 

     Membros da Igreja Evangélica Embaixada do Reino de Deus preparam kits de primeira necessidade para refugiados venezuelanos

 

A poucas horas da chegada de 230 venezuelanos em Santa Catarina, os primeiros refugiados a serem recebidos no Estado, membros da Igreja Evangélica Embaixada do Reino de Deus terminavam, nesta quarta-feira (10), os kits de primeira necessidade para as famílias.

Roupas, alimentos e itens de higiene e limpeza, vindos de doações, serão entregues em quantidade suficiente para os primeiros três meses no Brasil. A chegada está prevista para o fim da tarde desta quinta-feira, em Balneário Camboriú, de onde os imigrantes serão encaminhados a seis cidades.

Esta semana a chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Mariah Pereira, acompanhada de técnicos da Organização das Nações Unidas (ONU) e do Ministério do Desenvolvimento Social, visitou as casas e apartamentos alugados pela comunidade para abrigar os venezuelanos. Todos os imóveis passaram por um diagnóstico, para que sejam melhor distribuídos entre as famílias.

O corretor de imóveis Gian Carlo Brandalize, 32 anos, membro da igreja, ajeitava nesta quarta os últimos detalhes numa das casas alugadas em Balneário Camboriú, onde ficarão hospedadas duas famílias. O quintal foi roçado e a moradia recebeu uma limpeza reforçada.

— Estou bem ansioso. São pessoas em dificuldade muito grande, então queremos dar o melhor de nós para ajudar — diz.

Gian Carlo é um dos “anjos”, como a igreja convencionou chamar os fiéis que se ofereceram para acompanhar os primeiros passos dos venezuelanos em Santa Catarina. Cada família terá um casal de tutores, que ajudarão na busca por emprego e na assistência de saúde, por exemplo.

A Embaixada do Reino de Deus abriu mão do recurso que é oferecido pelo governo federal aos refugiados, nos primeiros meses em que estão no país. Os aluguéis, alimentos e roupas vieram de doações de membros da igreja.

— Nós queremos cuidar deles. Não é uma simples ajuda, é uma ação humanitária — diz o pastor Maurício Rafael, 34 anos.

Os venezuelanos partem no início da manhã de Roraima, a bordo de um avião da Força Aérea Brasileira (FAB). A aeronave pousará em Curitiba (PR), e de lá os imigrantes viajarão em ônibus e caminhões do Exército até Balneário Camboriú. Serão recepcionados com um jantar pela Embaixada do Reino de Deus, e então serão encaminhados às casas destinadas a cada família.

Os imigrantes que virão a Santa Catarina foram selecionados pelo Exército Brasileiro, depois que a igreja demonstrou o interesse em recebê-los. Estavam na cidade de Pacaraima, em Roraima, onde as condições de abrigo são precárias e falta espaço para os refugiados.

Há um esforço do governo federal para levar os imigrantes para outros locais, onde possam se estabelecer. Santa Catarina já havia oferecido ajuda, mas nenhum município aceitou abrigar os refugiados em consulta feita pelo Governo do Estado.

Estado receberá mais imigrantes

Além da iniciativa dos evangélicos, a Cáritas, instituição de ajuda humanitária da igreja católica, também deve trazer venezuelanos em breve a Santa Catarina. A Secretaria de Estado de Assistência Social já vinha preparando um protocolo para atender essas famílias.

Mês passado, um grupo de servidores passou três dias em Curitiba (PR), para conhecer o trabalho que tem sido feito no Paraná com os venezuelanos.

No grupo de 230 que chega nesta quinta em SC, há mais de 100 crianças e adolescentes. Entre os adultos, metade tem curso superior completo, e destes, 12% têm especialização, mestrado e doutorado em diversas áreas. Por se tratarem de refugiados, o governo brasileiro fornece documentos, carteira de trabalho e vacinação.

A Embaixada do Reino de Deus buscou, entre empresários ligados à igreja, vagas de trabalho que poderão ser ocupadas pelos venezuelanos. Paralelo a isso, a Secretaria de Estado de Assistência Social fez contato com o sistema de emprego de todas as cidades que receberão os imigrantes, para que auxiliem na busca por um trabalho.

Também alertou o serviço social de cada município, para que saibam ajudar com os encaminhamentos de saúde e educação, como vagas em escolas e creches.

A receptividade, até agora, faz com que a chefe de gabinete da Secretaria de Assistência Social acredite que não haverá problemas de preconceito contra os venezuelanos — algo que Santa Catarina enfrentou no período de imigração dos haitianos, a partir de 2014, quando houve casos de xenofobia e exploração no trabalho.

— Nosso objetivo é sensibilizar o povo catarinense a uma causa humanitária — diz Mariah.

 

Fonte: NSC Total via folhagospel

 

Pastor Andrew Brunson retorna para os EUA

Pastor Andrew Brunson se reunirá com o presidente Donald Trump hoje na Casa Branca. ( Umit Bektas / Reuters )

Médico cristão, filho de pastor, ganha  Prêmio Nobel da Paz de 2018

Por Jarbas aragão

Postado em 06/10/2018

                 

O médico cristão Denis Mukwege (63) e a iraquiana Nadia Mura (25) – uma yazidi vítima do Estado Islâmico – foram laureados com o Nobel da Paz deste ano “por seus esforços para acabar com o uso da violência sexual como uma arma de guerra e conflito armado”. O anúncio oficial foi feito pelo comitê, em Oslo, nesta sexta-feira (5).

Entre os mais de 300 indicados estava o povo copta do Egito, que vem resistindo pacificamente à perseguição religiosa. A justificativa para a entrega do prêmio deste ano é que Mukwege dedica-se a ajudar vítimas de violência sexual em seu país, na República Democrática do Congo.

Além de fundar o hospital Panzi, que atende crianças e mulheres vítimas de abusos na África, o ginecologista se tornou um ativista, condenando repetidamente a impunidade a estupros em massa não só no Congo, mas em outros países por não fazerem o suficiente para acabar com a violência contra as mulheres.

A importância do trabalho de Mukwege já tinha sido reconhecida, em 2014, pelo Parlamento Europeu, que concedeu a ele o prêmio Sakharov por sua luta a favor das mulheres vítimas de violência sexual.

Já Nadia Murad, que foi vítima de violência sexual nas mãos do Estado Islâmico no Iraque, onde nasceu, tornou-se uma ativista dos direitos humanos. Ela usa sua própria experiência “para servir porta-voz de outras vítimas”, justificou a comissão do Nobel.

Ao concederam a ela o prêmio, afirma que os estupros são usados pelo grupo como arma de guerra contra minorias religiosas, como os yazidi, da qual Nadia faz parte.

                       
                          Vencedores do Prêmio Nobel da Paz 2018

Fé que motiva

Nos últimos 20 anos, Mukwege, apelidado de “doutor Milagre” tratou dezenas de milhares de mulheres e crianças no Hospital Panzi, fundado por ele em 1999. O local é administrado pelas Associação das Igrejas Pentecostais da África Central (CEPAC).

Filho de um pastor pentecostal, Mukwege conta que sentiu-se inspirado a cursar medicina depois de viajar com o pai para orar pelos doentes.

Sua fé influenciou sua disposição de oferecer cuidado a pacientes que chegavam até ele não só com o corpo violentado. Ele explica que o serviço oferecido por sua equipe é parte de “um processo de cura para que as mulheres possam recuperar sua dignidade”.

“Se os cristãos não vivem as implicações práticas de sua fé entre suas comunidades e vizinhos, não podemos cumprir a missão que nos foi confiada por Cristo”, disse ele em uma palestra para a Federação Luterana Mundial no ano passado.

Além disso, o médico de 63 anos defende a compreensão cristã de homens e mulheres como iguais em dignidade diante de Deus. “Cabe a nós, herdeiros de Martinho Lutero, através da Palavra de Deus, exorcizar todos os demônios machos que possuem o mundo, para que as mulheres vítimas da barbárie masculina possam experimentar o reino de Deus em suas vidas”, afirmou Mukwege na mesma palestra

Diferentes grupos cristãos uniram-se ao trabalho de Mukwege contra a violência sexual no Congo, onde a violência ameaça a população há décadas. A guerra civil em seu país já deixou cerca de 3,9 milhões de mortos e mais de 40.000 mulheres estupradas pelos combatentes desde 1996.

 

Fonte: Christianity Today Via gospelprime

 

 


Haddad e Ciro Gomes assinam compromisso com a comunidade LGBTI

Postado em 04/10/2018

       

Os interesses da comunidade LGBTI parece que não foram bem aceitos pela maioria dos candidatos à Presidência da República, porque dos 13 presidenciáveis que disputam o pleito esse ano, apenas 3 assinaram a plataforma de compromisso proposta por essa comunidade, sendo eles Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSOL).

Considerando o total de cargos disputados, incluindo os de governador, senadores e deputados, a “Plataforma LGBTI+ Eleições 2018” pode contar até o momento com apenas 333 assinaturas de candidatos, sendo parte deles pessoas que se declararam gays, lésbicas, bissexuais, trans e apoiadores da causa.

Dos presidenciáveis em destaque, Ciro Gomes foi o primeiro a assinar, desde o lançamento da plataforma em 16 de agosto. Fernando Haddad, do PT, assinou na última segunda-feira (1). “Manteremos nosso firme compromisso com a garantia dos direitos humanos da população LGBTI+”, escreveu o petista, segundo o Congresso em Foco.

A plataforma lançada pela Aliança Nacional LGBTI, fundada em 2003, um ano após a primeira eleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, propõe uma série de iniciativas que visam promover a causa do movimento homossexual no Brasil, entre elas a polêmica criminalização do que chamam “discurso de ódio” e violência “simbólica”.

Segundo o documento, o político que assina esse compromisso tem a responsabilidade de “propor, articular e apoiar a aprovação do marco legal que proteja as pessoas LGBTI+ e puna criminalmente as discriminações, discursos de ódio e violências (físicas, verbais, simbólicas e institucionais)”.

 

 

Dando ampla margem para a subjetividade e interpretação do que seriam tais discursos, a plataforma ainda  prevê o “combate à LGBTIfobia institucional e na sociedade”, propondo ainda:

“Articular e apoiar a aprovação de projetos de lei que conferem às Travestis, Mulheres Transexuais, Homens Trans, Intersexos e Pessoas não Binárias o direito à identidade de gênero, sem necessidade de cirurgia de redesignação sexual e com dispensa de laudos”.

O documento também propõe o compromisso com o reconhecimento da união homossexual pelo Estado, entre outros interesses da comunidade LGBTI.

Ainda segundo o Congresso em Foco, o diretor-presidente da Aliança Nacional LGBTI+, Toni Reis, entrou em contato com todos os presidenciáveis, menos Jair Bolsonaro (PSL), por considerá-lo inimigo da comunidade gay.

Por outro lado, ainda existe a possibilidade de novas assinaturas. “Marina está estudando e o pessoal da diversidade tucana está vendo com o Alckmin”, disse Reis.

 

Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br 

Link: https://noticias.gospelmais.com.br/haddad-e-ciro-gomes-assinam-compromisso-lgbti-103097.html 

 


Pesquisa britânica considera que a Bíblia é "mais valiosa para a humanidade" que qualquer outro livro

Postado em 04/10/2018

               Resultado de imagem para edição luxuosa da bíblia

 

A Bíblia foi coroada como o livro "mais valioso para a humanidade", superando The Origin of Species, de Charles Darwin,  e George Orwell, em 1984.

Em uma pesquisa com 2.044 adultos britânicos, 37% dos entrevistados consideraram a Bíblia mais valiosa, contra 35% da Origem das espécies .

Conduzido por YouGov em nome da Folio Society, outras obras literárias incluídas incluem A Breve História do Tempo de Stephen Hawking  (17%), Relatividade deAlbert Einstein  (15%), Orwell 1984 (14%) e Harper Lee de To Kill A Mockingbird (10 por cento).

"Não ficamos muito surpresos com os resultados, apenas intrigados com algumas das dinâmicas da ciência e da religião sendo percebidas como as forças mais significativas na sociedade de hoje", disse Tom Walker, diretor editorial da The Folio Society , ao The Christian Post.

"Eu estava esperando mais ficção - o Primeiro Folio de Shakespeare  ou a Ilíada de Homero  talvez - e a filosofia clássica, mas em muitos aspectos o top 10 exibe um equilíbrio de idéias que são mais valiosas para entender nosso mundo".

Os entrevistados da pesquisa receberam os nomes de 30 livros, tanto de ficção quanto de não-ficção, e depois pediram para escolher três livros como sendo "mais valiosos", segundo a publicação britânica The Guardian.

A Vindicação dos Direitos das Mulheres de Mary Wollstonecraft  recebeu 4 por cento dos votos, assim como Alice no País das Maravilhas  e Orgulho e Preconceito . O Manifesto Comunista  caiu 5 por cento, assim como Guerra e Paz e Hamlet ", relatou o Guardian.

"Alguns dos 30 títulos não receberam votos: Cicero's Orations , Salman Rushdie's Midnight's Children e Kurt Vonnegut's Slaughterhouse-Five ."

Os 10 melhores livros, na ordem de 1 a 10, foram: A Bíblia; A Origem das EspéciesUma Breve História do Tempo ; Relatividade ;  1984 ; Philosophiæ Naturalis Principia Mathematica  por Isaac Newton; Matar um Mockingbird ; o Alcorão ; A riqueza das nações  por Adam Smith; e a dupla hélice  por James Watson.

Andrew Hood, diretor-gerente de comunicações da Sociedade Bíblica Americana , disse ao CP que eles estavam "encantados em ver que a Bíblia foi escolhida" pelos britânicos como mais valiosa.

Hood também disse ao CP que a pesquisa da ABS, especificamente, "nosso estado anual da pesquisa bíblica", mostrou que os americanos são "pró-Bíblia".

"Em 2014, 79% dos entrevistados disseram acreditar que a Bíblia é sagrada. Cinqüenta e seis por cento dos americanos acreditam que a Bíblia é a Palavra de Deus real ou inspirada, e 50% acreditam que a Bíblia contém tudo que uma pessoa precisa saber para viver uma vida significativa ", disse Hood.

 

Fonte: https://www.christianpost.com 

 


Cadeirante volta a andar após oração da igreja

Postado em 18/09/2018

       

Depois de receber uma oração de membros de sua igreja, uma mulher que estava sem andar há mais de um ano deixou a cadeira de rodas no último domingo (16), durante a Conferência Novidade de Vida 2018, na Zona Sul de São Paulo. O momento do milagre foi registrado em vídeo e tem sido repercutido nas redes sociais.

Em 2016, Fabiana Alves foi diagnosticada com uma bactéria que afetou sua medula. “Depois de superar e vencer a tetraplegia, eu fiquei um ano na cadeira de rodas. E hoje, ao acordar, pude me sentir livre, curada e muito, muito amada por Deus. Jesus me curou. Ele transformou nosso choro em riso”, disse ela em seu perfil no Facebook.

No último dia da conferência na Igreja Apostólica Novidade de Vida, realizada entre 13 e 16 de setembro, membros da denominação se reuniram em torno de Fabiana para clamar a Deus por um milagre, enquanto cantavam uma canção com as palavras “nada vai roubar Tua glória”.

As imagens mostram Fabiana levantando da cadeira de rodas e dando os primeiros passos. Em seguida, ela subiu as escadas do altar e correu pela igreja, acompanhada de pessoas que celebraram o milagre aos pulos.

O pregador de jovens Felipe Pardo, que também faz parte da igreja, relatou o acontecimento nas redes sociais. “A Fabiana foi curada ontem em nossa igreja. Saiu correndo daquela cadeira de rodas ontem... Foi muito poderoso e impactante ver o que aconteceu por que todos conheciam ela naquele lugar. Ele não falha! Ele tem poder para curar”, afirmou.


Fabiana Alves exibiu imagens de quando foi diagnosticada com a doença que afetou suas pernas. (Foto: Facebook)

Outros membros da denominação, que estiveram presentes no momento do milagre, também relataram o acontecimento. “Ter vivido isso na nossa igreja aumenta ainda mais a nossa fé e com toda certeza faz com que a gente busque ainda mais a Deus”, disse Murillo Lopes.

“Eu tive o privilégio de registrar este milagre. É a melhor experiência de um fotógrafo, testemunhar algo sobrenatural. Não tem preço, jamais sairá da minha mente, coração… Sobre tudo que presenciei”, disse André Moreira. “Tenho certeza que a ótica de vermos as nossas impossibilidades, caíram por terra após a este milagre. Essa foi a minha experiência. Milagre não se explica, se vive”.

 

 

Fonte: guiame

 


Islândia proíbe ensino religioso a menores de 21 anos

A lei entrou em vigor após uma campanha de dois anos do grupo 'Mães contra a religião'.

Postado em 17/09/2018

       Resultado de imagem para imagens da islandia

                                         cidade Reykjavik inverno, Islândia (Foto © Shutterstock)

Islândia, país insular de 330.000 habitantes situado no Atlântico Norte, está fazendo grandes mudanças. Ninguém com menos de 21 anos poderá ser exposto a qualquer religião, seita ou culto. O parlamento do país, o Alþingi, aprovou a chamada Lei Nacional de Ensino Religioso Mínimo (NMRIA).

Agora, nenhum pai ou responsável pode expor uma pessoa com idade inferior a 21 anos à religião, levando-a para a igreja, templo ou mesquita. E nenhuma história religiosa  como “O Grande Dilúvio” ou a “Páscoa” pode ser promovida a mentes de jovens.

A lógica por trás da lei

Há dois anos, a Mothers Against Religion - MAR (Mães contra religião) iniciou uma campanha de base para aumentar a idade mínima do consentimento religioso para 21. Anna Einarsson é a fundadora e líder do grupo. Ela explica como percebeu que a religião é muito perigosa para mentes jovens.

“Eu fiquei doente e cansada de ver as notícias falando de pessoas cometendo crimes horríveis em nome da fé. Jihadistas estão cometendo atos de terror. Padres católicos estão atacando crianças pequenas. Os televangelistas batistas estão tirando dinheiro do seu rebanho”, disse ela.

“Isso me deixou doente. Isso me enoja. Um dia eu percebi que se a religião fosse uma droga, então temos de manter as crianças longe disso, não é mesmo? Foi aí que comecei a Mothers Against Religion e a campanha para aumentar a idade de consentimento religioso para 21 anos”, ressaltou.

Amigos relatam que Einersson perdeu um filho para o pastor Joel Osteen. Atualmente ele trabalha para o televangelista.

Grupos religiosos unidos

Depois de séculos de lutas entre si, diferentes religiões estão se unindo para combater a lei. “As crianças são o futuro da igreja. Mas sem viagens de acampamento, ninguém vai querer ser padre”, disse o bispo Patrick Coughlan.

“Deus quer que seus filhos tenham a ponta de sua semente cortada. Aqueles pequeninos devem ser podados ou todos nós sofreremos”, colocou o rabino Mike Fine. Independentemente do que a comunidade de fé diga, a lei está em vigor e entra em atividade imediatamente.

Fonte: patheos  Via guiame 

 


Ateus perdem ação na justiça para retirar a frase “Nós confiamos em Deus”  das notas de dólar

Postado em 01/09/2018

                Resultado de imagem para imagens de Nós confiamos em Deus

Os ateus que não conseguiram remover o lema nacional “In God We Trust” (“Em Deus confiamos”) das moedas e notas dos EUA após uma derrota no tribunal de apelações, classificaram sua derrota de “totalmente revoltante”.

O Tribunal de Apelações dos EUA em St. Paul, Minnesota, confirmou por 3 a 0, a decisão de dezembro de 2016, que concluiu que o lema nacional sobre dinheiro não violava a liberdade de expressão e os direitos religiosos.

No caso conhecido como “New Doe Child # 1 vs. Congresso dos Estados Unidos”, 27 indivíduos que são ateus ou filhos de ateus, juntamente com duas organizações ateístas, declararam que “definitivamente não confiam em Deus”.

O juiz Raymond Gruender, explicou que o lema não constituía um estabelecimento de religião, no entanto, e rejeitou o argumento de que os ateus estão sendo forçados a defender uma mensagem que vai contra suas crenças.

Gruender concordou com a decisão de 2016 que os argumentos de que “Em Deus Confiamos” em dinheiro transforma uma prática constitucional em um estabelecimento 

inconstitucional de religião é “muito simplista”.

“A Constituição não impede o governo de promover e ‘celebrar nossa tradição de liberdade religiosa’, mesmo que os meios para fazê-lo — aqui, acrescentando o lema nacional ao dinheiro dos EUA —tenham sido motivados em parte por causa do sentimento religioso. Colocar ‘Em Deus Confiamos’ na moeda é consistente com as práticas históricas”, acrescentou.

Michael Newdow, advogado que representa os ateus, disse à Reuters em um email que é “totalmente revoltante” que “a história da denegação governamental de uma classe suspeita supere o princípio” de que a neutralidade seja a pedra de toque Cláusula de Estabelecimento da Primeira Emenda.

O escritório de advocacia sem fins lucrativos Becket disse que crucial para a decisão do Oitavo Circuito foi o argumento do grupo jurídico em um caso da Suprema Corte de 2014, que declarou que todas as decisões da Cláusula de Estabelecimento devem se alinhar com a história dos EUA sobre religião na praça pública.

“A boa notícia é que você não precisa mais ter medo de que os centavos no seu bolso sejam drogas para a teocracia”, disse Diana Verm, conselheira do Becket.

“O Tribunal estava certo em dizer que a Primeira Emenda não proíbe a frase ‘Em Deus Nós Confiamos’. Por muito tempo, o país ficou preso no que o juiz [Neil] Gorsuch descreveu como ‘o purgatório da cláusula de estabelecimento’. A decisão do tribunal hoje é um grande passo para corrigir as coisas”, acrescentou.

Newdow falhou no passado em vários desafios de litígio contra a frase “sob Deus” na Promessa de Fidelidade dos EUA.

Becket argumentou que o advogado ateu opera sob o chamado teste Lemon, da Suprema Corte, conhecido como “Lemon vs. Kurtzman” de 1971, em vez do mais recente caso da Cláusula de Estabelecimento da Suprema Corte, “Cidade da Grécia vs. Galloway” em 2013.

A frase “Em Deus Nós Confiamos” tem estado no centro de muito debate no país. Em 

agosto, entrou em vigor um extenso projeto de lei de educação sancionado pelo governador da Flórida, Rick Scott, que exigia que todos os prédios da escola no estado exibissem o lema nacional.

A integrante da Casa Democrática da Flórida, Kimberly Daniels, que patrocinou o projeto, disse em março que “algo tão grande não deveria ser escondido”.

Chris Walker, um pastor do condado de Lake, testemunhou o projeto de lei: “Este lema faz parte de nossa história, faz parte de nossa nação. Os princípios em que nos apoiamos e nossos antepassados ​​foram em Deus em quem confiamos”.

 

Fonte: christianpost Via folhagospel 

 


18 mil pessoas aceitam a Jesus Cristo em Cruzada Evangelística na Colômbia

Postado em 01/09/2018

            Resultado de imagem para imagens de cruzada evangelística na Colombia        A Associação Evangelista Luis Palau relatou que recentemente um grande número de pessoas participou da cruzada Evangelística em Bogotá, onde mais de 18.500 pessoas decidiram entregar suas vidas Jesus Cristo.

A página do evangelista no Facebook tem compartilhado atualizações nesta semana sobre os sete eventos evangelísticos que ocorreram na cidade colombiana entre os dias 12 e 19 de agosto.

Mais de 200.000 pessoas participaram dos eventos, com outros 410.000 espectadores assistindo a vídeos online. Ele diz que cerca de 18.545 pessoas tomaram decisões para seguir a Cristo durante os eventos, que foram ajudados por 852 igrejas parceiras.

“Louvado seja o Senhor pelo que Ele realizou em Bogotá na semana passada! Muitas vidas foram mudadas e corações encorajados. Aqui estão apenas alguns fatos rápidos para abençoar e encorajar você“, disse uma atualização na quarta-feira.

As emissoras religiosas nacionais notaram que 12.700 das decisões de seguir Jesus foram feitas em uma confissão pública na noite de fechamento do festival.

O próprio Palau não pôde subir ao palco no festival devido ao diagnóstico de câncer de pulmão em estágio IV em janeiro. Ele postou um vídeo no Facebook, onde disse: “Bogotá nesta época do ano está com a temperatura muito fria. Tem 2640 metros de altitude e não é bom para alguém cujo sistema imunológico está fraco. Pat, minha esposa, vai saudar a multidão e explicar com verdadeira tristeza por que não pude ir.”

“Estamos esperando relatórios todos os dias. Nos regozijaremos na colheita, vamos louvar ao Senhor pelas vitórias, as lembranças e toda a alegria que eles terão. O Senhor está aí, é o que realmente conta “

Andrew Palau liderou a pregação na ausência de seu pai, como ele fez em numerosas cruzadas evangelísticas anteriores, e compartilhou sua empolgação com o quão massivo os eventos evangelísticos estavam se moldando.

O próprio Palau não pôde subir ao palco no festival devido ao diagnóstico de câncer de pulmão em estágio IV em janeiro. Ele postou um vídeo no Facebook, onde disse: “Bogotá nesta época do ano está com a temperatura muito fria. Tem 2640 metros de altitude e não é bom para alguém cujo sistema imunológico está fraco. Pat, minha esposa, vai saudar a multidão e explicar com verdadeira tristeza por que não pude vir.”

“Estamos esperando relatórios todos os dias. Nos regozijaremos na colheita, vamos louvar ao Senhor pelas vitórias, as lembranças e toda a alegria que eles terão. O Senhor está aí, é o que realmente conta “

Andrew Palau liderou a pregação na ausência de seu pai, como ele fez em numerosas cruzadas evangelísticas anteriores, e compartilhou sua empolgação com o quão massivo os eventos evangelísticos estavam se moldando.

“As expectativas são altas e Deus está claramente diante de nós e trabalhando“, disse Andrew Palau antes de partir para Bogotá. “Agora temos a oportunidade e a alegria de entregar a mensagem de mudança de vida do amor de Deus. Eu amo a nossa parte!”

Andrew Palau liderou outra grande cruzada na América do Sul no final de maio e início de junho, desta vez no festival Marcha para Jesus em São Paulo, que reuniu centenas de milhares de pessoas nas ruas.

“Ao ver tantas pessoas marchando em unidade de sua dedicação para seguir Jesus juntos, foi realmente inacreditável“, disse ele na época.

Andrew Palau liderou outra grande cruzada na América do Sul no final de maio e início de junho, desta vez no festival Marcha para Jesus em São Paulo, que reuniu centenas de milhares de pessoas nas ruas

Mais tarde, em junho, o evangelista forneceu uma atualização de saúde sobre seu pai para o The Christian Post em uma entrevista.

“Ele está indo bem em seu espírito interior e em sua confiança sobre a eternidade. Ele é forte como pode ser. Ele não pode esperar para chegar lá de certa forma, [mas] não conte com ele ainda”, disse ele ao CP. “Todo dia é como ouro. Temos que maximizar todos os dias e aproveitar e fizemos isso. Graças ao Senhor não temos arrependimentos.”

Um filme sobre a vida do evangelista idoso e sua pregação para milhões de pessoas está previsto para ser lançado em outubro, intitulado “Palau the Movie”.

Eu espero que você veja o filme e traga os jovens, porque é uma ilustração tão bonita para os jovens [saberem] que, seja o que for que Deus colocar em seus corações, o mundo vai querer derrubá-los e dizer: ‘Não seja ridículo, há muito desespero e divisão neste mundo, nada de bom pode acontecer através de você. E aqui está uma foto de alguém que apenas acreditou em Deus e persevera’ “, disse Andrew Palau sobre o próximo filme

 

Fonte: portalpadom

 


Postado em 24/08/2018

                       Igreja Wesleyana pichada

Uma igreja evangélica em Alegre, Espírito Santo, foi alvo de intolerância religiosa. Nesta terça-feira (21), o templo da Igreja Metodista Wesleyana amanheceu pichado com a frase: “Louvem Satanás, ele faz menos barulho”.

Pastor diz que perdoa vândalo, “estamos orando por ele”

A decisão do pastor foi de não vai levar o caso à polícia. Clebes Inácio de Almeida, líder da congregação, pintou pessoalmente a fachada. Ele diz que vai orar pela pessoa responsável pelo ato de vandalismo.

“Analisamos que sempre vai haver pessoas que pensam diferente sobre a forma que celebramos o culto. Mas vemos que quem fez isso precisa de Jesus e estamos orando por ele”, assegura.

Falando à Gazeta, destaca: “Jesus mandou amar aqueles que nos perseguem. Estou aqui há três anos e meio e esta foi a primeira vez que isso acontece. É um ato de desrespeito e cada ato tem consequências no futuro. Acredito que está com a consciência pesada”

Fonte:  Gazeta Via gospelprime 


Pesquisa diz que os cristãos mais comprometidos estão na América Latina e África

Postado em 24/08/2018

            Resultado de imagem para imagens de culto em igreja evangélica

O cristianismo é a maior religião do mundo, mas nem todos os cristãos têm o mesmo nível de comprometimento com sua fé. Segundo um estudo da Pew Research Center, os cristãos da América Latina e África tendem a orar mais, frequentar mais cultos e ver a religião com mais importância.

O estudo analisou 84 países com um número razoável de cristãos. Em 35 desses países, pelo menos dois terços dos cristãos dizem que a religião é muito importante em suas vidas. Com exceção dos Estados Unidos, Malásia e Filipinas, todos os cristãos desses países estão na África e América Latina.

O índice é ainda mais alto na África: mais de 75% dos países pesquisados ​​dizem que a religião é muito importante para eles. No outro extremo, a importância religiosa é mais baixa entre os cristãos da Europa.

                    Resultado de imagem para imagens de culto em igreja evangélica na africa

Na América Latina, os países onde cristãos enxergam a religião com maior importância são Honduras (94%), Colômbia (80%), Equador (80%), Brasil (77%), Peru (74%), Bolívia (73%), México (48%), Chile (48%) e Argentina (48%).

                        Pessoas orando durante culto evangélico em Bogotá, na Colômbia. (Foto: AP Photo/Fernando Vergara)

Segundo o estudo, o cristianismo está se enfraquecendo nos países mais ricos e migrando para países menos desenvolvidos. Esse fenômeno é mais evidente na África, onde as altas taxas de fertilidade têm impacto sobre a religião.

Os Estados Unidos continuam sendo uma exceção entre os países ricos em termos de comprometimento religioso. Cerca de 68% dos cristãos norte-americanos dizem que a religião é muito importante em suas vidas, em comparação com países como Alemanha (12%) e Reino Unido (11%).

Among Christians, religion most important in sub-Saharan Africa, Latin America, and the United States 

Fonte: guiame

 


Os cristãos mais comprometidos estão na América Latina e África, diz pesquisa

 

 

 

 

Oração e frequência

Os cristãos na África e América Latina também tendem a orar e ir à igreja mais do que o resto do mundo. Pelo menos quatro em cada cinco cristãos na Nigéria, Libéria, Senegal, Camarões e Chade oram todos os dias. Entre os latino-americanos, a frequência da oração é alta em países como Guatemala, Honduras e Paraguai.

Em todos os países africanos, mais de 60% dos cristãos frequentam a igreja pelo menos uma vez por semana. Na América Latina, mais 40% dos cristãos também relatam comparecimento semanal.

A frequência de oração é menor entre os cristãos na Áustria, Alemanha, Suíça, Reino Unido e Malásia, onde menos de 10% dos oram diariamente. Da mesma forma, menos de 10% dos cristãos vão à igreja semanalmente em nove países europeus.

Os EUA são novamente um caso discrepante quando se trata de frequência de oração. Quase sete em cada dez cristãos dos EUA (68%) oram diariamente, enquanto 47% frequentam a igreja pelo menos uma vez por semana.

 

Fonte: guiame

 


Estátua de Satanás é inaugurada, nos Estados Unidos, ao lado de monumento dos 10 mandamentos.

Postado em 20/08/2018

              Ateus e satanistas celebrando Baphomet

 Adoradores de Satanás estão lutando na justiça americana pelo reconhecimento como uma prática religiosa igual ao cristianismo. Nesta quinta-feira (16), eles obtiveram permissão judicial para colocar uma estátua de bronze de Baphomet, um dos símbolos mais conhecidos do satanismo.                                                                                                                                                         

                                 Estátua de Baphomet.

A escultura permanecerá em frente à sede do governo do estado de Arkansas, na capital Little Rock. Financiada pela organização do Templo Satânico, a estátua seria um protesto contra um monumento aos Dez Mandamentos que já estava em vigor.

Medindo cerca de 2,5 metros, o ícone da criatura de cara de bode sentada em um trono e flanqueada por duas crianças estará temporariamente em frente ao Capitólio. No entanto, seus idealizadores entraram com processos para serem uma exposição permanente, porque deveriam gozar dos mesmos direitos de liberdade religiosa que outras formas de culto.

A co-fundadora do Templo Satânico em Arkansas, Ivy Forrester, argumentou o Independent: "Se você aceita um monumento religioso em um lugar público, então você deve permitir que outros. Se você não concorda com isso, então não devemos ter nenhum . "

Obviamente, a estátua representando Satanás gerou protestos da comunidade cristã, enquanto Jason Rapert, um importante político conservador, descreveu a imagem como "ofensiva" e prometeu lutar por sua retirada. Ele foi o autor do projeto que permitiu a colocação de um monumento com os 10 mandamentos no mesmo lugar.

                                   Cristãos com versículos bíblicos em protesto

Rapert disse que respeita os direitos de todos de praticar sua religião, mas acredita que o Templo Satânico é composto de "extremistas".

Além dos satanistas, um grupo de ativistas ateus também participou da inauguração da estátua na quinta-feira antes do Capitólio. Vários oradores fizeram discursos, argumentando que o monumento bíblico ao lado violava a separação entre Igreja e Estado.

Cerca de 150 pessoas participaram do evento do Templo Satânico. Havia um grupo menor de cristãos protestando a poucos metros de distância, segurando cartazes com os versos da Bíblia e cantando hinos.

Veja o vídeo:

         

 

Fonte: bibliatodo

 


“Igrejas pentecostais são mais eficazes do que ONGs de ajuda comunitária, segundo autora da Universidade de Londres

Postado em 16/08/2018

      Resultado de imagem para imagens de cultos pentecostais na africa

Na maioria das regiões carentes do Brasil, popularmente chamadas de “favelas”, é praticamente impossível circular pelas ruas e vielas sem enxergar o templo de alguma igreja pentecostal, como a Assembleia de Deus. Essa não é uma realidade apenas no Brasil, mas também na África, e pesquisadores tiveram o interesse de estudar os efeitos disso na sociedade.

Por exemplo, um livro lançado pela escritora Dena Freeman, da London School of Economics,*  intitulado “Pentecostalism and Development: Churches, NGOs and Social Change in Africa” (Pentecostalismo e Desenvolvimento: Igrejas, ONGs e Mudança Social na África), argumenta como os efeitos do pentecostalismo têm impactado a positivamente a condição de vida dos africanos.

“As igrejas pentecostais são muitas vezes agentes de mudança mais eficazes do que as ONGs de ajuda humanitária.”, escreveu Freeman, referindo-se ao engajamento social das igrejas pentecostais, que mediante a mensagem de salvação em Jesus Cristo, mudam o estilo de vida das pessoas.

O caráter mais solidário de amor ao próximo, autovalorização e confiança de que Deus deseja o sucesso de todos através de uma sociedade mais justa, resulta em uma mudança de vida que afeta todas às áreas da vida, incluindo a profissional.

“Elas [igrejas] são excepcionalmente eficazes em promover a transformação pessoal e o empoderamento, fornecem a legitimidade moral para um conjunto de mudanças de comportamento e reconstroem radicalmente as famílias e comunidades para apoiar novos valores e novos comportamentos”, escreve Freeman.

A perspectiva de Freeman está de acordo com os sociólogos Donald Miller e Tetsunao Yamamori, que anos atrás já haviam realizado um estudo nos países em desenvolvimento para identificar quais ações sociais eram desenvolvidas nessas regiões. Eles descobriam que 80% dessas ações são realizadas por igrejas pentecostais.

O trabalho de Miller e Tetsunao também virou um livro, chamado “Global Pentecostalism: The New Face of Christian Social Engagement” (Pentecostalismo Global: A nova face do engajamento social cristão)

Para os autores, a mensagem das igrejas pentecostais oferece identidade às pessoas, valorizando suas vidas e dando a elas um senso de justiça e igualdade diferente de qualquer outra instituição.

“É importante reconhecer as maneiras pelas quais o pentecostalismo dá dignidade às mulheres e às pessoas que são pobres, dizendo-lhes que eles são feitos à imagem de Deus e, portanto, tem direitos, tanto pessoais como políticos”, concluem os autores. 

 

Fonte: Christian Post

 

* A London School of Economics, cujo nome oficial é London School of Economics and Political Science, é um college pertencente à Universidade de Londres e é considerado uma referência mundialem centros de debate político e econômico. Está posicionada entre as melhores faculdades de ciências sociais do mundo e não há nenhuma que a supere em porcentagem de estudantes estrangeiros, que é de 70%.

Apesar do nome, esta faculdade oferece um amplo leque de estudos em ciências sociais, que vai de matemática, estatísticas ou economia a comunicação, geografia ou direito. No total é formada por 26 departamentos onde não só o ensino, mas também a pesquisa é de ponta.

A London School of Economics foi fundada em 1895 por Beatrice e Sidney WebbGraham Wallas e George Bernard Shaw com 20.000 libras deixadas em herança pelo advogado Henry Hunt Hutchinson após sua morte. A escola uniu-se à Universidade de Londres em 1900 e em 1902 tornou-se sua faculdade de economia. (universia)

 

 


 Tempestade e inundação não impede de casal casar na igreja

Postado em 16/08/2018
            

Esses jovens mostraram que nada pode atrapalhar o amor verdadeiro ou impedir seu casamento … mesmo que você tenha que alcançar o altar através de águas turvas

A perspectiva de se molhar durante a cerimônia de casamento não assustou Jefferson e Jobel de Los Angeles. O casal disse sim no sábado, apesar das condições extremas: a igreja do Santo Rosário, no município de Hagonoy, foi inundada depois que fortes chuvas e tempestades atingiram a região.

O vídeo inicialmente publicado pela tia da noiva, Tere Bañarez Bautista, mostrava a radiante mulher vestida de branco, que marchava pelo corredor acompanhada por seus pais. Seu namorado estava esperando alegremente ao lado do altar. Vestidos para a ocasião, mas descalços, os convidados e a família também estavam sorrindo nas fotos.

O casal tinha outro motivo para não adiar a comemoração, pois um de seus dois filhos seria batizado no mesmo dia na mesma igreja.

A monção sudoeste, reforçada pela tempestade tropical vizinha Yagi, causou recentemente fortes chuvas e inundações nas Filipinas.

Veja o vídeo:

       

 

Fonte: portalpadom 

 


Apostasia avança na Europa: na Alemanha, igrejas

perderam mais de 660 mil membros em 2017

Postado em 09/08/2018

    

As igrejas protestantes e católicas da Alemanha perderam juntas mais de 660 mil membros em 2017, de acordo com as estatísticas publicadas pela Igreja Protestante na Alemanha (EKD, na sigla alemã) e pela Conferência Episcopal da Alemanha.

A EKD perdeu mais de 390 mil membros em 2017, restando 21,5 milhões de fiéis, o que representa uma queda de 1,8%. Dez anos antes, no final de 2007, a igreja protestante ainda tinha 3,3 milhões de membros a mais do que no ano anterior, ou seja, 24,8 milhões.    

Enquanto isso, os católicos perderam cerca de 268 mil membros em 2017, uma queda de 1,1% em relação a 2016. Com 23,3 milhões de membros, eles continuam sendo a maior denominação da Alemanha.

No total, 54,4% dos 82,5 milhões de habitantes da Alemanha são membros das duas maiores igrejas do país, com uma queda significativa de 62% comparado a 2005.         

Entre as 20 igrejas da Alemanha, a Igreja Evangélica de Anhalt, a Igreja Evangélica na Alemanha Central e a Igreja Evangélica de Bremen sofreram a maior perda de membros nos últimos dez anos.  Em comparação a 2007, igreja em Anhalt perdeu 33,1% de membros, a igreja na Alemanha central teve uma queda de 21,8% e igreja de Bremen perdeu 18,2% de seus fiéis.

A denominação que perdeu menos membros na última década é a Igreja Reformada Evangélica, que perdeu apenas 6,5%. Contrariando as tendências, mais de 173 mil pessoas passaram a fazer parte da igreja no ano passado.

Origem das perdas

Embora as igrejas evangélicas e católicas tenham um número estável de batismos (180 mil) e novos membros (25 mil) , isso não foi suficiente para cobrir o número das igrejas que perderam membros.    

Na Alemanha, os membros das igrejas devem registrar sua associação com as autoridades locais e pagar um imposto obrigatório que vai financiar sua denominação. O número de saídas oficiais da igreja aumentou nas denominações católicas e protestantes, na qual cerca de 200 mil protestantes e 167 mil católicos decidiram cancelar o registro.    

Uma das razões da saída de membros é o declínio demográfico na Alemanha — só no ano passado, 350 fiéis da igreja protestante faleceram. No entanto, embora os novos membros compensem parcialmente esse déficit, menos filhos estão sendo levados por seus pais às congregações.

De acordo com uma pesquisa realizada em 2017 pelo Kirchenaustritt, órgão que regula a saída das igrejas, 45% dos membros que deixaram a igreja oficialmente para evitar pagar o imposto da denominação, que também se aplica aos membros das congregações judaicas.

 

Fonte: guiame


Ataque palestino lança mais de 180 foguetes contra Israel

Postado em 09/08/2018

      Israel é atingido por mais de 180 foguetes disparados por militantes palestinos

Mais de 180 foguetes e morteiros foram disparados de Gaza contra Israel nesta quarta-feira (8) atingindo Berseba, a maior cidade do sul do país. Mais de 30 foguetes foram interceptados pelo sistema de defesa antimísseis e maior parte das bombas explodiu em áreas abertas.

O ataque foi uma demonstração de força por militantes palestinos, horas depois de uma autoridade árabe dizer que o fim do conflito na fronteira poderia estar próximo. Em retaliação nesta quinta-feira (9), o Exército de Israel atingiu mais de 150 instalações pertencentes ao Hamas, grupo islâmico que controla Gaza.

Sete pessoas ficaram feridas no sul de Israel, de acordo com militares israelenses. Uma grávida palestina, seu filho de 18 meses e um militante do Hamas, foram mortos e pelo menos cinco civis ficaram feridos, segundo autoridades médicas locais.

Pela primeira vez desde a guerra de 2014, sirenes de alerta de foguetes soaram em Berseba, uma cidade de 200 mil habitantes localizada a 40 quilômetros da Faixa de Gaza.

A série de ataques ocorreu depois que autoridades palestinas e israelenses falaram sobre uma possível trégua nos meses de violência na Faixa de Gaza, em um esforço mediado pelas Nações Unidas e Egito

 

Fonte:  instagram guiame_oficial

 


Um guia para a segurança das crianças na internet

                          

 

No artigo “Pornografia no bolso – 24 horas por dia, 7 dias por semana”, Elsie Gilbert menciona como hoje “toda criança, adolescente, jovem ou adulto que carrega consigo um celular conectado à internet tem à sua disposição a porta de entrada para um universo dinâmico, incrivelmente diversificado e agressivo de conteúdos pornográficos”.

Pensando em proteger as crianças desses e outros males, o Comitê Gestor da Internet no Brasil elaborou a cartilha “Internet Segura para seus filhos“, um guia didático e introdutório, com dicas extremamente importantes e necessárias a todos os pais e responsáveis que se importam com as crianças.

Foram preparadas duas versões da cartilha, uma para crianças, outra para adolescentes. A das crianças trata de temas como os cuidados dos pais ao publicar conteúdos sobre os filhos, as regras e os exemplos que precisam ser estabelecidos, como pais podem monitorar o uso da internet de uma forma saudável, e muito mais.

A cartilha voltada para os adolescentes, “Internet com responsa”, apresenta tópicos como exposição excessiva online, liberdade de expressão e danos à imagem e reputação, cyberbullying, racismo, danos e riscos no envio de fotos íntimas e vários outros.

Acesse as cartilhas, compartilhe com quem é pai ou trabalha no cuidado de crianças e adolescentes.

LINK: http://www.ultimato.com.br/conteudo/pornografia-no-bolso-24-horas-por-dia-7-dias-por-semana 

 


Católicos boicotam novela ‘Jesus’ em defesa da virgindade de Maria

Postado em 03/08/2018

  

Ponto de contradição entre evangélicos e católicos, a sexualidade de Maria incomodou seguidores da Igreja Romana durante a exibição do capítulo desta quinta-feira da novela Jesus, da Record. Para os católicos, Maria sempre foi virgem. Cristo foi concebido pela graça do Espírito Santo. Já os evangélicos creem que Maria teve outros filhos — pelas vias naturais — com o marido, o carpinteiro José. Nesta quinta, o folhetim bíblico mostrou o retorno de Maria e José à Galileia, depois do exílio no Egito, onde se refugiaram para salvar Jesus do infanticídio promovido por Herodes.

Na cena, o casal carrega o messias e outras duas outras crianças, Tiago e José, refutando a ideia de que Maria se manteve intacta por toda a vida. Nas redes sociais, seguidores da fé católica criticaram a escolha dos roteiristas de abraçar a versão evangélica da personagem.

“Aquele Jesus é o Jesus da Universal, não é o Jesus das Escrituras; é o Evangelho segundo Edir Macedo e seus espúrios interesses”, escreveu o bispo Dom Henrique Soares da Costa em carta aberta no Facebook. “Quanto à Toda Santa Mãe de Deus, odiada pelos inimigos de Cristo e por Satanás, aquela Maria da Record, não tem nada a ver com ela! Um católico que assiste àquilo peca gravemente, pois denigre o que é de Deus, o que é sagrado, é coisa fina! Você veria um filme que denegrisse sua mãe e mentisse sobre sua família?”

Popular nas redes sociais, Padre Paulo Ricardo publicou um vídeo de quase seis minutos em que explica as crenças católicas e ressalta: “Maria foi virgem antes, durante e depois do parto. A integridade física da Nossa Senhora não foi nunca tocada. Ela é a virgem intacta”.

Além do apego à virgindade da mãe de Jesus, o embate entre as duas crenças se dá por causa das diferentes traduções da Bíblia. A versão seguida pelos católicos diz que Tiago e José eram primos de Jesus, já que o aramaico tinha uma única palavra para irmão e primo. Porém, o Novo Testamento foi escrito em grego, língua em que as duas palavras possuem significados distintos.

Em matéria especial de VEJA, o tradutor e linguista português Frederico Lourenço explica as sutilezas da tradução da Bíblia, entre elas esta passagem. No fim do século IV, São Jerônimo, autor da Vulgata — a tradução latina das Escrituras que por séculos foi a única autorizada pela Igreja Católica —, cravou a ideia de que a palavra grega adelphoi seria vaga e assim poderia designar “primo”. Lourenço, que não segue nenhuma fé específica, não concorda com São Jerônimo e ressalta que adelphoi significa apenas “irmão”. 

 

Fonte: veja.abril Via msn

 

 


Conheça a história de 5 seitas bizarras e assustadoras da vida real

Jim Jones, líder de seita suicida
 Elas foram responsáveis por intoxicar e causar a morte de centenas de pessoas
Parece enredo de filme de terror, mas seitas que pregam terrorismo, escravidão sexual e até suicídio não só existiram, como algumas ainda estão ativas. O caso mais recente é o da Nxivm, de Nova York, que pregava empoderamento feminino, mas na realidade abusava sexualmente das mulheres. A atriz Allison Mack, de Smallville, foi acusada de “conspiração para cometer tráfico sexual e trabalho forçado” por seu envolvimento no culto. A seguir, selecionamos outros 5 cultos bizarros que (ainda bem) ficaram no passado.

À esquerda Charles Manson e à direita Sharon Tate, no meio parte da Família Manson
1- A Família Manson
É talvez o culto mais famoso de todos os tempos. Foi criado por Charles Manson em 1967 em São Francisco e, em seguida, se mudou para Los Angeles, onde o grupo tentou se estabelecer como músico. Obcecado pela canção “Helter Skelter”, dos Beatles, ele passou a usar o termo para descrever uma guerra racial. Em 1969, assassinaram sete pessoas, pois achavam que isso geraria uma batalha apocalíptica (alguns estudiosos atualmente acreditam que possa ter sido algum tipo de vingança de Manson contra Hollywood por sua carreira frustrada). Entre as vítimas, estava a atriz Sharon Tate, ex-esposa de Roman Polanski, que estava grávida. Manson foi condenado à prisão perpétua e morreu no ano passado, aos 83 anos. 

O guru Osho
2- Rajneeshpuram
No início do ano, a história da comunidade próxima a Antelope, no Oregon, ganhou atenção por virar uma série da Netflix, Wild Wild Country. Fundado por Bhagwan Shree Rajneesh (atualmente conhecido como Osho) nos anos 1980, pregava o amor livre e a meditação. Até aí, tudo bem — talvez por isso Osho ainda seja uma figura tão conhecida hoje, possivelmente fruto de muito trabalho para esconder o passado do guru e da adoção de uma visão mais moderada sobre meditação. O problema é que a seita infectou 751 pessoas com salmonela para sabotar as eleições locais e tentar ganhar poder político. 

Imagem aérea com os mortos da seita Templo do Povo em Indianápolis
3- Templo do Povo
Fundado por Jim Jones em Indianápolis, nos EUA, em 1955, tinha uma mensagem que misturava elementos do cristianismo com socialismo. Em seu auge, chegou a ter 20 mil membros. Na década de 1970, crente de que uma guerra nuclear era iminente, ele levou seu grupo para Guiana, país que acreditava estar fora da zona de perigo. Quando denúncias contra o culto começaram a surgir, o congressista norte-americano Leo Ryan decidiu ir até o local para investigar. Além de matar Ryan e seu grupo, Jones mandou seus seguidores beberem veneno, provocando a morte de 918 pessoas. Até os atentados de 11 de setembro, o episódio era considerado a maior perda unida de civis norte-americanos em um ato deliberado. A história está no documentário Jonestown - Vida e Morte no Templo do Povo, de 2006. 


4- Movimento Pela Restauração dos Dez Mandamentos de Deus
A seita formada em Uganda nos anos 1980 ensinava seus membros que eles deveria, seguir os dez mandamentos à risca para sobreviver ao apocalipse, previsto pelos líderes para o dia 31 de dezembro de 1999. Eles também encorajaram os seguidores a doarem seus bens à seita. Como a previsão não se concretizou, eles passaram a exigir o retorno de seus bens, o que culminou em um massacre ordenado pelo líder, Dominic Kataribabo. Ele colocou fogo na igreja do culto, matando mais de 500 pessoas, e assassinou ao menos outras 200, cujos corpos foram encontrados enterrados no jardim da casa de Kataribabo. 

David Koresh e o incêndio do racho do Ramo Davidiano

5- Ramo Davidiano
O grupo, que surgiu de um cisma na Igreja Adventista do Sétimo Dia em 1955, era liderado por David Koresh e ficou conhecido pelo cerco de Waco, no Texas, em 1993. O grupo acreditava no retorno de Jesus Cristo e Koresh os convenceu a se armar para o apocalipse. Agentes do departamento de Álcool, Tabaco e Armas de Fogo invadiram o rancho do grupo com base na informação de que eles estariam acumulando armas. Isso provocou uma batalha armada que durou 51 dias e matou quatro agentes e seis membros da seita. Eventualmente, o lugar pegou fogo quando a Polícia Federal invadiu o lugar com gás lacrimogêneo. 75 seguidores morreram no incidente.
Fonte: Galileu

 

 


Governo esquerdista da Bolívia quer impor regulamentação aos dízimos nas igrejas evangélicas   

Postado em 30/07/2018

           

O Governo esquerdista da Bolívia vem impondo projetos de lei que tentam limitar a atuação das igrejas evangélicas no país, e agora, os políticos aliados do presidente Evo Morales querem impor uma regulamentação dos dízimos entregues pelos fiéis às suas congregações.

O presidente da Associação de Igrejas Cristãs Evangélicas de Cochabamba, pastor Eloy Luján, criticou a proposta de lei do deputado Sergio Choque, do partido Movimento para o Socialismo (MAS, na sigla em espanhol) sobre a regulamentação dos dízimos.

Anteriormente, os cristãos tiveram que se mobilizar contra parte do Novo Código do Sistema Criminal, que criminalizava a atividade evangelística com pena de prisão prevista para quem não cumprisse a determinação.

“Deputado desocupado”, disparou o pastor Luján, ao afirmar que a preocupação das igrejas não é pelo próprio fato da auditoria, mas “saber qual é a verdadeira intenção do governo” ou se o projeto é apenas uma iniciativa de um parlamentar.

O pastor também indicou que esta não é a primeira vez que o deputado lançou tais iniciativas, mas seria uma violação da Constituição Política do Estado, que determina a Bolívia como um país secular.

O deputado Enrique Siles Montesinos também saiu em oposição ao projeto de regulamentação dos dízimos, e sugeriu que os políticos deveriam se preocupar em controlar o narcotráfico e a produção de coca, segundo o portal El Dia. “Eu acho que é um absurdo que o MAS queira começar a supervisionar os dízimos. Os líderes das igreja precisa monitorar as contribuições, mas nem os políticos, nem o Governo têm [algo] a ver com as contribuições voluntárias que se dá à igreja”, comentou.

“Controlem as plantações de coca do Chapare e [os obrigue] a pagar impostos”, disparou Montesinos.

O cerceamento à liberdade religiosa é um dos alvos prioritários dos governos de orientação socialista/comunista, como no caso da Bolívia. Ao longo da história, as limitações à prática da fé nos países onde regimes (socialistas = comunistas) com essa inspiração se instalaram – vide Cuba, União Soviética e outros – foram amplas e intensas.

Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br 

 


Pastor, ex-muçulmano, diz que sonhos com Jesus estão levando milhões de islâmicos a Cristo

Postado em 21/07/2018

                    O pastor M El Masih disse que mais de 6 milhões de muçulmanos a cada ano se tornam cristãos em países islâmicos. (Foto: Reprodução).

                                          Pastor M El Masih (Foto: Reprodução)  

 Um pastor que plantou centenas de igrejas no Paquistão, lugar onde sofreu perseguição por sua fé, afirma que curas divinas e sonhos proféticos estão levando muitos muçulmanos a Jesus Cristo. Hoje, M El Masih vive com sua família nos Estados Unidos. Ele compartilhou em uma entrevista com o site The Christian Post sobre alguns de seus desafios no Paquistão, onde estudou e seguiu o Islã por anos.

Masih, que fundou a “Cry of the Persecuted Church” (O choro da igreja perseguida, em tradução livre), já testemunhou para milhares de igrejas e universidades e explica que ele cresceu em uma família nominalmente cristã, mas abraçou o Islã em determinado momento de sua vida, tornando-se professor em uma escola secundária islâmica.

Apesar disso, o desespero e a falta de paz o assombraram e foi com a ajuda de outros crentes e de um pastor que compartilhou o Evangelho de Jesus com ele que Masih decidiu se tornar um cristão, em 1993.

Ele enfrentou uma forte perseguição por sua nova fé, e foi tratado como um cidadão de segunda classe pela maioria muçulmana, uma situação que continua até hoje para os cristãos e as minorias religiosas no Paquistão.

                                O pastor M El Masih disse que mais de 6 milhões de muçulmanos a cada ano se tornam cristãos em países islâmicos. (Foto: Reprodução).

                                                         Pastor M El Masih (Foto: Reprodução)

Masih disse que o Evangelho está atingindo muitos no mundo muçulmano. Ele acrescentou que, mesmo que o Islã esteja crescendo em todo o mundo devido às altas taxas de natalidade, mais de 6 milhões de muçulmanos a cada ano se tornam cristãos em países islâmicos.

Masih ainda observou que muitos muçulmanos estão tomando decisões para se converter, e não necessariamente por causa da Bíblia ou de um pregador que os alcançou, mas porque o próprio Jesus os visitou em sonhos e visões. Este é um testemunho que tem sido repetido por outros cristãos em regiões perseguidas pelo mundo.

Em um livro que escreveu, Masih fala sobre a ascensão de seu ministério e seus esforços em estabelecer igrejas. Ele também diz que através do poder de Deus, testemunhou e participou de vários milagres e curas.

Ele compartilha casos em que, através da oração em nome de Jesus, viu mulheres paralisadas se levantarem e começarem a andar. Em outro caso, para um homem quase cego, Jesus restaurou sua visão imediatamente.

O pastor também advertiu sobre vários perigos que os cristãos enfrentam em todo o mundo, incluindo a perseguição nas mãos de islamitas, a quem ele diz ter falsamente convencido muitos no Ocidente que o Islã não é uma ameaça. Masih diz que as ameaças espirituais vêm de demônios, bruxaria e forças satânicas, e que isso não é fantasia, mas real.

 

Fonte: christianpost Via guiame 

 


Parlamento israelense aprova lei que define Israel como pátria judaica

Postado em 19/07/2018

                  

JERUSALÉM, Israel - Depois de quase oito horas de debate na quarta-feira à noite, o Knesset (Parlamento de Israel) aprovou a lei do estado-nação que define Israel como a pátria do povo judeu.

Como esperado, a União Sionista, Meretz e a Lista Conjunta (uma coalizão de partidos árabes) votaram contra a legislação, mas passaram de 62 para 55, com duas abstenções.

Com a aprovação do projeto, o texto determina que o hebraico seja a língua oficial do país, rebaixando o árabe a uma categoria “especial”, além de definir que Israel seja um Estado exclusivamente judeu.

A medida ainda proclama que Jerusalém é a capital da nação, excluindo a parte oriental da cidade anexada.

O texto define “o Estado de Israel como o Estado nacional do povo judeu, onde se aplica seu direito natural, cultural, religioso, histórico, assim como seu direito de autodeterminação”.

Entre suas declarações, a lei define Jerusalém como a capital de Israel, hebraico como a língua oficial, calendário hebraico como o calendário do estado, o menorah como um emblema oficial e reconhece os feriados judaicos e nacionais (Memorial Day e do Dia da Independência). Também define o assentamento judaico da terra como um "interesse nacional".

Uma mudança sutil na formulação de "um estado judeu e democrático" para "um Estado judeu com um regime democrático" agradou muitos e enfureceu outros.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, elogiou a aprovação da lei e disse que ela consagra na lei "os princípios básicos de nossa existência".

"Israel é o estado-nação do povo judeu, que respeita os direitos individuais de todos os seus cidadãos, este é o nosso estado: o Estado judeu, hoje transformamos isso em lei: esta é a nossa nação, nossa língua e nossa bandeira".

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que a aprovação do projeto é um “momento histórico”.

“Ultimamente, há pessoas que estão tentando desestabilizar os fundamentos da nossa existência e dos nossos direitos. Então, hoje nós fizemos uma lei em pedra. Este é o nosso país. Esta é a nossa língua. Este é o nosso hino e esta é a nossa bandeira. Viva o estado de Israel”, comemorou o premier.

Por outro lado, o deputado árabe Ayman Odeh alegou que o projeto é “uma lei do mal”, além de classificar os árabes como “cidadãos de segunda classe”. Já outro deputado árabe, Yussef Jabareen, afirmou que a aprovação da lei incentiva o “racismo e a discriminação”.

 

Fonte: http://www1.cbn.com e https://folhagospel.com 

 


Justiça suspende consagração de cidade baiana a Jesus Cristo

Postado em 05/07/2018

           Imagem relacionada

A Justiça suspendeu um decreto simbólico em que a Prefeitura de Guanambi (BA) entregava a cidade a Deus. A decisão foi tomada após uma ação do Ministério Público, que apontou inconstitucionalidade do texto assinado pelo prefeito Jairo Silveira Magalhães (PSB).

O MP alegou que o decreto assinado por Magalhães, publicado no dia 02 de janeiro de 2017, primeiro dia útil de seu mandato à frente da prefeitura, fere os princípios de laicidade da Constituição Federal e estadual da Bahia.

O texto do decreto fazia, simbolicamente, a “entrega da chave da cidade ao Senhor Jesus Cristo”. Magalhães foi eleito em primeiro turno em 2016, com pouco mais de 50% dos votos. Antes, ele já havia sido vereador e vice-prefeito, de acordo com informações do G1.

Em sua decisão, o desembargador Ivanilton Santos da Silva afirma que “o que salta aos olhos é que o decreto em questão se utiliza da máquina administrativa para manifestar dogmas e crenças, levando a crer que o Estado, naquela manifestação municipal, repudia outras crenças e valores religiosos, o que pode ser um comportamento atualmente temerário e inadmissível”.

A decisão que suspendeu o decreto será alvo de um recurso da Prefeitura de Guanambi. O prefeito, que é evangélico e já havia recebido recomendação do Ministério Público para a revogação do decreto, aleag que sua intenção não foi discriminar outras religiões ou promover debates religiosos, e sim – como diz o decreto -, submeter “todos os principados, potestades, governadores deste mundo tenebroso, e as forças espirituais do mal, nesta cidade, […] ao senhor Jesus Cristo de Nazaré

Magalhães salientou, em nota, que “não teve a intenção de ferir a laicidade e que [a iniciativa] foi inspirada no preâmbulo do texto constitucional, que invoca o nome de Deus”, e reforçou seu compromisso de “governar para todos, primando pelo diálogo inter-religioso, sem distinção de qualquer natureza”.

 

 

Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br 

 


Alemanha irá construir Templo para cristãos, judeus e muçulmanos  

Postado em 06/07/2018

                  Alemanha irá construir Templo para abrigar cristãos, judeus e islâmicos

 

A Alemnha irá construir no coração de Berlim um templo que abrigará, cristãos, judeus e islâmicos sob o mesmo teto, uma igreja, uma mesquita e uma sinagoga será erguida no mesmo local, a construção esta prevista para o início de 2019, e deve durar dois anos.

“Você já viu rabinos, imãs e padres juntos em uma foto. Mas nunca os viu compartilhando uma casa ou construindo uma casa”, afirmou um dos líderes do projeto, o imã Osman Örs.

Para ele, um dos principais desafios da House of One (Casa de Um) será o de “mostrar a diversidade de nossas tradições”. “Porque precisamos dialogar não só com pessoas de outra fé mas também com pessoas da nossa própria fé.”

A iniciativa é gerida conjuntamente pela Congregação Protestante St. Petri-St. Marien, pela Comunidade Judaica de Berlim e pelo Fórum Diálogo, entidade muçulmana.

As primeiras conversas datam de 2011, quando líderes das três religiões se reuniram para discutir um possível templo na Petriplatz, localizada no extremo sul da Spreeinsel, ilha no rio Spree.

Ali morava o primeiro residente de Berlim de que se tem notícia, pastor da igreja Petrikirche, mencionado em documento de 1237, considerado o ano de fundação de Berlim.

O projeto arquitetônico, idealizado em 2012, respeita as especificidades de cada local sagrado. Mesquitas e sinagogas, por exemplo, precisam estar voltadas para o leste.

A sala islâmica deve ter formato quadrado, enquanto a judaica precisa de pé-direito alto para receber as cabanas da Festa dos Tabernáculos.

O imã Örs, no entanto, lembra que o local mais importante será uma quarta sala, um átrio central ligado aos espaços de cada religião. “É um lugar de encontro onde podemos dialogar, também com pessoas de outras fés e mesmo ateus. Precisamos ter uma ponte com os seculares.”

Os doadores ajudam com um tijolo por € 10 (R$ 41) cada. Até esta sexta (6), haviam sido arrecadados € 8,6 milhões (R$ 35,5 mi), incluindo € 3,4 milhões (R$ 14 mi) dos governos local e federal.

Mais de 2.500 pessoas de 25 países já doaram tijolos. A maioria (72%) vem da Alemanha. Do Brasil chegaram nove doações, somando 32 tijolos.

A obra tem um custo total de € 43 milhões (R$ 177,6 mi). Mas, segundo Örs, já é possível começar a construir com € 12 milhões (R$ 49,5 mi).

Em janeiro, um pavilhão de madeira foi erguido no terreno para abrigar diferentes atividades. Em uma delas, fiéis e não fiéis se reúnem semanalmente para uma hora de meditação, um desafio devido ao barulho do trânsito de fim de tarde na rua ao lado.

Segundo a orientadora do grupo, Corina Martinas, a ideia é “manter vivo o espírito do local” mesmo antes de o prédio ser construído. Após trabalhar em Jerusalém, ela, que é cristã, disse ter ficado “fascinada pela convivência dessas três religiões em um espaço tão pequeno”.

O líder islâmico salienta a importância da ação conjunta “devido a desafios políticos que temos”. “O preconceito, a islamofobia e o antissemitismo estão crescendo.”

Há duas semanas, Berlim voltou a se deparar com o tema depois que uma criança relatou ter sido vítima de ataques de ódio de colegas muçulmanos por ser judia.

“A House of One é um símbolo de esperança”, disse Örs. “De que nós, as três religiões abraâmicas, podemos trabalhar juntos e viver em respeito.”*

 

Fonte: amigodecristo  Com informações de  Folha de SP

 


Ateu, premiê espanhol deseja “integrar muçulmanos” e remover o catolicismo das escolas

por Jarbas Aragão

                            

O socialista Pedro Sánchez, declaradamente ateu, foi empossado como novo Primeiro Ministro da Espanha no início desse mês. Na cerimônia de posse já deixou bem clara sua posição em prol do “Estado laico” e negou-se a fazer o juramento diante de um crucifixo ou uma Bíblia, colocando a mão sobre uma cópia da Constituição.

Em seu juramento não havia menção a Deus. “Prometo, pela minha consciência e honra cumprir fielmente as obrigações do cargo de presidente do governo, com lealdade ao rei, e fazer cumprir a Constituição como norma fundamental do Estado”, afirmou Sánchez no sábado.

Agora, a publicação católica The Tablet apresentou várias propostas do Partido Socialista que ele representa, acusando-os de ser anticatólicos, mas pró-Islã.

A revista salientou que Sánchez prometeu remover os símbolos religiosos das instituições, bem como acabar com o financiamento público para a Igreja Católica, que congrega a maioria da população do país (67%). Além disso, pretende remover a religião do currículo escolar.

Por outro lado, está fazendo acenos aos muçulmanos da Espanha, dizendo que dedicaria atenção especial à “plena incorporação de comunidades islâmicas ao projeto europeu e ao reconhecimento da contribuição árabe para a cultura europeia”.

Em outras declarações, afirmou que não permitirá que “qualquer denominação religiosa tenha tratamento preferencial”, embora diga que apoiará leis onde “as convicções e expressões ideológicas, religiosas, culturais e de gênero sejam respeitadas”.

Sánchez falou à revista espanhola El Plural: “Sou ateu e acredito que a religião não deve estar nas salas de aula, deve ficar só nas igrejas. Nas salas de aula você tem que formar cidadania, não pessoas com crenças religiosas, algo que é da esfera privada.”

Os líderes abertamente ateus têm aumentado na Europa nos últimos anos. França, Croácia e Grécia também tiveram políticos “não religiosos” no poder recentemente.

Evangélicos na Espanha

Os evangélicos, que são poucos no país, têm lutado contra os avanços da agenda socialista, que atinge diretamente as pautas morais. Ano passado, a Aliança Evangélica Espanhola fez uma campanha contra um projeto de lei que impedia os pais de opor-se à decisão dos filhos em passar por tratamento hormonal e cirurgias de mudança de sexo.

Os líderes evangélicos argumentavam que a crença de que “gênero fluido” é prejudicial, advertindo que o tratamento hormonal em crianças leva a “traumas profundos e irreversíveis”.

Eles ainda não se manifestaram sobre as propostas de Pedro Sánchez. 

 

Com informaçõesChristian Post

 


5 mil israelenses recebem a mensagem do Evangelho em Jerusalém

Postado em 10/06/2018

         Resultado de imagem para imagens de israelenses são evangelizados em israel

                                                                   Imagem ilustrativa

Quase 5 mil israelenses ouviram a mensagem do evangelho de Jesus Cristo, em uma ação evangelística que envolveu 200 voluntários que pregavam as verdades de Jesus descritas na Bíblia.

A organização messiânica “Jews for Jesus” (Judeus para Jesus), formou grupos de evangelismo que se aproximaram dos israelenses para lhes contar a verdade do Evangelho, durante um mês inteiro em Jerusalém.

No final da ação, as equipes contaram 4.937 interações com israelenses sobre Jesus. Destes, 1.747 declararam seu interesse em saber mais sobre o Messias e forneceram um meio de contatá-los, dos quais 700 pessoas já estão sendo visitadas. Além disso, 58 pessoas deram suas vidas a Cristo.

A organização espera que esse número aumente à medida que continue trabalhando na campanha “Behold Your God”(Eis o vosso Deus), que há 18 anos realiza ações evangelísticas em todas as cidades do mundo que têm mais de 25 mil judeus em sua população. .

Jerusalém é o lar de 497 mil judeus, que representam 62% da população, segundo o último censo realizado em 2011. Entre todas as campanhas realizadas pelos Jesuítas para Jesus, a evangelização na Cidade Santa foi o grande destaque.

Este é apenas o começo de uma nova fase de propagação para nossa organização de 45 anos”, disse David Brickner, diretor executivo dos Judeus por Jesus. “Estamos alcançando todos os tipos de pessoas na cidade…Tivemos relativamente pouca oposição e muita participação entusiástica”.

Ao contrário dos esforços anteriores, os judeus para Jesus aumentaram a diversidade de sua abordagem a Jerusalém, que é cercada por conflitos religiosos. “Quando Jesus andou pelas ruas de Jerusalém, ele também teve uma audiência diversificada, variando de cobradores de impostos e mendigos a professores de direito e ricos empresários, e acreditamos que ele estabeleceu o precedente para nós”, acrescenta Brickner.

Portal Padom

 


 Isto é socialismo: Premiê socialista da Espanha se nega a jurar sobre a Bíblia

Postado em 06/06/2018

         Foto

A Bíblia Sagrada não fez parte do juramento de posse do primeiro-ministro, pela primeira vez na história da democracia espanhola. Em sua posse no último sábado (2), Pedro Sánchez, do partido Socialista, dispensou os símbolos cristãos e jurou lealdade apenas diante da Constituição da Espanha.

No Palácio da Zarzuela, residência oficial do rei nos arredores de Madri, o socialista rompeu o protocolo adotado por todos os primeiros-ministros que governaram o país após a restauração da democracia, em 1975. “Prometo, por minha consciência e honra, cumprir fielmente as obrigações do cargo de presidente do Governo, com lealdade ao rei, e guardar e fazer cumprir a Constituição como norma fundamental do Estado, assim como manter segredo das deliberações do Conselho de Ministros”, leu Sánchez, enquanto apoiava a mão direita num exemplar da Constituição de 1978.

O novo presidente se define como ateu e defende o fim do ensino religioso nos colégios públicos. Sánchez acredita que o Estado deve ser laico e completamente desvinculado de qualquer religião.

Após uma mudança introduzida pela Casa del Rey em 2014, foi concedida ao primeiro-ministro a liberdade de fazer o juramento com ou sem presença de símbolos religiosos. No entanto, os últimos governantes haviam optado por manter a tradição de ter Bíblia e crucifixo ao alcance.

 

Fonte: https://guiame.com.br 

 


Pastor no poder: Ronaldo Fonseca vira Ministro de Temer

Postado em 2705/2018

                      

 

Nas idas e vindas do Governo Michel Temer, entre nomeações para os ministérios e planos estratégicos de gestão em tempo de crie econômica, quem terminou sendo escalado para um posto na cúpula presidencial foi o pastor e Deputado Federal Ronaldo Fonseca, antes filiado ao Podemos (PODE).

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 25, e a posse do novo Ministro será oficializada na próxima segunda-feira (28), às 16h no Palácio do Planalto, onde assumirá o cargo de Secretario-geral da Presidência da República.

O pastor Ronaldo Fonseca já foi presidente do conselho político da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), de acordo com a Câmara, e sua ligação com a comunidade evangélica é notável no meio político. Ele é integrante da chamada “Bancada Evangélica” e já atuou contra o polêmico PLC122, mais conhecido como “lei contra a homofobia”, que foi arquivado.

Advogado, Fonseca também já trabalhou nas comissões de Defesa do Consumidor, de Constituição e Justiça, de Direitos Humanos e de Educação, mas o cargo de Secretário-Geral do Governo certamente será para ele o maior desafio, especialmente devido ao contexto político do país, marcado pela crise econômica, denúncias de corrupção envolvendo até a presidência e uma série de paralizações, como a dos caminhoneiros.

”Já pedi a minha desfiliação do Podemos. Sempre disse que não concorreria a nenhum mandato nesta eleição”, disse Fonseca ao Jornal Correio Brasiliense ao saber da nomeação, deixando o segundo mandato de Deputado Federal para ser assumido pelo suplente Vítor Paulo, do PRB.

O novo cargo de Ronaldo Fonseca era ocupado por Moreira Franco (PMB-RJ) até abril desse ano, mas permaneceu desocupado quando o antigo Ministro foi transferido para a pasta de Minas e Energia, seguindo a reforma ministerial do Governo.

 

Fonte: gospelmais

 

 


Maduro desafia Deus dizendo "Nem mesmo Jesus Cristo que ressuscitou me venceria nesta eleição"

Postado em 23/05/2018

                   Resultado de imagem para imagens de maduro depois da eleição

O reeleito(?) presidente da Venezuela, Nicolas Maduro Moros, agradeceu a seus mais de 5 milhões de eleitores que votaram a seu favor para continuar no poder e continuar trabalhando em nome de todos os venezuelanos.

Em um ato acompanhado por sua esposa, Cilia Flores, e toda sua equipe de campanha  Maduro disse: " Nem mesmo Jesus Cristo que ressuscitou ganharia de mim estas eleições."

Essas declarações geraram muito desagrado entre os usuários de redes sociais.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, foi reeleito neste domingo com 67,7% dos votos contra 21,2% de seu principal rival, Henri Falcón, após serem examinados 92,6% dos votos, anunciou o poder eleitoral .

"A tendência é irreversível , " disse o presidente da do Conselho Nacional Eleitoral, Tibisay Lucena, estipulando que, de 8,603,936 votos, Maduro havia obtido 5,823,728 votos, em uma eleição contestada por seu adversário desconhecido.

 

Fonte: https://www.bibliatodo.com 

 


Igreja no shopping? É isso mesmo.

Postado em 21/05/2018

         

No templo do consumo também há espaço para oração. Desde agosto de 2017, o Monte Carmo Shopping, de Betim (MG), abriga a Igreja Batista da Lagoinha. Os cultos são realizados no salão com capacidade para 400 pessoas. A iniciativa inédita faz parte da estratégia dos shoppings novos para ocupar os espaços vazios e aumentar o fluxo de pessoas. 
Inaugurado em abril de 2014, no auge da crise, o shopping abriu as portas com 12 lojas, numa área total de vendas de 34 mil metros quadrados. Na época, era um dos shoppings com maior espaço vago no País. Em dezembro de 2016, quando o empreendimento, do Grupo Saphyr, foi vendido para o fundo de investimento Sodepar, a vacância era de 52%. Hoje está em 15%. 
A nova administração procurou uma saída viável para virar o jogo e concluiu que só o comércio não seria suficiente para ampliar a ocupação. A inspiração, segundo o gerente do shopping, Cesar Miranda, foi o modelo dos EUA, que equilibra comércio, entretenimento e serviço. 
A igreja faz parte dos serviços, ao lado da Faculdade Pitágoras, inaugurada este mês, da agência dos Correios, da Receita Federal e outras operações. “A igreja é um ‘case’ de sucesso, que se converteu em aumento de receita para inúmeras operações do shopping”, diz Miranda. 
Para a diretora executiva do Ibope Inteligência, Marcia Sola, os shoppings novos estão “esquizofrênicos”. “Trouxeram outras coisas, a fim de minimizar a sensação de tapumes.” 
Enquanto há shoppings que abriram as portas mesmo com baixa ocupação, outros nem isso conseguiram. É o caso do Praça Uberlândia Shopping (MG). Com 30 mil m² e pronto há três anos, ele nunca foi inaugurado. Na tentativa de conseguir lojistas, o antigo proprietário, o Grupo 5R, até mudou o foco do empreendimento para outlet, mas não teve sucesso. No fim de 2017, o shopping foi vendido para a Legatus Asset. Felipe Rodrigues, sócio da Legatus, conta que o shopping será relançado no segundo semestre. 
O novo modelo prevê que a maior parte do empreendimento será para operações de lazer, serviços, alimentação, gastronomia, tecnologia e entretenimento. As lojas tradicionais ficarão com 30%. A previsão é que o shopping remodelado comece a funcionar no início de 2020.

 

Fonte: noticiascristas  com informações de IstoÉ  e Estadão.

 


Cerca de 18 líderes cristãos morreram no acidente de avião ocorrido ontem em Cuba

Postado em 19/05/2018 

             

  Os líderes eram da Igreja do Nazareno e estavam voltando de um retiro espiritual. (Foto: Adalberto Roque / AFP).

Um avião com cerca de 113 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulação, caiu nesta sexta-feira (18) perto de Havana, Cuba, deixando mais de 100 pessoas mortas, incluindo 18 líderes cristãos, pastores e suas esposas.

A CBN News confirmou através do Conselho de Igrejas de Cuba que os líderes evangélicos eram da Igreja do Nazareno. Eles estavam viajando de volta para o leste de Cuba, depois de terem participado de um retiro espiritual.

"Eles estavam deixando um evento no seminário evangélico El Nazareno e estavam retornando à sua província na região leste", disse Maite Quesada, do Conselho de Igrejas de Cuba, à CBN News.

O diretor da região da Igreja do Nazareno da Mesoamérica, Carlos Sáenz, também confirmou a notícia da morte dos pastores. "Deixe toda a família da Igreja do Nazareno se unir em oração em nome de nossos irmãos e irmãs", disse Saenz.

Estado crítico

O avião comercial Boeing 737, alugado da empresa mexicana Global Air, proprietária da Aerolíneas Damojh, caiu minutos depois de decolar do Aeroporto Internacional José Martí, em Havana, em direção à cidade de Holguín, no extremo leste da ilha.

As autoridades afirmam que existem três mulheres sobreviventes, hospitalizadas e em estado crítico. "Parece que há um grande número de vítimas", disse o presidente cubano, Miguel Diaz-Canel.

Ele visitou o local do incidente, onde uma enorme coluna de fumaça foi levantada, segundo o El País. O presidente disse que a possibilidade de sobreviventes não é promissora. "Em nome do governo cubano, lamentamos o fato e nos unimos às condolências das famílias", acrescentou o presidente.

 

Fonte: cbn.com/cbnnews Via guiame

Link http://www1.cbn.com/cbnnews/cwn/2018/may/9-cuban-pastors-and-wives-killed-in-devastating-plane-crash 


“Princípios comunistas são doutrinas de demônios disfarçadas de esperança”, alerta pastor

Por Mark H. Creech

        Mark H. Creech diz que o comunismo foi responsável pela morte e empobrecimento de milhões ao longo da história. (Foto: Reprodução).

Mark H. Creech diz que o comunismo foi responsável pela morte e empobrecimento de milhões ao longo da história.                                                  (Foto: Reprodução).

O reverendo Mark H. Creech, que serviu como pastor por 20 anos nos Estados Unidos, escreveu um artigo para o site Christian Post onde ele afirma que os “princípios comunistas são doutrinas de demônios disfarçados de esperança”. Sua iniciativa em falar do assunto se deu bem próximo do aniversário de Karl Marx, que se deu no dia 5 de maio, comemorado por seus seguidores, os Marxistas.

“Enquanto a maioria de vocês leem este artigo, o Workers World Party (grupo socialista criado em 1959, nos EUA) celebrou o aniversário de Karl Marx em vários lugares do país. Marx foi o pai do socialismo e do comunismo”, esclarece.

“Em Ezequiel, capítulo 28, a Bíblia relata a profecia de Ezequiel contra o perverso rei de Tiro. Mas a maioria dos estudiosos concorda que a mensagem de Ezequiel é mais do que o rei. É sobre o maligno por trás das atividades do rei, Satanás. Princípios socialistas e comunistas são as doutrinas de demônios disfarçados de esperança e ajuda ao proletariado - o povo marginalizado ou da classe trabalhadora”, explica.

“É um sistema maligno a ser temido, profundamente enraizado no engano, prometendo um ‘governo do povo’, mas entregando o despotismo. Foi responsável pela morte e empobrecimento de milhões ao longo do curso da história”, salientou o reverendo.

“Um artigo recente do World Net Daily observou que existe um lugar na América, no entanto, que, apesar da natureza desprezível do comunismo, ‘goza de uma popularidade desenfreada’. É um lugar onde o livro de Marx, ‘O Manifesto Comunista’, é o livro mais popular hoje em dia. Onde? Você pergunta. A resposta: nas universidades americanas", coloca.

Mark afirma que não é apenas Marx que se pode encontrar nos ambientes acadêmicos. “Você também encontrará seus seguidores. Décadas atrás, o News and World Report dos EUA relatou que havia 10 mil professores marxistas. Alarmado? Nós deveríamos estar. Estamos vendo um ataque sem precedentes à liberdade de expressão. O ateísmo e o humanismo prosperam enquanto o cristianismo é depreciado e desprezado entre as elites intelectuais”, ressalta.

Igrejas progressistas

Mark afirma que existem igrejas que foram contaminadas com a ideologia Marxista. “Falando do cristianismo, embora muitas igrejas cristãs progressistas frequentemente aplaudam e elogiem os princípios socialistas (há apenas uma pequena diferença entre o socialismo e o comunismo), a igreja tem tradicionalmente e corretamente condenado este sistema de pensamento”, comenta.

“As igrejas progressistas estão repletas de influências socialistas e comunistas. Elas vêem Jesus como um revolucionário e não como alguém que lida com o pecado da maneira tradicional, mas de uma maneira material”, esclareceu.

O autor

O Rev. Mark H. Creech é diretor executivo da Liga Cristã de Ação da Carolina do Norte. Foi pastor por 20 anos antes de assumir essa posição, tendo servido a cinco diferentes igrejas Batistas do Sul na Carolina do Norte e a uma Batista Independente em Nova York.

Ele é colunista do Christian Post e orador. Serviu como comentarista de rádio para os cristãos em ação, um programa diário com comentários sobre questões sociais de uma cosmovisão cristã.

 

Fonte: https://guiame.com.br 

 


Protestos na Faixa de Gaza deixam 52 mortos e centenas de feridos

Embaixada dos EUA em Jerusalém: protesto na inauguração deixa mortos e feridos

Postado em 14/05/2018

          

O movimento Hamas é o responsável pelas 52 mortes e por centenas de feridos nesta segunda-feira (14) por disparos do exército israelense contra manifestantes em Gaza que protestavam contra a inauguração da embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém, afirmou um porta-voz da Casa Branca.

"A responsabilidade por estas mortes trágicas é diretamente do Hamas", afirmou o porta-voz Raj Shah, acrescentando que este movimento está "provocando de propósito e cinicamente" e que Israel "tem o direito de se defender".

A abertura da embaixada americana em Jerusalém aconteceu nesta segunda-feira em meio a um cenário caótico e de extrema violência contra manifestantes nos territórios palestinos ocupados.

De acordo com fontes convergentes, ao menos 52 pessoas morreram na repressão e o número de feridos é estimado em centenas, possivelmente até 2.000.

Shah evitou nesta segunda-feira analisar qualquer responsabilidade das forças armadas israelenses nessas mortes, e acrescentou que Israel "tem o direito de se defender".

Ao ser pressionado sobre uma eventual responsabilidade das forças repressivas nas mortes, Shah apenas comentou que "não se pode perder de vista que o Hamas tem responsabilidade por esta situação".

Na opinião do porta-voz da Casa Branca, a inauguração da embaixada em Jerusalém em meio à violência não deve afetar um possível plano de paz a ser proposto por Washington para israelenses e palestinos.

"Não acho que isso vá ferir o plano de paz. Esse plano de paz será apresentado no momento oportuno", comentou.

Para Shah, hoje o importante "é manter o que o presidente prometeu (durante sua campanha) e o que ele acredita. É o reconhecimento de uma realidade".

 

Fonte: https://www.afp.com/pt Via https://www.msn.com 

 


Projeto social no RN muda a vida de moradores de rua

por Jaqueline Freires

Postado em 13/05/2018

                          

Você já parou para pensar que com muito pouco é possível fazer a diferença na vida de quem precisa? Uma iniciativa da Igreja Metodista de Natal (RN) tem aliviado o sofrimento de dezenas de pessoas que vivem em situação de rua na região. O Projeto Igreja nas Ruas oferece banho, roupas limpas e café da manhã a aproximadamente 50 pessoas, uma vez por semana.

O projeto existe há três anos e é coordenado pelo pastor Georg Emmerich. O banho móvel que funciona em um contender puxado por uma Kombi foi incluído na iniciativa em março deste ano. Mais do que uma boa ação, o projeto tem por objetivo o resgate da dignidade através da Palavra de Deus.“Nosso objetivo é devolver um pouco da dignidade humana que tem sido negligenciada por ausência de políticas públicas. Já temos frutos desse projeto. Internamos alguns que desejam se tratar da dependência química ou alcoolismo”, conta o coordenador.

“Nosso objetivo é devolver um pouco da dignidade humana que tem sido negligenciada por ausência de políticas públicas. Já temos frutos desse projeto. Internamos alguns que desejam se tratar da dependência química ou alcoolismo”, conta o coordenador.

José Francisco da Silva, de 48 anos, é uma das pessoas que teve a vida mudada após conhecer o projeto. Francisco foi usuário de crack por mais de 15 anos e hoje, curado, ajuda outras pessoas como voluntário do projeto.

“Tem três anos que estou aqui e pra mim é muito melhor que a vida que eu estava. Eu estava no fundo do poço. Era dependente químico e de álcool. Graças a Deus estou progredindo e agora trabalho tentando tirar outros parceiros conhecidos desse mundo que não tem futuro”, disse Francisco.

                     

O projeto funciona todas as segundas-feiras a partir das 6h da manhã. Depois do banho, o grupo de 20 voluntários se reveza no café. O projeto ainda oferece atendimento médico e psicológico com profissionais voluntários uma vez por mês em uma das praças da região.

Quem quiser colaborar o grupo recebe doações de roupas, principalmente de camisas e bermudas, e de material de higiene como escova de dentes, creme dental, sabonetes e aparelhos de barbear.

Quem não estiver no Rio Grande do Norte pode entrar em contato com a coordenação do projeto no telefone (84) 99993-2760.

 

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br 

 


Família bomba usa os quatro filhos para atacar igrejas na Indonésia

Postado em 13/05/2018

          

Três atentados a bomba contra três igrejas de Surabaya, segunda maior cidade da Indonésia, deixaram ao menos 11 mortos e 41 feridos. Os ataques foram executados por uma família kamikaze: a mãe, o pai, duas filhas de 9 e 12 anos e dois filhos de 16 e 18 anos. Eles se suicidaram acionando os explosivos que carregavam nas igrejas.

Segundo o chefe da polícia nacional, Tito Karnavian, a família suicida era ligada à rede extremista Jamaah Ansharut Daulah (JAD), aliada do grupo Estado Islâmico (EI) na região. A organização ultrarradical sunita assumiu a autoria dos atentados em um comunicado divulgado por sua agência de propaganda, a Amaq. "Três ataques kamikazes" deixaram os mortos e feridos "entre os guardiões de igrejas e cristãos na cidade de Surabaya", diz a mensagem do EI.

As explosões aconteceram por volta de 7h30, no horário local, durante os cultos matinais de domingo. A cidade de Surabaya fica na província de Java Oriental.

A Indonésia, país muçulmano mais populoso do mundo, está em estado de alerta contra o terrorismo após uma série de ataques nos últimos anos. Alguns deles foram reivindicados pelo EI; outros foram executados pela rede local JAD.

A ação terrorista deste domingo acontece poucos dias depois de cinco policiais e um prisioneiro serem mortos em confrontos em uma prisão de segurança máxima nos arredores de Jacarta, a capital do país. Os jihadistas reivindicaram o incidente, mas a polícia indonésia descartou o envolvimento do EI no caso.

 

Fonte: RFI Via msn

 


Tensão no Oriente: Israel ataca forças iranianas na Síria

Postado em 10/05/2018

              

O Exército israelense lançou ao menos 70 mísseis contra posições iranianas na Síria, nesta quinta-feira (10), numa represália ao ataque com foguetes feito por forças iranianas em território sírio, contra bases israelenses nas Colinas do Golã.

O ataque marca a maior intervenção israelense desde o início da guerra civil na Síria, onde forças iranianas, milícias xiitas e soldados russos estão estacionados em apoio ao regime do ditador Bashar al-Assad.

"Bombardeamos quase todas as infraestruturas iranianas na Síria. Se nos molham com chuva, nós fazemos cair uma tempestade sobre eles", disse o ministro de Defesa israelense, Avigdor Lieberman. "Espero que eles tenham entendido a mensagem."

Segundo o governo Benjamin Netanyahu, as forças iranianas dispararam, a partir da Síria, 20 foguetes que tiveram como alvo posições militares israelenses no Golã, território tomado da Síria por Israel na Guerra dos Seis Dias, em 1967. Todos os disparos foram interceptados.

A resposta israelense foi imediata e dura: envolveu quase 30 aeronaves e o disparo de 70 mísseis. De acordo com o independente Observatório Sírio de Direitos Humanos, 23 combatentes morreram no ataque, o que inclui cinco soldados sírios e 18 integrantes de forças aliadas.

O vice-ministro das Relações Exteriores russo, Mikhail Bogdanov, apelou à moderação. O presidente francês, Emmanuel Macron, pediu o fim da escalada de confrontação, a maior entre Irã e Israel na guerra síria.

Uma guerra complexa

Israel vem tentando se manter relativamente distante da guerra civil na vizinha Síria desde que o conflito teve início, em 2011, apesar de ter realizado uma série de ataques aéreos contra carregamentos de armas supostamente destinados ao libanês Hisbolá, grupo militante aliado de Teerã e Damasco.

Recentemente, autoridades israelenses vêm alertando para o fato de o Irã e seus aliados xiitas estarem se estabelecendo permanentemente na Síria, o que poderia se voltar contra Israel.

Autoridades israelenses temem que os iranianos usem a Síria para efetuar ataques ou criar um corredor para o Líbano, que facilitaria a transferência de armas para o Hisbolá. Israel combateu o grupo militante xiita na devastadora Guerra do Líbano de 2006.

"O Irã está fazendo da Síria uma nova frente contra Israel, um trampolim para conquistar Israel a partir de lá", disse recentemente a ministra israelense da Justiça, Ayelet Shaked. "Israel não ficará de braços cruzados, observando o Irã tomar conta da Síria."

Os militares israelenses até agora já reconheceram ter realizado cerca de cem ataques contra alvos na Síria, mas nenhum do porte do desta quinta-feira.

O cenário se complica também pelo fato de o Hisbolá, apoiado pelo Irã, se aproximar cada vez mais da fronteira com Israel através das Colinas do Golã. E o regime de Assad, aliada de ambos, costuma pôr a Síria à frente da resistência a Israel.

O Irã está presente na Síria com vários grupos de milícias. Teerã vem usando cada vez mais a guerra civil síria para interferir em Israel. O Irã investe pesadamente no Hisbolá – atualmente, são 800 milhões de dólares anuais. Há anos que o Hisbolá vem expandindo constantemente seu arsenal. A organização teria cerca de 120 mil mísseis apontados na direção de Israel.

----------------

 

Fonte: dw.com Via msn

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

 

 

 


No Rio de Janeiro, Justiça fixa multa diária de R$10 mil para escolas públicas que fizerem a oração do Pai Nosso 

Postado em 05/05/2018

      Crianças orando

O desembargador da 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), Ferdinaldo do Nascimento, confirmou a liminar obrigando o município de Barra Mansa, suspender a determinação estabelecendo que alunos deveriam fazer a oração do Pai Nosso, nas escolas da rede pública municipal.

O magistrado destacou que o Estado brasileiro é laico e considerou que a prática viola a liberdade religiosa dos estudantes, que estão em desenvolvimento de aprendizagem. A liminar fixou multa diária, no valor de R$10 mil, por cada descumprimento da ordem.

De acordo com o magistrado, a prova documental anexada ao processo, aponta inexistência de perigo de irreversibilidade dos efeitos da decisão.

“O Estado não pode fomentar segregações religiosas, separatismos, discórdias, preconceitos, como se aquelas crianças que permanecerem no local e rezarem o Pai Nosso fizessem mais parte da Escola, ou estivessem mais adaptados e aptos a ela, do que aqueles que optaram por não fazê-lo”, escreveu o relator ao destacar que as provas confirmam a versão apresentada pelo Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Rio de Janeiro (SEPE/RJ).

Determinação

No ano passado a Secretaria de Educação determinou que os alunos deveriam orar o Pai Nosso nas escolas diariamente, após cantar hinos cívicos. Na ocasião a secretaria informou que a oração do Pai Nosso, por ser universal, “é aceita pela maioria das manifestações religiosas”.

 

Fonte: Diário do Vale Via folhagospel 

 


Estado Islâmico tenta implantar células terroristas na América Latina

Postado em 05/05/2018

             

O Estado Islâmico tem se espalhado pelo mundo em células que tem como objetivo promover o terrorismo. O Ministério das Relações Exteriores da Rússia agora está alertando para as tentativas de criação de campos de treinamento jihadistas na América Latina.

Segundo Dmitry Feoktistov, vice-diretor do Departamento de Novos Desafios e Ameaças da chancelaria russa, há fortes indícios de que a atividade do grupo extremista está crescendo na região.

“Há a ameaça de surgirem campos de treinamento jihadistas e bases de recreação nos países da América Latina e do Caribe. Eles seriam consequência dos laços estabelecidos entre terroristas, grupos criminosos e narcotraficantes locais”, afirmou, sem citar detalhes sobre quais países se referia.

Moscou vem expressando preocupações quanto à “intensificação da propaganda de recrutamento dos extremistas, especialmente nos países do Caribe, onde há muitos cidadãos muçulmanos”, assegurou Feoktistov durante a 18ª sessão do Comitê Interamericano contra o Terrorismo, realizada em Washington.

O diplomata russo indica que os recrutamentos pelo Estado Islâmico na América Latina por enquanto são raros, mas que há riscos de ele se beneficiar das redes de outros grupos terroristas que agem na região.

Durante o evento, Feoktistov afirmou que “Vários países latinos expressam interesse em se unir a um banco de dados comum sobre terrorismo, particularmente Argentina e Brasil. Estamos discutindo modalidades concretas de sua adesão ao projeto para reunir uma enorme quantidade de informações sobre terroristas”.

Hezbollah possui laços com o PCC

Apesar do silêncio da grande mídia sobre ao assunto, na região fronteiriça que separa Brasil, Argentina e Paraguai, nas cercanias de Foz do Iguaçu (PR), a atuação de grupos ligados ao terrorismo internacional já foi denunciada repetidas vezes pelas autoridades norte-americanas.

associação de membros do grupo terrorista libanês Hezbollah com o Primeiro Comando da Capital (PCC) se desenvolveu a partir de 2006. Somente dois anos depois as provas disso apareceram, após uma operação realizada pela Polícia Federal que reuniu os primeiros indícios dessa ligação.

Conforme indicavam as autoridades americanas, o dinheiro da droga é uma das fontes de financiamento de grupos terroristas. A PF encontrou indícios que membros desse grupo libanês que lidavam com o tráfico abriram canais para o contrabando de armas destinadas à organização criminosa brasileira.

O governo brasileiro sempre evitou admitir que não possui qualquer controle sobre o que acontece do lado de cá da Tríplice Fronteira. Somente em 2014 os serviços de inteligência do país reuniram indícios concretos que traficantes de origem libanesa ligados ao Hezbollah se ligaram ao PCC, maior organização criminosa do país.

Reconhecimento do Hezbollah como grupo terrorista

Durante a reunião do Comitê Interamericano contra o Terrorismo, Robert Singer, vice-presidente do Congresso Judaico Mundial pediu que os países da Organização dos Estados Americanos, da qual o Brasil faz parte, reconheça oficialmente o Hezbollah como grupo terrorista.

“O Hezbollah não é apenas um perigo para o Líbano, Israel e a Europa, mas uma ameaça à segurança de todos nós. Terroristas não visam apenas minorias específicas, mas atacam nossa sociedade como um todo – judeus, cristãos e até muçulmanos”, afirmou Singer.

“É extremamente importante que o Comitê Interamericano Contra o terrorismo, assim como a OEA e seus Estados membros formalmente reconheçam o Hezbollah como uma organização terrorista para dar à lei internacional as ferramentas necessárias para rastrear o sistema financeiro e a captação de recursos do Hezbollah na região, seu sistema de recrutamento e suas outras atividades globais”, insistiu.

Até o momento o Brasil não se pronunciou sobre as colocações relativas à região fronteiriça durante o evento em Washington. 

 

Fonte: gospelprime  Com informações de SputinikHispan TV e World Jewish Congress

 


Revista Época acusa site gospel de publicar notícias falsas e receber dinheiro de políticos

Postado em 23/04/2018

                              Capa da Revista Época-Ed 1034-abril 2018

A revista Época publicou em seu site, parte da matéria de capa da edição desta semana, n° 1034, já nas bancas. ( A revista ÉPOCA pertence às Organizações Globo) Na matéria, a revista inclui o site Gospel Prime, entre os dez maiores sites de notícias falsas do país, pagos até com verba de gabinete para disseminar boatos.

Diz a matéria, que o Gospel Prime publicou um vídeo no dia 26 de janeiro onde dizia “Estão entregando dinheiro na mão de terrorista!”. De acordo com a denúncia do site, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o presidente Michel Temer estavam tentando desviar dinheiro de uma obra, por meio de uma Medida Provisória de ocasião, para financiar terroristas palestinos.

O Ministério das Relações Exteriores publicou uma nota desmentindo a informação, mas o Gospel Prime manteve a postagem no ar. Incluiu o comunicado no pé da página e insistiu no texto original mentiroso, sem errata ou pedido de desculpas.

Contactado por telefone pela jornalista da revista Época, David Gregório, o dono da empresa Prime Comunicação Digital, responsável pelo Gospel Prime, com endereço registrado em Criciúma, Santa Catarina, defendeu seu trabalho e seu ponto de vista como uma “cosmovisão”: “Tudo que eu publico, se tiver minha cosmovisão, se tiver meu modo de olhar esse mundo, desse fato, pode ser chamado de fake news, porque não está na mídia mainstream”.

Emendando uma frase na outra, ele disse que não quer ser o MBL, o movimento de direita conservadora. “Os diários que eles inventam têm realmente uma cara de fake news. Sabemos que algumas coisas que a gente publica também podem causar estranhamento, mas é porque a gente está vendo um ponto que a grande mídia não olha.”

Perguntado se parlamentares já ofereceram dinheiro para que reportagens a seu favor fossem publicadas, Gregório disse: “Olha, sempre tem, mas não é interessante para nós”. Finalizou a conversa sem dar mais detalhes e afirmou que “tenta” não se envolver financeiramente com políticos.

Porém, a revista aponta que seis notas fiscais emitidas pelos gabinetes dos deputados Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) e Geovania de Sá (PSDB-SC), ambos da bancada evangélica, mostram que os parlamentares usaram dinheiro da cota parlamentar para pagar por textos publicados no Gospel Prime entre 2015 e 2016.

Segundo Gregório, o faturamento do Gospel Prime vem de plataformas de propagandas on-line: “Ganhamos com publicidade do Google. A gente tem uma empresa que gerencia a publicidade, também vendemos publicidade direta, mas é pouco. É mais a publicidade que o próprio Google faz a negociação”.

Questionado sobre sua participação no sustento de um site que publica informações falsas, o deputado Sóstenes Cavalcante afirmou que desconhece as “supostas” fake news mencionadas por ÉPOCA e que não tem “vínculos com o portal Gospel Prime, nem com qualquer outro veículo de comunicação”.

A matéria ainda diz que o Gospel Prime não publica única e exclusivamente informações falsas, mas, de vez em quando, solta pérolas como a dos terroristas palestinos ou a de um cientista que colocou em xeque a Teoria da Evolução (que, na realidade, acabou demitido).

Nota de esclarecimento do Gospel Prime

Em nota, a equipe do Gospel Prime diz que prima pela veracidade e transparência de todas as informações publicadas no site e que sua linha editorial está pautada na verdade e princípios cristãos.

Diz ainda que as reportagens são transparentes e informam a fonte das informações apresentadas.

Sobre as acusações em questão na matéria da Época, esclarecem que não afirmaram em momento algum, em nenhuma de suas reportagens, que a verba da Medida Provisória destinada para a reforma da Basílica de Natividade seria para financiar terrorismo e que jamais informaram que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o presidente Michel Temer estariam desviando dinheiro que seria destinado às reformas.

A nota afirma ainda que a equipe do Gospel Prime prima pelo bom jornalismo, atitude que, segundo eles, a revista não teve em nenhum momento.

Dizem que a revista não entrou em contato de maneira clara para solicitar explicações ou oferecer direito de resposta e que mentiu se fazendo passar por estudante para depois usar as informações de maneira tendenciosa, pincelando fatos isolados.

A nota encerra afirmando que medidas judiciais serão tomadas pela equipe do Gospel Prime. “Com base em todos esses esclarecimentos e cientes de que não erramos, nem ferimos o bom jornalismo, informamos que, por respeito aos nossos leitores, tomaremos todas as medidas legais cabíveis à denúncia na esfera judicial.”

Leia a íntegra da nota de esclarecimento clicando aqui.

 

Fonte: folhagospel

 


Culto temático "La Casa de Papai"  realizado por algumas igrejas vira alvo de piadas na Internet

Postado em 21/04/2018

        

 

A série, produzida na Espanha, fala sobre valores opostos aos do cristianismo, com uma romantização de um pretenso crime perfeito, em que um grupo de ladrões regido por um exímio estrategista invade a Casa da Moeda espanhola, em Madri, e sequestra funcionários e visitantes. Ao longo dos episódios, mentiras, sexo explícito, promiscuidade e abuso de álcool são apresentados na narrativa.

Mesmo com tudo isso, a Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ) de Macapá (AP) considerou que valia a pena investir num culto temático alusivo à série voltado para jovens: “La Casa de Papai”.

“Qué comienze la fiesta! 😎 Ei Jovem! Sábado é o dia do jovem Quadrangular e preparamos algo especial para este dia e você não vai ficar de fora né? Queremos te ver lá com a gente!”, anunciou a congregação da IEQ no Facebook.

A ideia, ao que parece, foi colocada em prática por outras igrejas, que também usaram a ideia para eventos similares. A Rede Revival, de Parnamirim (RN); Primeira Igreja Batista em Santa Amélia, Belford Roxo (RJ); e a IEQ Band, em Campo Grande (MS) entraram na onda.

O banner de divulgação do evento se tornou motivo de chacota em sites de humor, memes nas redes sociais e comentários ácidos de evangélicos inconformados com a iniciativa. “Eu procuro fazer humor criticando o comportamento de alguns dentro do mundo gospel, mas tem gente que passa do limite”, opinou o youtuber cristão Kiko de La Rocha.

                                             

“Agora uma igreja resolveu atrair novos fiéis, jovens obcecados com maratonas para o seu culto. Chamada de La Casa de Papai, a ideia é louvar ao nosso Senhor, mas sem pensar em assalto a bancos”, suavizou o humorístico Não Salvo.

A febre em torno da série da Netflix é tão grande que até camisetas com a logomarca da “versão gospel” começaram a ser vendidas por páginas no Facebook. “Essa série só deu ideia errada”, comentou um internauta, referindo-se ao “culto temático”.

 

Fonte: noticias.gospelmais

 


População se une para protestar contra “templo do Diabo” na Colômbia

Postado em 18/04/2018

  Discípulos anônimos de Lúcifer, de várias partes do mundo, fizeram doações para a construção do templo. (Foto: Reprodução).Discípulos anônimos de Lúcifer, de várias partes do mundo, fizeram doações para a construção do templo. (Foto: Reprodução).  

Uma igreja para adoradores do diabo foi instalada na Colômbia, mas tem enfrentado grande rejeição dos moradores locais. Víctor Damián Rozo foi o homem que idealizou o lugar. Ele afirma que é “luciferiano” desde criança, influência de seus pais. Ele faz suas preces para uma imagem dourada de olhos vermelhos e agradece por favores concedidos.

"Eu era muito jovem quando me cansei de falar com um Deus que não estava me ouvindo. Comecei a pedir a Lúcifer uma mudança em minha vida. Ele fez isso e eu senti uma incrível paz interior e espiritual, a qual vivo até hoje. Eu não me arrependo", ressalta Víctor ao site El Mundo.

O templo está vazio, o ‘filho do diabo’, como alguns vizinhos chamam o policial de 42 anos, casado e pai de três filhos, não abre a igreja para todos, o acesso é restrito. Há uma forte rejeição social e protestos em sua porta desde a primeira cerimônia. Ele foi aconselhado a intensificar medidas de segurança e manter o espaço fechado na maior parte do tempo.

Víctor afirma não temer a rejeição e salienta: “Lúcifer é meu melhor aliado”. Entre suaves colinas verdes, fazendas recreativas e plantações de café, o homem construiu seu extravagante santuário que custou 230 mil dólares, contribuídos por dezenas de discípulos anônimos de Lúcifer, de várias partes do mundo.

Seguindo os passos do pai

Filho de um espírita e de uma cartomante, ambos bem conhecidos em sua época na região, Víctor Damián foi o único dos seis irmãos que herdaram os dons de seus pais e seguiram seus passos. "Meu pai, agora falecido, amaldiçoou, fez magia negra e também era curador. Alguns vieram até ele para serem curados de lepra, caxumba e outras doenças. Outros porque queriam destruir pessoas”, disse.

“Tenho lembranças muito vagas, por exemplo de quando tirei uma foto de alguém e coloquei na boca de um sapo e as pessoas disseram: ‘Veja, fulano morreu’. Minha mãe só previa o futuro das pessoas, lia o tarô", explicou. Entre os acontecimentos que motivaram Víctor Damián a seguir o caminho de Lúcifer, estava a atitude de seu pai.

Uma das críticas frequentes que recebe é que ele inventou uma seita para se enriquecer às custas dos desavisados. "É a acusação de 80% dos colombianos", admite Víctor. "Eles me pediram para deixar a aldeia, eu não sou bem-vindo na região. As pessoas jogam medalhas religiosas para dentro do meu carro. Eles querem que eu saia”, contou.

Víctor insiste que Lúcifer foi o guia que o conduziu por um caminho repleto de benefícios. "Eu melhorei como pessoa espiritual, emocional e econômica. Por profissão eu me dedico ao espiritualismo, mas não faço o que meu pai fez com magia negra. Eu leio o quadro de ouija, se você quiser consultar um parente falecido, nós fazemos uma sessão. Eu estou indo bem nisso. Meu pai Lúcifer estendeu meu conhecimento, minha fé em Lúcifer é radical", finalizou.

 

Fonte: guiame

 


Pastor morre ao ser atingido por raio enquanto orava em monte no RJ

Testemunhas revelaram que o pastor orava próximo a um coqueiro no momento em que o raio caiu sobre a árvore

Postado em 14/04/2018

                          

Subir ao monte para orar é uma prática comum entre os evangélicos pentecostais, mas é preciso evitar essas regiões em dias chuvosos para evitar acidentes e mortes.

Um exemplo dos riscos de frequentar regiões alta em dias chuvosos é a morte de um pastor da cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, que morreu após ser atingido por um raio enquanto orava no monte Pilar, também na Baixada Fluminense.

A notícia da morte foi divulgada pelo pastor Damião Correa do Nascimento, da Assembleia de Deus Monte de Oração, que chegou ao monte após o incidente.

Segundo as testemunhas, o pastor orava ao pé de um coqueiro quando foi atingido pelo raio. Por ser um terreno cheio de árvores e em campo aberto a descarga elétrica é mais propícia de acontecer e sem ter onde se abrigar, as pessoas podem ser atingidas.
É esse o alerta dado pelo pastor Damião no vídeo que registra o caso. “Isso é um alerta para que os irmãos vejam e guardem”, disse ele.

O socorro foi chamado, mas o pastor – que não estava com documentos e por isso não foi identificado – já estava sem vida.

Veja o vídeo.

           

 

Fonte: jm noticia

 


Confrontos marcam novo dia de protestos em Gaza

Postado em 13/04/2018

           

Confrontos violentos marcaram a terceira sexta-feira consecutiva de protestos na fronteira entre a Faixa de Gaza e Israel, em meio a uma onda de violência que já deixou cerca de 30 mortos e milhares de feridos entre os palestinos.

Milhares de pessoas se reuniram ao longo da fronteira nesta sexta-feira (13/04), e confrontos foram registrados em alguns locais. O Ministério da Saúde em Gaza informou que 112 palestinos ficaram feridos por tiros israelenses ou tiveram de ser tratados após inalarem gás lacrimogêneo. Segundo o órgão, cerca de 1,3 mil pessoas se feriram nas duas semanas anteriores.

As tensões aumentam na região, enquanto grupos de direitos humanos criticam a política israelense de permitir que seus soldados abram fogo, utilizando força letal contra manifestantes desarmados.

Israel, por sua vez, acusa o grupo islâmico Hamas de utilizar os protestos para encobrir ataques e afirma que seus atiradores apenas visaram os principais "instigadores" entre os manifestantes. Segundo os militares israelenses, serão mantidas as diretrizes sobre a permissão aos soldados para que abram fogo.

Nos protestos, iniciados em 30 de março e previstos para durar seis semanas, os palestinos reivindicam o direito de retorno dos refugiados e seus descendentes às terras de onde foram expulsos ou fugiram após a criação do Estado de Israel, em 1948. Os israelenses, por sua vez, dizem que isso equivale a pedir a destruição do país.

Nas duas primeiras semanas de manifestações, milhares de pessoas se reuniram em cinco pontos diferentes da fronteira. Israel prometeu frustrar os ataques, evitar danos às cercas e muros e impedir as tentativas de infiltração, que, segundo afirma, foram três até o momento. Os palestinos dizem que os manifestantes são alvejados sem que estejam representando ameaça aos soldados.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, e a União Europeia (UE) pediram investigações independentes sobre o caso. Autoridades do Hamas disseram esperar que o protesto desta sexta-feira seja menos violento.

A data marcada para o fim das manifestações é 15 de maio, quando os palestinos marcam o dia do Nakba, ou "catástrofe", relembrando as 700 mil pessoas que fugiram ou foram expulsas de suas terras. Gaza está sob bloqueio israelense há mais de 10 anos.

Milhares de pessoas se reuniram ao longo da fronteira nesta sexta-feira (13/04), e confrontos foram registrados em alguns locais. O Ministério da Saúde em Gaza informou que 112 palestinos ficaram feridos por tiros israelenses ou tiveram de ser tratados após inalarem gás lacrimogêneo. Segundo o órgão, cerca de 1,3 mil pessoas se feriram nas duas semanas anteriores.

As tensões aumentam na região, enquanto grupos de direitos humanos criticam a política israelense de permitir que seus soldados abram fogo, utilizando força letal contra manifestantes desarmados.

Israel, por sua vez, acusa o grupo islâmico Hamas de utilizar os protestos para encobrir ataques e afirma que seus atiradores apenas visaram os principais "instigadores" entre os manifestantes. Segundo os militares israelenses, serão mantidas as diretrizes sobre a permissão aos soldados para que abram fogo.

Nos protestos, iniciados em 30 de março e previstos para durar seis semanas, os palestinos reivindicam o direito de retorno dos refugiados e seus descendentes às terras de onde foram expulsos ou fugiram após a criação do Estado de Israel, em 1948. Os israelenses, por sua vez, dizem que isso equivale a pedir a destruição do país.

Nas duas primeiras semanas de manifestações, milhares de pessoas se reuniram em cinco pontos diferentes da fronteira. Israel prometeu frustrar os ataques, evitar danos às cercas e muros e impedir as tentativas de infiltração, que, segundo afirma, foram três até o momento. Os palestinos dizem que os manifestantes são alvejados sem que estejam representando ameaça aos soldados.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, e a União Europeia (UE) pediram investigações independentes sobre o caso. Autoridades do Hamas disseram esperar que o protesto desta sexta-feira seja menos violento.

A data marcada para o fim das manifestações é 15 de maio, quando os palestinos marcam o dia do Nakba, ou "catástrofe", relembrando as 700 mil pessoas que fugiram ou foram expulsas de suas terras. Gaza está sob bloqueio israelense há mais de 10 anos.

 

Fonte: dw.com Via https://www.msn.com 

 

 


Edir Macedo diz que religião é “criação satânica mais nefasta da Terra”

Postado em 11/04/2018

                 Edir Macedo, líder e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus

O fundador e líder da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Edir Macedo, declarou em um novo texto em seu blog, repúdio às religiões existentes.

Segundo ele, a religião “é a criação satânica mais nefasta da face da Terra” porque transforma a fé “em território privado”.

“Religião separa pessoas, cria atritos e divide lares e casais. O religioso é apaixonado e, às vezes, até fanático, porque usa a fé sem o uso da inteligência, da razão. O encosto que possui os fanáticos torcedores de um clube é o mesmo que conduz o fanático religioso”, afirmou o bispo.

Na visão de Macedo, o religioso é apaixonado e, às vezes, até fanático porque não usa a inteligência, apenas a fé. Por isso, Macedo compara o religioso fanático com os torcedores de clubes de futebol e ainda comenta que grandes guerras da história da humanidade tiveram como pano de fundo a religião.

Macedo declara que “a fé cristã não tem nada a ver com religião”. “O Senhor Jesus não criou uma religião. Ele instituiu o Reino de Deus, isto é, a Sua Igreja”, ensina.

O líder da IURD comenta que a Igreja está sujeita ao senhorio de Jesus e devem seguir os ensinamentos da Palavra de Deus, usando a fé sobrenatural e procurar o caráter de Deus e a direção do Espírito de Jesus.

“O Senhor Jesus não criou uma religião. Ele instituiu o Reino de Deus, isto é, a Sua Igreja. As pessoas que compõem tal Reino, ou Igreja, vivem sujeitas ao senhorio de Jesus. Vivem o padrão da justiça do Reino de Deus. Como um corpo, Ele é O Cabeça, e Seus discípulos, os membros”, explicou Edir Macedo.

Para encerrar, Macedo condenou os atritos, contendas, fofocas, maus olhos, preconceitos e críticas praticado pelos cristãos, dizendo que estes são sinais da carnalidade dos religiosos.

 

Fonte: https://pleno.news/  e www.jmnoticia.com.br 

 


'SATAN 2' é a mais nova arma nuclear da Rússia

Postado em 02/04/2018

                Samart o Satan 2: Sarmat, ou 'Satan 2', foi anunciado pela Rússia como uma arma

O governo da Rússia afirma que 'Satan 2' uma de suas mais poderosas armas. E a qualifica como "invencível", "indetectável" e "sem limitação de alcance", capaz de cruzar os polos e de provocar o mesmo impacto tanto na Europa quanto nos Estados Unidos.

A confirmação que os russos estavam construindo um super míssil veio no ano passado, mas foi somente no início deste mês que o presidente Vladimir Putin garantiu que os testes desse novo sistema haviam "entrado em uma fase ativa".

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou na sexta-feira que aprovou com êxito seu novo míssil balístico intercontinental, o RS-28 Sarmat, que a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) chama de "Satan 2". 

Os russos publicaram um vídeo de seu lançamento e, de acordo com a agência estatal Sputnik, o míssil foi disparado a partir da base Plesetsk, em Arkhangelsk, perto do Circulo Polar Ártico. Foi o segundo teste de que se tem notícia, desde dezembro passado.

Segundo o comunicado, o Sarmat é "capaz de atacar alvos através do Polo Norte e do Polo Sul" e pode chegar a pontos tão distantes como os EUA e a Europa.

Depois do lançamento, o porta-voz do Pentágono, Johnny Michael, assegurou que os EUA não receberam nenhum aviso de Moscou sobre o teste. "Deixo para o Ministério da Defesa da Rússia explicar onde um teste de ejeção se enquadra nos estágios iniciais do desenvolvimento de um programa de mísseis intercontinentais e até onde o objeto em questão viajou", disse Michael.

Até o momento, não se sabe o alcance real do míssil testado na sexta tampouco a trajetória que ele percorreu.

Segundo a Estrela Vermelha, publicação do Ministério de Defesa russo, o exercício realizado na sexta foi um pré-lançamento e representa a continuidade da primeira etapa das fases de voo.

A agência Sputnik, por sua vez, estima que o míssil estará em funcionamento a partir de 2021 e que a produção em série vai começar em 2020.

'Satan 2'

O míssil está entre o arsenal de novas armas nucleares "invencíveis" que Putin apresentou há um mês - que inclui um míssil de cruzeiro nuclear e um míssil intercontinental hipersônico.

De acordo com o repórter da BBC Richard Galpin, o Sarmat é apresentado com um substituto para os mísseis Voyevoda (chamados de Satan 1), da era soviética, ainda que tenha capacidade bem maior que a versão do passado.

Acredita-se que o sistema esteja sendo desenvolvido pelo menos desde 2011 e que tenha um peso de aproximadamente 200 toneladas.

Segundo a apresentação de Putin, o Sarmat tem um alcance maior que o do Satan 1, o que o permitiria voar sobre os polos e atacar objetos em qualquer parte do planeta.

Ele teria uma fase de voo ativa curta - por isso seria mais difícil de ser interceptado por sistemas de defesa antimísseis -, seu alcance seria mais longo e teria ogivas mais poderosas.

A agência de notícia estatal russa TASS já havia antecipado em 2016 que o míssil teria um alcance que iria além de 11 mil quilômetros (quase o diâmetro da Terra, que tem 12.742 quilômetros) e suas ogivas pesariam mais de 100 toneladas.

No entanto, muitos especialistas duvidaram dos dados divulgados, questionando se eram informações reais ou se faziam parte do sistema de propaganda russo.

Estimativas feitas por outros especialistas, a partir dos dados fornecidos pelo governo russo, consideram que o míssil poderia transportar até 10 cargas atômicas.

Uma das principais inovações, segundo Putin, é a capacidade de levar uma grande quantidade de ogivas guiadas, o que significa que poderia fazer lançamentos individuais sobre alvos distintos.

"Estará equipado com uma ampla gama de ogivas nucleares de alto rendimento, incluída as hipersônicas e os sistemas mais modernos de penetração de defesa antimíssil", explicou Putin no início de março.

Além disso, ele afirmou que "o novo sistema praticamente não tem limites de alcance" e que era "indetectável".

"Devido a suas características, nenhum sistema de defesa antimíssil, nem mesmo os futuros, é um obstáculo. Ele é invencível", completou o presidente russo.

Mas muitos especialistas consideraram exageradas as afirmações de Putin, em especial porque não levar em conta os possíveis avanços de tecnologia antimíssil. Outros ponderam, contudo, que o já existente Voyevoda há anos facilmente superaram mecanismos de defesa antimísseis dos Estados Unidos.

O anúncio da Rússia aumenta a receio de que uma nova corrida nuclear possa estar por acontecer. Outras potências, como a China, também trabalham suas próprias armas de nova geração e o presidente dos EUA, Donald Trump, pediu recentemente que se aumente o arsenal nuclear do país.

 

Fonte: bbc.com/portuguese Via msn

 


Homem invade palco da encenação da Paixão de Cristo para salvar jesus

Postado em 31/03/2018

                

Tudo corria bem durante uma encenação da Paixão de Cristo no município de Nova Hartz, no Rio Grande do Sul, até que um 'soldado romano' entra em cena e machuca 'Jesus Cristo' com uma 'lança'. Neste momento, para surpresa de todos os presentes, um homem invade o palco e dá um golpe de capacete na nuca do 'soldado'. O momento inusitado ocorreu na última Sexta-feira Santa, 30.

De acordo com o jornal Panorama, da região do Vale do Paranhana, após a primeira agressão, o invasor ainda trocou socos com outro ator e acabou rendido por outros participantes da peça no próprio palco. 

Um irmão do agressor apareceu no local e explicou que ele sofreria de surtos psicóticos e teria acompanhamento de medicamentos. Os atores agredidos registraram um boletim de ocorrências.

À rádio BandNews FM, o ator golpeado na encenação, Samir André Rodrigues, afirmou que não conhecia o homem que o agrediu. Samir, que  trabalha como voluntário na peça, lamenta o ocorrido e como a peça terminou.

Veja também alguns anúncios para o evento, antes que ele ocorresse:

Venha prestigiar a maior história de amor.
A 5° Encenação da Paixão de Cristo de Nova Hartz, onde fará você se emocionar e vivenciar a história de Jesus.
Será no dia 30 de Março às 19h na Praça do Trabalhador, convide seus amigos e familiares tragam suas cadeiras.

                   

 

Agora confira o vídeo abaixo (o momento da agressão)

                

       

Fonte: http://emais.estadao.com.br/noticias/comportamento,homem-invade-palco-e-da-golpe-de-capacete-para-salvar-jesus-em-paixao-de-cristo,70002249331                    

 

 


Com apoio de igrejas evangélicas, mais de 50 mil marcham contra o aborto na Argentina

Postado em 30/03/2018

                Mais de 200 cidades participaram da ação classificada como um evento histórico na Argentina. (Foto: Reprodução).

              Mais de 200 cidades participaram da ação classificada como um evento histórico na Argentina. (Foto: Reprodução).

A Argentina comemora o “Dia da Criança por Nascer”, sempre no dia 25 de março. A data foi aprovada pelo Decreto 1406/98 desde o dia 7 de Dezembro de 1998. Aproveitando esse dia, uma multidão foi às ruas para protestar contra a descriminalização do aborto.

Uma mobilização foi convocada na Plaza Italia, de onde as pessoas marcharam para a Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires. Nos cartazes, era possível ver frases como "Não ao aborto, você tem que cuidar das vidas". Havia também uma boneca gigante na forma de um bebê não nascido, que infelizmente foi atacado nas redes sociais.

Segundo os organizadores do evento, havia cerca de 50 mil pessoas. A marcha teve réplicas em mais de 204 cidades da Argentina, incluindo Rosario, Buenos Aires, Mar del Plata, Santa Fe, Paraná, Corrientes, Resistencia, San Luis, Rio Gallegos, Bahia Blanca, Posadas, San Juan, Tandil, Puerto Madryn, Ushuaia, Neuquén e várias outras.

Foi um evento único e histórico na Argentina. Mauricio Macri, presidente da nação, advertiu que não vetará a lei se o Congresso Nacional aprovar o projeto de lei para o direito ao aborto legal, seguro e livre.

Apoio evangélico

A Aliança Cristã das Igrejas Evangélicas da República Argentina (ACIERA) convocou a mobilização em um comunicado de imprensa: "ACIERA incentiva igrejas evangélicas em todo o país no próximo 25 de março, para participar das celebrações, eventos, manifestações e passeatas em favor dos bebês para expressar publicamente Vida Sim, Aborto Não".

Eles também os encorajaram a proteger a gravidez das mulheres através de cuidados abrangentes. "Temos que trabalhar incansavelmente para fornecer soluções para o problema da gravidez na adolescência, gravidez indesejada e regulamentos sobre o regime adoção", disse o comunicado de imprensa.

Além disso, outras organizações da Igreja Evangélica juntaram-se à reivindicação e foram convidadas a marchar, incluindo a JOCUM.

Confira imagens da marcha:

               

 

Fonte: https://guiame.com.br  

 


  Papa Paulo VI será proclamado santo

Postado em 23/03/2018

                           

O papa Francisco promulgou o decreto que reconhece um segundo milagre por intercessão de Paulo VI, por isso o falecido pontífice será proclamado santo, informou nesta quarta-feira o escritório de imprensa do Vaticano.

Apesar de nenhuma data ter sido informada, a canonização de Paulo VI poderia acontecer no final de outubro em Roma, ao término do Sínodo dos Bispos sobre os Jovens, que acontece entre 3 e 28 de outubro, segundo adiantou o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin.

Paulo VI, que foi papa entre 1963 e 1978, criou o Sínodo dos Bispos, a assembleia dos prelados dos cinco continentes no Vaticano, e será o terceiro papa canonizado por Francisco, depois de São João XXIII e São João Paulo II.

O primeiro milagre atribuído à intercessão de Paulo VI, e que permitiu que ele fosse beatificado por Francisco em 2014, 

foi a cura de um feto nos primeiros anos da década de 1990 na Califórnia, nos Estados Unidos, depois que os médicos diagnosticaram que o mesmo tinha graves problemas cerebrais, mas a mãe se negou a abortar e a criança nasceu sem problemas.

O milagre reconhecido agora, segundo explicaram alguns veículos de imprensa, é o de Amanda, uma menina nascida em 25 de dezembro de 2014 em Verona (Itália), com apenas 24 semanas de gestação, mas que sobreviveu.

Com 13 semanas de gestação, a placenta se rompeu, perdendo o líquido amniótico, por isso os médicos aconselharam que a mãe abortasse, mas ela se recusou e seguiu em frente com sua gravidez.

Além de concluir e defender o difícil Concílio Vaticano II, Paulo VI instituiu o Sínodo dos Bispos com o objetivo de refletir, discutir e aconselhar o pontífice sobre diversos assuntos, entr eles as políticas e orientações gerais para o governo da Igreja.

Paulo VI foi também o primeiro papa peregrino e, portanto, o primeiro a visitar a Terra Santa, além de ter realizado viagens pelos cinco continentes.

O papa Paulo VI também é considerado o pontífice do diálogo e da reconciliação entre as diferentes Igrejas, e a prova disso foi o histórico gesto do abraço com o então patriarca Atenágoras, abrindo o caminho para a reconciliação entre a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa depois de mais de 500 anos do Grande Cisma do Oriente.

 

Fonte: https://www.efe.com/efe/brasil/sociedade

 


Israel começa a retirar minas de local onde Jesus foi batizado

Postado em 20/03/2018

                         Resultado de imagem para imagens do local onde jesus foi batizado

As autoridades israelenses começaram esta semana a retirar as minas de Qasr el Yahud, local às margens do Rio Jordão onde, segundo a tradição cristã, Jesus foi batizado e que é visitado por milhares de peregrinos anualmente.

A Autoridade Nacional de Ação de Minas de Israel (INMAA) desenvolve os trabalhos de retirada de explosivos da Guerra dos Seis Dias em parceria com a organização beneficente HALO, informou em comunicado o Ministério da Defesa.

"Este é um dia muito emocionante e muito esperado", disse Marcel Aviv, diretor de INMAA, que acrescentou que a limpeza e liberação do espaço é um projeto que dá orgulho.

Qasr el Yahud fica nas imediações do Jordão, na Cisjordânia, ocupada por Israel, e é considerado um dos lugares mais sagrados para os cristãos, embora o acesso até há pouco fosse restrito e só autorizado em algumas ocasiões e a pedido de autoridades religiosas. Nas imediações, há minas e outros explosivos, resíduos da guerra de 1967.

Por motivos de segurança, a área esteve marcada e cercada com valas desde os anos 70, e o acesso aos terrenos eclesiásticos e arredores era restrito.

O projeto irá limpar cerca de 1 milhão de metros quadrados de terreno, segundo a INMAA, criado em 2011 para a retirada de minas de diferentes zonas. Tanto as zonas privadas quanto as públicas dos complexos eclesiásticos serão limpas e quando forem consideradas seguras, em aproximadamente um ano, serão reabertas aos visitantes, garantiu o minis

 

Fonte: https://www.efe.com 

 



Apresentação de peça satirizando evangélicos e católicos é cancelada em São Paulo

Postado em 17/03/2018

                 

A peça “Pequenas Igrejas Grande Negócios”, que seria apresentada no próximo sábado (17), em Mogi Mirim (SP), foi cancelada.

A sátira com tema religioso causou polêmica na cidade, chegou ao plenário da Câmara e às redes sociais.

A representação da Bíblia com nota de R$ 100 foi alvo de manifestação de parlamentares e teve até quem recorresse ao prefeito para impedir o espetáculo. Para o produtor Benê Silva, houve “censura”.

Em nota publicada nas redes sociais, a Prefeitura de Mogi Mirim informa que a produtora optou pelo cancelamento “em decorrência de manifestações contrárias”. O G1 não conseguiu contato com a administração para comentar o fato.

Um dos vereadores que se manifestou contra a peça, Samuel Cavalcante (PR), classificou o cartaz com a imagem da Bíblia como desrespeitoso e que o cancelamento ocorreu pelo Executivo, apesar de confirmar que pediu, via assessoria do prefeito, o cancelamento da peça.

“Eu solicitei ao prefeito, mas ele já tinha em mente o cancelamento devido cobranças feita por líderes religiosos. A Bíblia é um livro sagrado para nós, cristãos”, defende o parlamentar.

Questionado sobre a possível a interferência do Legislativo em um tema religioso em um Estado laico, Cavalcante alega que “acima de tudo devemos permear o respeito e o bem-estar coletivo.”

Segundo Benê Silva, a peça retrata um padre e um pastor de uma pequena cidade, que não são contemplados com grandes receitas, e eis que diante um fato milagroso eles veem a chance de arrebanhar mais fieis e ter mais contribuições da igreja. O produtor ressalta que a peça não é uma crítica aos evangélicos ou católicos.

O vereador Tiago Costa (PMDB) também utilizou as redes sociais e o plenário da Câmara para se manifestar contra o espetáculo. O parlamentar criticou a representação da Bíblia com a nota de R$ 100, mas garante que não interviu para o cancelamento do evento. “Não sou contra a arte. Quem somos nós para cercear algo?”, afirma

Evangélico, Costa disse que se posicionou por considerar que houve um “exagero na dose” no cartaz.

Segundo o parlamentar, o tema, em nenhum momento, foi alvo de suas críticas. “Nós sabemos que existem os dois lados da religião. Não adianta tapar o sol da peneira”, completa.

Com o cancelamento em Mogi Mirim, Benê Silva conta que negocia a apresentação da peça na vizinha Mogi Guaçu (SP).

Fonte: g1 Via folhagospel 

 

 


Raio cai em igreja durante culto e 16 pessoas morrem instantaneamente

Fieis da Igreja Adventista estavam adorando a Deus no culto, quando foram surpreendidos pela descarga elétrica que ceifou varias vidas.

                     Resultado de imagem para IMAGENS DE RAIO CAINDO SOBRE IGREJA

                                                                        Imagem (uol) ilustrativa

Um raio atingiu uma igreja durante a realização de um culto. Pelo menos 16 pessoas morreram instantaneamente, enquanto 140 ficaram feridas e foram levadas ao hospital mais próximo para receberem serviço médico especializado em queimaduras.

O acidente meteorológico na região montanhosa perto da fronteira com Burundi ocorreu ao meio dia na Igreja Adventista de Nyaruguru em Ruanda.

A maioria dos feridos receberam alta, mas 17 permanecem no hospital sob observação. Os médicos dizem que três deles estão em estado crítico e correm o risco de morrer

Um dos sobreviventes, da queda do raio, disse que estava sentado no altar quando percebeu que uma grande chuva estava caindo, de repente ele ouviu um som alto, era o raio que havia caído em pleno culto.

“Normalmente, terminamos ao meio-dia, mas devido à apresentação do coro dos visitantes, ampliamos o programa do dia para dar mais tempo. “Quando começou a chover, tínhamos acabado de receber o pregador no púlpito“, disse Ruremesha, testemunha dos eventos.

O homem lembrou que tinha ouvido os raios no distrito nos dias anteriores, então avisou os fiéis de não usarem telefones na igreja durante a chuva.

Um funcionário do governo local disse que há poucos casos em que o relâmpago atinge as pessoas no interior, mas quando acontece, é porque as casas não possuem para-raios

“Recomendamos a instalação de para-raios em todos os edifícios públicos, evite o contato com condutores elétricos, incluindo água e o uso de celulares quando chove“,

Fonte: portalpadom

 


Justiça proíbe universidade de expulsar alunos que não participarem de oficinas sobre “gênero” e “LGBT”

Postado em 14/03/2018      

  Martelo da Justiça

Noticiamos aqui no dia 09/03, na página "Isso é o cúmulo", o caso da Universidade Federal de Lavras-MG, denunciada por alunos, de ameaçar expulsar quem não participasse de oficinas com temas gays. O assunto teve muita repercussão e foi parar na justiça

Mas, nessa luta, os alunos ganharam o primeiro "round". A Justiça Federal atendeu a um pedido da Associação Escola Sem Partido e proibiu que a Universidade Federal de Lavras (UFLA) expulse calouros que não comparecerem a oficinas com temas como “identidade de gênero” e “movimentos LGBT”.

O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da Justiça Federal em Brasília, decidiu nesta segunda-feira que que a universidade não pode desligar alunos que se recusem a comparecer às oficinas por motivos filosóficos ou religiosos.

O magistrado determina “que a Universidade demandada se abstenha de desvincular de seu corpo discente qualquer aluno que se recusar, por razões de convicção filosófica ou religiosa, de participar de qualquer uma daquelas oficinas programadas para a Recepção de seus Calouros 2018/1”.

A decisão do juiz se deu em caráter de “antecipação de tutela”, devido à urgência do pedido (a semana de recepção dos calouros da UFLA começou nesta segunda-feira).

Em seguida, o juiz transferiu o processo para a Justiça Federal em Lavras, que vai analisar o conteúdo da ação dentro dos prazos regulares de tramitação.

As atividades obrigatórias incluíam a participação em pelo menos uma oficina oferecida pela universidade nesta terça-feira. Entre as opções, estavam atividades como “Gênero e Sexualidade”, “História das Lutas do Movimento LGBT” e “A Política de Cotas na Universidade Brasileira”.

Resposta

Após os questionamentos, a UFLA havia afirmado que os temas das oficinas tratam de “assuntos puramente de interesse humano, sem qualquer conotação partidária”.

A universidade também afirmou que a regra tratando da expulsão dos calouros que não comprecerem à semana de recepção existe desde 2007.

 

Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br

 


Turquia fomenta guerra do mundo islâmico contra Israel

Postado em 09/03/2018

         

                                                                       Imagem (Veja)

Há, na Turquia, um movimento crescente de incitação do mundo islâmico contra Israel. Durante a realização da cúpula da Organização de Cooperação Islâmica (OIC), em Istambul, o jornal turco Yeni Şafak, cujo dono é amigo do presidente Recep Tayyip Erdogan, publicou um artigo intitulado “E se um Exército do Islã fosse formado contra Israel?”.

Trata-se de uma espécie de convocação para os 57 Estados membros da OIC a formarem um “exército conjunto” que reuniria os soldados dos países islâmicos do Oriente Médio e Norte da África.

Apresentando mapas e sugerindo planos de combate. O dono do jornal, Adnan Tanrıverdi, é um general aposentado do exército turco e filiado ao partido governista APK, que usa o nacionalismo e a religião para dar a Erdogan status de “califa”

Parte da argumentação é baseada no entendimento que a Turquia teria uma espécie de “direito divino” de reviver a “glória perdida” do Império Otomano, que governou um grande território entre 1299 e 1923. Parte desse território é formado por países que hoje fazem parte da OIC.

Chamando Israel de “o posto avançado da nova cruzada” e de “uma adaga no coração do islamismo”, afirma que o país é “os olhos, as orelhas e o punho do mundo cristão”. Segundo cálculos do jornal, a derrota militar de Israel ocorreria dentro de 10 dias de “batalha” e sua derrota diplomática dentro de 20 dias. Essa estratégia, que usa a conhecida retórica de classificar o país como um “estado terrorista”, ofereceria a “solução” para o que consideram um problema.

Entre as várias possíveis estratégias, existe a sugestão de ataques simultâneos, que reuniriam 250 mil soldados pelo chão e até uma possível “cobertura” do Paquistão, único país da OIC que possui armas nucleares. Ainda segundo os cálculos do jornal, haveria um potencial de cinco milhões de soldados em todas as nações islâmicas e mais “poder de fogo” reunido que qualquer outra nação da terra, numa referência indireta aos Estados Unidos, maior aliado militar de Israel.

Segundo o MENRI (Middle East Media Research Institute), que está fazendo pesquisas sobre o material publicado pelo Yeni Şafak, esse tipo de discurso virulento não é apenas retorica. Existem várias outras “frentes midiáticas” que buscam incitar os turcos contra Israel e outros povos considerados inimigos como os curdos. A mesma edição do jornal Yeni Şafak já falava sobre a invasão de Afrin, na Síria, o que veio a acorrer um mês mais tarde.

Outro exemplo do tipo de estratégia midiática do governo Erdogan, além de comícios que reúnem milhares de pessoas ainda que não haja uma campanha eleitoral em andamento, é o uso de material como discursos nacionalistas semelhantes ao usado pela máquina de guerra nazista.

Um dos vídeos, que circula há mais de ano na Turquia, é um libelo em favor da nação, com slogans que remetem à guerra, a fidelidade a Allah e a disposição de dar “o sangue pela pátria”.

Na esteira do reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel, os turcos foram os mais incisivos ao se referirem à decisão como uma “linha vermelha” sendo cruzada e passaram a fazer campanha pelo reconhecimento de Jerusalém Oriental como capital da Palestina, apostando em um apoio diplomático crescente nas Nações Unidas para que isso aconteça.

Confira o vídeo:

           

 

Fonte: gospelprime

 


Conselho Regional de Medicina de SP considera ideologia de gênero “irresponsável”

Postado em 07/03/2018                                   

          A Ideologia de Gênero tem sido uma proposta polêmica apoiada pelo movimento LGBT, inspirada pela 'Teoria Queer'. (Foto: AP/Mark Lennihan).

                                                                     (Foto: AP/Mark Lennihan).

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) apresentou seu posicionamento em relação ao desenvolvimento psicossexual da criança e do adolescente, abrangendo questões da sexualidade.

Após uma plenária realizada no dia no dia 19 de janeiro, no auditório de sua sede, justamente com o tema “Desenvolvimento Psicossexual da Criança e do Adolescente”, a entidade divulgou uma nota com o objetivo de manifestar suas considerações a respeito da saúde mental da criança e do adolescente, tangendo a Ideologia de Gênero.

A Ideologia de Gênero tem sido uma proposta polêmica, apoiada pelo movimento LGBT e também pelo movimento feminista. Inspirada pela 'Teoria Queer', a proposta se tornou uma ferramenta que leva à desconstrução da família tradicional.

Segundo o procurador federal, Guilherme Schelb, a ideologia de gênero também seria um investimento para a erotização das crianças e, consequentemente, fazer destas, adultos psicologicamente vulneráveis.

Nomes importantes

No evento, esteve presente o presidente do Conselho, Lavínio Nilton Camarim, a psicanalista e conselheira do Cremesp, Kátia Burle Guimarães e a professora do Departamento de Psiquiatria da FMUSP e presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria, Carmita Abdo.

Outros nomes compareceram, como os psiquiatras da Infância e Adolescência, Francisco Baptista Assumpção Junior e Regina Elisabeth Lordello Coimbra, o psiquiatra e professor de Bioética na FMUSP, Cláudio Cohen, e a endocrinologista pediátrica e membro da Câmara Técnica de Endocrinologia do Cremesp, Elaine Maria Frade Costa.

É possível observar na nota que apontamentos sobre o desenvolvimento humano e afirma que induzir crianças a fazerem escolhas cedo demais é “irresponsável”. Como diz a quinta consideração do documento: “É negligente, irresponsável e alienante consentir ou induzir as crianças a fazerem escolhas prematuras, já que são desprovidas de maturidade para tal”.

A consideração seguinte deixa claro que é de responsabilidades dos pais ensinar os filhos sobre sexualidade. “É função parental apresentar referenciais para a educação psicossexual da criança, podendo se valer de orientação médica e psicológica”.

Confira a nota completa:

Após a plenária temática “DESENVOLVIMENTO PSICOSSEXUAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE”, realizada pelo CREMESP em 19 de janeiro p.p, este Conselho vem a público manifestar suas considerações a respeito da saúde mental da criança e do adolescente.

A saúde mental do ser humano depende de um desenvolvimento harmônico, desde o princípio da vida, e uma parte dessa formação se faz por meio do desenvolvimento psicossexual da libido.

Considerando que:

1) a criança é uma pessoa em desenvolvimento e que o ser humano nasce desprovido de condições autônomas para se manter, tanto física quanto psiquicamente,

2) a criança é dependente e requer cuidados especiais, distintos em cada fase do desenvolvimento,

3) as diferentes fases de desenvolvimento evoluirão ao longo das duas primeiras décadas de vida e que essa evolução dar-se-á gradativamente,

4) os bebês e as crianças são absolutamente vulneráveis,

5) é negligente, irresponsável e alienante consentir ou induzir as crianças a fazerem escolhas prematuras, já que são desprovidas de maturidade para tal,

6) é função parental apresentar referenciais para a educação psicossexual da criança, podendo se valer de orientação médica e psicológica,

7) durante a adolescência ainda há parcial vulnerabilidade,

8) educação sexual, direito da criança e do adolescente, é muito diferente de incentivo à indefinição sexual, o que traz a eles insegurança, inadaptação e risco, com consequências para essa população vulnerável,

9) é medida antiética a realização de experimentos psíquicos, não aprovados pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), conforme legislação vigente, com a população de crianças e adolescentes, visto sua vulnerabilidade,

10) os Conselhos de Medicina têm por função zelar pela saúde da população, em seus aspectos físicos e psíquicos,

11) a homologação da Sessão Plenária do CREMESP realizada em 14 de fevereiro de 2018.

O CREMESP entende que o cuidado com a saúde mental das crianças e dos adolescentes deve ser prioridade e que colocá-los em risco pode trazer consequências danosas à formação do aparelho psíquico. Entende que a determinação sexual é dependente de fatores genéticos, epigenéticos e do desenvolvimento psicossexual precoce e que as variações do desenvolvimento sexual podem ocorrer em crianças e adolescentes e devem ser abordadas como tal, não devendo ser objeto de questões políticas, ideológicas ou de outra ordem.

O CREMESP considera que o cuidado com crianças e adolescentes em seu desenvolvimento psicossexual é prioridade, deixando claro que as diferenças sexuais existem e devem ser observadas para que a confusão não se estabeleça por desvio de objetivos

 

Fonte: guiame COM INFORMAÇÕES DO CREMESP

 


Convite da Palestina para Brasil ser “mediador da paz” com Israel desagrada judeus e evangélicos

Postado em 03/02/2018

                     

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, encontrou-se nesta quinta-feira (1) em Ramala com o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes.

Na pauta, a situação na região e a decisão da Autoridade Palestina (AP) em não mais aceitar os Estados Unidos como mediador da paz após a decisão de Donald Trump em reconhecer Jerusalém como capital de Israel em 6 de dezembro.

O ministro palestino das relações exteriores, Riyad Maliki, pediu ao chanceler brasileiro que o Brasil faça parte desse “mecanismo” que irá se formar e ajude na mediação do histórico conflito com Israel. Segundo as lideranças palestinas, é preciso pôr em prática “as resoluções internacionais para alcançar um acordo justo e global, e alcançar a paz na região, com a criação de um Estado palestino nas fronteiras de 1967 e tendo Jerusalém Oriental como sua capital”.

Procurados pelo portal Gospel Prime, representantes de três organização, uma evangélica, uma judeu-messiânica e uma judaica, demonstraram sua insatisfação com essa suposta “nova relação” do Brasil com a Autoridade Palestina. Na verdade, Temer apenas retoma o que foi iniciado pelo ex-presidente Lula em 2010, quando o Brasil reconheceu a Palestina como nação independente e doou 10 milhões de dólares para o Hamas, além de permitir a construção de sua embaixada em Brasília,  a primeira do tipo fora do mundo muçulmano.

Pastores

O Conselho Apostólico Brasileiro (CAB), na pessoa do pastor Paulo de Tarso Fernandes, emitiu uma nota pública sobre a possibilidade de o Brasil servir como “mediador da paz” entre israelenses e palestinos e os pedidos feitos pela Autoridade Palestina a Aloysio Nunes.

O CAB, que reúne pastores, apóstolos e líderes de diversas igrejas do país, lembra que já havia levado ao chanceler, em nome dos evangélicos que eles representam, um pedido para que o Brasil revisse sua postura contrária a Israel nas votações nas Nações Unidas e na UNESCO.

Também destaca que “A posição do grupo que ocupa os principais postos da Diplomacia brasileira historicamente defende a solução de dois estados, porém, nós cristãos brasileiros, queremos mudar esta posição já que é contrária à nossa maneira de pensar. Nosso governo precisa refletir o pensamento do seu povo que é eminentemente cristão e aliançado com o povo de Israel eternamente”.

O tom do Conselho demonstra sua preocupação com as consequências espirituais desses tipo de conduta: “Manifestamos nosso absoluto respeito aos que estão investidos de autoridade, porém como uma Voz Profética em nossa nação advertimos que os juízos que o Brasil tem sofrido, toda a crise econômica, moral, ética, pode ainda se agravar mais, se nos colocarmos como nação contra os planos de Deus”.

Judeus Messiânicos

Márcio Costa é um judeu messiânico brasileiro que mora em Jerusalém. Ele está à frente do ministério “Igrejas em Defesa de Israel” e acredita que o alinhamento do Brasil com a Palestina é ‘sinal dos tempos’. Procurado pelo Gospel Prime, disse: “Essa polarização mundial, com países se alinhando com países em função de uma agenda espiritual. Países de direita ou de esquerda (isso não é importante) se alinhando em oposição a Israel e ao Plano de Deus. É isso trará consequências”.

Comunidade judaica

Não foram apenas os evangélicos que expressaram sua contrariedade. Os líderes judeus responsáveis pela Associação Sionista Brasil-Israel (ASBI) emitiram uma extensa nota de repúdio, onde lê-se: “O Brasil veste mui bem a camisa dos que engrossam o coro do lugar comum que habita a condução do rebanho, não sendo nada surpreendente que a idiossincrasia do “homem cordial” seja transposta à cena da política internacional até mesmo pelas mãos de um ex-guerrilheiro como Aloysio Nunes, que até pouco tempo atrás coonestou um radicalismo costurado com bala e sangue, justificando-se nisto pela luta contra a ditadura militar, assim como Dilma, ao mesmo tempo em que, por outro lado, alinhavam-se com outras ditaduras de triste memória, e, até, atualidades anacrônicas como Cuba e Venezuela”.

Assinada pelo seu presidente, o advogado Félix Soibelman, o manifesto pede que o governo Michel Temer faça valer o artigo 4º, VIII da Constituição brasileira onde “está capitulado o repúdio ao terrorismo”. Sendo assim, “é impositiva a condenação do Hamas pelo governo brasileiro, na medida em que este é um grupo cujos estatutos constam a destruição do Estado de Israel, a negação do Holocausto e que pratica diversos atentados contra civis, o que é perfeitamente enquadrável como terrorismo pela própria lei brasileira que o define como tal os atos praticados por motivo de ódio a um governo estrangeiro, em plena xenofobia (art. 2º da lei 13.260), e atentam contra a integridade e a vida de civis indiscriminadamente (inciso V do mesmo artigo)”.

Resgatando o episódio ocorrido em 2014, em que o governo brasileiro condenou o revide de Israel após ataques vindos de Gaza, a ASBi ecoa a postura do então porta-voz da chancelaria de Israel, Yigal Palmor, que classificou o Brasil como “anão diplomático”.

Finaliza asseverando: “O político israelense acertadamente apontou o ‘relativismo moral atrás do movimento’. Ele diz respeito a todas as ações genocidas, as ditaduras compaginadas pela esquerda no alinhamento que promove entre os blocos antiamericanos, as tiranias sem fim africanas, islâmicas, etc, que cometem barbaridades e não recebem nenhuma condenação brasileira, sem nenhuma recusa de seus embaixadores em solo brasileiro. Enfim, a todo o estofo do marxismo cultural agora timbrado pelo ‘homem cordial’ brasileiro no convite de Abbas a Aloysio, aquinhoados ambos por um acento ideológico sombrio que cria falsos oprimidos e meneia a cabeça de assassinos como foi Kadafi, o governo iraniano e todo o elenco de déspotas sanguinários enquanto aponta o dedo contra Israel”.

 

Fonte: gospelprime

 


Igreja Universal é condenada por coagir fiel a doar bens

Postado em 01/03/2018

                       Resultado de imagem para imagens do templo da igreja universal

Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada a pagar vinte mil reais de indenização por danos morais a um casal cuja esposa foi coagida a doar bens à instituição religiosa. De forma unânime, a 3ª Turma doSuperior Tribunal de Justiça (STJ) levou em consideração que fiel foi ameaçada com penalidades “religiosas”. A igreja também deverá ressarcir o prejuízo financeiro causado.

De acordo com a decisão, as doações eram feitas sob a promessa de que a condição financeira da família melhoraria. Segundo o processo, ela vendeu bens de família — como joias, eletrodomésticos e um carro — sem o consentimento do marido, que denunciou a situação à polícia.

A igreja já havia sindo condenada em primeira instância e pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), que considerou os prejuízos materiais e morais do casal com base em provas testemunhais e determinou que a igreja restituísse aos autores os bens doados, ou que devolvessem a quantia equivalente em dinheiro.

O TJRS considerou que as testemunhas ouvidas comprovaram a existência de danos morais e que a descrição dos bens doados coincidia com aqueles recebidos pela igreja. Ao STJ, a Universal alegou que não ilícito receber doações e contestou a condenação baseada apenas em prova testemunhal — o que foi negado.

“A hipótese dos autos narra uma situação excepcionalíssima em que as doações  – conforme as provas colecionadas nos autos – foram resultado de coação moral irresistível, sob ameaça de sofrimento e condenação espiritual”, entendeu a ministra Nancy Andrighi, relatora do processo no STJ.

 

Fonte: VEJA.com Via msn

 


Mais um Anticristo: desta vez muçulmano

Postado em 25/02/2018

         Os Ahmadi acreditam que Mirza Ghulam Ahmad foi a segunda vinda de Jesus, como servo do Profeta Maomé. (Foto: Reprodução).

           Os Ahmadi acreditam que Mirza Ghulam Ahmad foi a segunda vinda de Jesus, como servo do Profeta Maomé.                                                                                   (Foto: Reprodução).

Para os cristãos, o Messias já veio e o nome dele é Jesus Cristo. Os judeus ainda aguardam sua vinda e algumas divisões do Islã acreditam que o tal messias virá na figura de Mahdi.

Por essa razão, uma campanha islâmica causou surpresa e até mesmo revolta na Europa. Atualmente é possível ver vários cartazes publicitários com a seguinte mensagem: "O Messias chegou".

Na imagem há a foto de Mirza Ghulam Ahmad, líder islâmico nascido na Índia e morto em 1908.

Os membros de Ahmadiyya, considerada uma seita no islamismo, estão patrocinando a disseminação de seus ideais, apostando no crescimento da comunidade muçulmana na Europa.

As primeiras cidades que permitiram os cartazes foram Londres (Inglaterra) e Glasgow (Escócia). “Eles dizem que pretendem ensinar sobre o verdadeiro Islã”, é o que diz o slogan que pode ser encontrado no site dos Ahmadi.

A Autoridade de Padrões de Publicidade, responsável pela regulação de outdoors no Reino Unido, admitiu que está recebendo muitas queixas de cristãos e judeus. Também há muçulmanos pedindo que esses anúncios sejam retirados, alegando que é "enganador e ofensivo".

Farooq Aftab, porta-voz da campanha do "verdadeiro islã", disse que este é o tempo "crucial" para que os muçulmanos Ahmadi possam expressar suas crenças. Eles afirmam que estão desfrutando do seu direito à liberdade religiosa.

O atual líder Ahmadi foi perseguido e precisou fugir do Paquistão para não ser morto. Ele foi morar em Londres em 1984 e lá estabeleceu a sede do grupo religioso. Eles afirmam que têm seguidores espalhados por todo o mundo.

Os Ahmadi acreditam que Jesus foi removido da cruz ainda vivo e depois curado de suas feridas, morrendo na cidade de Caxemira aos 120 anos de idade, onde seu túmulo existe na cidade de Srinagar. Mirza Ghulam Ahmad, foi a segunda vinda de Jesus, como servo do Profeta Maomé.

 

Fonte: https://guiame.com.br 


Evangélicos serão maioria no Brasil em 10 anos, segundo IBGE

Postado em 25/02/2018

               

Segundo os dados do último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – de 2010 – a cada ano os católicos vinham perdendo 1% dos fiéis e os evangélicos ganhando 0,7%. O Instituto calcula que essa perda dos católicos se acelerou, enquanto ao mesmo tempo crescem os índices de evangélicos e grupos “sem religião”.

O próximo Censo oficial ocorrerá apena em 2020, mas são feitas amostragens de tempos em tempos para estabelecer tendências. “Possivelmente em cerca de 10 e 15 anos o Brasil não terá mais maioria católica”, avalia o demógrafo José Eustáquio Diniz Alves, da Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE.

Uma pesquisa do Instituto Pew, sediado nos EUA, em 2015, analisou a situação religiosa na América Latina. Feita por amostragem, abordou 18 países. Ficou evidenciado que um em cada cinco brasileiros é ex-católico. O estudo concluiu também que a busca por uma “maior conexão com Deus” foi o motivo apontada por 81% dos entrevistados para a mudança religiosa. Já 69% disseram que preferiam o estilo da nova igreja enquanto  60% asseguram que a escolha era devida a “maior ênfase” em questões morais.

O cardeal dom Sérgio da Rocha, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e arcebispo de Brasília minimiza as estatísticas. Diz que o mais preocupante para a Igreja Católica não são “os que seguem a Jesus em outras igrejas, mas os que se dizem católicos e não vivem como tal”.

Já o padre Valeriano dos Santos Costa, diretor da Faculdade de Teologia da PUC-SP, considera que a prática do catolicismo no Brasil está bem pior. “Menos de 10% dos batizados na Igreja Católica Apostólica Romana frequentam as missas dominicais, o que significa um mínimo de pertença.”

Espírito empresarial X descrença

Avaliando a quedo do número de católicos no Brasil dom Sérgio da Rocha diz que isso “Tem a ver com a dinâmica interna de uma sociedade plural e complexa, e não apenas com as limitações e lacunas da ação pastoral da Igreja Católica, que obviamente não podem ser negadas”.

A postura do padre Valeriano é mais crítica, ele acredita que o crescimento das igrejas evangélicas oferece um desafio para os católicos. “Aqui nós sempre ficamos muito quietinhos. As paróquias não podem ficar só com o costume de manutenção. Temos que ir a campo, procurar as pessoas. Temos que adotar esse espírito empresarial, que é o que cria novas possibilidades”.

Alguns números levantados em pesquisas recentes feitas por Diniz Alves indicam a proporção do crescimento de evangélicos, especialmente nas zonas metropolitanas das grandes cidades. Por exemplo, na periferia de São Paulo seriam 52 evangélicos para cada 100 católicos, enquanto no Rio de Janeiro seriam 71 para cada 100. Os números de Rondônia são quase os mesmos.

Espírito Empreendedor

A professora Maria das Dores Campos Machado, do Núcleo de Religião, Gênero, Ação Social e Política, da Escola de Serviço Social da UFRJ, dedica-se ao estudo do movimento evangélico no país.

Segundo ela, “Os evangélicos estão indo onde o Estado não vai atender as demandas básicas dos mais necessitados.” Além disso, os pastores e líderes evangélicos estão mais próximas das pessoas que a liderança da Igreja Católica.

“Quantos padres ou bispos negros católicos existem hoje? Muito poucos. As igrejas evangélicas buscam seus pastores diretamente nas populações mais carentes. Há vários pastores negros e também mulheres pastoras e bispas. As igrejas evangélicas criaram um caminho de inclusão e ascensão social”, assegura.

Existem várias maneiras de ver esse contraste. Quase em frente ao Templo de Salomão, construído pela Universal com 10 mil lugares, fica a Igreja Católica de São João Batista, com 400 assentos.

O padre Marcelo Monge, responsável pelo lugar, disse que não se importa com o fato de o templo vizinho atrair muito mais gente. “Muitos pastores têm a capacidade de dirigirem assembleias. Sei que tenho poder para isso, mas tenho medo porque terei de prestar contas a Deus do que fiz aqui na Terra”, assegura.

Em sua opinião, muitas igrejas pentecostais estimulam o individualismo, falando sobre alcançarem um carro, uma casa própria e seu próprio negócio. “Jesus, quando fez milagres, foi seguido por uma multidão. Mas ele queria discípulos que fossem servos de Deus – esses foram poucos”, garante.

As queixas sobre esse tipo de discurso de prosperidade também é feito Deiró de Andrade, pastor da Assembleia de Deus localizada a duas quadras do Templo de Salomão. Ele diz não concordar com a postura de pregadores e bispos que enriquecem com a contribuição dos fiéis. “Isso dói, machuca mesmo. São alguns dos nossos que não foram suficientemente fortes.” Defende ainda que, na Assembleia de Deus, o crescimento sempre foi no boca a boca, seguindo a máxima do “ovelha chama ovelha”.

Sua avaliação é que a mudança de igreja por parte dos ex-católicos tem motivos claros. “Os países da reforma protestante prosperaram; os da contrarreforma fracassaram”, diz. “A Bíblia não diz o que é felicidade, mas mostra o caminho, trata da formação espiritual, da família, do trabalho que traz dignidade. É isso que pregamos”, encerra. 

 

Fonte: gospelprime Com informações Valor

 


Morre aos 99 anos Billy Graham, um dos

maiores evangelistas dos últimos tempos

Postado em 21/02/2018

        Billy Graham foi um dos maiores evangelistas dos últimos tempos. (Foto: BGEA)

                                                         Evangelista Billy Graham . (Foto: BGEA)

Morreu na manhã desta quarta-feira (21), em sua própria casa, o evangelista Billy Graham. O renomado pregador estava com 99 anos e sua saúde já era debilitada, conforme seus próprios filhos já haviam informado. A informação do falecimento foi confirmada pelo porta-voz da Associação Billy Graham à CNN.

Graham era considerado um confidente para os presidentes norte-americanos e uma luz orientadora para gerações de evangélicos em todo o mundo, além de um pregador que evangelizou milhões de pessoas.

O pastor morreu às 8h da manhã (horário local), em sua casa, em Montreat, Carolina do Norte (EUA), de acordo com Jeremy Blume, porta-voz da Associação Evangelística Billy Graham.

De acordo com o ministério, ele pregou para mais pessoas do que qualquer outro evangelista na história, alcançando centenas de milhões de pessoas, pessoalmente ou através de links de TV e satélite.

Graham tornou-se o capelão de fato da Casa Branca para vários presidentes dos EUA, sendo o mais famoso deles, Richard Nixon. Ele também se encontrou com dezenas de líderes mundiais e foi o primeiro evangelista notável a levar sua mensagem para além da Cortina de Ferro.

Sua voz se tornou conhecida em diversos países por onde realizou cruzadas evangelísticas, levando a Palavra de Deus a mais de 215 milhões de pessoas, ao longo de seis décadas de ministério. Ele também teve a oportunidade de orar com cada presidente dos EUA, desde Harry Truman.

Vários presidentes, incluindo Lyndon Johnson, George W. Bush e Bill Clinton, se basearam em seu conselho espiritual.

 

Fonte: guiame

 


Pastor é ameaçado de morte por LGBTs, após oferecer ajuda contra homossexualidade

Jeremy Schossau disse que os militantes ameaçaram matar sua família, além de queimar sua casa e igreja.

Postado em 16/02/2018

                   O pastor havia oferecido em sua igreja um workshop para adolescentes que sofrem com atração pelo mesmo sexo. (Foto: Reprodução/YouTube).

               pastor Jeremy Schossau, da Igreja Metro City Church, em Riverview, Michigan, EUA  (Foto reprodução)

O pastor Jeremy Schossau, da Igreja Metro City Church, em Riverview, Michigan (EUA), enfrenta reação após oferecer aulas para adolescentes que estão lutando contra a atração do mesmo sexo.

Em uma publicação no Facebook, a igreja ofereceu um workshop chamado "Unashamed Identity" para meninas de 12 a 16 que estão lutando contra pensamentos de ser trans, bi, gay ou outro conceito do meio LGBT.

A postagem foi recebida com indignação de muitos nas mídias sociais, impulsionada principalmente pela comunidade LGBT. Os militantes afirmam que o programa seria uma “terapia de conversão”, prática usada para mudar a orientação sexual de um indivíduo.

Centenas de pessoas protestaram em frente da igreja, contra as oficinas, de acordo com Schossau. Alguns responderam com ameaças de danos físicos a ele e à igreja.

Em um vídeo publicado no YouTube, em resposta à controvérsia, ele explicou: "As pessoas literalmente ameaçaram matar a mim e a minha família, queimar nossa casa, queimar nossa igreja, atacar as pessoas da nossa igreja e nossa equipe", disse.

"É absolutamente louco", acrescentou Schossau.

Enquanto isso, os legisladores estaduais emitiram recentemente um comunicado condenando as aulas e forçaram uma legislação para proibir a suposta “terapia de conversão” em todo o estado. Schossau diz que o programa não é terapia de conversão, mas uma conversa sem condenação.

"Se as pessoas estão pensando que estamos agarrando alguém, puxando-os ou fazendo-os vir até nós, isso é loucura. Isso não poderia estar mais longe da verdade", disse ele.

Ele acrescentou: "Neste workshop particular, o pai e a criança se unem para falar. Nós não forçamos as crianças a estar lá. Nós perguntamos se eles querem estar lá. Eles vão porque estão lutando. Eles estão procurando algum conselho. Eles estão procurando alguma direção, alguém para ouvi-los. E é pura hipocrisia na comunidade gay para que as pessoas pensem que você pode ter uma escolha para deixar a heterossexualidade e ir para a homossexualidade. Mas não a homossexualidade na heterossexualidade", explicou.

"Por que é errado que alguém nos ligue, que está lutando e se machucando? Ou apenas procurando por alguém para conversar? Se eles se sentem melhor na heterossexualidade, nós celebramos isso. Por que isso está errado?" disse o pastor Schossau.

Os manifestantes procuram realizar mais manifestações fora da igreja até o programa "Unashamed Identity" parar. Depois de entrar muitas ameaças, a página do Facebook da igreja não está mais disponível.

No vídeo abaixo, o pastor Jeremy Schossau rebate as acusações feitas contra ele (em inglês):

 

              

 

Fonte: guiame com informações de charismanews 

 


Campanha cristã contra o feminismo viraliza

Produção polonesa afirma que “O feminismo é idiota e contraria o bom senso”

Por Jarbas Aragão

Postado em 15/02/2018

                          

A página conservadora polonesa idź Pod Prąd [Contra a Corrente] tem atraído a atenção da mídia na Europa por ter gerado uma campanha contra o feminismo, indo – como sugere seu nome –  na contramão do que é aceitável hoje em dia.

O material, que afirma ser a parte 1 de uma série, já teve mais de 650 mil visualizações e passou de 7 mil compartilhamentos. Basicamente, são testemunhos de várias mulheres contra o feminismo. A maioria delas usa camisetas com mensagens cristãs.

O texto que acompanha o vídeo diz: “Declaramos que, como mulheres, queremos dizer que não estamos interessadas no mundo projetado pelas feministas. Rejeitamos a ideologia de gênero, teoria queer, ecologismo e outras ideias esquerdistas. Estamos cansadas de ver algumas feministas insatisfeitas nos dizendo o que fazer, onde trabalhar e o que usar… Nos irrita que apenas as feministas e as esquerdistas falam sobre mulheres. Somos mulheres normais e temos nossa própria voz. Está na hora de mostrar às feministas que sua ideologia é estúpida e prejudicial para todas as mulheres!”.

Uma das mulheres que fala no vídeo reclama que o feminismo “tira da mulher as suas características naturais, como a graça, a beleza, a sensibilidade e o direito de ser frágil. O feminismo força a mulher a tentar provar que pode ser igualzinha aos homens”.

Outra diz: “Deus criou você de uma maneira tão linda. Deixe que seja assim”. Uma terceira, afirma: “Uma mulher conservadora não precisa mudar nada. Ela sabe que é uma mulher e não sente falta de nada”. Perto do final, uma delas dispara: “O feminismo é idiota e contraria o bom senso”.

A campanha iniciada por elas tem como slogan “Sou uma mulher, #NãoUmaFeminista”.

Como era esperado, elas estão recebendo críticas por irem contra o discurso do politicamente correto, mas isso não parece preocupar os donos da página.

O texto de apresentação da idź Pod Prąd diz que “Deus não entregou as Sagradas Escrituras para uma casta dos sacerdotes ou professores de teologia. É uma carta endereçada diretamente a você! Durante muitos anos em nosso país, o título ‘cristão’ foi fortemente desacreditado e queremos mudar isso”.

Além de posicionar-se contra os ideais feministas, elas também divulgam material sobre a perseguição aos cristãos e os males do comunismo no mundo.

 

Se não conseguir ver o vídeo CLICK no LINK abaixo.

 

https://www.facebook.com/idzpodprad/videos/10155807250439892/?t=0 

                                     

 

Fonte: informações de Cosmopolitan e Kobieta Via: gospelprime

 

 


Pastor evangélico lidera eleição na Costa Rica e vai ao segundo turno

Postado em 05/02/2018

   

Dois conservadores, Fabricio Alvarado e Carlos Alvarado disputarão a nova etapa eleitoral na Costa Rica.O deputado Fabricio Alvarado, um pregador evangélico conservador, foi o mais votado no primeiro turno da eleição presidencial, mas terá que disputar o segundo turno com o candidato governista Carlos Alvarado. Com 80,6% das urnas apuradas, Fabricio Alvarado, do partido conservador Restauração Nacional, obteve 24,8% dos votos, seguido do ex-ministro Carlos Alvarado, do governista Partido Ação Cidadã (PAC), com 21,6%. Os dois devem enfrentar nova disputa em 1º 1 de abril. 
A taxa de abstenção ficou em 33,88%, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com a lei eleitoral do país, caso nenhum candidato consiga pelo menos 40% dos votos, o segundo turno é disputado entre os dois que receberam mais votos no primeiro turno. O tribunal informou que a votação transcorreu sem incidentes e com uma grande participação. 
É a terceira vez que os costarriquenhos elegem um presidente em segundo turno. Desta vez o voto se dividiu entre 13 candidatos após uma difícil campanha concentrada em casamento homossexual e corrupção. Os dois candidatos celebraram a passagem para o nova etapa eleitoral. O pastor repetiu sua mensagem concentrada em "família, princípios e valores". 
— Hoje os costa-riquenhos saíram para votar e a mensagem é clara: a Costa Rica não quer mais do mesmo, não deseja mais as campanhas políticas de sempre. Por isto me uno ao movimento que foi criado de unidade, valores, de inovação e verdadeiro progresso — disse Fabricio. 
Seu rival, ex-ministro do Trabalho do atual governo, de 38 anos, afirmou que a próxima gestão deve ser um "governo de unidade nacional que abra o diálogo, que respeite as diferenças, que saiba transformar este país". Carlos citou desafios nas áreas de economia, segurança e infraestrutura para o próximo governo, enquanto os simpatizantes gritavam "Carlos presidente". 
Os costarriquenhos também elegaram 57 membros do Congresso. Segundo os resultados, o Partido Liberação Nacional (PLN) conseguiu obter a maioria de assentos, com 17 vagas, seguido do Restauração Nacional, com 14 cadeiras. Já o partido governista Ação Cidadã (PAC) ficou com dez assentos. 

AUGE DO CONSERVADORISMO 
Fabricio Alvarado, eleito em 2014 como único deputado do Restauração Nacional, se une a outros legisladores evangélicos em uma frente comum no Congresso, que se opõe à agenda progressista do presidente Luis Guillermo Solís em temas como diversidade sexual, aborto e fertilização artificial. Seu plano de governo inclui medidas de austeridade no gasto público, fim da corrupção e criação de empregos com investimento estrangeiro. 
No entanto, ele não detalhou precisamente ações econômicas concretas. Ainda que seu programa eleitoral reconheça a necessidade urgente de uma reforma fiscal para fortalecer as contas públicas cada vez mais debilitadas, o candidato assegurou em várias entrevistas durante a campanha que não vai elevar impostos, um tema amplamente rejeitado pelo povo costarriquenho. 
O auge dos conservadores no país também impulsionou Carlos Alvarado, aliado próximo de Solís, que foi recuperando espaço apesar do desencanto de suas bases diante de casos de corrupção que emergiram no Poder Executivo. 

CASAMENTO GAY DIVIDIU DEBATE ELEITORAL 
O deputado evangélico, que em dezembro estava com 3% nas pesquisas de intenção de voto, disparou no fim da campanha por sua postura contrária ao casamento gay após uma declaração realizada em 9 de janeiro pela Corte Interamericana de Direitos Humanos (CorteIDH) a favor da união homossexual. O analista político independente Jorge Vega explicou que o deputado conseguiu capitalizar este voto porque "não é um conservador de pose, é um homem da igreja evangélica": 
— Sem dúvidas, a religião impulsionou Fabricio Alvarado e isto se acentuou com veemência a partir da resolução da corte (interamericana) — disse ele. 
A insegurança também motiva a intenção de voto dos costarriquenhos diante de um drástico aumento no número de homicídios, que em 2017 alcançou 12,1 a cada 100 ml habitantes — o mais alto da História do país. 
O empresário Antonio Álverez Desanti, do PLN, chegou a ocupar o segundo lugar do primeiro turno, mas perdeu espaço para Carlos Alvarado e terminou com 18,9% dos votos. Ele reconheceu sua derrota: 
— A democracia o colocou (Carlos Alvarado) neste segundo turno — disse Desanti em um discurso diante de seus partidários. — O povo tomou uma decisão que não nos é favorável e devemos respeitá-la. 

 

Publicado originalmente em O Globo

 


Templo católico sobrevive a incêndio que há 50 anos queima cidade americana

Postado em 04/02/2018

        A igreja de cúpula azul: A igreja que sobreviveu ao incêndio foi erguida sobre uma pedra, em Centralina, na Pensilvânia (EUA)

Localizada no Estado da Pensilvânia, no nordeste dos EUA, Centralia foi "condenada à morte" desde que um incêndio começou - e nunca mais parou - a queimar em seu subsolo.

A cidade está em uma região marcada pela mineração do carvão. Há pouco mais de 50 anos, ela estava coberta por casas e jardins e abrigava por menos mil moradores. Hoje, restam apenas uma igreja, poucas casas e, segundo a última contagem oficial, seis pessoas.

Nos mapas, as estradas têm até nomes. Mas quem caminha por lá só encontra vias fantasmas sem placas, silenciosas, abandonadas.

Nessa paisagem, a única coisa que se destaca no horizonte é uma igreja branca com a cúpula azul. A congregação deixou o local, mas a igreja católica ucraniana ficou inteira.

Em 27 de maio de 1962, tudo mudou na cidade. Um fogo espalhou da superfície de uma mina para o subsolo e até hoje continua queimando, por causa do carvão.

Não se sabe como o fogo começou, mas a explicação mais plausível é, de acordo com autoridades locais, que trabalhadores atearam fogo numa lixeira.

Mais de US$ 7 milhões foram gastos para tentar conter o fogo. Mas o esforço e o investimento foram em vão. Em 1983, o Congresso americano aprovou um pacote de US$ 42 milhões para realocar os moradores da cidade.

Muita gente acredita que não há mais fogo ou que ele não represente perigo. Mas autoridades afirmam que ele pode queimar por mais de cem anos, por causa do material de fácil combustão encontrado no subsolo da região.

 

Fonte: BBC Brasil Via msn

 


Mais de 80 novas igrejas evangélicas são abertas por ano na Espanha, segundo relatório

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO EVANGELICAL FOCUS

Postado em 29/01/2018

   Evangélicos participam de evento na Espanha. (Foto: Evangelical Focus)

                                 Evangélicos participam de evento na Espanha. (Foto: Evangelical Focus)

O relatório semestral do Observatório do Pluralismo Religioso (do Ministério da Justiça espanhol) sobre locais de culto na Espanha foi publicado na última terça-feira (23), com dados atualizados até dezembro de 2017.

O relatório mostra que a abertura de locais de culto tem crescido como nos anos anteriores. De acordo com os dados do Observatório do Pluralismo Religioso, agora existem 4,045 templos evangélicos de culto em todo o país.

É a primeira vez na história que este número foi atingido pelas igrejas evangélicas. Houve um crescimento consistente ao longo da década, apesar das dificuldades econômicas da crise e dos obstáculos que muitas congregações encontram ao solicitar permissões para a construção ou abertura de seus locais de culto.

Relatório

Durante o 8º Congresso Evangélico realizado em julho de 2017 em Madri, um relatório detalhado foi apresentado com a quantidade de lugares de culto.

Dámaris Playá, coordenador da base de dados da Federação de Entidades Religiosas Evangélicas da Espanha (FEREDE em espanhol), disse que existem 3.800 lugares de culto, uma ligeira diferença que, como ela explicou, é devido aos diferentes padrões usados ​​para decidir o que é um lugar de culto, juntamente com alguns erros no registro oficial de igrejas que o Ministério da Justiça tem.

O chefe do "Centro de Evangelismo da Espanha", Máximo Álvarez, também registrou a tendência de crescimento "não só consistente, mas em ascensão", com figuras semelhantes às apresentadas pela FEREDE.

Seis novas igrejas por mês

"Uma igreja e meia está sendo plantada na Espanha a cada semana, o que somam seis igrejas por mês, ou seja, 82 igrejas por ano. Esses números continuam crescendo, graças às iniciativas de plantação de igrejas que estão sendo realizadas por igrejas e denominações", disse Álvarez em uma entrevista com o site de notícias on-line espanhol, o Protestante Digital.

Além disso, o relatório estatístico acrescenta uma revisão sobre a ação social das minorias religiosas na Espanha. Na seção dedicada à ação social evangélica, o relatório destaca os projetos e o trabalho da Diaconia, o ramo social da FEREDE.

 


Governo da China destrói mais uma igreja e cristãos temem perseguição

Postado em 12/01/2018

                   

O temor de uma possível perseguição aos cristãos por parte do governo se acentuou após demolição de mais uma igreja no norte da China; a segunda em menos de mês.

A igreja Golden Lampstand ficava em Linfen, cidade localizada na província de Shanxi.

Testemunhas e o pastor da igreja, que conversaram com o jornal britânico The Guardian, disseram que a construção foi derrubada com uma série de explosivos no último domingo. Após a demolição do prédio, a equipe destruiu as peças restantes.

A Golden Lampstand foi construída há mais de um século e custou um total de 17 milhões de yuan (8,4 milhões de reais) na época.

Autoridades do governo negaram a demolição, mas, a ONG Cristã ChinaAid, situada nos Estados Unidos, divulgou imagens das ruínas do templo evangélico.

O temor de uma possível perseguição aos cristãos por parte do governo se acentuou após demolição de mais uma igreja no norte da China; a segunda em menos de mês.

A igreja Golden Lampstand ficava em Linfen, cidade localizada na província de Shanxi.

Testemunhas e o pastor da igreja, que conversaram com o jornal britânico The Guardian, disseram que a construção foi derrubada com uma série de explosivos no último domingo. Após a demolição do prédio, a equipe destruiu as peças restantes.

A Golden Lampstand foi construída há mais de um século e custou um total de 17 milhões de yuan (8,4 milhões de reais) na época.

Autoridades do governo negaram a demolição, mas, a ONG Cristã ChinaAid, situada nos Estados Unidos, divulgou imagens das ruínas do templo evangélico.

 

Autoridades do governo negaram a demolição, mas, a ONG Cristã ChinaAid, situada nos Estados Unidos, divulgou imagens das ruínas do templo evangélico.

Há menos de um mês, uma igreja católica erguida 20 anos atrás também foi demolida na província vizinha de Shaanxi.

A igreja de Golden Lampstand reunia cerca de 50 mil fiéis na China. Assim como a Lampstand, pequenas congregações são comuns no país comunista e têm sido alvo de perseguições do partido oficial.

As religiões cristãs são vistas como inimigas dos valores comunistas e segundo, o Partido Comunista, são ameaças à ordem social.

Na teoria, a China possui liberdade religiosa. Na prática, porém, é fortemente controlada pelo governo, o que levou ao surgimento de igrejas informais nas casas. Com frequência, pastores são presos, e construções, derrubadas.

 

 

Fonte: Veja.com Via http://folhagospel.com 


Pesquisa científica derruba argumentos da ideologia de gênero em crianças

Postado em 12/01/2018

           Sala de aula do ensino fundamental no Reino Unido

Um estudo recente, de autoria do pesquisador John A. Barry, do Institute for Women’s Health (University College London), descobriu que as crianças escolhem brincar com os brinquedos referentes ao seu gênero. Os meninos brincam com mais brinquedos típicos do sexo masculino do que as meninas. Já as meninas brincaram com mais brinquedos típicos das mulheres, mais do que os meninos.

O estudo, “Diferenças de sexo nas preferências de brinquedos infantis: uma revisão sistemática de análise” (Sex differences in children’s toy preferences: A systematic review, meta-regression and meta-analysis), analisou estudos de 1980 a 2016. As observações resultam de pesquisas com 787 meninos e 813 meninas com idades de um a oito anos.

Barry e seus colegas analisaram as preferências de brinquedos específicos de gênero e consideraram fatores como a presença de um adulto, cenário de estudo, presença de brinquedos neutros em termos de gênero e igualdade de gênero do país. Os estudos foram realizados nos Estados Unidos, Canadá, Europa, Israel e China. Os pesquisadores excluíram estudos que dependiam de dados auto-relatados de pais ou filhos.

Em vez disso, os 16 estudos na meta-análise foram todos observacionais de crianças em brincadeiras de forma livre.

Pesquisas anteriores descobriram que crianças com menos de nove meses de idade preferem brincar com brinquedos específicos para seu próprio gênero. Como resultado deste estudo recente, os cientistas descobriram que, em geral, as crianças escolheram brinquedos voltados para o seu gênero específico.

Eles concluíram que “as diferenças de gênero na escolha de brinquedos existem e parecem ser o produto tanto das forças internas como das forças sociais. Apesar da variação metodológica na escolha e no número de brinquedos oferecidos, contexto de testes e idade da criança, a consistência na busca de diferenças sexuais nas preferências das crianças para os brinquedos digitados em seu próprio gênero, indica a força desse fenômeno e a probabilidade de ter uma origem biológica”.

“O tempo de brincadeira dos meninos aumentou à medida que eles envelheceram, mas o mesmo padrão não foi encontrado nas meninas. Isso indica que os efeitos sociais estereotipados podem persistir mais para os meninos ou que existe uma maior predisposição biológica para determinados estilos de jogo em meninos”, ressalta.

“Este recente estudo do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade de Londres, prova ainda que o gênero não é uma construção social”, disse Mat Staver, fundador e presidente do Conselho de Liberdade. “Deus criou homens e mulheres e nenhum protesto de ativistas LGBT mudará a ordem natural criada. O estudo de Barry claramente confirma que mesmo crianças pequenas conhecem suas diferenças genéticas e como Deus as criou”, disse Staver.

 

Fonte: https://guiame.com.br  Via http://folhagospel.com 


Comunidade hindu no Nepal celebra início do festival Swasthani

Postado em 02/01/2018

               Hindus se alinham para um grande banho coletivo no Rio Hanumante. EFE/EPA/NARENDRA SHRESTHA

A comunidade hindu do Nepal iniciou nesta terça-feira as celebrações pelo festival Swasthani, durante o qual os devotos se banham em vários rios sagrados do país do Himalaia para lavar os seus pecados e atrair a prosperidade para suas famílias.

Esta celebração religiosa, também conhecida como Madhav Narayan, é dedicada ao Deus da destruição Shiva e à Deusa Swasthani, e durante o mês de duração as margens de vários rios sagrados do Nepal ficam lotados com centenas de milhares de fiéis.

"Esperamos que mais de 2 milhões de devotos venham se banhar aqui durante o festival", afirmou à Agência Efe Jeevan Shrestha, vice-presidente do comitê organizador do festival no rio Salinadi, nos arredores de Katmandu.

Os fiéis também comparecem a outros rios como o Hanumanghat, a cerca de 15 quilômetros da capital, em comemorações nas quais as mulheres devem se vestir de vermelho e os homens têm que rolar pelo chão antes de entrar na água.

"Tomar um banho sagrado nos rios durante o festival (...) lavar os pecados", disse à Agência Efe o sacerdote hindu Uttam Baral.

Além disso, nos lares é lida todas as noites uma parte da lenda de Swasthani, com 31 capítulos que narram as origens da Terra, o suicídio de Satyawati, a primeira esposa de Shiva, e como Parvati se tornou em sua segunda mulher.

"Acredita-se que recitar essas histórias agrada deusa Swasthani, que cumpre com os desejos dos devotos para superar suas adversidades", concluiu o sacerdote Baral.

A veneração à deusa Swasthani, uma festividade que só é comemorada no Nepal, é única em cada povo, com comemorações e tradições diferentes.

Com uma população de cerca de 30 milhões de habitantes, o Nepal conta com uma maioria de indianos, que representam 81% da população, enquanto cerca de 9% são budistas.

 

Fonte: https://www.efe.com 

 


DESCOBERTO EM JERUSALÉM SELO DE GOVERNADOR COM 2700 ANOS, CITADO APENAS NA BÍBLIA

Postado em 02/01/2018

                  Jerusalém Israel Selo de Governador

Segundo a AFP, arqueólogos israelitas descobriram um raro selo em barro com 2700 anos que pertenceu a um governador de Jerusalém. O objeto redondo, tem a dimensão de um botão e foi encontrado num edifício perto do Muro das Lamentações, na Cidade Velha de Jerusalém.

O achado apresenta a gravação em hebreu da expressão “para o governador da cidade”. Esta é a primeira vez que a expressão “governador de Jerusalém”, conhecida da Bíblia, é encontrada num objeto em concreto naquela cidade. No selo figuram ainda dois homens trajados com roupas da época, um de frente para o outro, de mãos dadas, com o que parece ser uma lua entre as mãos.

descoberta, referente a uma figura, apenas citada na Bíblia, data do século VII a.C., e foi realizada na segunda-feira, no âmbito de uma escavação arqueológica a decorrer na Cidade Velha de Jerusalém, junto à Muralha Ocidental. O selo não menciona visivelmente o nome do dirigente de Jerusalém e será submetido a exames científicos para confirmar a sua originalidade e o seu vínculo com a cidade.

De acordo com a arqueóloga Shlomit Weksler-Bdolah, coordenadora da escavação, esta é sem dúvida uma descoberta incomum. Esta é a primeira vez que se encontra um artefacto daquela época que refere concretamente o governador de Jerusalém. A importância desta descoberta reside no facto de que até agora, só conhecíamos a expressão ‘governador da cidade’ pela Bíblia”; “é a primeira vez que encontramos esta referencia num contexto arqueológico”, sublinhou em declarações à AFP, citadas pelo The Japan Times.

A descoberta e o respetivo anúncio pela Autoridade das Antiguidades de Israel surge num momento de ressurgimento da tensão entre israelitas e palestinianos, na sequência da decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

 

Fonte: https://shifter.pt  

 


Assembleia da ONU rejeita decisão dos EUA sobre Jerusalém

Postado em 21/12/2017

             Resultado da votação é exibido no telão durante Assembleia Geral da ONU, em Nova York: Resultado da votação é exibido no telão durante Assembleia-Geral da ONU, em Nova York

            © Getty Images Resultado da votação é exibido no telão durante Assembleia-Geral da ONU, em Nova York

A Assembleia-Geral das Nações Unidas votou a favor de uma resolução que pede a retirada do reconhecimento de Jerusalém como capital israelense pelos Estados Unidos. O texto afirma que qualquer decisão individual sobre o status da cidade é “nula e sem validade” e deve ser cancelada imediatamente.

A resolução foi aprovada por 128 Estados da ONU, com 35 abstenções e apenas nove votos contrários. A votação foi alvo de uma forte pressão da administração de Donald Trump, que ameaçou cortar os fundos humanitários dos países que apoiarem a medida.

A resolução que a Assembleia de 193 países aprovou não menciona a decisão de Trump, mas expressa “uma profunda preocupação com as recentes decisões acerca do estatuto de Jerusalém”. Apesar de ser uma decisão simbólica, não vinculativa, demonstra mais uma vez o descontentamento geral com a medida americana.

Anunciada em 6 de dezembro, a decisão de Trump de reconhecer Jerusalém rompeu com o consenso internacional de que o status da cidade só seria definido com negociações entre israelenses e palestinos, deflagrou protestos em todo mundo muçulmano e provocou uma forte condenação da comunidade internacional.

A Assembleia-Geral realizou a sessão de emergência desta quinta para votar a proposta depois que os Estados Unidos vetaram um texto similar na segunda-feira no Conselho de Segurança.

Turquia e Iêmen solicitaram a reunião urgente da Assembleia em nome do grupo de países árabes e da Organização de Cooperação Islâmica (OCI). Ao contrário do Conselho de Segurança, nenhum país tem poder de veto na Assembleia Geral.

Os países que votaram contra a resolução nessa quinta, além de Estados Unidos e Israel, foram Guatemala, Honduras, Ilhas Marshall, Micronésia, Nauru, Palau e Togo.

Ameaças americanas

A aprovação da resolução ocorreu apesar das ameaças de Nikki Haley, embaixadora americana na ONU, que disse que Washington lembraria quais nações “desrespeitaram” os Estados Unidos votando contra seu país.

Na terça-feira, o ministro palestino das Relações Exteriores, Riyad al-Malki, já havia criticado os Estados Unidos por suas ameaças constantes. “Os Estados Unidos estão cometendo outro erro ao (…) ameaçar os países e suas decisões soberanas sobre como votar”, declarou Al-Malki.

Antes da votação, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, também pediu que o mundo não se deixasse comprar pelos dólares do governo americano. “Chamam os Estados Unidos de berço da democracia. O berço da democracia tenta comprar com dólares a vontade do mundo”, afirmou o líder turco em discurso em Ancara, transmitido ao vivo pela emissora CNNTürk.

Os palestinos comemoraram o resultado da votação. “Esta decisão reafirma que a justa causa dos palestinos tem o apoio internacional (…) Vamos prosseguir com os nossos esforços na ONU e em outros fóruns internacionais para acabar com a ocupação (israelense) e criar um Estado palestino tendo Jerusalém Oriental como capital”, afirmou o porta-voz do presidente palestino Mahmud Abbas.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, rejeitou a votação desta quinta na ONU – “uma casa das mentiras”, segundo ele. “Jerusalém é a capital de Israel, reconheça a ONU, ou não”, frisou antes mesmo da aprovação da resolução.

 

Fonte: http://veja.abril.com.br/ Via https://www.msn.com 

 


Evangélicos e católicos se unem contra a ideologia de gênero

Postado em 20/12/2017

  Movimento Gênesis – Homem e Mulher os Criou é uma ação contra a ideologia de gênero

                      Movimento Gênesis – Homem e Mulher os Criou é uma ação contra a ideologia de gênero

Comunidades evangélicas e católicas se uniram na criação de um projeto contra a ideologia de gênero. O Movimento Gênesis – Homem e Mulher os Criou, tem como objetivo reforçar o conceito de que a família, baseada no casamento entre um homem e uma mulher, é um projeto de Deus para o desenvolvimento saudável da sociedade e do ser humano. Nascido em Curitiba, o movimento já está se espalhando por todo o país.

“Queremos fortalecer esse ensino bíblico e mostrar que é esse o projeto que Deus tem para a sociedade: a família como célula principal”, explica Dorgival Pereira, coordenador da Associação das Igrejas Batistas da Grande Curitiba (BGC) e um dos organizadores do movimento, cujo lançamento foi marcado pelas celebrações do domingo (10/12) em igrejas evangélicas e católicas. Nas missas e cultos, homens compareceram vestidos de azul e mulheres de rosa.

“Nessa data celebramos o Dia da Bíblia e quisemos dar ênfase a esse aspecto de que a família nasceu no coração de Deus. Que é algo bíblico!”, diz Pereira. A adesão ao movimento foi expressiva. Segundo Pereira, representantes de 28 igrejas evangélicas e da Igreja Católica estiveram presentes na reunião de organização. “Isso representa 80% dos cristãos da grande Curitiba”, diz.

O arcebispo de Curitiba, dom José Antônio Peruzzo, enviou uma carta aos padres de sua arquidiocese pedindo para que na homilia do domingo se enfatizasse “o valor da família, da comunhão familiar, da afetividade e do respeito pela identidade sexual que a natureza nos dotou”, assumindo “posições claras em favor do que nossa fé e doutrina eclesial nos ensinam”.

Além de instituições como a Convenção Batista Brasileira (CBB), a Associação das Igrejas Batistas da Grande Curitiba (BGC) e o Movimento Ecumênico de Curitiba (MOVEC), a iniciativa tem o apoio das igrejas Presbiteriana, Luterana, Assembleia de Deus, Sara Nossa Terra, Metodista, Quadrangular, Menonita e as paróquias da Igreja Católica da Arquidiocese de Curitiba.

De acordo com Pereira, o movimento não tem o objetivo de ofender ou de contra-atacar outros movimentos como o LGBT e nem aqueles favoráveis à ideologia de gênero. A ideia é se posicionar diante de algo que não lhes agrada e reforçar o conceito bíblico de família. “Nós nos sentimos tristes que esses movimentos queiram induzir e impor que as famílias, e principalmente as crianças, aceitem uma concepção que não está de acordo com a bíblia”, diz. “Acreditamos que a ideologia de gênero causa confusão psicológica e sexual na criança”.

“Não se quer ir à procura de inimigos para combatê-los. Não é ‘guerra santa’. Mas não podemos contemplar, resignados, tantas formas subliminares ou explícitas de desfiguração do que é elemento unificador de qualquer pessoa humana: a sua afetividade”, escreveu Peruzzo na carta aos padres de Curitiba. “A necessária tolerância não nos autoriza a atitudes ‘incolores’ ou ‘inodoras’”.

O movimento não deve se limitar a atos como o que aconteceu nesse fim de semana. Durante todo o próximo ano, materiais explicativos sobre o tema deverão ser divulgados nas redes sociais e reuniões com membros da área médica, científica e jurídica também estão no plano de ações.

O movimento também já demonstrou sua insatisfação em relação à proposta da Base Nacional Curricular Comum (BNCC) e produziu um documento assinado por advogados da Primeira Igreja Batista de Curitiba (PIB) e da Arquidiocese de Curitiba, para ser enviado a Brasília. O material foi encaminhado ao Ministério da Educação através do senador Magno Malta (PR-ES).

 

Fonte: http://folhagospel.com 

 


Atentado terrorista à igreja evangélica no Paquistão deixa nove mortos

Por Jarbas Aragão

Postado em 17/12/2017

    

Dois homens-bomba atacaram uma igreja evangélica na cidade de Quetta, no oeste do Paquistão, neste domingo (17). Pelo menos nove pessoas morreram, e mais de 50 ficaram feridas, segundo as primeiras notícias.

A igreja metodista Bethel Memorial foi invadida perto do meio-dia (horário local). Segundo testemunhas, um terrorista se explodiu no local logo no início do culto. Em seguida, houve um tiroteio e um segundo homem foi morto antes de conseguir detonar seu colete.

Cerca de 400 pessoas estavam no local, segundo a polícia. Quetta é a capital e maior cidade do Baluchistão, província paquistanesa que fica na fronteira com o Afeganistão e sofre com constantes ataques terroristas de extremistas islâmicos.

O ministro do Interior do Baluchistão, Sarfraz Bugti, explicou que “Os terroristas tinham armas e queriam tomar reféns dentro da igreja. A polícia e os guardas do exército impediram que isso acontecesse”. Ele destacou que o Paquistão está travando uma luta contra o terrorismo e que estão esperando mais ataques desse tipo. Forças policiais foram deslocadas para reforçar a segurança nas proximidades de todas as igrejas, por isso conseguiram evitar mais mortes.

Segundo a inspetora geral da polícia Moazzam Ansari, os dois homens-bomba tinham entre 16 e 20 anos e seriam irmãos. O colete suicida que foi desarmado continha 15 quilos de material explosivo. Policiais e soldados evacuaram o templo.

A igreja metodista realizava o “Programa de Natal da Escola Dominical” no momento do ataque. O templo estava cheio de crianças, que foram receber presentes.

O ministro Chefe Sindh, Murad Ali Shah, condenou o ataque e expressou sua solidariedade com as famílias das vítimas. “O ataque à igreja foi um ato covarde de extremistas”, disse ele. Os cristãos são minoria (1,6%) no Paquistão, onde mais de 90% dos cerca de 200 milhões de habitantes é islâmica.

No ano passado, 60 cristãos foram mortas  após a explosão de uma bomba em um parque, onde cristãos comemoravam a Páscoa. O último ataque suicida contra uma igrejas no país ocorreu em 2013, quando 82 pessoas morreram.

Em nota publicada na internet horas após o atentado deste domingo, o Estado Islâmico afirmou ser responsável pelo ataque.

 

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br

 


Teólogo Reformado R. C. Sproul morre aos 78 anos

Postado EM 15/12/2017

            Resultado de imagem para imagens de r c sproul

O teólogo reformado Robert Charles Sproul, 78 anos, faleceu na última quinta-feira, 14 de dezembro, em decorrência de problemas respiratórios,após doze dias de internação.

Pastor e escritor, o teólogo ficou conhecido por suas iniciais, R. C., e serviu como ministro na Igreja Presbiteriana de St. Andrews Chapel, na Flórida (EUA). Ele também fundou o ministério Ligonier e tornou-se mundialmente conhecido por seus livros.

Profícuo escritor, publicou mais de 60 livros, deu aulas e palestras em seminários e congressos ao redor do mundo, além de também se dedicar, ao longo de décadas, ao programa de rádio Renewing Your Mind (“renovando vossa mente”, em tradução livre), transmitido nos Estados Unidos e reproduzido em outros sessenta países.

No Brasil, aproximadamente 20 livros do autor foram publicados, e seu trabalho influenciou gerações de teólogos e líderes cristãos.

“R.C. foi usado pelo Senhor para proclamar, ensinar e defender a santidade de Deus em toda a sua plenitude. Através de seu ministério de ensino, muitos de nós aprenderam que Deus é maior do que pensávamos, nosso pecado está mais profundamente enraizado do que imaginamos, e a graça de Deus em Jesus Cristo é esmagadora”, contextualizou uma nota no sitedo ministério Ligonier.

“[Ele] foi para casa para estar com seu Senhor na tarde do dia 14/12, cercado por sua esposa, Vesta, e sua família. Ele estava internado no hospital de Altamonte Springs, Flórida. Faleceu aos 78 anos de idade”, informou a nota.

Legado

Mesmo com toda formação e atividade, R. C. Sproul poderia ser definido em apenas uma palavra: evangelista. Reiteradamente afirmou que sabia que Deus não precisava dele, mas já que estava na jornada, sempre se preocupou em levar uma mensagem que trouxesse um “despertar às pessoas em todo o mundo sobre as verdades do cristianismo clássico”.

De acordo com informações do portal Christianity Today, o pastor Russell Moore, presidente da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa do Seminário Batista do Sul, comentou a morte de R. C. e afirmou que “é difícil dimensionar sua influência no evangelicalismo evangélico”.

“Através de seu ministério de ensino, muitos de nós aprendemos que Deus é maior do que o que sabíamos, nosso pecado está mais profundamente enraizado do que imaginamos, e a graça de Deus em Jesus Cristo é esmagadora”, resumiu a nota do ministério Ligonier.

 

Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br/ 

 


Igreja Universal é investigada por de tráfico de crianças

Postado em 11/12/2017

                      Resultado de imagem para imagens da igreja universal

São Paulo – O Ministério Público de Portugal abriu inquérito sobre uma suposta rede de adoção ilegal de crianças portuguesas ligadas à Igreja Universal do Reino de Deus, segundo o jornal Público, de Portugal.

A emissora de televisão TVI fez uma série de reportagens, que começam a ser veiculadas hoje, ligando o bispo Edir Macedo, líder da Universal, a uma rede internacional de adoção ilegal.

A reportagem, chamada “O segredo dos Deuses”, afirma que os chamados “netos” de Edir Macedo seriam crianças roubadas e levadas a um orfanato ilegal mantido pela Universal.

Segundo a TVI, a igreja mantinha um lar de adoção ilegal na década de 1990, no qual famílias pobres deixavam as crianças, sem conhecimento da Justiça. As crianças, então, eram retiradas do país e registradas como filhos biológicos de bispos e pastores da igreja.

A Igreja Universal respondeu ao Público afirmando que “toda a matéria que a TIV pretende veicular assenta no relato e colaboração de Alfredo Paulo Filho”, que deixou a instituição em 2013 por “condutas impróprias”.

Sobre as adoções, a Universal afirma que “ocorreram em Portugal e foram decretadas pelo Tribunal de Família e Menores de Lisboa”, e que “todos os ditos ‘netos’ foram adotados pelo sistema legal português”.

 

Fonte: Exame.com Via msn.com 

 


Cristãos são vítimas em 80% dos atos de discriminação religiosa

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO WORLD WATCH MONITOR

Postado em 07/12/2017

         Os líderes cristãos estão alertando sobre a situação dos crentes em Jesus no Oriente Médio. (Foto: Reprodução).

Apesar de representar apenas 30% da população global, os cristãos são vítimas em 80% dos atos de discriminação religiosa. A informação foi divulgada durante uma conferência em Washington na última terça-feira (5). As estatísticas são da Sociedade Internacional dos Direitos Humanos e foram apresentadas na 3ª Conferência Internacional sobre Liberdade Religiosa. Trata-se de um evento anual iniciado em 2014 e visa observar a situação dos cristãos no Oriente Médio.

"A liberdade de pensamento e crença estão subjacentes às economias mais inovadoras e vibrantes da história humana", disse o secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, na conferência. "Isso é, pelo menos parcialmente, por que é preocupante ver um ressurgimento da perseguição aos cristãos nos últimos anos", complementou.

Enquanto isso, o bispo Angaelos, do Reino Unido, disse antes da conferência que a perseguição cristã é subestimada. "É hora de trabalharmos juntos. É uma epidemia que está se espalhando pelo mundo e afeta a todos", afirmou.

Destruição bárbara

Tais comentários foram reverberados por líderes cristãos, como o Arcebispo de Canterbury, que em novembro usou a mesma palavra - "epidemia" - ao exigir salvaguardas robustas contra a ideologia extremista.

Em uma declaração, escreveram: "Em muitos países do Oriente Médio e África há perseguição aos cristãos, manifestada em matanças em massa, a destruição bárbara de igrejas, a profanação de locais sagrados e a expulsão de milhões de pessoas de suas casas", ressaltou.

Referindo-se ao Oriente Médio, expressaram preocupação com a rápida emigração de cristãos, bem como "formas mais sutis de discriminação, onde a vida é tão difícil que é mais fácil para eles deixar sua antiga pátria do que ficar".

 

 


Programa da Globo diz que Deus é LGBT e o diabo, conservador

Postado em 03/12/2017

                  

O programa humorístico dos sábados na rede Globo, o Zorra, voltou a fazer piada com temas religiosos. O esquete mais longo do programa deste sábado (2), era intitulado “Deus mulher”. Ele durou três minutos e meio, enquanto outras piadas foram contadas em menos de 30 segundos, o que mostra uma grande elaboração.

Fé cristã é uma piada?

Esta não foi o primeiro esquete do Zorra que zomba do cristianismo, algo que vem sendo recorrente desde o final do ano passado. Contudo, pode ser considerada a que traz a mensagem mais forte. Afinal, tenta minar a ideia de que Deus pode ser conhecido pela Bíblia e que existe apenas um Deus verdadeiro.

Estudos de semiótica e de análise do discurso poderiam mostrar muito bem que se trata de algo pensado minuciosamente, pois usa técnicas refinadas de associação. Welder Rodrigues já interpretou pastores em outros programas do Zorra, quase todos desonestos. Nesse esquete, o diabo se refere à atividade dele como “negócios”.

Também chama atenção para as ideias associadas a Deus tanto em palavras como em imagem. O Deus cristão é, também, o deus dos árabes (Allah), ainda que suas descrições na Bíblia e no Alcorão indiquem o contrário. A associação com um LGBT também é claramente associada com a frase “posso ser o que eu quiser” usada várias vezes no quadro. Trata-se de um dos lemas da ideologia de gênero.

Ao invés de simplesmente atacar a fé ou tentar dizer que Deus não existe, a opção é mostrar que todos os cristãos têm a ideia errada de Deus. E mais ainda: a associação do diabo com a ideia de “conservador” é parte do discurso libertário dos movimentos de esquerda nas redes sociais que, literalmente, demonizam o conservadorismo. Com as eleições se aproximando, é visível o objetivo aqui.

A grosso modo, o Zorra fez em 2017 o mesmo que o Porta dos Fundos fez em 2013 em um de seus esquetes mais famosos, onde revela-se que o deus verdadeiro é polinésio. Embora marcado pelo bordão “errou feio, errou rude”, a verdadeira mensagem era mostrar que ninguém pode saber como deus é na verdade. No final do vídeo, a mulher (Clarisse Falcão) diz que seu desejo era poder anunciar o engano ao pastor Silas Malafaia quando ele morresse.

Tanto na internet como na TV, os esquetes põem os pastores no “centro” do erro, numa visível associação com todos os seguidores da fé evangélica.

Quando foi reformatado, no não passado o principal roteirista do Zorra, Marcius Melhem, disse em entrevistas que a proposta era fazer um humor “popular e inteligente”. Para alcançar esse objetivo, disse que orientou os escritores das esquetes a evitar “o sexismo, as piadas homofóbicas e preconceituosas”.

Ao que parece, para a Globo ninguém pode ser ofendido, com exceção dos cristãos.

 

 

 

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br 

 


Israel bombardeia base iraniana na Síria 

Benjamin Netanyahu mandou recado a Teerã em vídeo

                       

Doze militares iranianos foram mortos em um ataque aéreo israelense contra uma base iraniana instalada na Síria na noite de sexta-feira, informou a mídia do Oriente Médio.

Segundo relatos do canal de televisão Al-Mustaqbal, do Líbano, e da rede saudita da Al-Arabiya, a Guarda Revolucionária do Irã admitiu as mortes em grupos privados do Telegram, mas não fez nenhum comunicado oficial ainda.

Até o momento, as autoridades sírias não se manifestaram, mas a agência oficial SANA informou que Israel disparou vários mísseis contra uma instalação militar perto da capital da Damasco, causando danos. Também comemorou o fato de que as defesas aéreas sírias conseguiram derrubar dois dos mísseis israelenses.

                   Síria em janeiro.

Embora nem Teerã nem Damasco admitam, o local atacado foi uma base que o Irã vem construindo perto da cidade de al-Qiswa, que foi fotografada por satélites e revelado ao mundo recentemente em reportagem da emissora britânica BBC. O local fica a 50 quilômetros da fronteira norte de Israel.

Nas fotos divulgadas pela BBC é possível identificar que surgiram várias construções no local entre janeiro e outubro deste ano. Seriam cerca de 20 edifícios grandes, mas de baixa altura – provável habitação de soldados e veículos.

O regime do presidente Bashar al-Assad e o grupo terrorista libanês Hezbollah inicialmente relataram que caças israelenses invadiram o espaço aéreo da Síria e bombardearam um depósito de munições.

Embora o governo de Israel, em geral, não comente sobre ataques “não oficiais”, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu parece ter quebrado o protocolo e publicou um vídeo com um aviso claro ao mundo, dizendo que o Estado judeu não tolerará uma presença militar iraniana na Síria.

Na breve mensagem, Netanyahu diz: “Deixe-me reiterar a política de Israel: não permitiremos que um regime maligno que promete a aniquilação do Estado judeu tenha armas nucleares. Não permitiremos que esse regime se estabeleça militarmente na Síria, como pretende fazer, com o propósito expresso de erradicar nosso estado”.

Há meses Israel vem alertando que o Irã está tentando estabelecer uma presença permanente na Síria dentro de seus esforços para controlar um corredor terrestre do Irã até o Mar Mediterrâneo, que poderia expandir grandemente sua influência em todo o Oriente Médio. 

 

Fonte: gospelprime  Com informações de Times of Israel e Aljazeera

 

 


Estudantes pregam “morte aos cristãos” em protesto na Bahia

Postado em 18/11/2017

                     A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre 

Estudantes da Universidade Federal da Bahia (UFBA) organizaram um protesto na última segunda-feira, 13 de novembro, contra a exibição do filme O Jardim das Aflições, dirigido por Josias Teófilo e que fala sobre a vida e conceitos do filósofo Olavo de Carvalho, um dos principais defensores do conservadorismo no Brasil.

Durante a manifestação dos estudantes universitários, cartazes com pedidos de “morte aos cristãos” foram usados, o que configura crime de ódio e repete o discurso usado por líderes comunistas no passado para justificar genocídios que resultaram na morte de mais de 100 milhões de pessoas ao longo dos anos.

O Jardim das Aflições vem sendo alvo de uma campanha de perseguição por parte da ala esquerdista da sociedade, incluindo professores e universitários. Em 27 de outubro, durante uma exibição do filme na Universidade Federal de Pernambuco, militantes de esquerda cercaram e agrediram, física e verbalmente, os convidados para a sessão e o debate sobre a história de vida do filósofo.

O próprio Olavo de Carvalho usou o Facebook para publicar uma foto do cartaz que pede “morte aos cristãos”, e destacar que essa é a visão do grupo político que alega agir em nome da igualdade econômica, social e cultural, e que prega tolerância em bandeiras como a do ativismo LGBT.

Crime

O Código Penal Brasileiro estipula como crime, em seu artigo 286, a incitação pública à prática de crime, com pena de prisão de três a seis meses, ou multa. Também é crime a apologia ao crime ou ao criminoso, segundo o artigo 287, com pena semelhante.

No entanto, a intolerância religiosa na forma de preconceito também é descrita como crime de ódio na lei nº 7.716: “Art. 20: Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”.

O próprio Código Penal, no artigo 147, também aborda a questão das ameaças, definindo como crime “ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar-lhe mal injusto e grave”, com pena de prisão de um a seis meses, ou multa.

Simbólico

O procurador aposentado Rogério Tadeu Romano afirmou, em um artigo para o JusBrasil, que a incitação à violência não necessita da consumação do ato para estar configurada como uma infração penal.

“O crime de incitação, crime contra a paz pública, pode ser praticado por qualquer meio idôneo de transmissão de pensamento (palavra, escrito ou gesto). Não basta uma palavra isolada ou uma frase destacada de um discurso ou de um escrito”, pontuou.

“A incitação deve referir-se a prática de um crime (fato previsto pela lei penal vigente como crime) e não mera contravenção. Deve a incitação se referir a um fato delituoso determinado, exigindo o dolo genérico, sendo crime formal que se consuma com a incitação pública, desde que seja percebida ou se torne perceptível a um número indeterminado de pessoas, independentemente de qualquer outro resultado ou consequência da incitação”, acrescentou.

O que se mostra preocupante é que o crescimento da pregação odiosa a cristãos no Brasil acontece diante da omissão das autoridades, assim como do Ministério Público, que em muitos casos, age como um entusiasta das ideologias “progressistas” pregada pela esquerda como se estas fossem uma espécie de novo padrão moral irrefutável.

Veja o vídeo:

             

Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br 

 

 


Convenção mundial de ateus é cancelada por falta de público

Postado em 14/11/2017

              Richard Dawkins, um dos principais palestrantes da Convenção Mundial de Ateus

                               Richard Dawkins, um dos principais palestrantes da Convenção Mundial de Ateus

A Convenção Mundial de Ateus 2018, que seria a maior reunião de ateus, foi cancelada devido à falta de público interessado.

O evento ocorreria de 9 a 11 de fevereiro em Melbourne, na Austrália, tinha como lema “Razão para a Esperança” e contava entre seus convidados com ateus populares como Richard Dawkins (foto), Ben Goldacre e o autor de “Os versos satânicos”, Salman Rushdie.

Os organizadores da conferência “Reason To Hope” (“Razão para Esperar”), que estava programada para realizar-se em fevereiro do próximo ano, explicaram que a venda de ingressos foi “substancialmente abaixo das expectativas” e este foi o motivo do cancelamento do evento.

Em um artigo publicado no jornal australiano ‘The Sydney Morning Herald’, o reitor da igreja anglicana de St. Mark, em Darling Point, na Austrália, Michael Jensen, disse que “a discussão completa e franca das ideias fundamentais faz parte do que uma cultura saudável. Uma Convenção Ateísta Global deve ser bem-vinda, porque cada vez que as pessoas pensam sobre Deus e sobre o significado da vida é um momento em que consideramos mais profundamente o valor e o propósito da vida humana. Isso nos torna cidadãos melhores”.

O cancelamento da Convenção ocorre apesar do aumento dos ‘sem religião’ na Austrália. O censo de 2016 mostrou que o número de australianos que se declaram “sem religião” aumentou para 29,6%, ultrapassando o número de católicos (22,6%). O número total de cristãos ainda representava um total de 51% da população, mas aqueles que se denominam “sem religião” quase dobraram, sendo que eram apenas 16% 2001.

Enquanto isso, a maior reunião cristã da Austrália – a Conferência Hillsong em Sydney – aumentou o número de inscrições nos últimos três anos. A Igreja Hillsong informou em seu relatório anual de 2016 que a Conferência de 2016 apresentou uma frequência de 31 mil pessoas, comparada a 22 mil em 2014.

O site cristão ‘Eternity News’ entrou em contato com a organização da Convenção Ateísta para comentar a notícia, mas não recebeu uma resposta. No Facebook, os organizadores expressaram sua decepção pelo cancelamento e estão incentivando os ateus a manterem seu interesse em participar de outros da Fundação Ateísta no futuro.

 

Fonte: http://folhagospel.com 

 


São Paulo ganha exposição permanente dedicada ao Holocausto judeu

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA FOLHA DE SP

Postado em 11/11/2017

            A mostra resguarda as lembranças do episódio que marcou a história mundial. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress).

Uma exposição permanente foi instalada na primeira sinagoga do Estado de São Paulo, no bairro Bom Retiro. Trata-se do Memorial da Imigração Judaica que inicia suas atividades neste domingo (12), sendo totalmente dedicada ao Holocausto judeu.

Para abrigar a iniciativa, foi instalado um novo andar na sinagoga especialmente para resguardar as lembranças do episódio que marcou a história mundial. O espaço passa a ser chamado de “Memorial da Imigração Judaica e do Holocausto”.

Diretor de projetos educacionais do memorial, Reuven Faingold afirma que a ideia de criar a mostra é justificada pelo momento histórico. Ele que também é membro da curadoria, explica: "Esta geração de sobreviventes está minguando, em breve não teremos ninguém. Vai sobrar a documentação e os museus e memoriais ao redor do mundo".

Reuven Faingold diz que a nação brasileira "corre atrás do tempo perdido". Com apenas um museu dedicado ao Holocausto, em Curitiba, o professor conta que a boa parte dos alunos que visita o memorial não conhece bem essa parte da história. "Os alunos escutam que existiu o Holocausto, que os judeus morreram na Segunda Guerra Mundial. Na melhor das hipóteses, escutaram o número de seis milhões de judeus mortos, mas é tudo" ressalta. 

             Reprodução de alojamento em um campo de concentração nazista.  (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress).

             

Mas, para além do desconhecimento, ainda existem pessoas que questionam se os judes realmente sofreram tantas atrocidades durante a Segunda Guerra. Myriam Nekrycz, 85, nasceu na Polônia e tinha nove anos quando a guerra chegou a sua cidade natal: "Não entendo como as pessoas podem dizer que isso não aconteceu, quando ainda existem sobreviventes vivos como eu", pontuou.

Myriam tem dedicado sua vida para contar sua história, ao lado do marido, Henry Nekrycz. Para o diretor Reuven, os negacionistas do Holocausto na Europa hoje compõem um grupo muito pequeno, mas podem ser "muito barulhentos".

Ele explica que uma das motivações da mostra que recebeu financiamento da comunidade judaica brasileira, com auxílio de leis de incentivo, é fazer a distinção entre genocídio e Holocausto. "Genocídios tivemos vários, Holocausto, só um. Não é só a quantidade de vítimas, mas a forma como foi feito. Havia um mecanismo de extermínio criado pelo 3º reich", colocou ele.

 


Entrega de bíblia em Câmara de vereadores gera polêmica na Bahia

Postado em 11/11/2017 

              Mãe Jaciara Ribeiro é líder espiritual do Ilê Abassá de Ogum - Foto: Margarida Neide l Ag. A TARDE 

                        Mãe Jaciara Ribeiro é líder espiritual do Ilê Abassá de Ogum. Margarida Neide l Ag. A TARDE

O episódio que ficaria marcado pela comemoração por parlamentares e cidadãos em sessão solene para entrega de títulos de cidadão simões-filhense, ficou registrado de forma negativa para a ialorixá Jaciara Ribeiro.

Na última terça-feira, 7, a líder religiosa esteve na Câmara de Vereadores de Simões Filho acompanhando a líder quilombola Maria Bernadete Pacífico que receberia o título. No entanto, no início do evento, foi anunciado a entrega de uma bíblia aos homenageados.

“Perguntei se quem era de candomblé ganharia algo e ninguém me respondeu. Nesse momento, quebrei o protocolo e solicitei a palavra do plenário. Foi quando falei de toda minha história de luta contra a intolerância religiosa”, conta a religiosa do candomblé que contestou o fato do livro sagrado estar inserido no espaço.

Reação

Ela ressalta que em alguns momentos do pronunciamento, chegou a ser vaiada pelo público. “Queria, como cidadã, o direito de lutar por esse retrocesso. Devemos saber que o estado é laico”.

O Estado brasileiro é laico desde 1891, quando a primeira Constituição da República estabeleceu a independência da administração pública com relação a qualquer instituição religiosa ou credo.

Na atualidade, a Constituição de 1988 determina, em seu artigo 19: “É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios: I – estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público”.

Além da previsão na Carta Magna, há outros dispositivos legais que confirmam que o Brasil é um Estado laico. No entanto, há previsão legal para a garantia da liberdade religiosa como prevê o artigo 5º, inciso VI.

“É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias”.

Procurada pela reportagem de A TARDE, Maria Bernadete Pacífico ressaltou que no momento da solenidade, não percebeu que era uma bíblia já que o livro estava em uma caixa de presente.

“Eu não sabia o que tinha dentro. No entanto, quando cheguei em casa, percebi que era uma bíblia. Não fiquei constrangida em receber o presente. Inclusive, sou batizada na igreja católica”, disse Bernadete que é mãe do líder Quilombola Flávio Gabriel Pacífico dos Santos, conhecido como “Binho do Quilombo”, que foi assassinado em setembro deste ano.

Por meio da assessoria de imprensa, a prefeitura de Simões Filho informou que o prefeito da cidade apenas participou das homenagens e que não fez parte da organização da solenidade.

Já a Câmara de Vereadores, por meio da assessoria, informou que a distribuição das honrarias com as bíblias foi proposta do vereador Alfredo de Assis. “Sempre em datas especiais como posse de vereadores, Dia da Mulher e no aniversário da cidade, faço essa distribuição. Foi um presente entregue aos homenageados”, conta o vereador alegando que não teve o intuito de propagar nenhum tipo de religião.

 

Fonte: http://atarde.uol.com.br  

 


Isso não é na China, é no Brasil:32 igrejas foram derrubadas por governador socialista do DF

             “Eles odeiam as coisas de Deus”, denuncia Magno Malta

Postado em 10/11/2017

    

                                                                                Imagem JM Notícia

Maquinário pesado sendo usado para demolir uma igreja, acusada pelo governo de estar “ilegal”. Os fiéis protestam, alguns choram, outros fazem orações. A cena é muito semelhante ao que acontece com frequência na China, mas nesse caso trata-se do Distrito Federal.

O governador Rodrigo Rollemberg, do Partido Socialista do Brasil (PSB), faz jus ao nome da sigla a que pertence e mantém a tradição marxista de se opor à liberdade de culto. O caso mais recente foi a derrubada de uma igreja da Assembleia de Deus, acusada de ter sido construída em área pública, no parque próximo ao Palácio do Jaburu, residência do presidente Michel Temer.

O caso acabou envolvendo o deputado Marco Feliciano (PSC/SP) que veio a público condenar a demolição, afirmando que o terreno é propriedade da igreja “há mais de 50 anos” e que considerava a ação “atitude digna de uma ditadura”.

Governo do Distrito Federal (GDF) rebateu, através da presidente da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), afirmando apenas que os “Evangélicos devem respeitar a lei”.

O caso da Assembleia de Deus derrubada no mês passado não é isolado. Segundo reportagem da REDETV!, são 32 templos postos no chão pelo GDF sem aviso prévio e sem negociação. Em muitos casos, elas foram pro chão com todo os equipamentos ainda dentro do prédio.

A atitude é vista como “intolerância” pelos religiosos. Obviamente, os fiéis foram pegos de surpresa com a truculência em alguns casos com o envolvimento da polícia.

Daniel de Castro, advogado da Assembleia de Deus Madureira, faz um alerta: “A partir do momento que começa a patrocinar a derrubada, ela [administração Rollemberg] deixa de fazer justiça e começa a ser justiceira. Em sendo justiceira, está sendo seletiva. Em sendo igrejas eu entendo que está havendo perseguição religiosa. O Congresso Nacional precisa bater o olho pra isso, pois é uma turma que não gosta muito de igreja não”.

O senador Magno Malta (PR/ES) também se manifestou sobre as derrubadas: “É perseguição a quem prega valores. Eles odeiam as coisas de Deus. O governador foi senador comigo. Ele é um dos maiores defensores ferrenhos da ideologia de gênero”.

O governador não respeitou as liminares que tentavam impedir as demolições. Chegou a fazer uma reunião com os líderes religiosos do Distrito Federal, dizendo que elas iriam parar. Contudo, no dia seguinte mais um templo foi destruído.

Assista:

            

 

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br 

 

 


Bancada da Bíblia obtém vitória contra legalização do aborto no Brasil

Deputados pró-vida travaram intensa batalha contra bancada do PT, PSOL e PCdoB

Postado em 10/11/2017

           

O conceito de que a vida começa desde a fecundação do óvulo, e não no nascimento, é uma pauta defendida pela bancada da Bíblia na Câmara dos deputados há muito tempo. Nesta quarta-feira (8) essa definição foi incluída em parecer da comissão especial da Câmara dos Deputados. Essa comissão foi criada no ano passado, logo após a Primeira Turma do STF ter decidido pela descriminalização do aborto durante o primeiro trimestre de gestação.

O texto aprovado hoje poderá inviabilizar todas as formas de aborto no Brasil. O tema foi debatido longamente durante o dia e o parecer final acabou sendo aprovado por 19 votos a 1. Chamada de “PEC da Vida”, na verdade, o texto reúne duas propostas de emenda à Constituição (PEC), que tratam da licença maternidade, a 181/15 e a 58/11.

O relator da versão final, deputado Jorge Tadeu Mudalen (DEM/SP), optou por um novo texto, onde o princípio da dignidade da pessoa humana e a garantia de inviolabilidade do direito à vida, ambos já previstos na Constituição, deverão ser respeitados “desde a concepção e não apenas após o nascimento”.

A Frente Parlamentar Evangélica (FPE) travou uma intensa batalha contra os parlamentares de esquerda que defendiam o direito ao aborto. Encaminharam voto contrário ao parecer as bancadas de PT, PCdoB, PSOL e PPS.

No final, foi aprovado a extensão da licença maternidade, prevendo que o tempo de internação do bebê prematuro até a alta hospitalar, deve ser acrescido à licença de 120 dias da mãe. A definição de quando a vida começa será essencial para todos os debates sobre aborto daqui para a frente.

O deputado Mudalen que é ligado à Igreja Internacional da Graça, rebateu às críticas dos opositores: “Isso significa que nós somos favoráveis à vida”. Segundo ele, o Código Penal não será alterado pela proposta.

Diego Garcia (PHS/PR), presidente da Frente Parlamentar da Vida e da Família, que reúne católicos e evangélicos, foi um dos grandes articuladores pela aprovação da PEC da Vida, lembra que ainda há muito trabalho a ser feito, pois a oposição política é grande. “Não vamos mais jogar na defesa, vamos para o ataque para aprovar todos os projeto em defesa da vida e da família que estão parados na Câmara”, afirmou ele ao portal Gospel Prime.

O presidente da FPE, deputado Takayama (PSC/PR), comemorou: “Foi uma verdadeira guerra, mas conseguimos aprovar as duas PECs”. Em seguida, puxou o coro de “Vida Sim. Aborto Não!”, seguido pelo coro de alguns deputados.

Sóstenes Cavalcante (DEM/RJ) provocou os deputados pró-aborto: “agora vai ser desnudado, quem quer matar os indefesos e aqueles que querem ser contra as mulheres”.

Mais incisivo, o deputado Pastor Eurico (PHS/PE) afirmou que há uma “matança de fetos” e uma verdadeira “destruição em massa de inocentes no Brasil”.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 181/15, já passou pelo Senado e, desde o início deste ano, tem sido debatida na Câmara. A comissão prossegue agora com a análise de cada um dos destaques, o que deve ocorrer em 21 de novembro.

 

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br 

 


Tiroteio, hoje, em igreja no Texas deixa pelo menos 27 mortos

Postado em 05/11/2017   Letreiro da Primeira Igreja Batista em Sutherland

                           letreiro da igreja onde ocorreram os disparos, no Texas (KSAT / Twitter - reprodução)

O ataque ocorreu na Primeira Igreja Batista de Sutherland Springs, no condado de Wilson.

Um policial presente ao local confirmou que há pelo menos 27 pessoas mortas. Muitas outras estão feridas, de acordo com o policial. A mídia local menciona pelo menos 24 feridos.

O braço do FBI na cidade de San Antonio disse ter enviado agentes para atuar no caso, mas não há indicação das motivações do atirador.

                                

Uma emissora de TV local, fiiada à rede ABC, disse que o atirador entrou na igreja por volta de 11h30 (hora local, ou 7h30 no horário de Brasília). Ainda segundo a imprensa local, ele foi morto no tiroteio que se seguiu.

Fotos e vídeos da cena mostram a área cercada pelas forças de segurança locais. Helicópteros foram empregados para transportar os feridos, segundo a mídia local.

"Nossas orações estão com aqueles que foram atingidos por estes atos de maldade. Agradecemos às forças de segurança por sua resposta", disse o governador do Texas, Greg Abbot.

 

Fonte: http://www.bbc.com/portuguese 

 


Aplicativo de encontros para polígamos causa polêmica na Indonésia

Postado em 05/11/2017

        Lindu Cipta, criador do aplicativo Ayo Poligami. EFE/EPA/Bagus Indahono

                                      Lindu Cipta, criador do aplicativo Ayo Poligami. EFE/EPA/Bagus Indahono

Um aplicativo de encontros para polígamos causou uma forte controvérsia na Indonésia entre aqueles que veem este costume como uma perversão que atenta contra os direitos das mulheres e os que a defendem como parte da fé islâmica.

No seu escritório no sul de Jacarta, Lindu Cipta, criador do aplicativo Ayo Poligami (Vamos Poligamia) para smartphones, distribui o seu tempo comprovando os novos perfis registrados, dando entrevistas para a imprensa e rezando cinco vezes ao dia.

Como a quase 88% dos mais de 260 milhões de habitantes da Indonésia, Cipta é muçulmano e, segundo a lei islâmica (sharia), pode se casar com até quatro mulheres desde que sejam uniões pactuadas e demonstre ter capacidade financeira.

Para Cipta, que recentemente teve que reforçar o controle sobre perfis falsos e conteúdo inadequado, o objetivo é ajudar pessoas solteiras, especialmente "mulheres com mais de 50 anos que continuam sendo virgens".

"Fui solteiro durante 34 anos e quero ajudar as pessoas que tenham o mesmo problema que eu, aqueles que têm dificuldade para encontrar um cônjuge", disse o indonésio à Agência Efe.

Em setembro, o fundador do aplicativo se casou com uma das suas primeiras usuárias, se tornando o primeiro casamento através do Ayo Poligami.

Cipta criou a programa em 12 de abril, mas teve que fechá-lo e relançá-lo no começo de outubro após o grande número de contas falsas entre seus mais de 56 mil inscritos.

Atualmente, conta com 800 usuários registrados, incluindo solteiros e casados, dentre algumas 8.000 solicitações.

Nos comentários na página de downloads do aplicativo na internet, praticamente metade dos internautas dão a avaliação mais alta a ele e quase a outra metade dão a pior, com muito pouco espaço para opiniões moderadas.

"Qual é o propósito do aplicativo? Ele destrói lares, não envergonhe a religião do Islã", opinou Yulia Sari.

"Bem, se pode reduzir o adultério e o sexo livre com a poligamia, e evitar as doenças mortais por causa do sexo livre", considerou por sua parte o internauta Ayin Yayan.

A pesquisadora Ninan Nurmila, que realizou um estudo qualitativo sobre o efeito dos casamentos polígamos nas mulheres, assegurou que, na Indonésia, a maioria das pessoas vê a poligamia como "algo negativo, fora do comum".

"Muitos muçulmanos dizem que a poligamia é parte da sharia, da identidade dos muçulmanos, mas são apenas perto de 5%; a maioria está em uma posição intermediária que considera que a poligamia só é permitida sob certas condições legais", explicou Nurmila.

A pesquisadora, que faz parte da Comissão Nacional sobre a Violência contra a Mulher, apontou que o problema é que o Estado não faz cumprir as leis e a maioria dos casamentos polígamos não são registrados.

"A poligamia pode representar quatro tipos de violência: física, psicológica, sexual e econômica", disse Nurmila, que na sua pesquisa de 39 casamentos polígamos descobriu que somente 20% não acabavam em algum tipo destes abusos contra as mulheres.

No seu escritório na capital, o criador do Ayo Poligami considera que os problemas relacionados com a violência doméstica se devem à "falta de estabilidade financeira e consenso".

Consciente da controvérsia que criou com seu aplicativo e querendo se distanciar da página web de casais Nikah Sirri, cujo fundador foi acusado no final de setembro de traficar virgens, Cipta reforçou os requisitos de segurança.

Mesmo assim, seus opositores não diminuíram suas aspirações, mas o contrário. No futuro, o empreendedor indonésio planeja abrir escritórios em países nos quais se permite a poligamia, como Malásia, China e Rússia, para conectar os polígamos do mundo.

Ricardo Pérez-Solero.

 

Fonte: https://www.efe.com

 


Ponte cai durante evento da Igreja Mundial e deixa cerca de 40 feridos

Postado em 021/11/2017

             Ponte cai durante evento da Igreja Mundial 02/11/2017

 

A queda de parte de uma ponte provisória em Laranjal, cidade que fica a cerca de 30 km de Muriaé, na região da Zona da Mata, deixou entre 30 e 40 pessoas feridas, nesta quinta-feira (2), de acordo com informações preliminares do Corpo de Bombeiros.

Segundo a corporação, o acidente aconteceu durante um evento religioso com a presença do pastor Valdemiro Santiago, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus. Os bombeiros estimam que entre 15 e 20 mil pessoas participavam do culto.

As vítimas estavam sobre a ponte no momento em que ela caiu. O Corpo de Bombeiros afirmou que no local do evento foram montadas barracas no meio da rua, o que pode ter atrapalhado a circulação e gerado um acúmulo de pessoas em cima da estrutura, que não suportou o peso.

                  

O sargento Wanderley Lima Freitas, da Polícia Militar (PM), que participou do socorro às vítimas, disse que três pessoas sofreram fraturas expostas, mas ninguém corre risco de morrer. Ele explicou que o acidente ocorreu depois das 13h, quando os fiéis deixavam o local do culto. "Eles pararam para se alimentar onde foi instalada a praça de alimentação. Alguns ficaram em pé em cima da ponte e parte cedeu", contou.

A Igreja Mundial do Poder de Deus foi procurada, por telefone, mas ainda não se posicionou sobre o acidente.

Feridos

Dez vítimas foram encaminhadas para o Hospital São Paulo, em Muriaé. Seis delas foram medicadas e liberadas. Outras três estão em observação e um ainda segue internado na unidade. O estado de saúde das pessoas que continuam no local não foi informado.

Outras oito vítimas foram levadas para a Casa de Caridade Leopoldinense, em Leopoldina, sendo que três delas estão internadas e outras cinco recebem tratamento na área de emergência do hospital. Todos os pacientes foram avaliados como estáveis, de acordo com a Casa de Caridade Leopoldinense.

As demais vítimas foram atendidas em unidades de saúde de Laranjal com ferimentos leves e liberadas.

De acordo com o sargento, pastores acompanharam os feridos aos hospitais da região. "A igreja prestou toda a solidariedade, não abandonou os fiéis. Uma das vítimas não tinha acompanhante e o pastor foi para acompanhá-la", comenta o policial.

Vistoria

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, o local foi vistoriado pela última vez na tarde dessa quarta-feira (1º) e recebeu a liberação da corporação por ter atendido todas as exigências e medidas preventivas.

A ponte teria sido construída especificamente para atender ao evento.

 

                 

Fonte: http://www.otempo.com.br 

 


Estado Islâmico divulga cartaz de execução de Neymar em ameaça à Copa do Mundo na Rússia

Postado em 01/11/2017

              Material de propaganda de grupo pró-Estado Islâmico (Foto: Reprodução/Site Intel Group)    Material de propaganda de grupo pró-Estado Islâmico (Foto: Reprodução/Site Intel Group)

O Estado Islâmico voltou a fazer ameaças, e agora, num gesto de propaganda terrorista voltada à Copa do Mundo na Rússia, em 2018, divulgou um cartaz em que mostra o atacante brasileiro Neymar prestes a ser executado, ao lado do corpo de Lionel Messi, argentino.

A informação da ameaça à Copa do Mundo na Rússia e a Neymar foi revelada pela organização de monitoramento dos extremistas chamada Site Intel Group, que já havia reportado outras ameaças feitas pelo grupo de apoio ao Estado Islâmico Wafa’ Media, que funciona como uma espécie de difusor das ideias dos terroristas.

Antes do cartaz feito a partir de uma montagem com Neymar e Messi, outro já havia sido divulgado com uma sugestão de execução do atacante argentino que atua no Barcelona. A imprensa esportiva internacional repercutiu o assunto de forma intensa na última semana.

“Vocês não terão segurança enquanto nós não a vivermos nos países muçulmanos”, diz uma mensagem no cartaz onde Neymar aparece prestes a ser executado. A representação do crime é entendida como um aviso de que, durante a Copa do Mundo na Rússia, haverá tentativa de um atentado terrorista.

O uso da imagem de Neymar, o jogador mais caro da história do futebol, é vista de duas formas por especialistas: uma tentativa de chamar atenção para a ameaça ao principal evento do esporte no mundo, usando como símbolo um dos principais nomes em evidência atualmente; e também como uma referência ao Brasil, onde células extremistas já foram detectadas anteriormente.

A Europa tem sido o principal alvo do terrorismo praticado pelo Estado Islâmico, e nos últimos meses, atentados de “lobos solitários” foram perpetrados em países como Inglaterra, Espanha e França, acumulando dezenas de mortes de inocentes.

 

Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br 

 


Católicos invadem catedral para impedir culto de celebração da Reforma Protestante

Assista ao vídeo

Postado em 01/11/2017

Um grupo de fiéis católicos protestou contra a celebração dos 500 anos da Reforma Protestante invadindo um culto para recitar o rosário em voz alta. A Polícia foi chamada para remover os fiéis e não houve maiores incidentes.

A celebração foi realizada na Catedral de São Miguel e Santa Gudula, em Bruxelas, na Bélgica. O templo católico foi cedido gentilmente pela arquidiocese de cidade para a Igreja Protestante Unida, a maior denominação evangélica do país.

O templo ficou lotado de fiéis protestantes, que acompanhavam o culto no momento em que os católicos fizeram uma fileira no meio do templo, durante o sermão, para recitar o rosário. De acordo com informações do portal francês Media-Presse-Info, os católicos não se conformavam com o uso da catedral católica por um grupo de protestantes.

“Nossa Catedral de São Miguel e Santa Gudula é um edifício católico construído por nossos pais para ser uma Casa de Deus, para a celebração da Santa Missa, para o louvor de Deus e dos santos. A ocupação de nossa catedral pelos protestantes para comemorar o 500º aniversário da Reforma é, portanto, uma profanação”, dizia um panfleto do protesto.

“Na verdade, a chamada Reforma foi realmente uma revolta: sob o pretexto de combater abusos, Lutero se rebelou contra a autoridade divina da Igreja Católica, negou inúmeras verdades da Fé, aboliu o Sacrifício da Missa e dos Sacramentos, rejeitou a necessidade de boas obras e prática de virtudes cristãs. Finalmente, ele atacou a veneração da Virgem Maria e dos santos, a vida religiosa e os votos monásticos”, acrescentava o documento.

De acordo com os católicos que protestaram no culto, a Reforma Protestante “foi uma grande tragédia para a sociedade cristã e para a salvação das almas”.

Após a Polícia efetuar a retirada dos fiéis católicos, o pastor Steven Fuit agradeceu à paciência e pacificidade dos fiéis protestantes diante daquele episódio, e pediu que eles continuassem a respeitar as diferenças.

“Nossa individualidade e nossa unidade não consistem na aceitação passiva da diversidade. Nossa unidade essencialmente deriva do respeito às diferenças. Sem o outro que é diferente, quem pensa o contrário, quem faz de outra forma, não existo, não sou nada. As diferenças são uma parte inerente da unidade”, concluiu.

Assista ao protesto:

Fonte: noticias.gospelmais

 


Postado em 29/10/2017

            

                                                                             Foto reprodução

Depois de implantar microchips na pele de 61 de seus 80 funcionários, Three Square Market (32M), empresa de tecnologia de Wisconsin, nos Estados Unidos, tem planos de vir ao Brasil. "Dois hospitais brasileiros já nos procuraram querendo experimentar a tecnologia", diz Todd Westby, CEO da companhia.

>> Empresa oferece implante gratuito de microchip a funcionários para controlá-los ainda mais

>> A moda entre biohackers é implantar luzes LED debaixo da pele


Em julho, a 32M anunciou à imprensa que implantaria em seus funcionários um pequeno chip do tamanho de um grão de arroz entre o polegar e o indicador.

O processo, voluntário, permitiria que os empregados “chipados” abrissem portas, utilizassem máquinas de cópias, logassem nos computador da empresa, desbloqueassem smartphones, compartilhassem cartões de visita, armazenasse informações médica, entre outras.

O chip é hoje usado pelos funcionários da 32M para se identificarem em catracas e roletas, acessarem computadores e pagar por produtos consumidos na cantina. Em outras palavras, ele é praticamente um cartão de acesso dos livros de ficção científica (ou de terror).

 

Depois do sucesso dessa primeira "chipação", Westby diz que diversas empresas de todo o mundo buscaram a 32M, incluindo dois hospitais do Brasil, como disse em entrevista a BBC Brasil.

O CEO, entretanto, não divulga quais foram os hospitais que o buscaram, uma vez que as negociações estão em andamento.

No caso dos hospitais, o microchip poderia reunir o histórico hospitalar, com informações dos medicamentos tomados e tratamentos em que o paciente já passou, o que garantiria fácil acesso a essas informações.

O CEO explica que o país poderia usar os microchips não só como cartões de acesso e cadastro de informações em hospitais, mas também como um substituto para as tornozeleiras eletrônicas -- popularizadas no país graças a operação Lava-Jato. “Sei que vocês também têm uma demanda muito grande no sistema penal", diz.

Westby afirma que já trabalha em uma versão do chip com GPS integrado, mas “até que tenhamos a tecnologia 100% segura, ela não será lançada", diz. Ainda segundo o CEO, o microchip pode ser facilmente removido em poucos minutos com a ajuda de um médico ou enfermeiro.

Que esse chip é um enfatuado cartão de acesso ou wearable de pagamento já ficou claro, mas, se a remoção é tão fácil assim, será que ele funcionaria mesmo como um substituto à tornozeleira?

 

Fonte: https://www.msn.com  

 


“Exposição de arte” em escola pública queima Bíblias e faz apologia ao aborto e ao suicídio. 

Postado em 28/10/2017

     

Um protesto, em formato de exposição de “arte”, contra crimes sexuais cometidos por sacerdotes católicos, queimou páginas da Bíblia Sagrada e as expôs ao lado de manchetes de jornal que anunciavam casos de padres pedófilos. A iniciativa, realizada em uma escola pública do Paraná, gerou grande repúdio e foi acusada de excessos.

Além de abordar as questões mencionadas, a “exposição de arte” também propunha discussão sobre o suicídio e o aborto. Em uma das “obras” expostas, uma boneca pendurada por uma corda questionava se tirar a própria vida seria uma “solução para seus defeitos”. Em outros pontos da mostra, haviam objetos usados para realizar abortos.

Com todo esse cenário, muitos pais de alunos que frequentam a Escola Estadual Dom Geraldo Fernandes consideraram a exposição uma apologia ao suicídio e ao aborto, segundo informações do Portal Cambé. Uma das mães registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) por crimes contra o sentimento religioso.

O delegado Roberto Fernandes de Lima afirmou que considerada a “exposição de arte” um absurdo, e que iria intimar a direção da escola para prestar esclarecimento, assim como os pais de alunos, antes que o caso seja encaminhado ao Ministério Público.

Os pais também se organizaram em uma comissão e foram à Câmara de Vereadores da cidade para cobrar uma postura dos parlamentares. Os vereadores Paulo Soares, Zezinho da Ração, Nilson da Bahia, Tokinho e Bérro receberam os representantes dos pais de alunos e prometeram acompanhar de perto as investigações.

“Nós vamos buscar explicações junto à Secretaria Municipal de Educação e Núcelo Regional de Educação. E, assim como no começo do ano nós trabalhamos para se recolhessem livros que estimulavam a pedofilia e o incesto na nossa cidade, não vamos agir diferente nesse caso”, afirmou o vereador Paulo Soares.

Magno Malta

O senador capixaba Magno Malta (PR-ES) entrou na questão e gravou um vídeo informando que havia comunicado o caso à promotora Patrícia Macedo e cobrando iniciativa para que as “provas do crime” não fossem destruídas ao longo do final de semana.

Malta, que é presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos maus-tratos infantis, afirmou também que na semana que vem irá convocar o diretor da escola para depor no Senado, e incentivou aos pais no protesto contra o “crime descarado” cometido em nome da arte.

“Um verdadeiro escárnio, um acinte à família, às crianças e à lei, acima de tudo […] Criminosos travestidos de professores, ensinando crianças como se suicidar, como se enforcar, como faz aborto. Uma coisa violentíssima contra os nossos filhos”, comentou o senador.

                 

 

Fonte: gospelmais

 


Lançada Christ Coin, a criptomoeda que pode ajudar igrejas e missões

Postado em 17/10/2017
                        

Lançado no mercado em 2009, a Bitcoin é uma criptomoeda – moeda digital – controlada por uma rede peer-to-peer que não depende de bancos centrais. Neste mercado, estimado em bilhões de dólares, a fatia do bitcoin é de 40%. Na esteira do seu sucesso, mais de 750 outras criptomoedas surgiram na web.

Todas elas têm em comum o fato de realizarem operações difíceis de serem rastreadas e podem ser trocadas por dinheiro no “mundo real”. Agora surge a Christ Coin, voltada para um público cristão e que além de oferecer oportunidade de investimento e renda para os consumidores, possibilita que seja usada para doações a igrejas, ONGs e missões.

Ciada pela organização Life Change, a Christ Coin não é a primeira moeda digital focada em um grupo religioso. Outros exemplos são a BitCoen, destinada a judeus e onde 5% dos lucros vão para Israel, e a Onegram, voltada para muçulmanos e enquadrada na rigorosa lei religiosa da sharia.

Os criadores da Christ Coin são empresários cristãos. Eles afirmam que sua missão de atender às necessidades espirituais e financeiras de qualquer interessado e ajudar a financiar trabalho de igrejas e ajudar a comunidade cristã global como um todo.

As criptomoedas, também chamadas de “tokens”, já são aceitas como opção de pagamentos em diversos sites. Os especialistas acreditam que elas vieram para ficar.

A Christ Coin permitirá que os fiéis comprem ou ganhem essas “moedas”, que além de ser usada em compras, permite que as pessoas contribuam para as igrejas ou causas com as quais se identifiquem.

Após o período inicial de crowdfunding, qualquer um pode se inscrever na plataforma Life Change e ser recompensado monetariamente pela interação de várias maneiras, incluindo voluntariado, participar em pequenos grupos de estudo, publicação de conteúdo ou mesmo leitura da Bíblia.

Luke Forstmann, co-fundador da Christ Coin, explica. “Nós gostamos de pensar que com isso os cristãos podem deixar sua marca no mundo, apoiar esforços humanitários, proteger sua vida espiritual e obter uma renda adicional”.

Para ele, a moeda digital cristã é “uma oportunidade de investimento, mas que vai além das finanças pessoais. Esperamos que isso altere vidas, ministérios de apoio e inspire as pessoas a crescerem em sua fé”.

Assim como acontece com as outras criptomoedas, a Christ Coin oferecerá recompras trimestrais e livre comércio. Isso permite que o investimento continue a crescer e aumentar o valor da moeda digital.

Para entender  como funciona esse mercado promissor, basta lembrar que a valorização acumulada do bitcoin no Brasil nos oito primeiros meses de 2017 chegou a 390,6%, de acordo com dados publicados no relatório do mês de agosto do site bitvalor.com, que acompanha os preços no mercado brasileiro. Somente em agosto, o mercado nacional negociou um volume total de R$449 milhões, o equivalente a todo volume transacionado no país no ano de 2016. Com informações de

Fonte: Religion News Via gospelprime

 


'Capoeira gospel' cresce e gera tensão entre evangélicos e movimento negro

Crescimento da capoeira 'gospel' tem gerado incômodo entre capoeiristas tradicionalistas e o movimento negro

Postado em 14/10/2017

            Adoção do termo

                                                                         Foto: BBCBrasil.com

Estavam presentes o berimbau, o atabaque, a ginga e os saltos mortais. Quase tudo fazia lembrar um jogo de capoeira típico, mas, em vez dos cânticos que enaltecem os orixás ou trazem referências à cultura negra, os versos faziam louvor a Jesus Cristo e a roda era alternada com momentos de pregação e oração.

"Não deixa seu barco virar, não deixa a maré te levar, acredite no Senhor, só ele é quem pode salvar", cantavam as cerca de 200 pessoas, reunidas na quadra de uma escola para o "1º Encontro Cristão de Capoeira do Gama" (cidade satélite de Brasília), numa tarde de sábado.

Era mais um evento de capoeira evangélica, também chamada de capoeira gospel, vertente que ganha cada vez mais adeptos no Brasil, principalmente por meio da palavra e do gingado de antigos mestres que se converteram à religião.

Se antes a prática enfrentava resistência dentro de igrejas, agora, nessa nova roupagem, é cada vez mais considerada uma eficiente ferramenta de evangelização.

"Hoje é difícil você ir numa roda que não tenha um (capoeirista evangélico), e vários capoeiristas viraram pastores. É um instrumento lindo de evangelização porque é alegre, descontraído, traz saúde, benefícios sociais", afirma Elto de Brito, seguidor da Igreja Cristã Evangélica do Brasil e um dos palestrantes do evento.

           Capoeira chegou a ser proibida no passado e, em 2014, recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da Unesco

                                                                     Foto: BBCBrasil.com

Críticas

O crescimento da prática, porém, tem gerado incômodo entre capoeiristas tradicionalistas e o movimento negro, que veem na novidade uma forma de apropriação cultural e apagamento da raiz afrobrasiliera da capoeira, prática que surgiu como forma de resistência entre escravos, a partir do século 18.

Eles também reclamam que em algumas dessas rodas haveria discursos de "demonização" contra a capoeira tradicional e as religiões do candomblé e da umbanda.

O Colegiado Setorial de Cultura Afrobrasileira, que faz parte do Conselho Nacional de Políticas Culturais do Ministério da Cultura, chegou a divulgar em maio a "Carta de repúdio à 'capoeira gospel' e à expropriação das expressões culturais afrobrasileiras".

Embora não simpatize com a ideia de uma capoeira evangélica, o professor afirma que não se trata do primeiro processo de "apropriação" da prática.

"A capoeira gospel me parece ser mais uma estratégia desses grupos religiosos de ocuparem espaços e de ganhar adeptos, mas não vejo como parar isso, não tem como proibir", observou.

 

Fonte: https://www.terra.com.br 

LINK   https://www.terra.com.br/noticias/brasil/capoeira-gospel-cresce-e-gera-tensao-entre-evangelicos-e-movimento-negro,01276bf2408cea9e3e718a248696969bqv7tw5ct.html 

 


Corrida à presidência do Quênia busca ilustrações na Bíblia

Postado em 12/10/2017

      A corrida presidencial do Quênia tira páginas da Bíblia

A religião há muito tempo figura com proeminência na política queniana. Mas os grandes candidatos presidenciais e os seus apoiadores foram em busca da Bíblia e se comparam a  seus heróis na campanha presidencial deste ano. Isso têm perturbado muitos líderes e estudiosos religiosos.

Os partidários do presidente Uhuru Kenyatta, o ex-jogador de 56 anos do Partido do Jubileu é  católico, e o comparam a David, quando derrotou o gigante Golias. Eles apontam que ele gosta de música e é canhoto, como muitos acreditam que o David bíblico tenha sido.

O desafiante de Kenyatta, Raila Odinga - um anglicano que lidera a oposição da Super Aliança Nacional - se referiu a si mesmo como Josué, o israelita que sucedeu Moisés e introduziu o povo de Israel na Terra Prometida.

Os políticos estão tentando usar essas imagens religiosas para dar força e legitimidade às suas campanhas, mas ninguém deve ser enganado, disse o Rev. Wilybard Lagho, o vigário geral da arquidiocese católica de Mombasa.

"Eles querem que seus adeptos acreditam que este é um chamado divino, o que não é. Eu acho que eles estão manipulando seus torcedores ".

A política eleitoral no Quênia - que é 80 por cento cristã - tem sido particularmente tumultuada ultimamente, e os candidatos estão achando que vale a pena prometer a libertação do país do caos.

O Supremo Tribunal anulou a eleição presidencial realizada em 7 de agosto - que havia sido convocada por Kenyatta - sob a alegação de irregularidades na votação. A nova eleição nacional está prevista para 26 de outubro. Na terça-feira (10 de outubro). Odinga, de 72 anos, anunciou que estava boicotando as novas eleições.

Antes de anunciar o boicote, Odinga havia avisado seus defensores da difícil jornada para "Canaã".

"Muitos cairão no caminho. Muitos cairão pelas coisas boas no quintal do faraó e esquecerão que deixamos o Egito para Canaã ", disse ele em uma coletiva de imprensa em Nairobi na segunda-feira.

Ele disse a seus apoiadores que a votação para o partido no poder significava permanecer no "Egito" sob a escravidão da pobreza, corrupção e etnia.

Em maio, Odinga, carregando uma Bíblia, visitou o muro ocidental em Jerusalém, onde vestiu uma kipá - a calavera usada pelos judeus para mostrar respeito por Deus. Então ele postou no Twitter: "O local é sagrado para as três religiões abraâmicas - judaísmo, islamismo e cristianismo - e para mim, é um símbolo muito forte de força e unidade".

Alguns apoiadores de Odinga possuem mini-ônibus , carros e bicicletas de marca "Canaan Express".

"Quando eles usam esses nomes dos heróis da Bíblia, trazem paz ao povo, uma vez que a religião é algo que traz paz", disse Julia Oganda, 48, uma empresária de Nairobi. "Nós vamos para Canaã", ela cantou durante uma curta entrevista.

Joshua Bosire, 30 anos, que freqüenta uma igreja adventista do sétimo dia em Nairobi, também agradece as referências de Odinga a Josué e Canaan. "Eu acho que ele tem um ponto. As pessoas estão lutando. A corrupção aumentou, estamos vendo mais ataques de trabalhadores e a economia não está indo bem ".

Kenyatta, por sua vez, foi ajoelhar-se em bancos de igrejas para receber bênçãos de seus líderes.

No início deste ano, no centro do Quênia, uma breve oração de Kenyatta pela chuva foi seguida por um forte aguaceiro. Seus partidários o louvaram como um profeta.

Muitos estudiosos e líderes religiosos no Quênia rejeitam os candidatos e a confiança dos seus apoiadores em imagens bíblicas.

A religião e a política não devem ser misturadas dessa maneira, disse Jesse Mugambi, professor de filosofia e estudos religiosos da Universidade de Nairobi. "Os objetivos dos dois discursos são muito diferentes. Isso é preocupante e enganador ".

"Mas o abuso da religião é comum em todo o mundo e o Quênia não é o primeiro", acrescentou.

Abdullah Kheir, estudioso religioso da Universidade Umma Muçulmana, na cidade costeira de Mombasa, disse que os políticos estão usando o que funciona. "Eles sabem que o Quênia é um país religioso e a religião é uma das maneiras mais fáceis de alcançar as pessoas", disse Kheir.

 

Fonte: http://www.christianheadlines.com 

Link: http://www.christianheadlines.com/blog/kenya-s-presidential-race-takes-pages-from-the-bible.html 

 


Cristã tem filha recém nascida degolada por extremistas, no Egito

Postado em 11/10/2017    Azza teve sua filha recém nascida arrancada de seus braços. (Foto: World Watch Monitor).                        Azza teve sua filha recém nascida arrancada de seus braços. (Foto: World Watch Monitor).

A polícia egípcia acusou uma mãe cristã do assassinato de seu bebê recém nascido, embora ela diga que a criança tenha sido morta por extremistas que entraram em sua casa e levaram sua filha. Azza Gamal, de 27 anos, estava sozinha em casa com as gêmeas de dois anos, Mariam e Martha, e a filha Mohrael, na noite de 7 de setembro. O marido, Nour Bakhit Khalil, 30, havia saído para visitar sua irmã, que vive nas proximidades. Foi quando a esposa começou a gritar.

A família de Khalil vive em uma casa nos arredores da aldeia de Barba, em Asyut. Eles moram na parte ocidental da aldeia, ao lado de um cemitério cercado de plantas. A casa é pequena, com um andar superior inacabado e um piso térreo que contém uma sala, cozinha, banheiro e dois quartos.

Falando ao World Watch Monitor, Azza explicou que, quando seu marido partiu para visitar sua irmã, ela fechou a porta e só abriu novamente quando ouviu o que ela supunha ser seu marido batendo na porta. Na frente dela, no entanto, estavam três homens com máscaras, usando galabiyas (vestidos) e uma mulher com abya preta (um vestido parecido com uma bata) e niqab (um véu de rosto). Eles a empurraram para dentro e agarraram o bebê de seus braços. Eles então atiraram, gritando "kafirs" (infiéis) e fugiram, levando o bebê com eles.

Ao ouvir sua esposa gritar, Nour correu para casa para ver o que aconteceu e foi informado de que sua filha, Mohrael, havia sido sequestrada. "Eu imediatamente fui à delegacia de polícia para denunciar o sequestro de minha filha", disse ele. "Eles me pediram para buscar a minha esposa e os nossos cartões de identificação e depois voltar para apresentar um relatório. Nenhum deles voltou comigo para investigar o assunto ou procurar minha filha", ressaltou.

Quando Nour chegou de volta à sua casa, recebeu a notícia de que sua filha havia sido encontrada, com a garganta cortada e o corpo dela despejado entre as plantas, a 10 metros de sua casa. Ele voltou para a delegacia de polícia, desta vez com sua esposa, para informar sobre o que tinha visto. A polícia iniciou uma investigação e prometeu que faria o possível para encontrar e prender os extremistas.

"Problemas psicológicos"

No entanto, quatro dias depois, em 11 de setembro, a polícia voltou e atacou a casa. "Os oficiais golpearam minha esposa na cozinha e disseram que ela matou nossa filha e a prendeu", explicou Nour. "Eles alegaram que minha esposa sofre de problemas psicológicos por causa de seu desejo de ter um filho. Somos pessoas simples, não tínhamos inimigos, e não há nenhum problema entre nós e ninguém na aldeia", disse Nour.

Quanto a sua esposa ser acusada do assassinato, Nour chamou isso de "falso e irracional". Ele diz: "Minha esposa é uma mulher muito boa. Ela é uma pessoa religiosa que tem um forte relacionamento com Deus e não pode fazer algo como matar sua filha. Ela e eu ficamos muito felizes quando Deus nos abençoou com essa menina. Mohrael era muito bonita e fofa e um grande presente de Deus para nós”, finalizou.

 

Fonte: https://guiame.com.br 

 


Grupos de religião afro querem o fim de igrejas em presídios

Audiência pública contra intolerância religiosa foi liderada por Marcelo Freixo (PSOL)

Postado em 10/10/2017

              

Grupos de matriz africana participam de uma audiência pública, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), na semana passada.

O encontro, liderado pelo deputado Marcelo Freixo (Psol), presidente da Comissão de Defesa de Direitos Humanos e Cidadania, visava denunciar casos de intolerância religiosa. Também estavam presentes na sessão integrantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do Ministério Público do Rio (MP-RJ).

Depois que vários ataques a terreiros no estado foram atribuídos a traficantes que usavam o nome de Jesus e por isso foram tachados de “evangélicos”, os representantes de diferentes grupos de religião afro fizeram dez reivindicações para evitar novos ataques.

A mais radical pede o fim das igrejas nos presídios. A justificativa é que essa decisão promoveria “maior liberdade religiosa”. “Os ‘traficantes evangélicos’, os mesmos que vem destruindo templos e aterrorizando afro-religiosos, são arregimentados no cárcere e recebem anotações por ‘bom comportamento’ por suas conversões”, acusam os líderes religiosos que assinaram o documento divulgado no encontro.

Eles pedem também que os ministros religiosos que defendem a perseguição aos adeptos das religiões de matriz africana, como umbanda, candomblé e batuque sejam indiciados por crime de ódio e enquadrados na Lei de Segurança Nacional.

O babalorixá Adailton Moreira assegura que os ataques recentes poderiam ser considerados “terrorismo” e não apenas demonstrações de intolerância religiosa. “As lideranças da matriz africana estão se sentindo vulnerabilizadas. Nosso direito de ir e vir foi violado. Somos coagidos nas ruas, nos espaços públicos e no comércio. O fundamentalismo nos aprisiona nos terreiros”, explicou Moreira, que é sociólogo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Nenhum representante de igrejas evangélicas nem dos presídios participou do debate. Isso mostra que há uma predisposição para se fazer acusações, mesmo que infundadas, sem que haja um diálogo de fato.

O próprio conceito de “traficante evangélico” já é uma absurda contradição de termos, mas dentro da agenda do PSOL se justifica pois atinge, por tabela, os opositores mais insistentes das agendas defendidas pelo grupo político de Freixo. Com informações 

Fonte: O Dia Via gospelprime

Leia a íntegra do documento aqui.

 


Mackenzie inaugura exposição sobre os 500 anos da Reforma Protestante no Brasil

Mostra histórica faz parte das comemorações e vai até o dia 9 de dezembro

Publicado em 08/10/2017

           Mackenzie inaugura exposição sobre os 500 anos da Reforma Protestante no Brasil

A “Exposição 500 anos – a Reforma Protestante e o Presbiterianismo no Brasil”, organizada pela Centro Histórico e Cultural Mackenzie, foi inaugurada na quinta-feira (5/10), no Prédio 01 da Universidade Presbiteriana Mackenzie (Rua Maria Antônia, 307 – Vila Buarque – SP), e vai até o dia 9 de dezembro, com entrada gratuita.

A exibição faz parte das ações comemorativas dos 500 anos da Reforma Protestante, com o objetivo de abordar o legado deixado pelo movimento reformista encabeçado por Martinho Lutero (1483-1546).

Com curadoria do reverendo Alderi Souza de Matos e Luciene Aranha, o Centro Histórico e Cultural do Mackenzie, em parceria com a Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) e o apoio do Instituto Presbiteriano Mackenzie exibirá o acervo que conta com documentos históricos que datam de 1517 e outros que marcaram o início do Movimento Presbiteriano no Brasil.

Dentre eles a Bíblia de Martinho Lutero, o Novo testamento de Roterdã e o primeiro livro de atas da IPB, está dívida em duas partes para melhor orientar os visitantes. A primeira é composta de peças do século 16 alusivas às Reformas Alemã e Suíça. A segunda parte inclui itens ilustrativos dos primeiros tempos do presbiterianismo no Brasil.

A visitação está aberta desde ontem (5/10) e vai até o dia 9 de dezembro, de segunda a sexta-feira, das 10h às 21h, e aos sábados das 10h às 16h.
 
Serviço
De segunda a sexta-feira - das 10h às 21h
Sábados - das 10h às 16h
Duração - até dia 9 de dezembro
Centro Histórico e Cultural Mackenzie
Maria Antônia, 307 - Prédio 1
Edifício acessível
Entrada gratuita
Visitas guiadas sob agendamento: chcm@mackenzie.br

Informações para a imprensa
Universidade Presbiteriana Mackenzie; imprensa@mackenzie.br
William Lara; william.lara@viveiros.com.br; (11) 2114-8576
Beatriz França; beatriz.massi@viveiros.com.br; (11) 2766-7048
Geraldo Campos; geraldo@viveiros.com.br; 11 2766-7254
Tatiane Costa; tatiane@viveiros.com.br; (11) 2114-8016
Celular de plantão: (11) 9.8169-9912

 

Fonte: Imprensa Mackienze Via http://www.cpadnews.com.br 

 


Menina de 3 anos é escolhida como ‘deusa viva’ no Nepal

Postado em 30/09/2017

             Menina de 3 anos escolhida como

Uma menina de três anos foi designada como a nova Kumari de Katmandu depois que a atual “deusa viva” perdeu seu posto por ter alcançado a puberdade, seguindo assim uma tradição ancestral do povo  Newar.

Trishna Shakya foi oficialmente ungida como a nova Kumari em uma cerimônia na quinta-feira (28/9), quando foi levada de sua residência familiar até um palácio localizado no centro de Katmandu onde viverá desde então e será tratada de forma especial. Ela foi selecionada entre quatro candidatos, contou Uddhav Man Karmacharya, uma figura religiosa hindu. “Ela ocupará o trono de Kumari em uma cerimônia seguida de orações e rituais tântricos”, disse Karmacharya.

Uma vez oficializada como deusa viva, Shakya, que como as suas antecessoras pertence ao povo Newar, do vale de Katmandu, será autorizada a sair do seu novo lar apenas 13 vezes ao ano, em datas e festividades especiais. Desfilará em Katmandu vestida em trajes de cerimônia e com uma maquiagem bem produzida. Quando estiver fora do palácio, a Kumari, que é considerada a encarnação da deusa hindu Taleju, será carregada para que os seus pés não toquem o solo.

Os critérios de seleção para as aspirantes a Kumari são estritos. Existem vários requisitos físicos a ser considerados, como um corpo asseado, bochechas de leão e pernas de gancho. Mesmo que uma das meninas cumpra todos os requisitos físicos, deverá mostrar sua coragem ao assistir sem chorar ao sacrifício de um búfalo.

Essa tradição Newar possui elementos da religião hindu e budista. As Kumaris mais importantes representam cada uma três dos antigos reinos do vale de Katmandu: Katmandu, Patan e Bhaktapur. A prática esteve estritamente vinculada à monarquia nepalesa, e continuou mesmo após o último rei ter sido deposto em 2008, pondo fim à monarquia hindu que permanecia há 240 anos no poder.

Essa tradição desperta críticas entre os defensores dos direitos infantis, que consideram que as Kumaris não possuem o direito de ter uma infância, ao retirá-las da sociedade e interferindo em sua educação e em seu desenvolvimento. Em 2008, a Suprema Corte do Nepal considerou que a deusa viva deveria ter direito de estudar, recebendo, portanto, as suas lições diretamente de dentro do palácio.

Muitas antigas Kumaris conversaram a respeito de suas dificuldades para se integrarem à sociedade após deixarem o trono. Matine Shakya, a Kumari que irá sair, foi designada como deusa viva em 2008, quando possuía apenas três anos. Nos últimos anos as famílias têm apresentado cada vez menos candidatas para se tornarem Kumari.

Fonte: Diário de Pernambuco Via http://folhagospel.com 

 


 

STF decide que ensino religioso em escolas públicas pode ter caráter confessional

Postado em 30/09/2017

                              Resultado de imagem para imagens do stf

O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta quarta-feira (27) por 6 votos a 5 que o ensino religioso em escolas públicas pode ter caráter confessional, ou seja, que as aulas podem seguir os ensinamentos de uma religião específica.

O Supremo tomou a decisão ao julgar uma ação de inconstitucionalidade movida pela Procuradoria-Geral da República, que queria que as aulas de religião oferecessem uma visão plural sobre as diferentes religiões.

Votaram contra o pedido da Procuradoria, e a favor do ensino confessional, os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e a presidente do STF, Cármen Lúcia.

Os ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Marco Aurélio Mello e Celso de Mello concordaram com a ação da Procuradoria e entenderam que as aulas em escolas públicas não poderiam ter conteúdo de apenas uma religião.

O STF analisou uma ação de inconstitucionalidade proposta pela Procuradoria-Geral da República contra o acordo entre o Brasil e o Vaticano e dispositivos da LDB (Lei de Diretrizes e Bases) da Educação, que preveem o ensino religioso nas escolas públicas.

O acordo com o Vaticano e o artigo 33 da LDB afirmam que o ensino religioso “constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas”. Enquanto a LDB proíbe “quaisquer formas de proselitismo [doutrinação]”, o acordo com o Vaticano proíbe “qualquer forma de discriminação” e diz garantir “o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil”.

A Procuradoria defendia que o ensino de religião nas escolas públicas deve contemplar informações sobre a história e doutrina das diferentes religiões, sem tomar partido entre uma delas.

O ensino religioso é previsto na Constituição Federal, que diz que “o ensino religioso, de matrícula facultativa, constituirá disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental”

Em seu voto, contrário ao pedido da ação, o ministro Dias Toffoli afirmou que a própria Constituição autoriza que o ensino religioso seja confessional.

“Ocorreu, portanto, uma autorização expressa e consciente do constituinte de que o modelo de educação religiosa em sala de aula fosse sim o confessional”, afirmou.

“O Estado brasileiro não é inimigo da fé. A separação entre Estado brasileiro e a igreja não é uma separação absoluta. A neutralidade diante das religiões encontra ressalvas”, disse Toffoli.

Gilmar Mendes ironiza Estado laico

Ao votar a favor da possibilidade do ensino confessional, o ministro Gilmar Mendes lembrou que a religião está presente na cultura nacional.

“Aqui me ocorre uma dúvida interessante: será que precisaremos em algum momento chegar ao ponto de discutir a retirada da estátua do Cristo Redentor do Morro do Corcovado [no Rio de Janeiro], por simbolizar a influência cristã em nosso país”, perguntou o ministro.

“Ou a extinção do feriado nacional da padroeira Nossa Senhora Aparecida? A alteração do nome dos Estados? São Paulo passaria a se chamar Paulo? Santa Catarina passaria a se chamar Catarina? Espírito Santo poderia se pensar em Espírito de Porco ou qualquer outra coisa”, disse Gilmar.

Relator, Barroso defendeu o Estado laico

O julgamento começou na sessão de 30 de agosto, com o voto do ministro Luís Roberto Barroso, relator do processo, contra a possibilidade de que as aulas tenham caráter confessional, ou seja, sejam ministradas com caráter de doutrinação religiosa, como nas aulas da catequese católica, por exemplo. Isso quer dizer, segundo o voto de Barroso, que os professores não poderiam atuar em sala de aula como representantes de uma determinada religião.

Barroso afirmou que, apesar de o ensino religioso estar previsto na Constituição, seria preciso interpretar a questão a partir do princípio de que o Estado é laico.

“O ensino religioso convencional viola a laicidade [do Estado] por que identifica Estado e igreja, o que é vedado pela Constituição”, disse. “Uma religião não pode pretender apropriar-se do espaço público para propagar a sua fé. Isso seria uma recaída no velho patrimonialismo brasileiro de apropriação privada do espaço público”, afirmou Barroso, que teve seu voto derrotado pela maioria.

Primeiro a divergir do voto de Barroso, o ministro Alexandre de Moraes afirmou que, ao prever o ensino religioso, a Constituição quis que as aulas apresentassem a visão de mundo religiosa e não uma espécie de história das diferentes religiões.

“O Estado, substituindo os dogmas da fé por algo pasteurizado, algo histórico, algo neutro, na verdade ele está impondo o que ele acha que é ensino religioso, contra o que todas as religiões entendem ser ensino religioso, que são os dogmas da fé”, disse Moraes. “A ação pretende criar de forma ficta, de forma artificial, uma doutrina religiosa do Estado”.

Fonte:


STF poderá referendar o Ensino Religioso nas escolas públicas do país; Entenda

Nos votos apresentados até agora o placar a favor do Ensino Religioso com ênfase nas principais religiões brasileiras é de cinco votos contra três

 

Postado em 27/09/2017

                Resultado de imagem para imagens de ensino religioso na escola

Uma Ação Direta de Incontitucionalidade aberta pela Procuradoria-Geral da República está sendo julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e deverá ser finalizada na próxima quarta-feira, 27 de setembro, com a decisão de manter a liberdade em torno do Ensino Religioso que é lecionado nas escolas públicas, com maior ênfase no cristianismo.

Toda a questão foi iniciada quando o governo brasileiro assinou um acordo com o Vaticano que aprofundava o envolvimento do país com o Estado-sede da Igreja Católica. Em 2010, a PGR decidiu que os termos eram incompatíveis com a Constituição Federal de 1988 e pediu que o STF fizesse considerações a respeito.

Nos votos apresentados até agora o placar a favor do Ensino Religioso com ênfase nas principais religiões brasileiras é de cinco votos contra três. O relator da ação é o ministro Luís Roberto Barroso, e ele foi um dos três que votaram contra a permissão para que o ensino religioso seja confessional.

Barroso é um jurista de orientação progressista, que já se manifestou a favor da liberação das drogas, da prática do aborto e contrário à implantação em âmbito nacional do projeto Escola Sem Partido, que prevê a proibição de doutrinação política dos estudantes da parte dos professores. Quando indicado ao STF, foi duramente criticado por lideranças cristãs, por sua ampla manifestação contrária a princípios conservadores.

A favor

Dentre os cinco ministros que votaram, até agora, a favor da manutenção do Ensino Religioso confessional, o ministro José Dias Toffoli destacou que uma mudança nessa situação só seria coerente se o quadro geral da população fosse o inverso do existente em 1988, quando a Constituição foi promulgada.

“Pressupostos culturais da sociedade de hoje continuam os mesmos e os dados mostram isso”, garantiu, lembrando que 92% dos brasileiros são adeptos de alguma religião. Toffoli ainda salientou que o Estado laico não se caracteriza como inimigo da fé, e que a Igreja Católica, por exemplo, mantém proveitosa relação com 186 países ao redor do mundo.

Gilmar Mendes defendeu a permanência do ensino religioso facultativo citando diversos tratados internacionais que discorrem sobre o tema, e declarou que não há afronta à liberdade religiosa. O ministro também fez uma crítica à postura histérica de setores da sociedade que protestam contra a presença da fé cristã em ampla escala na cultura brasileira.

“Será que precisaremos em algum momento chegar ao ponto de discutir a retirada a estátua do Cristo Redentor do morro do Corcovado, por simbolizar a influência cristã em nosso país? Ou a extinção do feriado de Nossa Senhora de Aparecida? A alteração dos nomes dos estados? São Paulo passaria a se chamar Paulo? Santa Catarina passaria a se chamar Catarina? E o Espírito Santo? Poderia se pensar em espírito de porco ou em qualquer outra coisa. Portanto, essas questões têm implicações”, disparou Mendes.

Ricardo Lewandowski declarou em seu voto que o fato de uma disciplina ser facultativa já dá liberdade religiosa ao aluno, não se tornando uma imposição e, consequentemente, uma violação de direitos.

“Isso porque, diante da delicadeza do tema, se o docente não for suficientemente sensível a diferenças religiosas ou se o programa apresentar caráter sectário, a dispensa dos alunos sem nenhum tipo de impedimento constitui garantia à liberdade de crença”, declarou.

“A laicidade não implica no descaso estatal com as religiões, mas sim na consideração com as diferenças, de maneira à Constituição prever a colaboração do interesse público e as crenças”, acrescentou Lewandowski.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, três ministros darão seus votos na próxima sessão que discutirá o assunto: Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia.

“Um integrante da Corte ouvido pela reportagem acredita que Marco Aurélio e Celso vão se posicionar contra o ensino confessional, cabendo à ministra Cármen Lúcia desempatar o julgamento”, informaram os jornalistas Rafael Moraes Moura e Breno Pires.

 

Fonte: http://www.estadao.com.br/ Via http://www.cpadnews.com.br 

 


Tiroteio em igreja nos EUA deixa 1 morto e 7 feridos

Postado em 25/09/2017 

Pelo menos uma pessoa morreu e sete ficaram feridas neste domingo no tiroteio em uma igreja da pequena cidade de Antioch, perto de Nashville, no estado do Tennessee (EUA), informou a Polícia, ressaltando que o autor da ação está entre os feridos.

O crime aconteceu por volta do meio-dia na capela da Igreja Christ Burnette, conforme a imprensa local.

No Twitter, o Departamento de Polícia de Nashville indicou que uma mulher morreu no estacionamento da igreja. De acordo com o porta-voz da Polícia Don Aaron o atirador “disparou em si mesmo”, mas não corre risco.

Segundo Aaron, o autor da ação, cuja identidade não foi revelada, tem “cerca de 25 anos” e, aparentemente, não tinha qualquer relação com a igreja.

Anteriormente, o Corpo de Bombeiros de Nashville informou no Twitter que médicos estavam no local atendendo os baleados.

“Todos os feridos, exceto um, têm mais de 60 anos”, detalhou o Corpo de Bombeiros.

O local foi cercado e as pessoas atingidas foram levadas para hospitais da região. As motivações do crime ainda são desconhecidas.

“Os membros da igreja não feridos estão em um lugar seguro”, acrescentaram os bombeiros, que não informaram quantas pessoas estavam no templo na hora da ação.

Fonte: EFE

 


500.000 ucranianos se reúnem para celebrar a reforma e a fidelidade de Deus

 

                          

Ucrânia (MNN) - Diga 'Ucrânia' hoje, e se você tiver sorte, você receberá alguém que sabe que ainda há um conflito naquele país. Sergey Rakhuba com Mission Eurasia diz que enquanto o conflito sangrento entre a Ucrânia ea Rússia está em andamento, a Igreja ucraniana está se movendo.

(Foto cortesia de Mission Eurasia via Facebook)

No domingo, cerca de 500.000 crentes evangélicos reuniram-se na praça central de Kiev, na Ucrânia, para comemorar o 500º aniversário da Reforma Protestante e agradecer a Deus por Sua fidelidade em seu país.

Rakhuba estava em contato com colegas que participaram do evento, e ele diz: "Eles relataram mais de 500,000 em linhas confessionais de todas as igrejas de Kiev e áreas circundantes.Muitos viajaram das quatro províncias apenas para fazer parte dessa celebração, agradecer a Deus pela liberdade de adoração, agradecer a Deus pela liberdade de pregar o Evangelho em seu país e celebrar a fidelidade de Deus ".

Ele compartilha: "Foi tão emocionante ver na tela do meu computador onde eu estava assistindo jovens com tanta alegria. Eles glorificam a Deus no meio de sua capital. Este era o mesmo lugar em que protestavam há alguns anos lutando por sua liberdade. Mas também este é o lugar onde há muitos anos, os comunistas forçariam as pessoas a demonstrar e propagar o socialismo, o ateísmo, o comunismo e outros "ismos" em seu país ".

A celebração deveria ser assinada pelo presidente da Ucrânia para comemorar o 500ºaniversário da Reforma Protestante . Pode ter sido movido para associar a Ucrânia mais com a Europa Ocidental, mesmo a Ucrânia trabalha para se distanciar da Rússia em meio a combates e protestos em curso. Mas a participação ontem mostrou quão poderosamente o Espírito Santo está se movendo em sua nação.

Em um espaço usado para demonstração em massa, a Igreja o usou no domingo para a celebração em massa.

"A Ucrânia ainda está em meio à guerra. A Ucrânia oriental e os territórios ainda estão ocupados por separatistas russos ou pró-russos. A Criméia foi anexada pela Rússia.Então, sim, a Ucrânia está lutando politicamente, economicamente, mas a Ucrânia está se esforçando hoje espiritualmente, pedindo a Deus que abençoe essa nação ".

'Radio Silence' nas Notícias

No entanto, uma das coisas mais desconcertantes é que esse encontro de meio milhão de pessoas no centro da Ucrânia ... bem, mal conseguiu fazer uma notícia em qualquer lugar.

Para comparação, cerca de 500 mil pessoas derrubaram a Marcha Feminina amplamente coberta em Washington, DC, em janeiro deste ano.

Uma igreja em Kiev, Ucrânia.

Rakhuba especula: "Muito poucos gostam de reconhecer que o movimento evangélico ou protestante está dando um passo tão poderoso. Assim, a Igreja Evangélica está crescendo nessa nação, e de alguma forma vemos que tudo se espalhou através das mídias sociais, mas as redes oficiais quase não denunciam nada ".

Mesmo como uma reunião de massa de crentes na Ucrânia, somos amplamente despercebidos pelo público em geral, a Missão Eurasia comemora com a Igreja ucraniana e convida os crentes no mundo inteiro a estarem com eles em oração e apoio - para que saibam que eles não estão sozinhos como o Corpo de Cristo.

Uma Igreja Persistente

Rakhuba diz que capacitar a Igreja na Ucrânia e os países vizinhos para promover o Evangelho é a sua missão. "Isso é o que a Missão Eurasia está fazendo, trabalhando com a próxima geração, aqueles que tomam o bastão, aqueles que entram na brecha geracional e levam o Evangelho para suas comunidades".

(Foto cortesia de Mission Eurasia via Facebook)

Uma das suas iniciativas únicas é School Without Walls, que equipa jovens líderes na Eurásia com treinamento bíblico, habilidades de liderança e experiência prática do ministério. Clique aqui para saber mais!

Rakhuba diz que os ucranianos estão mesmo levando a mentalidade das missões além de suas próprias comunidades e que a Ucrânia está se tornando um centro para enviar o Evangelho aos países vizinhos e além!

"Eu apenas conversei com um grupo de jovens, eles acabaram de chegar a esta celebração de sua missão na Mongólia na China - jovens ucranianos que sentiram que o Espírito Santo os levava a levar o Evangelho para ... Mongólia, onde chegaram a milhares de jovens pessoas através dos campos de verão! "

Pontos de Oração

Para pontos de oração críticos, Rakhuba diz: "Eu incentivaria muitos de seus ouvintes a continuar orando por [Ucrânia], que a nação se torne um verdadeiro centro para o Evangelho no meio de todos esses países euro-asiáticos.

"Ore para a Missão Eurasia quando trazemos essas iniciativas estratégicas de missiologia para aquelas nações que equipam a próxima geração, preparando-as para liderar e equipando-as para servir".

E, finalmente, ele pergunta: "Ore pela paz entre a Rússia e a Ucrânia. Enquanto a Ucrânia está comemorando a fidelidade de Deus, a Rússia ainda está tendo muitos grupos evangélicos hoje tentando monopolizar ou politizar o campo espiritual e limitar muitos evangélicos da sua atividade, tentando empurrá-los para trás das paredes da igreja ".

Fonte: https://www.mnnonline.org/ 

 


Igreja desaba no México e mata 11 pessoas durante batizado

Postado em 21/09/2017

      

Onze pessoas morreram no interior de uma igreja no Estado de Puebla, onde se realizava um batizado, destruída no terremoto de terça-feira.

A Arquidiocese de Puebla confirmou a morte das 11 pessoas, entre elas 4 crianças, incluindo o bebê que estava sendo batizado no Templo de Santiago Apóstolo, do século 17. O padre e o sacristão conseguiram escapar.

Os moradores de Atzala, uma das zonas mais afetadas pelo terremoto, se apresentaram para ajudar nos trabalhos de resgate e retirada de escombros até a chegada das autoridades. Após várias horas, foram encontrados os corpos.

O responsável pelo município, Alberto Ramos Morán, disse que entraria em contato com as autoridades federais para realizar um censo das moradias afetadas.

O secretário de governo de Puebla, Diódoro Carrasco, disse que Atzala foi um dos municípios mais afetados na zona de Mixteca.

 

Fonte: http://folhagospel.com 

 


Previsão diz que o fim do mundo será no próximo sábado, 23/09/2017

Postado em 20/09/2017

              fim do mundo: O responsável pelo apocalipse deste sábado seria um planeta que colidiria com a Terra e daria fim à humanidade. Teoria foi formulada com base em números presentes da Bíblia e já havia sido negada, em 2012, por um pesquisador da agência espacial americana

Um novo “fim do mundo” se aproxima neste sábado. Ao menos é o que diz uma teoria apocalíptica formulada pelo numerólogo David Meade, autor do livro Planeta X, que prevê a colisão de um enorme planeta misterioso com a Terra e a consequente destruição da humanidade. O criador da tese, no entanto, já havia tentado divulgar essa mesma história em 2012, mas foi desmentido por um cientista da Nasa, que, na época, chamou de “ridículas” as declarações sobre “um planeta que está, ao mesmo tempo, próximo e invisível”. Segundo o pesquisador, se o planeta existisse e estivesse realmente a uma distância ameaçadora, seria impossível que nenhum astrônomo tivesse notado sua presença.

Meade, no entanto, continua a afirmar que o planeta Nibiru (também chamado Planeta X), que estaria vindo diretamente da fronteira com o sistema solar, vai atingir a Terra neste final de semana. Suas evidências são baseadas em versos e códigos numerológicos da Bíblia centrados no número 33 – exatamente o número de dias entre o eclipse solar do dia 21 de agosto, que ele considera ter sido um aviso, e a data apocalíptica.

“Jesus viveu por 33 anos, o nome Elohim, que é um dos nomes usados pelos judeus para Deus foi mencionado 33 vezes [na Bíblia]. É um número muito significativo na Bíblia e na numerologia”, disse Meade em entrevista ao The Washington Post. O americano é conhecido por suas teorias que misturam textos bíblicos e astronomia.

Nibiru

A suposta existência do planeta Nibiru é motivo de teorias conspiratórias desde a década de 70. Em 2012, no entanto, este e outros rumores sobre o fim da Terra tomaram proporções tão preocupantes que o pesquisador David Morrison, do Instituto de Astrobiologia da Nasa, teve de publicar um vídeo em seu canal no Youtube para acabar com os mais de 20 e-mails semanais que entravam em sua caixa perguntando sobre o Planeta X.

“Se o planeta estivesse tão perto, seria brilhante e facilmente visível a olho nu. Todos nós poderíamos vê-lo. Se Nibiru fosse real e se fosse um planeta com uma massa substancial, ele já perturbaria as órbitas de Marte e da Terra. Veríamos mudanças por causa deste objeto entrando no sistema solar interno”, afirmou na gravação.

 

Fonte: VEJA.com Via http://www.msn.com 

 


Na ONU, Brasil rejeita recomendação pela proteção da família tradicional

Postado em 1709/2017

         

O governo do Brasil rejeitou recomendação do Vaticano que pedia a proteção dos nascituros e da “família formada por marido e mulher”, parte da Revisão Periódica Universal do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

Em relatório divulgado nesta segunda-feira (11), o governo brasileiro reagiu às recomendações feitas por países membros da ONU em sua revisão sobre direitos humanos, realizada a cada quatro anos e meio. O país aceitou todas, exceto quatro das 246 recomendações.

A do Vaticano, não acatada pelo governo brasileiro, era: “Continuar a proteger a família natural e o casamento, formado por marido e mulher, como a unidade fundamental da sociedade, e também os nascituros”.

“É positivo que o Brasil tenha rejeitado recomendação claramente discriminatória do Vaticano contra as populações LGBT e contra as mulheres. Com essa proposta, o Vaticano pretendia barrar o casamento igualitário e o direito ao aborto mesmo nos casos já previstos por lei”, disse Caio Borges, coordenador do programa de empresas e direitos humanos da ONG Conectas.

“Por outro lado, o governo brasileiro não tem demonstrado empenho em barrar propostas legislativas como o Estatuto da Família e do Nascituro, que contrariam sua posição perante a comunidade internacional.”

Na revisão periódica anterior, em 2012, o governo brasileiro havia aceitado parcialmente a recomendação do Vaticano de “proteger a família natural e o casamento, formado por marido e mulher, como a célula básica da sociedade na medida em que oferece as melhores condições para se criar filhos”.

Na época, o governo brasileiro afirmou que apoiava parcialmente a recomendação, porque “as instituições brasileiras reconhecem que também merecem proteção outros arranjos familiares, como mulheres sozinhas criando seus filhos”.

Inconformados com o posicionamento do chanceler Aloysio Nunes, uma comitiva da Frente Parlamentar Evangélica, Frente Parlamentar Católica, além de outras lideranças partidárias, procurou o presidente para pedir a retratação do Brasil em relação ao pedido do Vaticano.

“Que fique claro, defendo que seja objeto de reflexão a permanência ou não de Aloysio à frente do Ministério”, destacou Victório Galli (PSC/MT).

No site do Itamaraty não há nenhuma justificativa sobre o posicionamento brasileiro. Temer não anunciou que decisão irá tomar.

Fonte: Folha de São Paulo e Gospel Prime

 


Convenção Batista aconselha que igrejas e fiéis fechem suas contas no Santander

Patrocínio a exposição que promovia blasfêmia e profanidade custou caro ao banco

Postado em 16/09/2017

                

A fundação Santander Cultural, ligado ao banco de mesmo nome, decidiu trazer para o Brasil a exposição Queer Museu [Museu Transviado, em tradução livre]. Em sua sede, na cidade de Porto Alegre, ficariam exibidas entre 14 de agosto e 8 de outubro 270 obras e instalações, assinadas por 85 artistas LGBT.

A temática deveria ser a “diversidade”, mas o que se vê são imagens promovendo práticas como a pedofilia e a zoofilia, além de imagens que profanam a figura de Jesus e a fé cristã.

Em um dos quadros, Jesus é representado como um macaco no colo de Maria. Em outra, de sua crucificação, sua imagem é mesclada com a de Kahli, deusa hindu da destruição. Uma instalação apresenta uma mala antiga cheia de hóstias, onde cada uma delas possui uma inscrição que lembra sangue, com as palavras “língua”, “vagina” e “ânus”.

Segundo o material de divulgação, a “expressão de gênero e a diferença são exercidas em sua plena liberdade”. Essa é a justificativa para a exibição de fotografias de órgãos sexuais masculinos e femininos e quadros que mostram pessoas em orgias, tendo relações homoafetivas e também com animais.

O Presidente da instituição, Sérgio Rial, afirma que a mostra “está ancorada em um conceito no qual realmente acreditamos: a diversidade […] Trata-se de um valor para a nossa empresa [Santander], pois acreditamos que a diversidade é a impulsionadora da criatividade e da eficiência”.

O que pode causar mais estranheza ao visitante desavisado são as representações de crianças “trans”. Em uma delas, há a figura de dois meninos, onde a legenda diz “criança viada” e “travesti”.

    

É preocupante que este projeto recebeu 1 milhão de reais pela Lei de Incentivo à Cultura, tendo apoio do Ministério da Cultura e Governo Federal.

Assim que as primeiras imagens do Queer Museu começaram a ser divulgadas nas redes sociais, houve várias manifestações contrárias, sobretudo de cristãos, que apelidaram o banco de Satãder. Além de reprovarem a iniciativa do banco e sugerirem que as pessoas 

fechem suas contas lá como forma de protesto, também foi criada uma petição online, que pode ser assinada aqui.

Com o nome de “Repúdio À Exposição Blasfema Do Santander Cultural”, o texto afirma: “Aprendam uma lição básica: o movimento LGBT usa a bandeira da tolerância para escarnecer, atacar e vilipendiar aquilo que outros consideram sagrado e ao mesmo tempo não toleram nenhum tipo de crítica!”.

Devido a grande repercussão negativa, o banco Santander decidiu fechar a mostra neste domingo (10). Em nota, a instituição tentou se explicar: “Pedimos sinceras desculpas a todos os que se sentiram ofendidos por alguma obra que fazia parte da mostra. […] Ouvimos as manifestações e entendemos que algumas das obras da exposição Queermuseu desrespeitavam símbolos, crenças e pessoas, o que não está em linha com a nossa visão de mundo”.

Em um país onde outros pedidos de boicote contra marcas e empresas que atentavam contra os valores cristãos como forma de publicidade, a vitória nesse caso mostra que as pessoas estão mais alertas e dispostas a defenderem sua fé. Com informações de Zero Hora.Assim que as primeiras imagens do Queer Museu começaram a ser divulgadas nas redes sociais, houve várias manifestações contrárias, sobretudo de cristãos, que apelidaram o banco de Satãder. Além de reprovarem a iniciativa do banco e sugerirem que as pessoas 

A Convenção Batista Brasileira (CBB) é uma das maiores denominações evangélicas do Brasil. Através da Ordem dos Pastores Batistas do Brasil (OPBB), foi anunciado que o banco Santander está prestes a perder as contas de todas as igrejas batistas do país.

Após o anúncio oficial da Igreja Batista do Bacacheri, em Curitiba, a Ordem divulgou uma nota de repúdio à exposição. O documento lembra que a mostra do Santander Cultural, sob pretexto de incentivo à cultura, promoveu “incentivo à pedofilia, zoofilia, prostituição infantil e outros temas ligados à sexualidade”.

Disse também que a exposição afrontou abertamente “os valores morais da sociedade e os princípios bíblicos que fundamentam a fé cristã”.

Afirmou ainda que incentiva a “desistência de contas, parcerias ou consumo” de todas as “instituições, igrejas e membros” ligadas à CBB. Essa mesma recomendação será feita a “todas as instituições associadas e cooperantes”.

Embora reconheça que demorou para se manifestar, disse que tomará a mesma postura em relação a outras instituições privadas que ofenderem os valores cristãos. Finalizou dizendo esperar que o Santander pare “todo tipo de fomento a movimentos tão depreciativos e hostis aos valores que defendemos”.

O documento, assinado pelo presidente da Ordem, Juracy Bahia, foi confeccionado em uma reunião de líderes nacionais da denominação no Rio de Janeiro, no último dia 13.

Veja a declaração na íntegra abaixo

Outra instituição com laços cristãos a se manifestar publicamente foi a Universidade Presbiteriana Mackenzie, que publicou uma carta aberta a Sérgio Rial, afirmando que embora o Banco Santander seja um parceiro, não poderia deixar de expressar a reprovação à iniciativa de patrocinar uma exposição com tamanho desrespeito aos princípios da fé cristã.

      

 Com informações de Zero Hora. e https://noticias.gospelprime.com.br

 

 


Conselho Nacional de Justiça habilita líderes religiosos para mediação de conflitos

O curso é dado por instrutores formados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ)

Postado em 08/09/2017

                        Resultado de imagem para imagens de conciliação judicial com casal

                                                                               Imagem ilustrativa

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) tem habilitado pastores, padres e outros líderes religiosos como mediadores judiciais.

Com base na experiência dos líderes religiosos como pacificadores em suas comunidades, o Poder Judiciário começa a apostar cada vez mais na capacitação dessas pessoas para atuarem como mediadores judiciais, atingindo, dessa forma, dois objetivos: ampliar o acesso da população ao Judiciário e evitar que demandas que possam ser resolvidas por meio da conciliação acabem desaguando na Justiça, onde a solução pode demorar anos.

O pastor Josimar Francisco, da igreja Evangélica Assembleia de Deus de Brasília/DF, por exemplo, se emociona ao lembrar do dia em que mediou um encontro de conciliação entre dois jovens para tentar resolver uma mágoa que os atormentava: há três anos, um deles deu um tiro no outro por conta de uma desavença, o que gerou rivalidade entre grupos da comunidade no entorno da capital federal.

Situações como essa são comuns na rotina de líderes de diversas religiões, procurados pela população em busca de uma solução para problemas como divórcios, guarda de filhos, dívidas, causas trabalhistas, reparações  de consumidores.

O programa “Mediar é Divino”, iniciado em 2016 em Goiânia pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), hoje também adotado pelos tribunais do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), do Paraná (TJPR) e do Mato Grosso do Sul (TJMS), já formou as primeiras turmas de líderes religiosos conciliadores e mediadores.

O curso é dado por instrutores formados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e baseado nas diretrizes da Resolução n. 125 do CNJ, que criou, em 2010, a Política Judiciária de Tratamento de conflitos; adotada para tribunais, Núcleos Permanentes de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos e  Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs).

Outros tribunais como os de Pernambuco (TJPE) e Ceará (TJCE) manifestaram interesse em fazer visitas técnicas para conhecer o programa do tribunal goiano. As embaixadas da Angola e Guiné-Bissau também se preparam para fazer o curso com intenção de implantar o programa no Poder Judiciário desses países.

“O grande problema do poder Judiciário é a estrutura. Vimos nas instituições religiosas um parceiro forte para levar a conciliação à população”, diz o juiz Paulo César Alves das Neves, coordenador adjunto do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do TJGO e responsável pela implantação do programa.

Todas as religiões juntas

Ao implantar o “Mediar é Divino”, programa pioneiro no País, o juiz Paulo das Neves optou por não separar os participantes por religião, mas colocar todos na mesma turma, com objetivo de combater também a intolerância religiosa. O magistrado fez contato com líderes católicos, evangélicos, espíritas e umbandistas, entre outros.

“Já tivemos líderes do candomblé com representantes da igreja católica dividindo a mesma mesa de prática de conciliação. Hoje temos até um líder espírita que realiza mediação dentro do espaço da igreja católica”, disse o juiz.

O curso de formação tem 40 horas de aulas teóricas e 80 horas de aulas práticas, em que os futuros conciliadores atuam para resolver conflitos que chegam aos tribunais, sob a supervisão dos instrutores. O conteúdo dos cursos e as exigências para fazê-lo são os mesmos de qualquer outro profissional – entre as condições, é preciso ter nível universitário e ser formado há mais de dois anos.

Depois de capacitados, o próximo passo é instalar em ambiente religiosos, uma igreja ou em um terreiro de umbanda, um espaço para a conciliação, conforme os moldes do CNJ, com auxílio e fiscalização do tribunal. Em Goiânia, já existe esse espaço em duas igrejas católicas, uma evangélica e um centro espírita.

“Trata-se de um local de acolhimento, onde serão trabalhados os conflitos levados pelos próprios fiéis, com a possibilidade de encaminhar os eventuais acordos para homologação judicial”, explica a desembargadora Lidia Maejima, do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR).

No Paraná, a primeira turma, formada por 21 representantes das comunidades católica, evangélica, espírita e afro-espírita concluiu o curso de capacitação no dia 9 de junho. Na opinião da desembargadora Lídia Maejima, a capacitação dos  religiosos permitirá a diminuição dos conflitos, deixando para o Judiciário aquelas causas mais complexas ou que necessitem, de fato, de uma intervenção judicial.

Em Brasília, a primeira turma de religiosos foi capacitada pelo TJDFT. Duas igrejas já instalaram o espaço de conciliação – uma católica e outra evangélica. Para o segundo vice-presidente do TJDFT, desembargador José Jacinto Costa Carvalho, a aposta é que o programa terá bons resultados no DF, especialmente pelo fato de as cidades satélites estarem bem próximas à capital, facilitando o apoio do tribunal. “O líder religioso acaba sendo um aconselhador, isso é histórico. Após o treinamento, poderão dar esse aconselhamento não apenas intuitivamente, mas dentro das técnicas da mediação e de resolução de   conflitos”, diz o desembargador.

Pacificar a comunidade

Para o pastor Josimar Francisco, da igreja Evangélica Assembleia de Deus de Brasília, a técnica adquirida permitirá a solução de conflitos que vão muito além do aconselhamento espiritual. “Eu tinha técnicas espirituais, mas quando uma pessoa está querendo reparação judicial eu me sentia impotente, mandava procurar a Justiça”, diz o pastor, que atua há 23 anos na igreja e é formado em Teologia, Filosofia, Administração e Pedagogia.

De acordo com o pastor, todos os dias chegam a ele pessoas da comunidade procurando ajuda para os mais variados problemas. O caso que mais o marcou foi o do jovem que não conseguia trabalhar ou estudar por medo de que alguém o matasse por vingança. Há alguns anos ele deu um tiro em um colega. A vítima sobreviveu. A tentativa de homicídio gerou um conflito na comunidade e fez com que o jovem que deu o tiro e sua família tivessem de se mudar de lá. O pastor mediou um encontro entre os jovens e suas famílias, que resultou em um pedido de perdão, aceito prontamente.

“A gente não repara só o dano moral ou material, a gente recupera a convivência das pessoas que são da mesma comunidade e muitas vezes frequentam a mesma igreja”, disse o pastor.

Imparcialidade na conciliação

Uma das preocupações dos tribunais é que a mediação ocorra sem a interferência da religião, ainda que a doutrina religiosa possa limitar o tipo de demanda a ser resolvida no ambiente – algumas igrejas católicas, por exemplo, não aceitam o procedimento de divórcio ou separação. “Antes do curso, só podíamos ouvir as pessoas e dar aconselhamento espiritual, e agora saberemos como trabalhar o social e a espiritualidade, sem deixar uma influenciar a outra”, diz Sérgio Doniseti Wilha Dias, ministro da palavra na Paróquia Nossa Senhora da Cruz, em Curitiba/PR.

A paróquia está situada no bairro Cidade Industrial de Curitiba, que possui cerca de 200 mil pessoas, um dos maiores da cidade. “Acredito que quem vai ganhar mais com esse trabalho é a sociedade, esperamos que se torne um espaço conhecido no bairro”, diz. Segundo Sérgio, que é formado em Teologia, a proposta da igreja é acolher toda comunidade, sem questionar quem é ou não católico.

“Não pode deixar a religião interferir no acordo, por isso a atuação dos núcleos é fiscalizada pelo tribunal e os acordos têm que passar por um promotor e um juiz para serem homologados”, diz o juiz Paulo das Neves, do TJGO. De acordo com ele, um eventual desvio de finalidade pode até culminar no descredenciamento do local.

Fonte: Agência CNJ de Notícias Via http://folhagospel.com 

 


Curitiba recebe evento internacional sobre missões

Postado em 07/09/2017

          Fire Conference 2017

Curitiba recebe, à partir de hoje, até sábado, a Fire Conference. Com a pretensão de reunir experiências de missões executadas em cerca de 20 países, o evento pretende reunir mais de 4 mil pessoas na capital paranaense.

A programação existe desde o ano de 1974 e foi fundada pela organização de cunho propagador Cristo para todas as Nações (Cfan). Já são mais de 400 conferências, distribuídas em vários locais do mundo.

Aqui, no Brasil, é promovida na Primeira Igreja Batista de Curitiba com o apoio da Comunidade Alcance e da banda mineira Diante do Trono, da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte (MG).

Segundo a organização do evento, além das apresentações musicais do Diante do Trono, outras bandas evangélicas também estarão presentes.

A Fire Conference está com todas as suas inscrições esgotadas, cujo número é de 4 mil submissões. A iniciativa, agora em território brasileiro, foi celebrada por Emerson Rocha, diretor da Cfan na América Latina.

“Estamos com muita expectativa do que Deus vai fazer na Fire 2017. Estamos recebendo pessoas do Brasil inteiro, mais 70% fora de Curitiba. Com certeza o fogo desta conferência se espalhará por todo Brasil”, afirmou.

Entre as atrações pastorais, evangelistas e missionárias, estão nomes nacionais e internacionais, como Daniel Kolenda (EUA), Todd White (Canadá), Carlos Annacondia (Argentina), Heidi Baker (EUA) e Luciano Subirá (Brasil), responsáveis por pregações e palestras distribuídas durante os três dias de evento.

Fonte: http://cfan.org.br/fire17 e https://noticias.gospelprime.com.br  

 


Deputada pede retirada da imagem da Bíblia da Assembleia Legislativa da Bahia

ma No plenário da ALBA há um painel com pinturas de orixás

Postado em 02/09/2017

         Deputada pede retirada da imagem da Bíblia da Assembleia Legislativa da Bahia

A imagem da Bíblia em homenagem “Ao Deus de Israel” está gerando polêmica na  Assembleia Legislativa da Bahia (Al-BA), isso porque a deputada Fabíola Mansur (PSB) entrou com um pedido de retirada do quadro.

Em seu entendimento, o quadro fere a laicidade do Estado. “O Estado é laico, como diz a constituição. E nossa Bíblia é a Constituição. O Estado laico não é uma anti-religião, é justamente a garantia de que nenhuma religião pode se sobrepor à outra”.

Mas o deputado Sargento Isidório, que foi quem conseguiu instalar o quadro no plenário, não gostou do pedido feito por sua colega e a chamou de satanista.

“É um quadro com a Bíblia com a palavra de Deus, a pomba que a representa a paz e do outro lado a arca com a aliança que representa a presença de Deus onde ela estiver. Isso está incomodando satanistas. Porque o outro povo está tranquilo, porque o Deus que está ali é o Deus de todos. Aquele Deus representa o Deus que criou o céu, a terra, que deu sabedoria a todos”, disse.

Para o parlamentar, quem se incomada com a imagem da Bíblia são os satanistas. “Isso está incomodando satanistas, que não têm coragem de dizer a verdade e colocar o Deus deles aqui dentro. Se ali naquele quadro fosse encontrado um homem agarrado no outro, era cultura. O problema é que quem está se ofendendo gosta de outras coisas. Quem está se ofendendo, a nível de deputado, é a mesma deputada que quer cassar meu mandato”, criticou.

Fabíola comenta acusações de ser “satanista”

A deputada, em entrevista à Mídia Bahia, declarou que é católica e que tem Bíblia em casa, porém acha inconstitucional ter uma imagem do livro sagrado no plenário da ALBA.

“O plenário da Casa não é igreja, a nossa Bíblia é a Constituição”, declarou a deputada. Para ela, o deputado Sargento Isidório presta “um desserviço” e faz “discursos preconceituosos, que geram intolerância religiosa, preconceito”.

ALBA tem imagem de orixás

O pedido de colocar a imagem da Bíblia no plenário foi feito para confrontar a pintura de Carlos Bastos que traz elementos de religiões de matrizes africanas.

Ali mesmo, no plenário da Assembleia Legislativa, há um painel com a Procissão dos Navegantes (símbolo católico), a imagem de Yemanjá, Ogum e Oxóssi (santos do Candomblé) e um tridentes, que para o deputado representa o diabo.

 

Fonte: http://www.cpadnews.com.br 

 


Fortes chuvas inundam igreja e matam 60 cristãos que faziam vigília, em Serra Leoa

Ao todo, mais de 150 cristãos foram mortos por conta das inundações.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIANITY 

Postado em 02/09/2017

 O Conselho das igrejas da Serra Leoa realizou um culto no local do deslizamento. (Foto: World Vision).

Os cristãos de Serra Leoa ainda estão se recuperando de uma das piores inundações que a nação da África Ocidental enfrentou. Por causa das fortes chuvas, a lama cobriu casas e igrejas nos arredores da capital, há duas semanas. Mais de 150 cristãos perderam suas vidas e outras centenas foram feridas no desastre. Ao todo, foram mais de mil mortos e nesta semana, muitos corpos foram levados pelas muitas águas.

Quando a lama começou a atingir as casas, a maioria da cidade estava dormindo. Mas, o Ministério do Poder do Louvor estava realizando uma vigília de oração durante toda a noite. O pastor David S. Dumbuya, sua esposa e seus filhos morreram. Cerca de 60 membros não resistiram e morreram. Um sobrevivente disse ao Daily Telegraph que perdeu 13 de seus parentes que participaram do evento.

"Todo mundo morreu. A igreja toda ficou coberta", disse Saidu Kanu, diretor de campo da World Hope International em Serra Leoa. As inundações chegaram em áreas ocidentais e centrais da capital, onde a maioria das Igrejas Batistas de Freetown estão localizadas, de acordo com a Aliança Mundial Batista.

Samuel Conteh, líder da Convenção Batista de Serra Leoa, informou que a Igreja Batista de Bethany perdeu mais de 50 membros, tornando-se uma das congregações mais atingidas. Regent, ao lado de Mount Sugar Loaf, também é o lar da primeira Igreja Batista na África, fundada em 1792 por um ex-africano escravizado que migrou para lá.

Jejum e oração

Membros de várias outras igrejas também foram atingidos, de acordo com Jonathan Titus-Williams, secretário-geral da Evangelical Fellowship. Muitos outros crentes perderam suas casas no desastre. Os cristãos, que compõem apenas 20% da população na maioria dos países muçulmanos, de aproximadamente 7 milhões de pessoas, lideraram reuniões para ministrar as vítimas e lamentar as perdas.

Os líderes evangélicos fizeram um período de jejum, seguido de um evento de oração em toda a cidade durante a semana que se seguiu ao deslizamento, com até 300 vítimas enterradas em um único dia. O Conselho das igrejas da Serra Leoa realizou um culto no local do deslizamento, no fim de semana passado.

As igrejas continuaram a se encontrar para o culto semanal no domingo, embora a Freetown ainda estivesse em risco de novas inundações. Quase todos foram impactados pelo desastre, mas também pelos esforços de recuperação, à medida que as ONGs se reúnem para cuidar de vítimas e voluntários na comunidade. O foco da World Hope tem sido proteger crianças que foram vítimas do deslizamento de terra, certificando-se de ter acesso a assistentes sociais e aconselhamento sobre trauma.

 


Estado Islâmico ameaça papa Francisco: “Chegaremos a Roma”

“Depois de todos os esforços, a religião dos cruzados é que será destruída”, dizem os jihadistas

Postado em 25/08/2017

            

O Estado Islâmico (EI) divulgou outro vídeo nesta quinta-feira (24). Nele, faz ameaças ao papa Francisco e afirma que “chegará a Roma”. Embora o Vaticano seja oficialmente um país, ele fica no centro da capital italiana. Sendo assim, a mensagem é clara: eles pretendem cumprir a promessa que fizeram em 2014.

A gravação do vídeo foi feita em Marawi, cidade das Filipinas que abriga extremistas muçulmanos, onde há um intenso combate armado com as forças de segurança do país. O material, divulgado pelo Al Hayat Media Center, um dos órgãos oficiais de propaganda do Estado Islâmico, apresenta terroristas rasgando um pôster de Francisco e destruindo imagens cristãs em uma igreja.

“Lembrem-se disso, infiéis, nós vamos estar em Roma, se Allah quiser”, brada um soldado que se identifica como Abu Jindal. Em seguida, o grupo põe fogo em um a igreja. “Depois de todos os esforços, a religião dos cruzados é que será destruída”, diz o narrador.

                 

Parte da escatologia islâmica

Juntamente com esse vídeo, o EI pediu que seus simpatizantes realizem atentados na Itália. Além do país pertencer à coalizão internacional que luta contra eles na Síria, abrigar a sede mundial da Igreja Católica.

Um ataque ali enviaria uma forte mensagem por todo o globo. Além disso, a reconquista da Itália, que já integrou impérios islâmicos no passado é um dos objetivos anunciados do califado. Para os extremistas muçulmanos, Francisco seria o expoente máximo do cristianismo, já que eles não fazem distinção entre católicos, ortodoxos e evangélicos.

Na escatologia islâmica, existe a ideia que a conquista de Roma seria “o sinal completo da superioridade do Islã sobre o cristianismo, marcando a derrota do cristianismo”. Para isso, o papa deverá ser decapitado em praça pública, com a execução transmitida para o mundo todo.

Para eles, tudo culminará em uma batalha contra os exércitos infiéis próximos a Dabiq, na Síria, cidade que eles já conquistaram. “Essa é a sua versão do Armagedom”, ressalta Robert Spencer, um especialista no assunto. “Então Jesus se unirá ao profeta muçulmano, o Mahdi, e juntos irão conquistar e islamizar o mundo”, conclui.

Esta ideia já foi divulgada pelo EI em outros vídeos, quando apresentou imagens feitas por computador de tanques avançando sobre o Coliseu, enquanto o narrador afirmava que Roma representava a “batalha final antes do dia do juízo”.

Tropa de elite do Vaticano espera atentados

A Itália é a única grande nação da Europa Ocidental que ainda não sofreu atentados terroristas do EI. Mas as autoridades dizem estar preparada para isso. O comandante Christoph Graf, chefe da Guarda Suíça, soldados de elite que protegem o Vaticano, disse nesta quinta-feira (24) que o corpo militar “está pronto” para enfrentar um ataque terrorista e proteger o papa Francisco.

Durante um evento que reuniu cerca de 450 ex-guardas em Solothurn, na Suiça, Graf foi enfático: “Talvez seja apenas uma questão de tempo até que um atentado ocorra em Roma. Mas, estamos prontos também para isso”. Ele disse que a preocupação aumentou após o recente ataque ocorrido em Barcelona.

O comandando lembrou que os agentes que protegem o Papa são uma “tropa de proteção treinada nas técnicas mais modernas” e que adapta constantemente a sua formação. Por isso, os novos soldados estão recebendo treinamento antiterrorismo.

     

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br 

 


Projeto de lei, aqui no Brasil, quer liberar mudança de sexo em crianças sem autorização dos pais

 

Postado em 24/08/2017

                 Imagem redimensionada

Uma notícia que tem circulado nas redes sociais nos últimos dias sobre um projeto de lei que está tramitando na Câmara dos Deputados tem preocupado muitas famílias. A informação é de que o texto projeto inclui em suas propostas a autorização de cirurgia de mudança de sexo até mesmo para crianças e adolescentes, com ou sem a autorização dos pais.

Por mais chocante que a proposta pareça aos olhos de muitas famílias, o Portal Guiame checou o texto na íntegra e confirmou que esta proposta realmente integra o PL 5002/2013, que é de autoria dos deputados Jean Wyllys (PSOL - RJ) e Érika Kokay (PT/DF), e chega aparentar certa contradição, quando analisado ao todo.

Apesar de no Artigo 4º, o texto destacar que a maioridade é um dos requisitos para que as pessoas solicitem a retificação registral de sexo e gênero, o Artigo 5º refere-se às pessoas menores 18 anos e diz que nestes casos, se seus pais não estiverem de acordo com esta mudança, é possível recorrer à assistência da Defensoria Pública para autorização judicial.

"Com relação às pessoas que ainda não tenham dezoito (18) anos de idade, a solicitação do trâmite a que se refere o artigo 4º deverá ser efetuada através de seus representantes legais e com a expressa conformidade de vontade da criança ou adolescente, levando em consideração os princípios de capacidade progressiva e interesse superior da criança, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente", diz o Artigo 5º.

O mesmo também ocorre com o Artigo 8º, no qual aponta que as pessoas maiores de idade, poderão fazer livremente a solicitação de uma cirurgia de mudança de sexo, porém no parágrafo 2º, o projeto aponta que os menores de idade também podem solicitar a assistência da Defensoria para emissão de uma autorização judicial.

"No caso das pessoas que ainda não tenham de dezoito (18) anos de idade, vigorarão os mesmos requisitos estabelecidos no artigo 5º para a obtenção do consentimento informado", ressalta o parágrafo 2º do texto.

Segundo o deputado Jean Wyllys, a autorização de mudança de gênero e até mesmo de cirurgias de mudanças para crianças e adolescentes é um ponto importante do texto.

"Não faz sentido que uma pessoa trans espere até os 18 anos para iniciar o processo transexualizador (que é um longo processo) ou fazer qualquer tipo de intervenção no corpo. (...) É preciso conhecer os aspectos, fases e possibilidades", diz o parlamentar.

No dia 28 de junho deste ano, a ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, enviou um ofício para o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), solicitando mais celeridade na apreciação e aprovação do projeto de lei, a fim de "garantir os direitos da população LGBTI".

Ideologia de gênero = abuso infantil

A relação entre as propostas em questão do PL 5002 e a ideologia de gênero é inevitável. Sempre citada por seus defensores em debates como uma defesa da "identidade de gênero", este tipo de doutrinação ideológica já tem surtido efeitos catastróficos em alguns países da Europa e também tem levado médicos a emitirem alertas significativos às famílias nos Estados Unidos.

Já em 2015, o jornal 'Gloucester Citizen', o número de crianças submetidas a tratamento por disforia de gênero no Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido deu um salto de 1.000% nos cinco anos anteriores.

Mais de 1.000 crianças foram tratadas pelo Serviço de Transtorno de Identidade de Gênero, prestado pelo Serviço Nacional de Saúde no Reino Unido, entre abril e dezembro de 2015.

Já a Faculdade Americana de Pediatria (EUA) alertou que a ideologia de gênero, quando aplicada sobre as crianças, configura, sem dúvida, um abuso infantil.

"As crianças que usam bloqueadores de puberdade para representar o sexo oposto vão exigir que hormônios sejam usados para a mudança ou recuperação da sexualidade tardiamente na adolescência. O uso de hormônios, como testosterona e estrogênio estão associados a riscos de saúde perigosos, incluindo o descontrole da pressão arterial, coágulos sanguíneos, acidente vascular cerebral e câncer", destacou a organização.

"As taxas de suicídio são 20 vezes maior entre os adultos que usam hormônios do sexo oposto e se submetem à cirurgias de mudança de sexo, mesmo na Suécia, que está entre os países que mais afirma a cultura LGBT", acrescentou o comunicado da Faculdade.

 

Fonte: https://guiame.com.br  Via http://folhagospel.com 

 


Maior Museu da Bíblia, do mundo, será inaugurado em novembro

                  O prédio possui oito andares e custou R$ 1,5 bilhão.

Postado em 18/08/2017

Construído por iniciativa do bilionário Steve Green, dono da rede de lojas Hobby Lobby, inicialmente iria hospedar apenas a coleção de relíquias bíblicas pertencente à família 

O maior Museu da Bíblia do mundo será inaugurado no dia 17 de novembro, em Washington, capital dos Estados Unidos. Com oito andares, o prédio está localizado na principal avenida da cidade, distando três quarteirões do Congresso. Terá como vizinhos alguns dos museus mais importantes do mundo, como o Smithsonian e o Museu Espacial.

Construído por iniciativa do bilionário Steve Green, dono da rede de lojas Hobby Lobby, inicialmente iria hospedar apenas a coleção de relíquias bíblicas pertencente à família. Mas a ideia ganhou o apoio de grupos cristãos e agora será lar para cerca de 40 mil artefatos bíblicos e religiosos de todo o mundo, incluindo desde partes dos Pergaminhos do Mar Morto até a “Bíblia Lunar” – a primeira Bíblia a viajar no espaço.

Em construção desde 2015, será concluído no segundo semestre deste ano. “O objetivo é mostrar para as pessoas as muitas maneiras como a Bíblia afetou nossa sociedade, não apenas a história, mas também os direitos civis, a justiça social e até a moda”, enfatiza Steve Bickley, vice-presidente de marketing do museu, em entrevista à Fox News.

Ao longo de cerca de 150 mil metros quadrados, o local pretende oferecer uma “experiência de imersão para pessoas de todas as fés, ou mesmo nenhuma fé, e aqueles que nunca sequer pegaram uma Bíblia”, reitera Bickley.

A família de Steve Green possuía a maior coleção privada de textos e artefatos bíblicos do mundo. Mas diante dos sucessivos ataques à liberdade religiosa durante o governo de Barack Obama, eles decidiram expor tudo que possuíam como forma de defender a sua fé. Isso também influenciou a escolha do local, já que ela fica nas proximidades da Casa Branca.

Para os críticos que vem dizendo que o Museu da Bíblia defende apenas o ponto de vista de uma religião, Bickley lembra que eles estabeleceram uma parceria com a Autoridade de Antiguidades de Israel, que anualmente cederá objetos pertencentes ao Tesouro Nacional de Israel. Isso deverá atrair judeus e outras minorias.

Outro aspecto que será desenvolvido no Museu envolve estudos de arqueologia e história. Chamado de Iniciativa Acadêmicos, jovens estudiosos de mais de 60 universidades em todo o mundo estão inscritos para projetos que envolvem estudos dos artefatos exibidos no local.

 

Fonte: http://comunhao.com.br 

 

 


Imigração de judeus brasileiros para Israel bate recordes históricos

Crise financeira é apenas um dos motivos

Postado em 15/08/2017

                      Imigração de judeus brasileiros para Israel bate recordes históricos

Um número cada vez maior de judeus brasileiros decidiu fazer a imigração para Israel. Entre os motivos estão as crises financeira e política, bem como o aumento da criminalidade das grandes cidades do Brasil.

Nos primeiros 4 meses deste ano, cerca de 300 brasileiros foram registrados pelo governo em Israel. Trata-se de um aumento de 40% em comparação com o mesmo período de 2016.

Estima-se que até o final do ano, serão cerca de 1.000 brasileiros. Trata-se do maior número desde a criação do Israel moderno, em 1948.

O cenário é um pouco diferente de 2016, que estabeleceu o recorde anterior, com 760 imigrantes registrados. Na verdade, a média anual de judeus brasileiros “voltando para casa” era de cerca de 150, até sete anos atrás.

O ritmo só aumenta nos últimos anos, a exemplo do que acontece em vários países como França e Ucrânia.

Atualmente, o Brasil ocupa o quinto lugar entre 85 países em número de imigrantes que fazem a aliá, termo hebraico que significa subida, procedimento que tem apoio do governo de Israel e garante a cidadania imediata. As maiores populações judaicas ainda saem de países como Rússia (7 mil imigrantes), Ucrânia (6 mil), França (4.700) e Estados Unidos (3 mil).

Os imigrantes, recebem apoio do governo israelense, incluindo aulas de hebraico, ajuda financeira, descontos na compra de carros e imóveis e um tipo de seguro desemprego.

A decisão é muito mais que a busca por uma “vida melhor”. Revital Poleg, representante da Agência Judaica no Brasil, explicou anteriormente que, entre os principais fatores estão a questão religiosa e o desejo de oferecer uma vida mais tranquila para suas famílias.

“Acho que muitos tinham essa ideia e a situação econômica apenas os empurrou a tomar essa decisão”, acredita Poleg. Contudo, muitos compreendem que existe uma motivação espiritual para que os judeus voltem para sua terra, relatadas nas profecias de Isaías (11:11-12) e Ezequiel (11:17)

Apesar da fama de Israel como país que enfrenta guerras e terrorismo, a violência urbana é mínima. Assaltos, roubos, sequestros ou casos de bala perdida são raros.

O número cada vez maior de brasileiros no país estimulou a criação da OlimMe Brasil, uma ONG de judeus brasileiros que já moram em Israel há alguns anos e que visa ajudar os recém-chegados na adaptação ao novo país.

A previsão da ONG é que o número de brasileiros fazendo a aliá cresça ainda mais nos próximos anos. No Brasil existem cerca de 120 mil judeus, a segunda maior comunidade da América Latina, logo atrás da Argentina. 

 

Fonte: Fonte: Gospel Prime / com informações de RFI

 


Ônibus cai em desfiladeiro e mata 34 cristãos

Postado em 15082017

             

Pelo menos 34 pessoas morreram na terça-feira, 03, quando um ônibus que carregava jovens adoradores cristãos, mergulhou em um desfiladeiro íngreme em Madagascar, disseram autoridades policiais e hospitalares.

A polícia disse que 12 corpos gravemente queimados foram contados no local após o acidente no final da noite.

“É inimaginável o que aconteceu porque o carro estava em boas condições, os documentos do veículo estavam em ordem. Minha esposa e meus filhos estavam entre os passageiros. Toda a família está morta “, disse Elias Ralaiarimanana, um motorista de ônibus.

“O ônibus se esforçou para subir uma estrada em uma colina e caiu em um barranco cerca de 20 metros de profundidade”, disse a porta-voz da polícia Herilalatiana Andrianarisaona à AFP .

O hospital central da capital Antananarivo na terça-feira em um comunicado de imprensa anunciou a morte de outras 18 pessoas.

“Toda uma família está morta “, disse Jean-Marie Rasamimanana, assistente do diretor de HJRA Hospital.

Passageiros no ônibus viajavam da cidade central de Soavinandriana para uma reunião da igreja na cidade portuária costeira do noroeste de Mahajanga quando o acidente aconteceu.

Acidentes de tal natureza não são raros em Madagascar, onde a rede rodoviária e os veículos estão extremamente dilapidados. Em janeiro, pelo menos 47 pessoas morreram e 22 ficaram feridas em um ônibus que leva convidados em uma casamento.

Oito das vítimas eram voluntárias do ministério de Billy Graham.

             

 

Fonte: portalpadom e gospelmais

 


Judeus e cristãos se unem para estudar a Bíblia em Israel

Professores e rabinos israelenses estão ensinando conhecimentos sobre a Bíblia, história judaica e língua hebraica para cristãos

Postado em 10/08/2017

    Judeus e cristãos se unem para estudar a Bíblia em Israel

Judeus e cristãos estão se reunindo em Israel para, juntos, aprenderem sobre a Bíblia com professores e rabinos.

Chamada “Yeshiva For the Nations” (“Ensino Judaico Para as Nações”, em tradução livre), a instituição de ensino está sendo liderada por um israelense cristão com base no versículo bíblico de Isaías 2:2-3, que diz:

“Nos últimos dias, o monte do templo do Senhor será estabelecido como o principal (...) e todas as nações correrão para ele. (...) Pois, a lei sairá de Sião, de Jerusalém virá a palavra do Senhor”.

O local oferece cursos sobre a Bíblia, estilo de vida judaico, língua hebraica, história judaica e outros tópicos de interesse para não-judeus.

“Enquanto cristãos estão estudando a Bíblia com outros cristãos e judeus estão estudando com outros judeus, o Yeshiva For the Nations marca uma das primeiras vezes na história em que os judeus estão ensinando a Bíblia aos cristãos”, disse o rabino Tuly Weisz.

“Mesmo que a maioria das notícia sobre o Oriente Médio sejam cheias de hostilidades, que são frutos de guerras religiosas, há alguns acontecimentos positivos que precisam ser celebrados”, acrescentou Weisz.

O estudo da Bíblia entre cristão e judeus tem sido defendido pelo rabino brasileiro Marcelo M. Guimarães, que faz parte do Ministério Ensinando de Sião, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Baseado no mesmo texto de Isaías 2, Guimarães afirma que a busca pelo conhecimento bíblico em Jerusalém é uma característica do fim dos tempos. “Isso acontecerá nos últimos dias. Esse é o segredo desse texto”, destacou o rabino

Ele ainda confirmou a profecia fazendo referência a Miquéias 4:1-2, Jeremias 23:20 e Zacarias 8:22-23, que diz: “Naqueles dias, dez homens de todas as línguas e nações agarrarão firmemente a barra das vestes de um judeu e dirão: ‘Nós vamos com você porque ouvimos dizer que Deus está com vocês’”.

“Você acha que hoje irá a Israel para pegar num tzitzit (talit utilizado por baixo da roupa dos judeus) de um judeu ortodoxo, que está orando no Muro das Lamentações? Ele pode ser um homem piedoso e santo, mas não é dele que a Bíblia está falando”, esclareceu Guimarães. “O judeu completo, de acordo com Romanos 11, é aquele que foi reenxertado em Yeshua (Jesus)”.

 

Fonte: http://www.cpadnews.com.br 

 


Pesquisador confirma existência de 53 figuras bíblicas

O estudo verificou a existência de reis, faraós, sacerdotes e escribas mencionados pela Bíblia.

Postado em 10/08/2017Personagens bíblicos verificados foram verificados como Sargão II, Assaradão, Senaqueribe e Tiglate-Pileser III. (Foto: Domínio Público)

Um recente estudo feito pela Universidade de Purdue, nos Estados Unidos, confirmou a existência de 53 figuras mencionadas na Bíblia Sagrada em um registro arqueológico.

Lawrence Mykytiuk, professor de Biblioteconomia da instituição de ensino, desenvolveu um sistema para comparar os nomes das figuras bíblicas com inscrições descobertas em escavações arqueológicas.

Para que a historicidade das figuras bíblicas fosse determinada, o nome bíblico deveria corresponder ao nome de uma inscrição autêntica, sem que houvesse a possibilidade de uma falsificação.

Os nomes da Bíblia e da inscrição deveriam corresponder à configuração e período do tempo. Além disso, a figura bíblica também deveria ter pelo menos três detalhes específicos que identificariam um indivíduo, como nome, nome do pai e título.

“Se ele corresponder a três menções na Bíblia, é uma certeza virtual”, disse Mykytiuk ao Times of Israel. “Pode existir algumas pessoas com o mesmo nome e nome do pai, mas com o mesmo título? Isso seria coincidência demais”.

Através de seu sistema, Mykytiuk conseguiu verificar a existência de reis, faraós, sacerdotes e escribas, estudando 94 inscrições. Ele observou que todos os nomes são do sexo masculino, mas espera identificar uma mulher nas inscrições.

O professor, no entanto, advertiu que as verificações dos nomes bíblicos não verificam necessariamente os eventos bíblicos que envolvem estes indivíduos.

Até agora, Mykytiuk verificou a existência de oito reis do Reino de Israel e seis do Reino de Judá, incluindo personagens importantes como os reis Davi e Ezequias.

O professor continua suas verificações envolvendo figuras do Novo Testamento e seu próximo artigo irá incluir a verificação de 23 figuras da Nova Aliança. Ele explica que as verificações do Novo Testamento, ao contrário do Antigo, irá incluir homens e mulheres.

Mykytiuk, que tem se envolvido nas verificações bíblicas desde 1992, pretende terminar em 2017 seu artigo sobre figuras religiosas do Novo Testamento, como João Batista, Gamaliel e os sumos sacerdotes.

 

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CHRISTIAN TIMES

 


Igreja evangélica é interditada em Curitiba por falta de licença ambiental

O espaço teria sido alvo de diversas reclamações de vizinhos incomodados com a poluição sonora em níveis acima do permitido pela legislação

Postado em 06/08/2017                                                                                     Templo da Igreja Assembleia de Deus


A Segunda Vara da Fazenda Pública da Comarca de Curitiba atendeu pedido protocolado pela Promotoria de Justiça de Proteção ao Meio Ambiente e determinou provisoriamente a imediata paralisação das atividades de uma igreja evangélica localizada no bairro Cidade Industrial de Curitiba, por falta de licença ambiental.

Depois de reclamações de moradores perturbados com o barulho produzido no templo, que fica na Rua João Dembinski, o Ministério Público verificou a falta de licenciamento. 

A Promotoria de Justiça havia tentado resolver a questão extrajudicialmente antes de ajuizar ação solicitando a interdição do local, mas não teve êxito.

Poluição sonora

Além de deferir o pedido de interdição da igreja por falta do licenciamento, o magistrado determinou a produção de provas periciais e documentais para verificar se o templo está situado em local onde seja permitida sua atividade e também para checar se os cultos causam poluição sonora, com emissão de ruídos em níveis acima do estabelecido pela lei.

Suécia abriga 150 terroristas do Estado Islâmico, mas nega apoio a refugiada cristã

A iraniana Aideen Strandsson disse que é perigoso voltar para o seu país como uma cristã e acredita que Deus pode fazer um milagre em sua situação.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA CBN NEWS

Postado em 06/08/2017

Aideen Strandsson é uma cristã iraniana e está tentando asilo na Suécia. (Imagem: CBN News)                Aideen Strandsson é uma cristã iraniana e está tentando asilo na Suécia. (Imagem: CBN News)

A história de uma refugiada cristã iraniana, que pode ser deportada da Suécia e agora poderá enfrentar grande perseguição em seu país de origem está comovendo e mobilizando internautas de diversas partes do mundo.

Neste momento, o futuro de Aideen Strandsson ainda permanece incerto. Ela espera pela possibilidade de asilo político ou por sua deportação.

A atriz iraniana abandonou o islamismo para se tornar uma cristã depois de ter um sonho sobre Jesus. Ela chegou à Suécia em 2014 com um visto de trabalho.

Aideen tem falado abertamente sobre sua fé cristã, o que significa que ela poderia enfrentar prisão, estupro e morte, caso retornasse à República Islâmica do Irã.

"É realmente perigoso para mim e não sei por que a imigração não acredita nisso. Estou realmente em perigo", disse Aideen à CBN News.

Mesmo que o conselho de migração da Suécia diga, em sua própria página da web, que nunca irá deportar os requerentes de asilo para as nações onde eles enfrentam o perigo e, assim, seja uma violação da Convenção de Genebra sobre os refugiados, o conselho de migração rejeitou o pedido de asilo de Aideen e encaminhou este caso para a polícia de fronteiras, o que poderia levar à eventual deportação da requerente de asilo.

"A informação do setor de migração nos diz sobre as prisões iranianas que a tortura e a violação de tantos outros direitos humanos são comuns e é uma violação do direito internacional sujeitar qualquer pessoa a esse tratamento", disse o advogado sueco Gabriel Donner.

Muitos internautas e telespectadores disseram à CBN News - que tem acompanhado este caso - que entraram em contato com o setor de migração da Suécia depois que a notícia foi divulgada. Um funcionário do fórum de migração também entrou em contato com a agência de notícias, afirmando: "... o fato de seus leitores nos escreverem não mudará a decisão da Agência de Migração, nem podemos mudar a decisão do tribunal".

"O caso dela foi para apelação, processado pela Agência de Migração e posteriormente pelos tribunais suecos, que também decidiram que Aideen não pode receber asilo como refugiada na Suécia", escreveu Ulrika Langels, do Conselho de Migração da Suécia.

Pessoas de diversos países também estão oferecendo abrigo à cristã iraniana e até mesmo afirmaram que podem ajudá-la a conseguir asilo em suas nações, mas Strandsson não pode sair da Suécia. Seu passaporte iraniano foi confiscado.

E ela diz que sua vontade, inicialmente é permanecer na Suécia, se possível.

Além de Strandsson, outros cristãos requerentes de asilo na Suécia também estão enfrentando deportação. Enquanto isso, o governo sueco deu 150 identidades protegidas a terroristas do Estado Islâmico que supostamente estariam voltando para a Suécia em busca de empregos.

O governo sueco negou este tipo de ajuda a Aideen.

"Eles me disseram: 'É a sua vida pessoal e não é nosso problema se você decidiu se tornar uma cristã. Isso é problema seu", disse Aideen.

Donner disse que os cristãos deportados para nações islâmico enfrentam um perigo claro, quando voltam ao seu país de origem.

"Alguns deles são mortos imediatamente [quando chegam], alguns deles conseguem se esconder, alguns deles escapam para outros lugares, mas se você os deporta está colocando-os em risco", disse o advogado.

O chefe da Junta de Migração, Mikael Ribbenvik, poderia reabrir o caso, mas Aideen agora confia em um poder muito maior do que o governo sueco - o poder de Jesus Cristo.

"Eu penso sobre o sonho que tive no Irã, sobre Jesus e eu ainda penso: Ele está vendo tudo isso acontecer comigo ... Ele vai me ajudar", disse Aideen.

Enquanto isso, o advogado de Aideen diz que tentará outra audiência, mas não há garantia de que seu caso seja ouvido.

 


O rei e a rainha da Espanha receberam

evangélicos no palácio real

Os líderes da Igreja conheceram o rei Felipe VI, a rainha Letizia e o ministro da Justiça. "Nós pedimos a Deus que a Sua luz brilhe em sua vida", disse a delegação ao chefe de Estado Espanhol. 

Postado em 03/08/2017

                      Felipe VI, evangélicos

 Rei Felipe, Rainha Letizia e Ministro da Justiça Rafael Catalá, com representantes evangélicos na recepção real, em 27 de julho de 2017. / Casa SM Rey

Uma delegação de cristãos evangélicos espanhóis foi recebida no palácio real La Zarzuela em 27 de julho. O rei Felipe VI, a rainha Letizia e o ministro da Justiça, Rafael Catalá, conheceram 14 líderes protestantes . Esta recepção foi organizada duas semanas após a celebração do 8 º Congresso Evangélico , em que 1.000 representantes analisou a situação espiritual e social da Espanha. Além disso, centenas de jovens cristãos passaram uma semana compartilhando sua fé nas ruas de Madri e mais de 8 mil pessoas participaram de celebrações públicas. Esta é a primeira vez que este rei e rainha recebem protestantes para uma audiência exclusiva . Evangélicos já foram recebidos no palácio real uma vez antes: em 1997, quando Juan Carlos eu era rei. Durante a recepção, a delegação deu ao rei Felipe uma peça de arte cerâmica com motivos que se relacionavam com o início da Reforma Protestante.

                                          

                                                                        Conversas durante a recepção. / Casa SM Rey

Eles também entregaram um documento com as conclusões do Congresso Evangélico, bem como vários livros impressos neste ano na história da Reforma , um conjunto de postais com algumas das citações mais famosas de Martinho Lutero, e um filme de  DVD: "JESUS" . "Nos últimos 500 anos, apenas 50 foram moldados pela tolerância ou pela liberdade religiosa ", disse Mariano Blázquez, Secretário Executivo da Federação das Entidades Evangélicas (FEREDE). "Mas queremos reverter esses números e construir um novo cenário no qual nossa pequena luz pode se unir a outros para ajudar a iluminar a Espanha com maior tolerância e concórdia, trabalhando para uma sociedade mais justa e solidária". "Pedimos a Deus que a Sua luz brilhe em sua vida" , o representante evangélico disse ao rei Felipe VI, "e que uma bênção do Todo Poderoso pode guiá-lo e protegê-lo, não apenas na sua tarefa de funcionário público, em representação de O Estado e todos os espanhóis, mas também na sua vida pessoal e familiar ". Os representantes evangélicos também convidaram a família real a participar dos eventos organizados para comemorar a Reforma Protestante em 31 de outubro.


Veja mais: http://evangelicalfocus.com/europe/2759/King_and_Queen_of_Spain_received_evangelicals_at_royal_palace

 

Fonte: http://christiannews.net 

 


Líder satanista abandona a igreja luciferiana que ele fundou para se tornar cristão 

Postado em 02/08/2017

   

 Pastor Robert Hogan of the Spring First Church in Houston, Texas baptises Jacob McKelvy, founder of the Greater Church of Lucifer.                    (Screenshot/YouTube/Jacob McKelvy)

Jacob McKelvy estava tão envolvido no satanismo que ajudou a fundar uma igreja luciferiana no Texas. Mas tudo acabou quando ele encontrou Jesus e declarou todos os laços satânicos quebrados pelo sangue de Jesus durante seu batismo este ano.

Enquanto os satanistas estão se empenham em toda a América para promover suas crenças nas escolas e nas áreas públicas, Jesus também está fazendo Sua obra nos corações de pessoas dominadas pelas forças das trevas,  trazendo-as para Sua luz. 

McKelvy é uma dessas pessoas e agora ele cortou todos os laços com as forças espirituais das trevas, junto com sua esposa, que também foi salva. Eles foram batizados juntos em um culto na Spring First Church em Houston, Texas, em 5 de fevereiro.

É uma transformação incrível para um homem que já esteve envolvido na criação de uma igreja luciferiana em Houston que foi alvo de muitos protestos e críticas dos cristãos na época.

Na verdade, sua estrada na escuridão não foi antecipada porque ele cresceu em uma família Mórmon. Mas as trevas começaram a entrar em sua vida quando sua irmã morreu depois de ser mordida por uma cobra. 

Compartilhando sua história com  CBN News , ele descreveu como o poder do satanismo o atraiu. 

"Eu nasci e fui criado Mórmon e, nesse contexto, eu aprendi sobre Jesus Cristo e sobre Deus. E havia dito que se eles levassem minha irmã para longe Eu iria para o lado das trevas. E ela morreu. À minha volta, Havia muita desesperança e sentimento de impotência e isso me atraiu para o lado do mal. Quando o satanismo diz que você é seu próprio Deus, isso tem um impacto muito poderoso ", disse ele.

No último ato de libertação, porém, Jesus entrou em sua vida e o reconquistou de volta

para a luz. Durante o culto de batismo, McKelvy fez uma notável declaração de fé para romper todos os laços com o poder satânico.

 "Estávamos atolados nas sombras da influência adversária e não conhecíamos o amor fora um do outro. Hoje eu repreendo, renuncio e quebro a aliança satânica pelo sangue de Jesus ",disse Jacob McKelvy.

Ouça mais da sua incrível história no vídeo abaixo:

                           

ALERTA! Desenho pornográfico é exibido para crianças à tarde, na TV

O desenho 'Festa da Salsicha' tem "imediata associação visual de seus personagens com órgãos sexuais masculino e feminino", disse um crítico de cinema.

FONTE: GUIAME

Postado em 01/08/2017

O desenho

O desenho "Festa da Salsicha" não tem classificação indicativa de idade e tem conteúdo claramente associado à sexo e muitos palavrões. (Imagem: UOL)

O que os seus filhos estão assistindo na TV? As famílias que têm acesso ao canal da TV a cabo 'HBO' em suas casas precisaram ficar em alerta nos últimos dias, após a emissora de filmes veicular um desenho animado de conteúdo realmente pornográfico em plena tarde, por volta das 15h.

O desenho intitulado "Festa da Salsicha" conta a história do personagem "Frank, a salsicha, e seus amigos, que tentam evitar de serem comprados e comidos por humanos em um supermercado".

Segundo uma análise do filme, feita pelo crítico de cinema Francisco Russo, o desenho é "escancaradamente boca suja, coloca um sem número de xingamentos e piadas de cunho sexual ou preconceituoso na boca dos próprios alimentos".


Cena do desenho "Festa da Salsicha" comprova teor sexual de seu roteiro (Imagem: Observatório do Cinema)

"O próprio desenho e a escolha dos personagens também leva isto em consideração, buscando a imediata associação visual com os órgãos sexuais masculino e feminino", acrescentou ele em sua análise, publicada no site "Adoro Cinema".

O momento que o desenho foi veiculado neste final de semana foi registrado por um assinante de TV a cabo e pai de família, que registrou uma cena do filme, na qual Frank chega em uma festa com diversos alimentos animados, que parecem mais promover uma verdadeira orgia.

O vídeo foi compartilhado pela psicóloga e defensora dos Direitos da Família, Marisa Lobo, que criticou a emissora HBO por veicular um desenho com tal conteúdo, ainda mais em um horário no qual crianças ainda estão acordadas e sem ter qualquer classificação indicativa de idade.


Pai de família se indignou ao comprovar que o canal HBO realmente estava exibindo o desenho em plena tarde, sem qualquer indicação de idade. (Imagem: Facebook)

"Para você que não acreditou que o Filme da #HBO 'festa da salsicha' é pornografia, orgia pura. Vejam esse vídeo um pai gravou, uma parte deste 'inocente desenho', sem classificação indicativa de idade", escreveu a psicóloga ao compartilhar o vídeo em seu perfil do Facebook.

"Dá vontade de chorar com tanta falta de respeito com nossas crianças. Quando passa um filme depois das 23 horas e reclamamos disso, a TV informa 'não é hora de criança assistir TV, criança assiste à tarde', mas e agora? O que as crianças assistem? Qual o horário? Dizem que este desenho é para adolescentes, mas meus Deus... imagine um filho teu adolescente assistindo isso. #BoicoteHBO", escreveu a psicóloga.

 


Igreja dos Estados Unidos é acusada de fazer brasileiros escravos

Com informações de Estadão Via msn

Link http://www.msn.com/pt-br/noticias/mundo

Postado em 25/07/2017

           Word of Faith Fellowship em São Joaquim de Bicas (MG)

                                                                 © Foto: AP Word of Faith Fellowship em São Joaquim de Bicas (MG)

Quando Andre Oliveira respondeu a um chamado para deixar sua congregação vinculada com a Word of Faith Fellowship (Associação Palavra da Fé) no Brasil e se mudar para a igreja sede na Carolina do Norte, aos 18 anos de idade, seu passaporte e dinheiro foram confiscados pelos líderes da igreja - para proteção, segundo os líderes.

Preso em um país estrangeiro, ele disse que foi forçado a trabalhar 15 horas por dia, geralmente sem remuneração, primeiro limpando casas para a igreja evangélica secretamente e depois trabalhando nas propriedades dos ministros sêniores. Ele conta que qualquer desvio nas regras os colocava sob a ira dos líderes da igreja, regras que variavam de espancamentos a humilhações no púlpito. “Eles nos traficaram para cá. Eles sabiam o que estavam fazendo. Precisavam de mão-de-obra, e nós éramos mão-de-obra barata - ou melhor, mão-de-obra gratuita”, diz Oliveira.

Uma investigação da Associated Press descobriu que a Word of Faith Fellowship usou seus dois ramos da igreja na maior nação da América Latina como canal para um fluxo contínuo de jovens trabalhadores, que tinham vistos de turistas ou estudantes, para a sua propriedade de 14 hectares na zona rural de Spindale, na Carolina do Norte.

Segundo as leis dos EUA, os visitantes com visto de turista são proibidos de realizar trabalho pelo qual as pessoas normalmente seriam remuneradas. As pessoas com visto de estudantes têm permissão para alguns trabalhos, em circunstâncias que não correspondem às que aconteciam na Word of Faith Fellowship, conforme a AP revelou.

Em pelo menos uma ocasião, os membros antigos alertaram as autoridades. Em 2014, três ex-congregantes disseram a uma procuradora assistente dos EUA que os brasileiros estavam sendo forçados a trabalhar sem remuneração, de acordo com um registro obtido pela AP.

                                               'Eles nos mantinham como escravos', disse Oliveira

                                                                   © Foto: AP 'Eles nos mantinham como escravos', disse Oliveira

Oliveira, que abandonou a igreja no ano passado, é um dos 16 membros antigos brasileiros que contaram à AP que foram forçados a trabalhar, frequentemente sem remuneração, e foram agredidos física ou verbalmente. A AP também analisou uma série de relatórios policiais e queixas formais apresentadas no Brasil sobre as condições adversas da igreja.

“Eles nos mantinham como escravos”, disse Oliveira, pausando às vezes para secar as lágrimas. “Nós éramos descartáveis. Não significávamos nada para eles. Nada. Como podem fazer aquilo com pessoas - declarar seu amor a elas e depois bater nelas em nome de Deus?”

Os brasileiros frequentemente falavam pouco inglês quando chegaram e muitos tiveram seus passaportes apreendidos. Muitos homens trabalharam no setor de construção; muitas mulheres trabalharam como babás e na escola da igreja, contaram os membros antigos. Uma ex-congregante do Brasil disse à AP que ela tinha apenas 12 anos quando teve de trabalhar pela primeira vez.

Os agentes da imigração nos dois países disseram ser impossível calcular o volume do fluxo de humanos, mas pelo menos várias centenas de jovens brasileiros migraram para a Carolina do Norte nas últimas duas décadas, com base nas entrevistas com os membros antigos.

As revelações de trabalho forçado são as mais recentes de uma investigação em andamento da AP que expõe anos de abuso na Word of Faith Fellowship.

 

 


Conselho de Segurança da ONU se reunirá por causa dos confrontos em Jerusalém

Com informações de msn

Postado em 22/07/2017

            Palestinos protestam em Hawara, sul de Nablus, na Cisjordânia ocupada, em 21 de julho de 2017

Palestinos protestam em Hawara, sul de Nablus, na Cisjordânia ocupada, em 21 de julho de 2017

Segundo o portal msn o Conselho de Segurança da ONU se reunirá a portas fechadas na segunda-feira após os mortais confrontos entre israelenses e palestinos provocados por novas medidas de segurança em um local sagrado altamente sensível de Jerusalém, disseram diplomatas.

A reunião, que teria sido solicitada solicitada por Suécia, França e Egito, está destinada a "discutir urgentemente como apoiar os chamados à desescalada (dos confrontos) em Jerusalém", disse o coordenador de assuntos políticos sueco, Carl Skau.

As tensões aumentaram ao longo da semana passada devido a novas medidas de segurança israelenses no complexo de Haram al-Sharif, conhecido pelos judeus como o Monte do Templo.

Os acontecimentos violentos de sexta-feira - um esfaqueamento que matou três israelenses e confrontos que deixaram três palestinos mortos - estão entre os mais graves dos últimos anos.

Neste sábado, um palestino de 17 anos morreu em consequência de ferimentos sofridos em confrontos com forças israelenses na Cisjordânia, disse o Ministério da Saúde palestino.

 


Protesto comparando Lula com Jesus causa revolta nas redes sociais

“Condenados sem provas”, diz inscrição numa cruz.

 

postado em 21/07/2017

                                                                

Sindicalistas ergueram na capital pernambucana uma cruz com os dizeres “condenados sem provas”. Abaixo da imagem de Jesus está uma foto de Lula.

A associação de líderes políticos com personalidade religiosas não é uma novidade no Brasil, especialmente se tratando de petistas que possuem uma veneração quase religiosa às figuras do partido.

Em uma outra manifestação recente, favorável ao ex-presidente, em Recife, havia também uma cruz onde o ex-mandatário do país era comparado a Jesus Cristo.

Essa demonstração de culto à personalidade gerou muitas críticas nas redes sociais. O deputado Sóstenes Cavalcante lembrou que  “os esquerdistas odeiam os valores cristãos, sempre lutam pelo aborto, casamento gay, destruição dos valores de família; mas nessa hora eles usam a cruz para profana-la!”.

Para o deputado, “comparar o maior chefe da quadrilha que saqueou o país a Jesus Cristo, é muita bandidagem; coisa de petista!”.

Muitos cristãos também se mostraram indignados com a comparação, de modo especial por que existem abundâncias de provas sobre os atos ilícitos de Lula.

O próprio Lula já havia feito esse tipo de comparação em discursos. Em 2010, na primeira campanha de Dilma Rousseff, ele se comparou a Cristo. No ano passado, militantes já usaram o artifício de compará-lo a Jesus em manifestações públicas em Recife.

 

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br

 


O que é o Relógio do Apocalipse, e por que ele indica que desde 1953 nunca estivemos tão perto de uma catástrofe global

Por BBC Brasil

                                    Relógio simbólico foi criado pelo Boletim de Cientistas Atômicos em 1947

© Foto: Getty Images Relógio simbólico foi criado pelo Boletim de Cientistas Atômicos em 1947

Existe um relógio que, em vez de medir a passagem do tempo, indica o quão perto o planeta está de ser destruído. Atualmente, seus ponteiros marcam dois minutos e meio para meia-noite, horário previsto para o fim do mundo.

É o chamado Relógio do Apocalipse, criado em 1947 pelo Boletim dos Cientistas Atômicos (BPA, na sigla em inglês), nos Estados Unidos.

Não se trata de um objeto, mas de uma ilustração simbólica. Os ponteiros do relógio não se movem por meio de uma medida científica, mas de acordo com o parecer dos integrantes do conselho de ciência e segurança do BPA, que se reúne duas vezes por ano para determinar o quanto falta para meia-noite.

"É um símbolo que representa o quão perto ou longe estamos de uma catástrofe global. O que queremos mostrar com isso é o quão próximos estamos de destruir a vida na Terra como a conhecemos", explica Rachel Bronson, diretora-executiva e editora do boletim.

O último ajuste nos ponteiros aconteceu em janeiro deste ano, logo após a posse de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos. Na ocasião, o relógio foi adiantado em meio minuto.

Relógio foi desenhado pela pintora Martyl Langsdorf, mulher do físico Alexander Langsdorf© Foto: Getty Images Relógio foi desenhado pela pintora Martyl Langsdorf, mulher do físico Alexander Langsdorf

Apenas em 1953 os ponteiros estiveram mais adiantados do que agora, marcando dois minutos para meia-noite, após os EUA e a antiga União Soviética testarem bombas termonucleares.

Para os responsáveis pelo relógio, eventos recentes - como o lançamento de um míssil balístico intercontinental pela Coreia do Norte e a decisão de Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas - acendem um alerta.

"Não estamos nos movendo na direção certa", diz Bronson à BBC.

Quando o Relógio do Apocalipse foi criado, em 1947, simbolizava a preocupação dos cientistas com o risco de um conflito nuclear diante da corrida armamentista no início da Guerra Fria.

Desenhado pela pintora Martyl Langsdorf, mulher do físico Alexander Langsdorf, do Projeto Manhattan (projeto de pesquisa e desenvolvimento que produziu as primeiras bombas atômicas durante a 2ª Guerra Mundial), o relógio marcava sete minutos para meia-noite em sua primeira aparição na capa do boletim.

Desde então, a posição dos ponteiros foi ajustada 22 vezes para frente ou para trás.

Do rock à ONU

As referências ao relógio vão muito além da ciência e da política. Bandas de rock - como Iron Maiden e Smashing Pumpkins - já dedicaram músicas a ele ("2 minutes to Midnight" e "Doomsday Clock", respectivamente).

O Relógio do Apocalipse também apareceu em um episódio da série Doctor Who, produzida pela BBC.

Desde 1947, os ponteiros do relógio foram ajustados 22 vezes© Foto: Getty Images Desde 1947, os ponteiros do relógio foram ajustados 22 vezes

Atualmente, o relógio reflete, juntamente com o risco nuclear, a preocupação dos cientistas com os efeitos da mudança climática e novas tecnologias, como a inteligência artificial e a biologia sintética.

Em março, Kim Won-soo, representante da ONU para assuntos de desarmamento, alertou que o Relógio do Apocalipse tinha atingido sua pior marca em 64 anos.

"A necessidade de avançar no desarmamento nuclear poucas vezes foi tão urgente como é hoje", disse Kim Won-soo.

O relógio está mais adiantado do que se encontrava durante a Crise dos Mísseis de Cuba, em 1962, quando marcava sete minutos para meia-noite, embora muitos acreditem que o horário deveria ter sido ajustado, na ocasião.

Bronson explica que isso aconteceu porque a Crise dos Mísseis foi tão rápida que os especialistas não chegaram a se reunir para ajustar o relógio. Quando se encontraram, os EUA e a então União Soviética já tinham assinado acordos para controle de armas.

Relógio do Apocalipse está mais próximo da meia-noite do que durante a Crise dos Mísseis em 1962© Foto: Getty Images Relógio do Apocalipse está mais próximo da meia-noite do que durante a Crise dos Mísseis em 1962

Em 1991, com o fim da Guerra Fria e novos acordos firmados entre Washington e Moscou para redução de armas, o relógio chegou a indicar 17 minutos para meia-noite, sua melhor marca.

Mas o alívio sentido na época contrasta com o risco apontado agora.

"Mais perigoso"

Bronson explica que o último ajuste do relógio Apocalipse, em janeiro, refletiu uma crescente falta de consideração no mundo em relação ao conhecimento especializado, como comentários imprudentes em diferentes países sobre a questão nuclear.

"O presidente Trump e seu governo são grandes motivos de preocupação. Mas não são os únicos", declara.

"E (Trump) continua a fazer declarações que podem ser vistas - não sabemos se ele tem essa intenção - como uma ameaça velada ao uso de armas nucleares, o que é muito assustador", acrescenta Bronson.

Gestão de Donald Trump é um dos motivos de preocupação dos cientistas© Foto: Getty Images Gestão de Donald Trump é um dos motivos de preocupação dos cientistas

A cientista afirma que tem sido questionada se o relógio será acelerado novamente, diante do teste de míssil balístico intercontinental realizado pela Coreia do Norte na semana passada.

Mas, segundo ela, um novo ajuste não está sendo cogitado por enquanto, uma vez que o adiantamento dos ponteiros em janeiro já antecipou "que o mundo se tornaria mais perigoso" e é isso que está acontecendo.

Bronson admite, no entanto, que a situação pode mudar e o boletim se reserva ao direito de mover o relógio se for preciso.

"O importante é a tendência. Isso me preocupa muito. Estamos chegando mais perto ou nos afastando da meia-noite? Acreditamos que não está tão perigoso quanto em 1953, mas estamos caminhando para isso", conclui.

 

Fonte: http://www.bbc.com/portuguese  

 


Edir Macedo causa polêmica ao dizer que Jesus não condenou a homossexualidade

Postado em 15/07/2017

                         Imagem redimensionada


O bispo Edir Macedo voltou a manifestar simpatia com a agenda LGBT e declarou não se opor aos homossexuais e suas bandeiras, como o casamento gay. Essa postura passou a ser adotada há quase dois anos, depois de décadas expulsando espíritos malignos de pessoas que sentiam atração por outras do mesmo sexo e procuravam a Igreja Universal do Reino de Deus.

De acordo com informações do TV Foco, no programa Palavra Amiga da última quarta-feira, 12 de julho, Macedo voltou a falar que Jesus não se posicionou sobre a homossexualidade durante seu ministério, ignorando a passagem de Marcos 7:21, em que Jesus diz que “do interior do coração dos homens vêm os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios”.

“No tempo de Jesus, já haviam homossexuais e que ele não disse nada e muito menos levantou uma bandeira contra o movimento”, disparou, dizendo que o confronto contra a militância LGBT é algo no qual ele não se envolve: “Nem Deus faria isso”.

“Há muitos crentes, pastores e igrejas levantando uma bandeira contra o movimento gay, contra o casamento homossexual, contra lésbicas, etc, etc, etc. Eu me pergunto: Jesus faria isso se estivesse vivendo no nosso tempo? Eu não creio que ele faria, porque no tempo dele já havia homossexuais, lésbicas e etc”, reiterou.

A afirmação é uma referência indireta a líderes pentecostais, como os pastores Marco Feliciano e Silas Malafaia, que têm enfatizado, nos últimos anos, a necessidade de combater a influência que os ativistas gays exercem sobre os legisladores, temendo censura.

Em seu discurso, Macedo ignora esse viés e faz um aceno aos homossexuais: “Nós da Igreja Universal do Reino de Deus, não impomos nada contra ninguém”.

Oscar gay

Em 2015, quando passou a omitir os anos em que “expulsava demônios” de pessoas homossexuais, e disse que eles “são criaturas que carecem conhecer o Evangelho”, e assim, eram aceitas em sua denominação, o bispo foi premiado com o “Oscar gay”, uma homenagem do movimento LGBT na Bahia.

“Há muitos crentes, pastores e igrejas levantando uma bandeira contra o movimento gay, contra o casamento de homossexuais. Eu pergunto: Jesus faria isso se estivesse vivendo no nosso tempo? Eu não creio que Ele faria. Porque no tempo d’Ele já havia homossexuais e Jesus não falou nada. Jesus não levantou uma bandeira, falando: ‘Olha, vocês têm que falar contra o homossexualismo, que é proibido, que não deve”, disse à época.

Diante disso, o Grupo Gay da Bahia (GGB) decidiu homenageá-lo como uma das pessoas “amigas” da comunidade LGBT. Além de Macedo, outras 37 pessoas receberam o “Oscar Gay 2015”, como por exemplo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e os jornalistas Galvão Bueno e Pedro Bial.


Fonte: Gospel + Via folhagospel.com      

 

STF está no centro de um movimento que ameaça a liberdade religiosa no Brasil, alerta doutor em Direito

Postado em 15/07/2017

                                 Resultado de imagem para imagens do Supremo Tribunal Federal

A liberdade religiosa no Brasil está em jogo, e o principal adversário da consolidação desse direito constitucional é o Supremo Tribunal Federal (STF). Essa visão é do advogado e doutor em Direito pela PUC-SP, Marcelo Azevedo.

A atuação dos ministros do STF vem, aos poucos, minando a inviolabilidade do direito à crença, exacerbando o conceito de laicidade do Estado. “O papel iluminista da Suprema Corte, que alguns ministros defendem, é uma burla à democracia e, talvez, o maior perigoso à liberdade religiosa no Brasil”, alertou.

Azevedo afirma que uma compreensão equivocada sobre o Estado laico surgiu e vem ganhando força nos últimos anos com decisões da Justiça, em esferas menores, no sentido de banir as religiões da esfera pública, como por exemplo, a remoção de símbolos cristãos de espaços públicos.

“A Constituição reconhece, prestigia e protege a dimensão espiritual, porque entende que religião é indispensável para a formação integral da pessoa humana”, ponderou o doutor em Direito. “A Constituição federal consagra a visão de que existem duas ordens autônomas, independentes e soberanas, a ordem temporal e a ordem espiritual. Segundo esta ótica, o Estado não deve interferir na ordem espiritual”, acrescentou.

O princípio de liberdade religiosa, segundo Azevedo, deve alcançar todos os grupos, incluindo ateus e agnósticos, que são protegidos em seu direito de não crer, mas sem se sobrepor ao direito de quem tem fé. E o que tem acontecido é exatamente isso: a limitação do exercício da fé em nome da ausência dela.

Ameaça

O relatório “Últimas Tendências em Restrições e Hostilidades Religiosas”, produzido pelo Pew Research Center, com dados de 198 países, atualizados até 2014, mostra que o Brasil está na lista dos países onde há violência e intimidação como forma de limitar o exercício da fé.

Os critérios do instituto de pesquisa para chegar a essa conclusão são os registros de crimes, como danos à propriedade privada, violência entre diferentes grupos sociais, mudança forçada de endereço para escapar de ódio religioso, intimidação e assédio.

Outro documento, com dados de 2016, produzido pela Fundação Ajuda à Igreja Que Sofre, mostra que houve aumento no relato de violações de Direitos Humanos no Disque 100, serviço de denúncias anônimas, segundo informações do jornal A Gazeta do Povo.

Ao todo, foram registrados 543 casos, sendo que em 216 houve menção à religião da vítima; 35% dos casos foram contra praticantes do candomblé e umbanda; 27% contra evangélicos; 12% contra espíritas; 10% contra católicos; 4% contra ateus; 3% contra judeus; 2% contra muçulmanos; e 7% contra adeptos de outras religiões.

Azevedo ressalta que o perigo, em relação à postura do Estado no assunto, está na intromissão nas questões religiosas, como a tentativa de incluir princípios religiosos em leis que combatem a homofobia, de forma a limitar o exercício pleno da crença, e também na proposta de proibição da participação de líderes religiosos na política e demais discussões públicas, uma tentativa de impor que a experiência religiosa seja restrita ao ambiente privado.

 

Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br 

 


Autor de texto bíblico hebraico do século 10 é identificado                 

Por Madeleine Buckley

Postado em 11/07/2017

                   O Autor do texto bíblico hebraico do século 10 é identificado

O autor de uma coleção de escrituras do século 10 foi identificado como o mesmo escriba que escreveu a primeira cópia completa conhecida da Bíblia hebraica.

A descoberta poderia influenciar futuras traduções das Escrituras hebraicas, também conhecido como o Antigo Testamento, de acordo com um  comunicado de imprensa  da Tyndale House, Cambridge, que publicou a pesquisa.

O texto antigo, conhecido pelos estudiosos como Codex L17, contém apenas Josué, Juízes, 1 Samuel, 2 Samuel, 1 Reis e 2 Reis. A pesquisadora Kim Phillips  escreveu  em um artigo no Boletim Tyndale que concluiu que o autor era o escriba Samuel ben Jacob, ou "Samuel, filho de Jacob", e que foi escrito cerca do ano 975.

Samuel ben Jacob também escreveu The Leningrad Codex, a primeira cópia completa conhecida da Bíblia hebraica, completada no ano 1008 e a base para muitas traduções bíblicas modernas.

L17 fazia parte da coleção de manuscritos hebraicos de Firkovich, guardada na Biblioteca Nacional da Rússia, que Phillips descreveu como "o mais importante dos manuscritos para o estudo do texto medieval da Bíblia hebraica".

Usando imagens digitais do códice publicado pela Biblioteca Nacional de Israel, Phillips disse que conseguiu identificar o escriba com base em semelhanças nos padrões de letras entre esses dois textos e outro texto parcial de Samuel que ela descobriu em 2015.

Isso faz sentido, disse o professor Gary Rendsburg, presidente da Laurie em História judaica na Universidade de Rutgers, porque os escribas judeus naquela época tinham "técnicas de escrivão" distintas ou "pequenos floresce e pequenos símbolos, jotas e titulações no manuscrito" usado para preencher o espaço em branco.

Phillips informou que as letras hebraicas usadas para representar a palavra para Deus em L17 também se assemelhavam ao estilo e uso do escriba do século X em outros escritos.

Os estudiosos disseram que o achado é importante, embora eles não esperem que qualquer coisa mude o resultado final resultado.

"É sempre importante ter um manuscrito precoce, mas o significado específico continua a ser visto", disse David Kraemer, diretor de bibliotecas do Jewish Theological Seminary.

Rendsburg espera que quaisquer inconsistências provavelmente sejam pequenas, como o uso de "cabelo" versus "cabelos" ou diferentes grafias de uma palavra.

"Nada disso vai mudar o mundo", disse ele. Mas o estudioso de Rutgers acrescentou que a descoberta mostra a vida de Samuel ben Jacob, como uma figura histórica.

"Estes escribas são como nossos heróis que nos deram esses textos", disse ele. "Porque eles escreveram com tanta devoção, tal dedicação e tal precisão. ... Para mim, a emoção é trazer à vida essa pessoa sobre quem acabamos de conhecer como um nome, essencial ".

 

Cortesia: Serviço de Notícias Religiosas

Foto: Traduções futuras da Bíblia hebraica podem ser alteradas devido a descobertas recentes.

Foto cedida: Pixabay

 

Fonte: http://www.christianheadlines.com 

 


Bíblia deve chegar a 98% da população mundial em 18 anos, diz tradutor

Postado em 10/07/2017

                                         Resultado de imagem para imagens da Bíblia

A boa notícia é que a mensagem bíblica escrita (Bíblia completa, Novos Testamentos, etc) já está disponível em línguas faladas por 90% da população mundial. A notícia ainda melhor é que este percentual ainda deve aumentar, chegando a até 98% até 2035, de acordo com Alexander Schweitzer, coordenador de tradução da Bíblia para a União das Sociedades Bíblicas (UBS).

Imagem redimensionadaSchweitzer esteve em Sydney (Austrália) esta semana para um encontro de líderes das Sociedades Bíblicas. O evento reuniu representantes das 148 sociedades bíblicas se unem para montar grandes parcerias em seus projetos e aumento do alcance da tradução das Escrituras, logicamente, acaba sendo o principal objetivo.

É muito comum ouvir sobre o número de línguas em que a Bíblia foi traduzida - cerca de metade das 7.000 línguas do mundo tem alguma Escritura. Desses idiomas, 648 têm uma Bíblia completa, e outros 1.432 têm o Novo Testamento inteiro. Mas o grupo de línguas que tem a "Bíblia completa" é falado por 5,16 bilhões de pessoas.

Em comparação, as línguas (idiomas e dialetos) falados por 252 milhões de pessoas ainda estão sem qualquer Escritura traduzida. Sendo assim, ssim, Schweitzer, um homem bastante cauteloso e preciso, está feliz em dizer que já é possível que 98% da população mundial tenha uma Bíblia ou alguma parte das Escrituras já traduzidas em sua língua materna ou "linguagem do coração" até 2035.

O chefe dele, Michael Perreau, é ainda mais otimista. Ele disse à agência 'Eternity News' no início deste ano: "Até 2033, se mantivermos o impulso, poderíamos ver todas as línguas com as Escrituras completas ou em partes já traduzidas".

A UBS está trabalhando em 403 projetos de tradução, sendo 177 deles, a primeira tradução da Bíblia para um novo idioma. Há também 116 novas traduções para locais onde a Bíblia já existe, mas precisa de novas versões, devido à evolução destes idiomas e dialetos.

Schweitzer propôs uma grande meta aos participantes do encontro de Sydney: aumentar o acesso às Escrituras em 50 por cento nos próximos 20 anos. O que isso significa é duplicar o número de idiomas com Bíblias completas e isso exigirá a conclusão de 291 projetos de tradução atuais - para dar início a novos projtos.

Ele também destacou que a importância do treinamento de mais e mais tradutores que é a chave para atingir os objetivos ambiciosos. A UBS está aumentando o treinamento, projetando que mais 313 tradutores trabalharão até 2022.

Mas não são apenas os trabalhadores da Sociedade Bíblica que estarão envolvidos. A tradução da Bíblia é cada vez mais feita por "tradutores locais" que são falantes nativos; Eles podem ser pastores, anciãos ou outros cidadãos locais.

Schweitzer descreve esta mudança de cenário: "Há o antigo modelo missionário, que consiste em enviar um casal cristão para fazer o trabalho no campo. Algumas pessoas ainda fazem isso, mas a UBS seguiu em frente. O método antigo levaria décadas para traduzir a Bíblia. Agora há um guia que estipula em quanto tempo se traduz um essa Escritura: quatro anos para um Novo Testamento, sete anos para o Antigo Testamento, mas algumas línguas e situações são mais difíceis do que outras".

Às vezes, a chave para ir mais rápido é tão simples como uma bicicleta para um tradutor local ou melhorar a conexão com a internet, então um tradutor pode usar o sofisticado software desenvolvido em conjunto pela UBS e a Wycliffe.

À medida que mais idiomas se traduziram, surgiram alguns casos muito especiais. Existem mais de 400 idiomas de sinais no mundo com 22 projetos em andamento.

Fonte: Guiame Via folhagospel.com  

 


"Facebook tornou-se a nova igreja", diz Mark zuckerberg

 

Postado em 04/07/2017

                                      Resultado de imagem para imagens de mark zuckerberg

Zuckerberg quer que os usuários tenham um papel semelhante ao de pastores nas igrejas. Ele acredita que o site pode oferecer o mesmo senso de comunidade das congregações.

 O "Facebook se tornou a nova igreja", sugere o fundador da rede social Mark Zuckerberg. Acredita-se que o site pode oferecer o mesmo senso de comunidade e preencher o papel de congregações.

Zuckerberg anunciou recentemente uma nova missão da rede social, que incidirá sobre o crescimento de grupos e comunidades, a fim de "trazer o mundo", supostamente em uma cúpula de Facebook.

Para fazer isso, o empregador quer que os usuários comecem a desempenhar um papel semelhante de pastores nas igrejas. Ele acredita que as redes sociais podem ser usados ​​para unir uma sociedade "dividida" e fazer os usuários se sentirem "parte de algo maior."

"Como tenho viajado o mundo e tenho aprendido sobre lugares diferentes, percebi que uma coisa é clara: grandes comunidades têm grandes líderes. Pense sobre isso. A igreja não é apenas um grande grupo. Ela tem um pastor que se preocupa com o bem-estar de sua congregação e verifica se eles têm comida e abrigo , "essa é a comparação.

"Os líderes definem a cultura, nos inspiram, nos dão confiança e vêm até nós , "Zuckerberg continuou. "Comunidades nos dão a sensação de que somos parte de algo maior que nós mesmos, não estamos sozinhos, temos algo melhor do que ir para o trabalho."

"As pessoas que vão à igreja são mais propensas a se prontificarem  ao serviço das instituições de caridade - não só porque eles são religiosos, mas porque eles são parte de uma comunidade , " diz o empresário.

Zuckerberg disse que, embora o site tenha quase dois bilhões de usuários, 100 milhões deles fazem parte de "comunidades significativas." Ele pretende alcançar o montante de mil milhões.

Enquanto Zuckerberg usa uma mensagem motivacional para encorajar as pessoas a substituir suas igrejas por comunidades do Facebook, pastores como T.D. Hale, de Ohio, nos Estados Unidos, alertaram os cristãos sobre os erros que esta proposta pode trazer.

"Esquecer-se da igreja para que o Facebook torne-se a sua nova comunidade." Pergunto-me quantos de vocês se empolgaram com essa mentira? Quantos foram enganados pelo diabo? quantos pararam de doar para o ministério? Quantos  pararam de ir à igreja? " T.D. Hale questionou na terça-feira (27).

Hale alertou, apontando algumas ideias anti bíblias desta proposta como "Não deem o dízimo", "não vão à igreja", "você não precisam de um pastor '' você pode viver uma vida boa de qualquer maneira", "os homossexuais são bons", dentre outros problemas

Para contrariar a mensagem de Zuckerberg, Pastor Hale usa a passagem da Bíblia em Hebreus 10:25 : "Não deixemos de congregar, como alguns fazem. Em vez disso, vamos incentivar mais e mais para continuar confiando em Deus, e ainda mais quando já vemos que o dia está chegando quando o Senhor julgará a todos.".

 

Fonte: https://www.bibliatodo.com

 


Igreja Universal cria cargo de "Sumo Sacerdote" 

Por  

Postado em 03/07/2017

             

                                                O Sumo Sacerdote Flávio visita o Rio de Janeiro.

A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) tem levado ao extremo a judaização da denominação. Após a construção do “Templo de Salomão”, o ministério de Macedo tem cada vez incorporado práticas ligadas ao judaísmo nos cultos da IURD. O líder da Universal assim como os outros bispos da IURD, tem aparecido nos púlpitos com Tallith e Kipás o tempo todo fazendo dos cultos uma mistura esquisita com o misticismo e o sincretismo religiosos que já impera por lá por muito tempo.

Mas agora parece que estão radicalizando de vez. Elegeram alguns pastores e lhes deram o cargo de “sumo-sacerdote” para que eles percorressem os templos da IURD “abençoando” o povo. No vídeo abaixo é possível ver o “sumo sacerdote”, visitando a cidade do Rio de Janeiro. “Você vai trazer seus pedidos de oração, seus processos, causas na justiça e eu tenho certeza que algo grande vai acontecer na sua vida”, comenta o “sumo-sacerdote” Flávio.

O Sumo Sacerdote Flávio visita o Rio de Janeiro.

Internautas criticaram a IURD e seu “sumo sacerdote alegando que esse título só poderia ser reservado nos dias atuais a Jesus Cristo. “Blasfêmia mesmo hoje no novo testamento Jesus é o sumo sacerdote não estamos na lei e sim na graça. Esse povo da Universal erra muito por não obedecer a palavra de Deus. Eles fazem o que bem parece aos seus olhos, vão ter que presta contas com Deus no dia do Juízo Final por ter enganado à muitos inocentes”, comentou um internauta.

“Isso não pode mais ser chamado de Igreja Cristã. Isto é uma seita e todos os cristãos verdadeiros precisam denunciar isso. O nosso sumo sacerdote é Jesus”, comentou outro.

Assista o vídeo:

                     

 

Fonte: http://redepentecostal.com  

 


1º Ministro do Canadá diz que "Os cristãos são o pior da sociedade canadense"  

COM INFORMAÇÕES DE Christian News

Postado em 26/06/2017

                               Resultado de imagem para imagens do primeiro ministro do canadá justin trudeau

Justin Trudeau, primeiro-ministro canadense, acolheu mais de 30.000 refugiados  no seu país durante o ano e meio passado, na sua maioria refugiados muçulmanos que fugiam da guerra que devastou países como a Síria.

Alguns relatos dizem que 99 por cento dos refugiados que vieram para o Canadá eram muçulmanos.

Muitos refugiados cristãos também pediram refúgio àquele país, porém o Canadá não recebeu nenhum cristão ou judeu refugiado que também fugiam de espancamentos, estupros, sofrimento e perseguição, especialmente religiosa. A pergunta é Porque o Canadá não concedeu asilo a esses imigrantes cristãos? Trudeau parece odiar a comunidade cristã como afirma uma fonte documental: "Os cristãos são a pior parte da sociedade canadense"

 

 

Fonte: https://www.bibliatodo.com 

 


Divulgação sem precedentes do evangelho na cidade do México

COM INFORMAÇÕES DE cbn

Postado em 26/06/2017

  CBN México

Os cristãos mexicanos patrocinaram um evento sem precedentes na Cidade do México no último fim de semana, quando 100 mil evangelistas se espalharam pela cidade para compartilhar o evangelho de Jesus Cristo.

Evangelistas de toda a América Latina se juntaram. A missionária brasileira Eunice DeSanti era um deles.

"Estou aqui porque sou um caçador de almas", disse ela à CBN News. "E eu estou aqui para levar as pessoas a encontrar Jesus. Jesus é tudo o que eu tenho".

Após um dia e uma noite de evangelização, o evento "Um Milhão para Jesus" foi encerrado com uma reunião de oração e no Estádio Azteca.

Vários trabalhadores e líderes da CBN - incluindo o vice-presidente internacional da CBN, Ben Edwards, participaram do evento.

"O Estádio Azteca é um estádio muito famoso e é bom ver todos esses líderes juntos adorando Jesus, e também que CBN esteja aqui - nosso desejo como ministério é sempre trazer a unidade ao corpo de Cristo", disse Edwards. 

Edwards diz que o CBN quer ser uma benção para os crentes mexicanos e ajudar a transformar o clima da nação em tempo real.

DeSanti disse que seu marido morreu há apenas dois meses e, apesar das dificuldades emocionais,  mas, mesmo assim ela queria fazer parte desta luta para alcançar a da Cidade do México.

"Eu tinha duas escolhas: estar em casa chorando, porque meu marido faleceu, ou vir e ensinar sobre Jesus e pregar que ele está vivo e bem", explicou. "Este é um grande evento para alcançar almas para Jesus. Isso é incrível!"

Omaya Alvarez, da República Dominicana, explicou o propósito do evento final, no estádio. 

"Nós estamos pregando o evangelho por toda parte - em todos os cantos, em todos os bairros, em todas as partes da cidade e fora da cidade, no campo. Então, isso é uma espécie de celebração", disse ela.

Os participantes do esforço One Million for Jesus estão orando para que outros cristãos se inspirem neles e segam seu exemplo, realizando eventos semelhantes em toda a América Latina e em todo o mundo.

 

Fonte: http://www1.cbn.com 

 


Católicos brasileiros são investigados pelo Vaticano por suspeita de tramar a morte do papa Francisco

Uma sociedade católica brasileira está sendo investigada pelo Vaticano por supostamente tramar a morte do papa Francisco através de um pacto satânico. A notícia percorreu alguns dos principais portais de informação do mundo.

O caso envolve a sociedade ultraconservadora Arautos do Evangelho, que é uma dissidência de outro grupo católico, chamado Tradição, Família e Propriedade (TFP), e tem dentre suas ênfases, o exorcismo.

Um vídeo – que pode ser acessado aqui – mostra um grupo de membros do Arautos do Evangelho em reunião lendo a transcrição de um suposto exorcismo, em que o espírito maligno dizia que os patronos da TFP estavam no céu e diziam que a morte do papa aconteceria em breve.

“O Vaticano? É meu, é meu! [O papa] é tudo que eu quero, é um tolo. Me obedece em tudo, é a minha glória, está disposto a fazer tudo para mim. Ele me serve”, teria dito o diabo, enquanto os membros do Arautos do Evangelho riem, demonstrando satisfação. O vídeo teria sido gravado no começo de 2016.

O jornalista Andrea Tornielli, um “vaticanista” (especializado nos assuntos do Vaticano) do jornal La Stampa, publicou extensa matéria sobre o assunto recentemente, e a reportagem foi repercutida por portais como o Daily Beast, dos Estados Unidos; Daily Mail, do Reino Unido; e Folha de S. Paulo, no Brasil.

A investigação que é conduzida pelo Vaticano que esclarecer o “aparente pacto com Satã sobre a morte do papa Francisco”. A divulgação das informações, segundo Tonielli, levou à renúncia do líder dos Arautos do Evangelho, monsenhor João Scognamiglio Clá Dias.

 

Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br 

 


Arqueólogos descobrem mensagem secreta em cerâmica dos tempos bíblicos

COM INFORMAÇÕES DE msn

Postado em 16/06/2017

© Fornecido por F451 Midi Ltda.

Fãs do estilo de vida Indiana Jones ficarão felizes em saber que uma equipe de arqueólogos israelenses descobriu uma mensagem enigmática deixada em um fragmento de cerâmica de 3.000 anos de idade. A peça de cerâmica com tinta em argila, chamada de óstraco, foi originalmente descoberta na década de 1960, em Tel Arad, a oeste do Mar Morto. Agora, usando uma nova tecnologia de imagem multiespectral, pesquisadores da Universidade de Tel Aviv conseguiram iluminar um texto que se escondeu no óstraco por todos esses anos.

Milhares de anos atrás, Tel Arad era um posto avançado militar, então faz sentido que a "frente" desse óstraco em particular detalhe finanças militares. A parte de trás, no entanto, parecia vazia. Mas após revisitar o óstraco com técnicas experimentais de imagem multiespectral, a equipe da Universidade de Tel Aviv conseguiu mostrar que o lado reverso está repleto de texto — e, como todas as boas mensagens, se tratava de vinho.

 

© Reprodução

"A nova inscrição começa com um pedido por vinho, além de uma garantia para assistência caso o destinatário tenha qualquer pedido próprio", disse Arie Shaus, coautor do estudo e membro do departamento de matemática aplicada da Universidade de Tel Aviv, em entrevista ao Breaking Israel News. "
Conclui com um pedido de fornecimento de uma determinada mercadoria para uma pessoa não nomeada, e um recado em relação a um 'bato', medida antiga de vinho, levada por um homem chamado Ge'alyahu."

A pesquisa da equipe, que foi publicada na PLOSOne, detalha seu método singular. Eles usaram uma câmera digital Canon SLR 450D modificada e uma lente macro Tamron SP AF90mm F/2.8 Di 1:1 para fotografar o óstraco em uma câmara escura.

"O filtro de corte interno da Canon IR foi removido por Lifepixel e substituído por um vidro transparente com o mesmo índice refrativo", escreveu o grupo. Usando uma gama de filtros, a equipe enfim conseguiu revelar a mensagem escondida.

A esperança é de que a técnica possa ser usada para ler mensagens escondidas em outros óstracos. Vai saber que fofoca boa dos tempos bíblicos a gente não deixou escapar esses anos todos?

Fonte: http://www.msn.com 

 

 


Número de evangélicas supera o de católicas em Rio Branco, no Acre

Postado em 15/06/2017

           600-evangelicas

Na capital do Acre, Rio Branco, as evangélicas representam 43,4% do total da população feminina, contra 38,6% das católicas.

O demógrafo José Eustáquio Diniz Alves obteve a informação através dos dados levantados pelo censo demográfico de 2010, para demonstrar que Rio Branco é a capital mais avançada na conversão dos brasileiros do catolicismo para religiões evangélicas.

Em relação ao total da população de Rio Branco, considerando homens e mulheres, a REC (Razão entre Evangélicos e Católicos) é de 100%, o que significa que evangélicos e católicos estão praticamente empatados.

Em relação ao Brasil, a REC em 2010 era de 34,3% — existiam 34,3% evangélicos para cada 100 católicos.

Quanto ao total da população, incluindo na comparação pessoas de todas as religiões, o Estado mais evangélico é Rondônia, com 33,8%.

Alves acredita que a transição religiosa está mais rápida em Rio Branco por causa do grande número de templos evangélicos dessa capital.

“O número de templos pode ser decisivo na conquista de fiéis, pois as pessoas tendem a frequentar as igrejas próximas de suas residências.”

 

Fonte: http://www.gsuper.com.br Com informações do EcoDebate.

 


Falsos Cristos aparecem no mundo dizendo ser Jesus em sua segunda vinda

Postado em 09/06/2017

                 

Nos últimos anos surgiram várias pessoas em diferentes partes do mundo, afirmando ser Jesus Cristo em sua segunda vinda.

No Evangelho de Mateus, o Senhor nos advertiu quanto ao surgimento de falsos messias: “Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos” (Mt 24.5).

ALLAN MILLER, O ANTICRISTO AUSTRALIANO

O site Christian News publicou um informe mencionando três dos mais famosos autoproclamados “messias”. Na Austrália, Alan John Miller, de Queensland, afirma que se lembra de sua “vida anterior” como Jesus, e assegura que sua esposa, Mary Luck, é a reencarnação de Maria Madalena. Eles afirmam que em sua “vida anterior” casaram e tiveram uma filha.

“Tenho lembranças muito claras da minha crucificação, mas não foi tão terrível para mim quanto era para outros, como Maria, que estava presente”, disse Miller.

Alan Miller e sua esposa fundaram a seita “Verdade Divina”, e tem se apresentado em programas de TV locais e internacionais para dizer que ele é o “messias”. Muitas pessoas se reúnem em seus seminários para escutá-lo. Alguns seguidores renunciaram seus bens e suas famílias para seguir o suposto messias mais de perto.

                                   Alan Miller, o “Jesus Australiano”

 

ÁLVARO THEISS, O FALSO CRISTO BRASILEIRO

No Brasil Álvaro Theiss, mais conhecido como Inri Cristo, assegura desde 1979 ser a reencarnação de Jesus. Ele dirige a seita “Suprema Ordem Universal da Santíssima Trindade”. Também mantém um complexo que abriga seus seguidores, na maioria mulheres.

Para o falso Cristo, o assassinato de crianças no ventre materno não se trata de crime ou pecado: “A vida como é conhecida, é a união da matéria com o espírito, e só acontece quando alguém recém nascido respira o ar pela primeira vez”, disse em uma ocasião, destoando da crença cristã de que a vida começa na concepção.

Álvaro Theiss, mais conhecido como “Inri Cristo”

 

SERGEY ANATOLYEVITCH TOROP, O FALSO MESSIAS RUSSO

Na Sibéria, Sergey Anatolyevitch Torop começou a proclamar-se a reencarnação de Jesus, logo depois que foi despedido como agente de trânsito na Russia, em 1990. Ele fundou a Igreja do Último Testamento, que combina ensinos de várias religiões, incluindo o budismo, o hinduísmo e o cristianismo.

                         Sergey Anatolyevitch Torop, o “Jesus da Sibéria”

Torop tem mais de 5000 seguidores, e até lançou um livro com ses ensinos, que abarcam 10 volumes. Também é conhecido como o “Jesus da Sibéria”, tem cabelo grande e usa roupas longas. Cerca de 2000 de seus seguidores vivem em um acampamento na Sibéria dedicado ao seu culto.

“Eu não sou Deus. E é um erro ver Jesus como Deus”, disse em 2002. “Mas eu sou a Palavra viva de Deus Pai. Tudo o que Deus quer dizer, ele diz através de mim”.


JOSÉ LUIS MIRANDA, O ANTICRISTO PORTORRIQUENHO

A trajetória de José Miranda teria começado em 1973, em Massachusetts, EUA, quando dois supostos anjos (ou pessoas, segundo algumas versões) apareceram e revelaram que ele era o Messias, o Cristo reencarnado que deveria trazer salvação completa aos homens. Foi a partir daí que ele começou a sua trajetória “messiânica”, buscando convencer a quem lhe desse ouvidos, até que fundou a seita “Crescendo em Graça”.

Foi por essa época que ele fez uma de suas mais criticas afirmações: “Eu sou maior que Jesus… eu ensino melhor que Jesus”. Ele também afirmou que Adão e Satanás são a mesma pessoa, nega a doutrina da trindade, entre outras heresias.

                 José Luis de Jesús Miranda, o “Anticristo Portorriquenho”

Faleceu no dia 13 de agosto de 2013, após afirmações de que ressuscitaria. A ressurreição não aconteceu e ao ver os fiéis se disperçando, sua esposa assumiu a liderança da seita, após se declarar o “Arcanjo Miguel”.

APROXIMA-SE O FIM

Ênfase na reencarnação, importação de doutrinas orientais, negação da divindade de Cristo, um suposto romance entre Jesus e Maria Madalena, apologia do aborto são algumas das doutrinas demoníacas ensinadas por estes homens. Seriam eles apenas loucos, ou estariam sendo influenciados por poderes das trevas para confundir as pessoas.

Jesus nos advertiu acerca do advento destes e outros falsos profetas: “Cuidado, que ninguém os engane. Pois muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Eu sou o Cristo! ’ e enganarão a muitos” (Mt 24:4,5). Paulo também alertou seu discípulo Timóteo acerca do aparecimento deste enganadores: “Mas o Espírito Santo afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns se desviarão da fé e darão ouvidos a espíritos enganadores e à doutrina de demônios” (1 Tm 4.1).

Portanto, cabe ao cristão regozijar-se na esperança da vinda do seu verdadeiro Senhor, que está definitivamente próxima.

 

Fonte: http://conscienciacristanews.com.br 

 


Deputada petista propõe PL que pode impôr censura à pregação dos pastores

A constatação foi feita pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) durante sessão da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) realizada na última semana

Postado em 09/05/2017
                      Deputada petista propõe PL que pode impôr censura à pregação dos pastores

Um projeto de lei da deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) pretende ressuscitar o espírito de censura do sepultado PL 122, polêmico por limitar o direito de pregação cristã contra o pecado da homossexualidade.

A constatação foi feita pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) durante sessão da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) realizada na última semana, para analisar o Projeto de Lei 7582/2014, que pretende estabelecer critérios para os chamados “crimes de ódio”.

No texto, a polêmica parlamentar petista propõe a criação do tipo penal sobre ofensas por razões de raça, origem social, orientação sexual, identidade de gênero, condição de migrante ou refugiado, idade e religião, entre outros.

“As primeiras vítimas desse projeto serão os religiosos. Quando um pastor estiver na pregação e falar a palavra ‘gay’ ou ‘homossexual’, pouco importa o que virá depois, ele já vai tomar um processo para ficar quietinho no canto dele”, alertou Eduardo Bolsonaro.

De acordo com informações do JM Notícia, Maria do Rosário (ex-ministra de Dilma Rousseff) estava presente na sessão e contrapôs a fala de Bolsonaro, dirigindo-se aos parlamentares evangélicos.

“No Brasil, as pessoas que têm uma condição sexual diversa do que é considerado ‘normal’ para a maioria da população, por serem homossexuais, elas sofrem ao ponto de serem mortas”, afirmou a deputada, tentando sugerir que sua iniciativa não visa censurar as pregações.

Rosário foi além, dizendo que diferentemente do polêmico PL 122, seu projeto não propõe alterações ao Código Penal, apenas estabelece um agravante em casos de crimes motivados por ódio, “aqueles [em] que [o agressor] não aceita o outro como ele é”.

Precaução

Em tréplica, o deputado federal pastor Luciano Braga (PRB-BA) pediu vistas para uma análise mais profunda do texto: “Nós queremos analisar o projeto, algumas terminologias ali devem ser melhoradas para não dar lugar a um pensamento ou ação futura que possa ir de encontro ao que nós acreditamos”, salientou.

Já o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) posicionou-se dizendo que a defesa dos Direitos Humanos é um conceito originado na Reforma Protestante, assim como a defesa do Estado laico, à época motivada pela necessidade do fim da intervenção da Igreja Católica, mas também pela garantia de liberdade de culto, crença e expressão.

Cavalcante foi além e disse que a iniciativa de Maria do Rosário era compreensível, porém seu texto original trazia brechas que poderiam terminar por censurar pregações religiosas, e que através do diálogo na CDHM, seria possível melhorar o conteúdo a fim de garantir que não exista conflito com liberdades constitucionais previamente estabelecidas. (Gospel Mais)

Fonte: http://www.gospelgeral.com

 


Igreja Pentecostal Deus é Amor processa Google e Facebook

A Igreja quer saber a identidade das pessoas que mantém páginas na internet que fazem críticas à denominação.

O juiz, porém, não aceitou o pedido de quebra de sigilo dos donos das contas que falam contra a denominação

 

A Igreja Pentecostal Deus é Amor (IPDA) quer saber a identidade das pessoas que mantém páginas na internet que fazem críticas à denominação.

Para conseguir isso, ela está processando o Google e o Facebook. A ação foi movida em março deste ano e está na 4ª Vara Cível do Fórum João Mendes. Além da denominação, a vice-presidente da IPDA, Débora Miranda, também moveu outra ação contra as duas empresas.

O Google é processado por contas no Youtube que criticam a igreja. O Facebook, por sua vez, está sendo processado por páginas que falam mal da denominação.

O juiz responsável pelo caso, Rogério Murillo Pereira Cimino, entendeu que o sigilo dos usuários das redes sociais deve ser mantido e negou que a igreja tenha acesso a esses dados como era solicitado no processo.

A decisão foi tomada pelo juiz com base na Constituição Federal, dizendo que apenas em casos de justificativa legal extrema é que o Poder Judiciário poderia suspender o sigilo.

Débora Miranda já havia se mostrado descontente com as críticas que um canal no Youtube tem feito à igreja. Tanto que ela pediu aos fiéis que denunciassem o canal.

“Há um canal ativo no Youtube, criado especificamente para difamar com mentiras e vídeos com imagens, fotos, depoimentos falsos e administradores ocultos, que não se revelam, talvez por temerem encarar a verdade”, pediu ela prometendo que iria encontrar a identidade dos autores dos vídeos.

Fonte: http://www.jmnoticia.com.br 

 

 

 

 

 

 


Igreja na Alemanha apresenta o pastor robô que abençoa os fiéis

Postado em 30/05/2017

             Igreja na Alemanha apresenta o pastor robô que abençoa
                                Igreja na Alemanha apresenta o pastor robô que abençoa

A Igreja Protestante de Hesse-Nassau em Wittenberg na Alemanha, apresenta o “pastor robô” que abençoa em cinco idiomas diferentes, a invenção recebeu o nome de BlessU-2 abençoar você – tradução livre.

O robô consegue levantar os braços, iluminar suas mãos e recitar versos bíblicos em francês, inglês, alemão, espanhol e polonês.

O criador da tecnologia Stephan Krebs, criador do BlessU-2, em entrevista ao Guardian, disse que intenção é que as pessoas considerassem a possibilidade de serem abençoadas por uma máquina”, afirmou.

“As pessoas estão demonstrando curiosidade, espanto e interesse. Elas estão realmente participando, e são muito positivas. Mas dentro da Igreja, algumas pessoas pensam que nós queremos substituir os pastores pelas máquina”, afirmou Stephan.

O robô está sendo apresentado num evento em Wittenberg para celebrar o aniversário de 500 anos do início da Reforma, movimento religioso, político e cultural que se espalhou pela Europa após Lutero divulgar as 95 Teses.

O BlessU-2 tem no peito uma tela sensível ao toque, dois braços e uma cabeça. Os fiéis podem escolher ouvir a pregação em alemão, inglês, francês, espanhol e polonês, tanto por uma voz masculina como feminina. O robô levanta os braços, suas mãos brilham e recita versos bíblicos encerrados com a frase: “Deus lhe abençoe e proteja”. O texto dito pela máquina pode ser impresso, caso o fiel queira levar como recordação.

confira o vídeo do pastor robô

                                                     

    

Fonte: O Globo VIA https://www.amigodecristo.com 

 


Mais de 350 cristãos estão evangelizando muçulmanos durante o Ramadã

Postado em 28/05/2017

                                Resultado de imagem para imagens de ramadã

Centenas de cristãos se inscreveram em uma campanha internacional de oração e evangelismo, que visa alcançar muçulmanos para Cristo, durante todo o jejum islâmico de 30 dias do Ramadã, que teve inicio neste sábado (27).

Desde que começou, há três anos, a iniciativa 'Lovefast' da Rede 'Mahabba' tem ajudado cristãos a evangelizarem muçulmanos durante o Ramadã e incentivado as pessoas a orarem pelo universo islâmico. A cada ano, a campanha tem registrado um crescimento médio de 50% a cada ano.

O objetivo da Rede é ajudar os cristãos a revelarem o amor de Jesus aos muçulmanos por meio de atos práticos de bondade.

O programa é executado com um folheto de 30 dias de oração pelo mundo muçulmano e foi inspirado pela campanha #40Atos de Generosidade da Mordomia, lançada no Reino Unido.

Este ano, o Ramadã vai deste sábado, 27 de maio, até domingo, 25 de junho.

Além do folheto de oração, aqueles que se inscreverem receberão um breve "pensamento do dia" diretamente em sua caixa de entrada de email, com motivos de oração pelos muçulmanos.

Este ano, o Ramadã também acontece dias depois do bombardeio de Manchester, aumentando ainda mais a tensão e o debate sobre as questões de imigração na Europa, sobretudo a de muçulmanos.

Simon Cox, gerente de rede da Rede Mahabba, disse: "Os cristãos têm orado por muçulmanos durante o Ramadã há 15 anos".

"Na Rede Mahabba queríamos oferecer orientações para que os cristãos interajam de forma prática [com os muçulmanos] - praticando atos de bondade ou simplesmente conversando", destacou.

Cox lembrou que a campanha não consiste em um formato rígido, mas sim em orientações aos cristãos sobre como é possível demonstrar o amor de Jesus aos muçulmanos.

"A campanha 'Lovefast' é uma forma das pessoas orarem, mas também de interagir de forma prática. Não prescrevemos coisas para as pessoas fazerem. Sugerimos ações e incentivamos a oração. As pessoas podem fazer qualquer coisa para ajudar os muçulmanos a conhecerem o amor de Jesus, com por exemplo, iniciar uma conversa.
O objetivo principal não é necessariamente ver a conversão imediata deles", acrescentou.

"Nós celebramos quando muçulmanos acabam conhecendo a Jesus. Não fazemos registros dessas conversões. Mas o que sabemos é que tivemos um aumento notável de cristãos se inscreverem, interessados em participar. Ano a ano, há um crescimento de cerca de 50% da campanha. Os cristãos estão tomando esta iniciativa", disse

Atualmente, mais de 350 pessoas estão envolvidas nesta campanha de oração e evangelismo.

"Em vez de alimentar o medo ou o sensacionalismo, queríamos encorajar os cristãos para expressarem mais o amor de Jesus aos muçulmanos", afirmou.

 

Fonte: Guia-me Via folhagospel.com     

 


Ladrões roubam fiéis em pleno domingo, durante celebração da missa. 

Postado em 27/05/2017

                           

A ousadia dos assaltantes está cada vez maior, desta vez nem durante a celebração da missa os fieis da Paróquia São Mateus, localizada no Bairro Aruana, na Zona de Expansão de Aracaju (SE), ficaram a salvos.
Em imagens do circuito interno de segurança da igreja, que circulam nas redes sociais, é possível assistir parte da ação de três homens que invadiram a igreja, em plena missa de domingo e roubaram os pertences dos fieis.
Os três suspeitos se aproximando do templo e rendendo um homem que estava na porta. Em seguida, dois deles invadem a igreja, um com uma arma na mão, segundo testemunhas de fabricação caseira, anunciam o assalto e fazem o arrastão. Depois, fogem a pé por um matagal que fica ao lado da paróquia
                                 

A ação durou menos de dois minutos. A dupla que entrou na Paróquia estava utilizando bonés e uma mochila. Eles levaram celulares e dinheiro e bolsas de dezenas de pessoas presentes na missa. A ação que durou menos de dois minutos.
Segundo o padre Benjamim Júnior, a ação começou às 8h48, quando a celebração da missa já se aproximava do final, com a oração do Pai-Nosso. “De repente avistei do altar duas pessoas, uma com faca e outra com um revólver, estilo caseiro. Eles gritaram que era um assalto e pegaram os bens do povo da igreja. Foi um grande susto e a gente só tem a agradecer a Deus por não ter tido nada mais grave”, conta o sacerdote.
Na hora do assalto havia crianças, adultos e idosos que ficaram muito assustados. “Muitas pessoas desmaiaram sem ter noção do que estava acontecendo. A gente não espera que um marginal invada a casa de Deus e coloque faca e arma nas pessoas. Quando o primeiro homem entrou gritando que era um assalto, achei que se tratava de uma pessoa com problemas mentais, mas depois veio o segundo homem com a sacola recolhendo os objetos e dinheiro”, lamenta um dos membros da pastoral do dízimo, José Santana Filho.
Segundo informações do padre, esta não foi a primeira vez que o local foi alvo da ação de criminosos. Há cerca de seis anos, quando estava na fase de construção, roubaram outro sacerdote e alguns fieis.
Devido ao assalto realizado na manhã deste domingo, a missa da tarde foi suspensa.



Fonte: http://www.noticiascristas.com  

 


Novo ataque terrorista contra cristãos no Egito

COM INFORMAÇÕES g1.globo

Postado em 26/05/2017

   Ataque no Egito

   Imagem divulgada pela província egípcia de Minya mostra, no Egito, mostra corpos de vítimas mortas em ataque contra     cristãos desta sexta-feira coptas (26) (Foto: Minya Governorate Media office via AP)

O ataque desta sexta foi promovido por atiradores desconhecidos contra dois ônibus e uma caminhonete que transportavam cristãos coptas. Os cristãos iam para ao mosteiro de Mosteiro de São Samuel, no sul da capital egípcia quando criminosos, que estavam a bordo de três picapes, abriram fogo contra os veículos, segundo o governador da província de Minya, Essam al-Bedaiwy.

O ataque ainda não foi reivindicado, mas coincide com a ofensiva iniciada há alguns meses pelo braço egípcio do grupo extremista Estado Islâmico (EI) contra a minoria copta no Egito. A Reuters informou que há um grande número de crianças entre as vítimas, segundo um funcionário do Ministério da Saúde.

                                        

           Policial e padre são vistos ao lado de ônibus que foi atacado nesta sexta-feira (26) no Cairo (Foto: Minya Governorate            Media office via AP)

Minoria cristã no Egito 

A província de Minya abriga uma comunidade de tamanho considerável da minoria cristã, que representam cerca de 10 % da população de 92 milhões do Egito. Os coptas são uma das comunidades cristãs mais importante do Oriente Médio e uma das mais antigas.

Eles foram alvo de uma série de ataques letais em meses recentes. Em 9 de abril, um Domingo de Ramos, explosões em duas igrejas cristãs coptas em Tanta e Alexandria deixaram ao menos 44 mortos e mais de 100 feridos. Os ataques foram reivindicados pelo EI, que há alguns meses iniciou uma ofensiva contra a minoria copta no Egito.

Segundo a Reuters, 70 pessoas morreram em ataques contra comunidades coptas desde dezembro.

A comunidade cristã do Egito recebeu no mês passado o apoio do papa Francisco. Durante uma visita de dois dias, o pontífice defendeu a tolerância e o diálogo entre muçulmanos e cristãos.

 


Evangélicos se alastram na França e querem "converter muçulmanos", diz o jornal Le Monde

Postado em 24/05/2017
                         Imagem redimensionada

Signo dos novos tempos, o presidente do Conselho Nacional dos Evangélicos da França, Etienne Lhermenault, esteve presente pela primeira vez na cerimônia de posse de um presidente francês, Emmanuel Macron, no último 14 de maio no Palácio do Eliseu. “Eu estava ao lado dos representantes dos muçulmanos, dos católicos, dos judeus, da Federação Protestante da França e dos budistas”, felicitou-se Etienne Lhermenault, presidente do Conselho Nacional dos Evangélicos da França (CNEF), em entrevista ao jornal Le Monde desta segunda-feira (22).

Outro motivo de satisfação, segundo o jornal, é o fato do primeiro-ministro escolhido pelo novo presidente francês ser Edouard Phillippe, prefeito do Havre (norte do país), bastião histórico da religião evangélica na França. “A nomeação de Edouard Phillippe é um bom sinal para nós, ele sabe quem somos”, declarou Lhermenault a Le Monde.

“Desconhecidos, espalhados sob diversas denominações, diversificados, acusados por suas práticas exuberantes, suspeitos de derivas sectárias, os protestantes evangélicos colhem enfim os frutos de sua busca por reconhecimento”, publica o jornal francês, que continua: “o funcionamento [da igreja evangélica francesa] se faz sem barulho, mas sua vitalidade pode ser conferida nas estatísticas – segundo o CNEF, o número de evangélicos nas grandes cidades se multiplicou por dez desde 1950, contabilizando hoje 500 mil praticantes regulares”.

“Durante os anos 90 e 2000, o evangélico era percebido [na França] como um estúpido à la George Bush Jr; hoje ele é visto como um africano animado”, afirma o presidente do CNEF ao jornal. “O resultado é que nós somos ainda percebidos como uma espécie de seita”, reclama o pastor Franck Lefilattre. “Você tem que estar pronto a receber diversos nãos”, conta o também pastor Samuel Foucachon, que tentou diversas vezes abrir sua própria igreja perto da região de Marselha (Sul) e Bordeaux (Sudeste).

“Houve um caso onde chegaram a nos dizer: ‘se aceitarmos sua socilitação, perdemos a prefeitura’. Cada um deve se virar por si próprio”, conta Foucachon a Le Monde. Alguns teatros de Paris chegam a alugar suas salas para grupos evangélicos, para aumentar suas receitas mensais, detalha o jornal.

A prioridade é evangelizar os muçulmanos

“Para o diabo a abordagem frontal, como fazem os Testemunhos de Jeová”, descreve Le Monde. “Isso não dá certo!”, afirma ao jornal o pastor David Brown, presidente da Comissão de Evangelização do Conselho Nacional dos Evangélicos da França (CNEF). “Nada também de distribuição de santinhos ou propaganda. Os franceses consideram a religião como um assunto privado e não querem ser catequizados em locais públicos”, explica Brown. “A mesma coisa com os missionários americanos. Antes bastante presentes em território francês, agora eles são cada vez mais raros. A importação de práticas ‘made in USA’ nunca fez muito sucesso na França”, analisa o vespertino.

Os métodos mudam, mas o objetivo – “totalmente descomplexado” – continua o mesmo. “Entre os evangélicos, desde que você é batizado, você deve começar a evangelizar”, explica a Le Monde o sociólogo de religiões Jean-Paul Willaime. Segundo o jornal, esta evangelização é hoje feita por meio de ações sociais e humanitárias (lojas de comércio igualitários, apoio escolar, alfabetização, luta contra as drogas e o alcoolismo etc) e das redes interpessoais, como vizinhos, amigos e família. “Sem esquecer uma receita de sucesso, emprestada dos católicos carismáticos: a multiplicação dos cultos à noite, rápidos e festivos, destinados aos jovens ativos”, afirma Le Monde.

“Evangelizar a França é uma prioridade… começando pelos muçulmanos”, descreve o jornal, que classifica a decisão como “um assunto delicado, mas um projeto explícito”. Os bairros populares e periféricos são claramente identificados como “terras missionárias”, afirma Le Monde. “Mas não se pode colocar o carro na frente dos bois”, afirma o presidente do CNEF, para quem “é preciso avançar [na evangelização] com prudência”.

Le Monde conta ainda que os muçulmanos já convertidos pelos evangélicos preferem não contar que o fizeram, por medo de serem isolados por seus grupos sociais. “Para evitar problemas com os amigos, muitos muçulmanos se convertem escondido”, declarou ao jornal o pastor Belkacem Germouche, que acaba de montar um grupo chamado “Alleluia North Africa”, onde encontros inter-religiosos são bem-vindos.

No leste de Paris, uma igreja evangélica acolhe, duas vezes por semana, cerca de trinta mulheres muçulmanas para cursos de alfabetização, conta Le Monde. “Mesma coisa no caso dos migrantes muçulmanos, que a igreja vai buscar lá onde estiverem, longe ou em La Chapelle”. “Hoje em dia, não é porque você nasce numa família muçulmana que somos muçulmanos”, avalia Karim Arezki, presidente da Associação de cristãos do norte da África, criada em 2003. “Eles sabem que nós queremos evangelizar e nós sabemos que eles querem converter ao Islã”, resume Arezki.

 

Fonte: http://br.rfi.fr VIA folhagospel.com  

 


Mulher morre tentando remover útero na busca para se tornar um homem

Rowan Elijah Feldhaus, uma mulher de 25 anos que identificava-se como homem, morreu de complicações relacionadas a uma histerectomia a que foi submetida, em sua busca de se tornar homem em Augusta, Geórgia.

Por Francisco Jorge

COM INFORMAÇÕES DE christianpost

Postado em 23/05/2017

(Foto: Facebook) Rowan Elijah Feldman, uma mulher que se identifica como um homem morreu na quinta-feira 16 de maio de 2017, devido a complicações de um procedimento cirúrgico para remover seu útero.

Feldhaus, que nasceu  na Alemanha Rebecca Elizabeth Feldhaus de uma família militar dos EUA, recentemente ganhou  uma batalha judicial para mudar seu nome e teria sido submetida a cirurgia para remover seu útero em 4 de maio, mas sofreu choque séptico e perdeu oxigênio no cérebro no rescaldo da cirurgia.

"Ela era extremamente saudável - [ela] trabalha todos os dias, [ela é] muito consciente de [sua] dieta",  disse ao Augusta Chronicle, o amigo  Meg Adams

Em uma campanha do GoFundMe que  Feldhaus lançou no ano passado buscando arrecadar US $ 6.000 para ajudar a pagar as cirurgias que fariam dela um homem fisicamente, ela explicou que não podia esperar para fazer os procedimentos porque estava sofrendo de disforia.

"De certa forma, eu esperei toda a minha vida!" Eu tenho procurado descobrir quem eu deveria ser toda a minha vida. A disforia teve um enorme impacto na decisão de fazer a cirurgia o mais rápido possível ", escreveu ela.

(Disforia é uma mudança repentina e transitória do estado de ânimo, tais como sentimentos de tristeza, pena, angústia. É um mal estar psíquico acompanhado por sentimentos depressivos, tristeza, melancolia e pessimismo.) 

"É preciso muito de mim para levantar-me todos os dias e sobreviver como eu sou, quando o meu corpo não coincide com quem eu sou. e ainda mais sendo constantemente lembrado que eu não sou verdadeiramente eu quando alguém me olha de cima e para baixo, ou quando eu Olhar para mim mesmo no espelho.Eu
também não quero passar mais um verão na Geórgia em uma pasta! " ela explicou.


Fonte: http://www.christianpost.com 

 


"A oração tem o poder de regenerar o cérebro", afirma médico cristão

Dr. Don Colbert tem se especializado em investigar cientificamente os efeitos da fé e da oração sobre a saúde humana e os resultados são surpreendentes.

 

 

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO DR.COLBERT.COM

Postado em 19/05/2017

Dr. Don Colbert. (Imagem: CBN News)
Dr. Don Colbert. (Imagem: CBN News)

Se você tem o hábito de orar, saiba que os benefícios desta prática abrangem a aréa espiritual, psicológica e também fisiológica. É o que tem afirmado o Dr. Don Colbert, um médico cristão, especialista em tratamentos naturais para retardar o envelhecimento e grande pesquisador de assuntos relacionados à cura pela fé.

Segundo o médico escreveu em um de seus artigos, mesmo que os benefícios da oração estejam sendo comprovados por meio de diversas pesquisas recentes, a complexidade do efeito desta prática ainda sendo compreendida pela Ciência.

"Muitas pessoas fazem uso desta prática [oração] aprensentam benefícios psicológicos e espirituais, como uma sensação de maior clareza, propósito, gratidão, senso de conexão, e bem-estar geral", explicou.

"No entanto", acrescentou, "os tipos de tese de benefícios subjetivos podem ser difíceis de medir cientificamente".

Falando sobre as pesquisas já concluídas sobre o assunto, Dr. Colbert citou um estudo, destacando que a oração acaba sendo a esperança para muitas pessoas que enfrentam doenças graves.

"Um estudo da Universidade de Rochester descobriu que 85% das pessoas que lidam com uma doença grave buscam ajuda na oração", explicou.

"Isso mostra que uma oração não é apenas um fenômeno cultural, mas um aspecto fundamental da experiência humana. No entanto, muitas pessoas ainda lutam para conciliar o poder da oração a uma visão de mundo científica", reconheceu o médico.


Orar faz bem à saúde
Continuando seu raciocínio, Dr. Colbert apontou outro médico, pesquisador e escritor que também reforça a tese da influência da oração sobre a saúde humana.

"Dr. Harold G. Koenig, da Universidade de 'Duke', autor de vários livros sobre fé e cura, diz que 'os estudos têm mostrado uma oração pode impedir que as pessoas adoeçam - e quando adoecem, a oração pode acelerar o seu processo de cura", citou.

Então, como é que isso acontece? Para explicar melhor este efeito da oração sobre a enfermidade ou até mesmo como uma prevenção, Colbert citou resultados de estudos do Dr. Herbert Benson, epecialista cardiovascular de Harvard, que explica a reação do corpo durante uma oração.

"Dr. Herbert Benson descobriu o que é chamado de 'resposta de relaxamento'. Este é o estado fisiológico que ocorre durante uma oração, envolvendo o sistema nervoso autônomo (automático), que muda ao longo de um o estado dominante parassimpático (responsável por descansar), ao contrário do estado do sistema nervoso simpático (responsável por sensações de luta, tensão), o qual maioria de nós passa a maior parte do dia", explicou.

"O ato da oração tem aumentado a produção de muitos neurotransmissores bem úteis, como a dopamina, que ajuda a promover um estado de relaxamento, foco, motivação e bem-estar", acrescentou Colbert.

Mas para quem pensa que os efeitos da oração sobre o corpo humano se limitam ao relaxamento, ainda há mais a aprender sobre isso.

"A oração pode ter um efeito a longo prazo positivo, chegando realmente a reprogramar e reconstruir o cérebro", afirmou o médico cristão.

Colbert explicou que estes efeitos já estão sendo comprovados por pesquisadores ao fazerem buscas mais minuciosas no cérebro humano.

"Podendo fazer uma varredura do cérebro, usando ressonância magnética (MRI), os pesquisadores têm conseguido observar mudanças fisiológicas que ocorrem nos cérebros daqueles que oram regularmente", explicou.

Colbert citou uma pesquisa desenvolvida por Lisa Miller, professora e diretora da Clínica de Psicologia e diretora do 'Instituto de Espiritualidade para o Corpo e a Mente', na Universidade de Columbia. Ela conduziu um estudo com 103 pessoas que estavam em um alto risco de depressão.

"Usando ressonância magnética, ela descobriu que os que têm o hábito de orar, tendem a ter um córtex cerebral mais espesso, o que é associado a um menor risco de depressão e ansiedade", explicou o médico.

Em seu artigo, Colbert ainda destacou um estudo de uma revista norte-americana, que destacou que a oração também é um forte "antídoto" contra as desordens psíquicas

"De acordo com um estudo publicado na revista 'Sociology of Religion' ('Sociologia da Religião') intitulado 'Oração, apego a Deus e sintomas de desordens entre os americanos', descobriu-se que aqueles (entre os 1,714 pacientes estudados) que tinham uma concepção sobre Deus como alguém associado ao amor e proteção, passaram por uma redução mais notável nos sintomas de ansiedade, comparados com os outros pacientes", explicou o médico.


Uma oração por dia mantém o médico longe
Dr. Colbert finalizou seu artigo, afirmando que se antes havia desconfianças com relação à oração (por parecer algo místico demais para os céticos), agora não há mais motivos para deixar de orar diariamente.

"Com tantos benefícios nos níveis físicos, psicológicos e espirituais, não há razão para deixar orar e/ou meditar todos os dias", afirmou Colbert.

O médico também explicou que o momento do dia separado para a oração faz a diferença na eficácia de todos estes benefícios. Porém reconheceu que a oração, sempre será benéfica de alguma forma.

"Os melhores momentos do dia são o começo da manhã e logo antes de dormir. No entanto, isto não quer dizer que você não possa orar no caminho para o trabalho, na fila do supermercado, sentado na sala de espera do consultório do médico ou antes das refeições", acrescentou.

"Que sejam 30 segundos De oração, reconhecendo o amor Deus e dando graças por todas como bênçãos em sua vida... Isso pode ter um efeito poderoso sobre o seu corpo, sua mente e seu espírito. Então, o que você acha? Se sente inspirado para revigorar o hábito da oração em sua vida?", finalizou o médico convidando a todos para desenvolver o hábito da oração.

 

 


MEC vai destinar quase R$ 8 milhões para promover o islã para crianças brasileiras

       EXPOSIÇÃO QUER MOSTRAR O ISLAMISMO COMO “GERADOR DE PROGRESSO”

 

Entre as dezenas de projetos temerários aprovados pelo governo Dilma Rousseff com captação pela via Lei Rouanet está a exposição “1001 Invenções: descobrindo o duradouro legado da civilização muçulmana”.

A exposição, idealizada por uma organização da Inglaterra, já conseguiu R$ 7.825.451,58 e recebeu do Ministério da Cultura aprovação para que ocorra em São Paulo, no período de 29/08/2017 a 03/12/2017.

A justificativa do projeto, idealizado por Ahmed Salim, um jordaniano radicado em Londres, tem “a finalidade de descortinar esse passado (muçulmano) encoberto pelos acontecimentos atuais e pelo próprio modo como foi contada a história ocidental.”

Entre as várias facetas da exposição está a exibição do documentário: “O que o mundo islâmico fez por nós”.

Curiosamente, a ideia da exposição foi criada pela empresa 1001 Inventions, responsável por enviá-la para várias cidades do Estados Unidos na era Obama e outras muitas na Europa. O projeto pinta o islã como o grande inventor e criador da civilização moderna na Idade Média.

A mostra prevê a entrega de 115 mil cartilhas para os estudantes de 7 a 17 anos que visitarem o local. Inclui ainda verba para campanhas educativas com as escolas da cidade, visando “despertar o interesse do público, em especial os estudantes a respeito do tema central proposto”, no caso, o Islã.

O portal Gospel Prime já havia denunciado isso em meados de 2016. Mudou o governo, saiu Dilma entrou Temer, mas o apoio estatal a essa forma sutil de doutrinação continua valendo.

 

Fonte: http://www.ippaulinia.com.br 

 


Economista afirma que Matemática e Ciência podem comprovar a existência de Deus

Em seu mais novo artigo, Robert H. Nelson argumenta que por meio das leis da matemática aliadas a estudos da condição humana é possível contemplar que existe um Deus criador

Fonte: Guia-me / com informações do Faith Wire 
                         Economista afirma que Matemática e Ciência podem comprovar a existência de Deus

Em um novo artigo, o economista e professor Robert H. Nelson usou leis da matemática, da ciência e da condição humana para provar que Deus existe. Enquanto as estatísticas mostram que a crença das pessoas no Criador de todas as coisas está em declínio, Nelson, que leciona política pública da Universidade de Maryland, acredita que a "probabilidade da existência de um deus sobrenatural" está em ascensão.

O especialista em comércio tem se interessado na interseção de coisas como "física, filosofia da consciência humana, biologia evolutiva, matemática, história da religião e teologia" desde a década de 1990. ele chegou a escrever o livro “Deus? Muito provavelmente: Cinco maneiras racionais de pensar sobre a questão de um Deus”, lançado em 2005.

Ao olhar para essas disciplinas, ele determinou que Deus provavelmente existe. Nelson divide o seu argumento a favor da existência de Deus em seis seções distintas, que vão desde "As Leis da Matemática" até "O Mistério da Consciência Humana".

Leis da matemática

Ao olhar para a matemática, ele cita o Prêmio Nobel de Eugene Winger, que uma vez levantou uma questão fundamental: Por que o mundo natural sempre - até onde sabemos - obedece às leis da matemática?

Eugene Winger especulou que "a enorme utilidade da matemática nas ciências naturais é algo que confina com algo misterioso e não há explicação racional para isso". Nelson concorda ao argumentar mais adiante em seu livro: "Podemos observar a existência de Deus ao tornar compreensíveis os fundamentos matemáticos do universo".

De forma parecida, Nelson considera o funcionamento da consciência humana um verdadeiro milagre. "Assim como as leis da matemática, a consciência não tem presença física no mundo. As imagens e os pensamentos em nossa consciência não têm dimensões mensuráveis??", escreve ele.

"No entanto, nossos pensamentos não-físicos de alguma forma, misteriosamente, orientam as ações de nossos corpos físicos humanos. Isso não é mais cientificamente explicável do que a habilidade misteriosa de construções matemáticas não-físicas para determinar o funcionamento de um mundo físico separado", ressaltou.

Fato milagroso

No raciocínio de Nelson, também é milagroso o fato de se ter "ideias transformadoras do mundo" como as filosofias de Platão e Aristóteles e também o Antigo Testamento Hebraico aparecerem na mesma época na Índia, na China, Grécia e Oriente Médio, apesar do fato de que esses grupos de pessoas tinham "pouca interação uns com os outros".

"O fato de todas essas coisas surpreendentes aconteceram dentro do funcionamento consciente das mentes humanas, funcionando fora da realidade física, oferece mais evidência racional para a conclusão de que os seres humanos podem ser feitos à imagem de Deus", concluiu.

 

Fonte: http://www.cpadnews.com.br 

 


Universidade brasileira abre centro que questiona a evolução

Mackenzie de SP inaugura Núcleo de Ciência, Fé e Sociedade

Postado em 13/05/2017

   

A Universidade Presbiteriana Mackenzie, é uma das mais tradicionais de São Paulo. Ela acaba de inaugurar um núcleo de ciência, fé e sociedade. Entre seus objetivos declarados estão a realização de pesquisas sobre a chamada teoria do Design Inteligente (DI).

Devido à parceria entre a universidade brasileira e o Discovery Institute, nos EUA, o novo centro foi batizado de Núcleo Discovery-Mackenzie. A instituição americana está entre os principais promotores da causa do DI e vem tentando ver essa perspectiva ensinada em escolas públicas em paralelo com a teoria da evolução.

Para os defensores do DI, os seres vivos são tão complexos que suas estruturas – ao menos parte – foram projetadas por algum tipo de inteligência. Contudo, a maioria dos tribunais dos EUA consideram que seus pressupostos são muito semelhantes ao criacionismo bíblico. Portanto, ensinar DI violaria a laicidade do Estado.

O teólogo e pastor presbiteriano Davi Charles Gomes, chanceler do Mackenzie, destaca que “Nossa instituição é confessional, o que significa que ela tem uma visão segundo a qual o mundo tem um significado transcendente. E não existe ciência que, no fundo, não reflita também sobre coisas transcendentes.”

Complexidade irredutível

“Complexidade irredutível” é um dos termos comumente usados pelos defensores do DI. O termo costuma ser aplicado a estruturas biológicas que, em geral, têm escala celular ou molecular e apresentariam organização tão intrincada que não poderiam ter surgido de forma gradual e não guiada, contrariando, portanto, o que diz a teoria da evolução.

O químico Marcos Eberlin, pesquisador da Unicamp, coordenará o núcleo recém-inaugurado. Ele é presidente executivo da Sociedade Brasileira do Design Inteligente.

Eberlin explica que o objetivo é promover a “avaliação crítica das duas possibilidades” (teoria da evolução e DI). Esse debate, reclama, é barrado pela maior parte da comunidade científica.

“O problema é que a academia fechou a questão e não abre brecha para nenhum debate: só existe matéria, energia e espaço no Universo e acabou. Não é assim, os debates é que tornam a ciência divertida”, sublinha.

O professor faz a ressalva que, embora muitos de seus membros sejam evangélicos, o movimento não impõe uma linha religiosa ou filosófica única. “Tem gente que acha que o design vem dos ETs, outros falam de um Grande Arquiteto do Universo, como os maçons, ou um espírito evoluído, como os espíritas”, justifica. Com informações Folha

 

Fonte: Folha VIA  noticias.gospelprime 

 


Uma gigantesca Igreja cristã está sendo construída antiga casa de líder comunista ateu na China

Postado em 13/04/2017

     

Mao Zedong, o chefe do Partido Comunista da China, foi um líder sem piedade.Na década de 1960, Maolançou a “Grande Revolução Cultural Proletaria” pela qual perseguiu severamente todas as organizacões religiosas e políticas. Na verdade, pouco grupos naquela época foram deixados intactos por sua campanha de brutalidade.

Igrejas e templos foram destruídos. Pastores, monges budistas e padres católicos foram espancados, assassinados ou enviados para campos de trabalho duro.

Agora, não muito longe do local de nascimento de Mao, uma enorme igreja está sendo construída, e uma vez concluída, será maior do que "a maior estátua de Mao Zedong na China."

A Igreja Xingsha é parte de um parque ecológico de temática cristã, orçado em  617 milhões de dólares, a ser construído na capital da província de Hunan.

Foi inspirado pela Arca de Noé e mede 260 pés. Chen Zhi, presidente do Conselho Cristão da província de Hunan, disse que a instalação vai abrir este Verão e tem uma área de 150.000 metros quadrados.

No entanto, o projeto tem sido objecto de críticas generalizadas de apoiantes de Mao que estão com raiva que o governo local está subsidiando o parque.

 

 

Alguém comentando sobre o projeto, disse que Mao “nunca toleraria o excesso de religião" no seu lugar de nascimento e pediu às autoridades locais para embargar o projeto.

Outro disse que o ressurgimento do cristianismo na China é uma ameaça.

Alguns observadores da China veem este "monumento a Jesus na cidade de Mao , " como outro exemplo do dramático  "reavivamento religioso"  que está colocando a nação como milhões de chineses se voltam para a fé em busca de respostas.

Décadas após a morte de Mao, o cristianismo, ao contrário de qualquer outra religião, está experimentando um crescimento explosivo.

Apenas em Changsha, um pastor disse que havia cerca de 100.000 cristãos na cidade.

 

Ian Johnson tem documentado o ressurgimento da religião na China.

CHINA

"As pessoas na China estão buscando novos postos de indicadores morais, uma espécie de bússola moral para organizar a sociedade", disse Johnson, autor do referido livro " Souls of China : o retorno da religião depois de Mao" à CBN News."Então, Estamos nos voltando para a religião como fonte de valores para ajudar a reorganizar a sociedade."

Johnson passou seis anos pesquisando os "valores e crenças da China hoje." Ele diz que os agentes mais rápidos do crescimento desta "revolução religiosa" são igrejas não registradas chamadas "igrejas domésticas ou "underground".

Tudo isso nos leva para muito longe dos dias sombrios da Revolução Cultural de Mao e décadas de regime comunista.

Nos últimos 15 anos, a CBN News também documentou esse avivamento sem precedentes,

a partir do campo para as grandes cidades, que destacou como uma nova geração de crentes que estão mudando a cara do Cristianismo chinês.

 

Fonte: https://www.bibliatodo.com 

 


Muçulmanos imitam culto pentecostal, na Nigéria, visando deter conversões ao cristianismo

                                  

Um número crescente de grupos islâmicos, na Nigéria, estão usando o formato dos cultos pentecostais para impedir que os muçulmanos se convertem ao cristianismo, de acordo com a agência de notícias AFP.

Desde 2010, a Nigéria tem uma população mais equilibrada composta por 80,5 milhões de cristãos de 75,7 milhões de  muçulmanos, de acordo com o estudo.

Atualmente, a Nigéria tem a maior população cristã na África, cobrindo quase 60 milhões de protestantes, cerca de 20 milhões de católicos e mais de 750.000 cristãos de outras linhas teológicas.

Para contrariar esta tendência, alguns grupos islâmicos introduzidos no sudoeste da Nigéria "aplicam novas formas de oração, doutrinação e códigos de culto que são geralmente modelos de abordagem associados com o Cristianismo Pentecostal , " disse Ebenezer Obadare, professor de sociologia na Universidade de Kansas, nos Estados Unidos.

Estes grupos islâmicos realizam sessões matinais de domingo carismáticos, acrescentando uma alternativa ao tradicional Dia orações de sexta-feira. De acordo com Obadare, esta medida foi tomada para evitar que os muçulmanos que frequentem cultos religiosos cristãos no domingo de manhã.

Na cidade de Lagos, até mesmo o imã da sociedade muçulmana Nasrul-Lahi-li Fathi  imita o estilo de pregar dos pastores evangélicos da Nigéria. Ele ministra andando para cima e para baixo diante de milhares de homens e mulheres fiéis sentados em tapetes de oração levantando as mãos para o céu e louvando a Alá, como fazem os pentecostais.

sociedade muçulmana Nasrul-Lahi-li Fathi mesmo imita o estilo de pregar pastores evangélicos na Nigéria
Fonte: https://www.bibliatodo.com 

 


Justiça concede indenização a empregado evangélico obrigado a ir a missa católica

O empregado alegou se sentir humilhado e constrangido com a postura do empregador de impor sua presença em eventos de outra religião.

Postado em 04/05/2017

                   

O artigo 5º, inciso VI, da Constituição, assegura o livre exercício dos cultos religiosos, pois considera a liberdade de consciência e de crença inviolável. Assim, obrigar alguém a frequentar culto diverso da sua fé viola a Cnstrituição, dando ensejo à reparação moral.

Com este fundamento, a 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (Rio Grande do Sul) reformou sentença que havia negado indenização por danos morais a um ex-empregado da associação de assistência social da Arquidiocese de Porto Alegre. Motivo: ele é evangélico, mas era obrigado a assistir missas católicas. O colegiado arbitrou o valor da reparação em R$ 3 mil.

Convites para missas

O trabalhador foi contratado como auxiliar de serviços gerais e exercia suas atividades na marcenaria da associação. Segundo ele, mesmo após informar ser evangélico, era convocado a se deslocar até a sede da instituição para assistir a celebrações religiosas em datas comemorativas da liturgia católica.

O empregado alegou se sentir humilhado e constrangido com a postura do empregador de impor sua presença em eventos de outra religião. Quando deixou de comparecer à missa de Natal, chegou a ser advertido formalmente.

De acordo com o empregador, no entanto, a participação nas missas não era obrigatória. Alguns eventos eram realizados na igreja, no horário de serviço, e os empregados que preferissem não ir podiam ficar nos seus locais de trabalho e continuar desempenhando suas funções. Segundo a associação, a advertência foi aplicada ao trabalhador por ele ter se negado a comparecer a um evento comemorativo de encerramento das atividades profissionais no final do ano e não ter ficado trabalhando.

Sentença improcedente
Ao julgar o caso, o juízo da 12ª Vara do Trabalho de Porto Alegre entendeu que não havia elementos nos autos que comprovassem, de forma inequívoca, a ocorrência dos fatos alegados na inicial. De acordo com o juiz Gustavo Jaques, o empregado não conseguiu provar que era obrigado a frequentar as missas ou que teria sofrido represálias por ter faltado a alguma. Além disso, não foi possível apurar as diferentes versões quando à permanência no local de trabalho. Assim, não ficou “evidenciado o dano alegado e não há falar em direito ao pagamento da indenização pretendida”.

Virada no TRT-4
Inconformado com a decisão, o trabalhador recorreu ao TRT-4. O relator do recurso, juiz convocado Carlos Henrique Selbach, deu razão ao empregado, sendo seguido pelos demais membros da turma julgadora. Segundo o magistrado, o documento que registra a aplicação da advertência comprova que a intenção do empregador era repreender o trabalhador por não ter comparecido à missa, pois sequer cita o abandono do local de trabalho.

De acordo com Selbach, ainda que a associação alegue que o autor foi advertido porque se negou a participar da confraternização e também porque não ficou trabalhando, o documento mostra  que a pena foi imposta porque o autor não atendeu a convocação de comparecer ao evento comemorativo de encerramento do ano. ‘‘Fosse o motivo da advertência o fato de o trabalhador ter se negado a participar do evento e a permanecer laborando, já que a missa ocorria durante o expediente, estaria assim registrado no documento’’, complementou no acórdão.

O relator entendeu que o trabalhador merecia a reparação pelo dano moral, já que a conduta do empregador viola a sua liberdade religiosa, um direito assegurado constitucionalmente. Destacou que a atitude do empregador não observa outro mandamento da Constituição, expresso no artigo 3º, inciso I, que “estabelece como objetivo fundamental da República Federativa do Brasil a construção de uma sociedade livre, sendo que a imposição de participar de evento da igreja católica caracteriza desrespeito àquele que possui crença diversa”. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-4.

Clique aqui para ler o acórdão.

Processo 0020928-75.2015.5.04.0012

 

Fonte: http://www.gospelgeral.com.br  

 


                   w-2templemountdude-111813

 

Yehuda Glick , que é diretor da Fundação Monte do Templo Heritage, disse em uma entrevista que a mina de ouro fica ao sul de Israel, sob o  Monte Eilat  (Elat antes). Os responsáveis pelo feito mantiveram o segredo sobre a notícia nos últimos anos para obter permissão das autoridades para a escavação, de acordo com o site https://www.breakingisraelnews.com 

Glick, que é conhecido por promover os direitos dos judeus e de outras religiões, disse que ninguém pode entrar no Monte do Templo. Seus esforços nesta iniciativa rendeu-lhe um atentado de morte por um muçulmano em 2014. Ele foi baleado quatro vezes no peito, mas milagrosamente sobreviveu.

O rabino diz que há milhares de milhões de dólares sob o Monte Eilat , e que ele e seu parceiro Yehoshua Friedman , receberam permissão exclusiva  do governo de Israel por dois anos para desenterrar o ouro antigo .

A descoberta veio à tona em 2007, quando Friedman, um pesquisador do Monte do Templo, estava estudando cada uma das  doze pedras colocadas no peitoral do Sumo Sacerdote, como descrito na Bíblia . Cada pedra representa uma das doze tribos de Israel .

Friedman e Glick descobriram os versículos da Bíblia que mencionam a existência de ouro na Terra de Israel, eles, então, entenderam que tinham que criar um projeto para chegar ao tesouro . Assim, criaram uma empresa para obter a autorização para explorar o local . "Por causa da extensa prova bíblica apresentada, as quais indicam o lugar exato onde o ouro está, temos a licença para começar a cavar , " disse Glick.

Quando perguntado ao rabino o que eles planejam fazer com seus bilhões de dólares em ouro , Glick disse: "Em última análise, nós esperamos utilizar -lo na construção do Terceiro Templo! Esperamos que chegue logo esse grande dia , " disse ele.

 


Padre Fábio de Melo prega em igreja evangélica, no Rio de Janeiro

                   O representante da igreja católica ministrou sobre o Amor de Deus

Postado em 02/04/2017                                                         

                                                  Resultado de imagem para imagens do padre fabio de melo pregando

Na noite deste domingo (30) o padre Fábio de Melo ministrou na Igreja Batista Soul, no Rio de Janeiro, denominação liderada pelo cantor Kleber Lucas. O culto fez parte da Conferência Soul que começou no dia 27 de abril e terminou neste domingo. O evento também faz parte das comemorações dos 3 anos da igreja.

Colocar um padre para pregar em uma igreja evangélica é fato que foge do comum, Fábio de Melo nunca tinha passado por essa experiência. “Eu nunca entrei numa igreja evangélica, agora não quero mais sair”, disse ele que, pela liturgia, tinha que deixar a igreja assim que terminasse a pregação.

Nas redes sociais, o representante católico mostrou sua gratidão pelos responsáveis pela Soul Church. “Hoje foi dia de estabelecer comunhão. Preguei na Igreja Batista Soul liderada pelo meu amigo Kleber Lucas. Muito obrigado a todos os pastores e membros da igreja que me receberam com tanto respeito e carinho”, escreveu Fábio de Melo no Instagram.

Muitos católicos que tiveram conhecimento da participação do padre no evento fizeram questão de marcar presença. O resultado foi uma sala tão cheia que muitas pessoas tiveram que sentar no chão para poder acompanhar o culto.

“Cristo destruiu os muros”, escreveu Kleber Lucas ao repostar a mensagem escrita pelo padre em seu Instagram.  Em vídeos postados na rede social é possível ver o padre cantando canções como “Deus Cuida de Mim” e “Segura nas mãos de Deus”.

Quem participou do culto nos informou que o tema da pregação foi o Amor de Deus e que todos os presentes foram tocados pela mensagem trazida pelo padre.

 

Fonte: http://www.jmnoticia.com.br 

 


"Figura de Jesus" aparece nos céus de cidade colombiana onde morreram 17 em deslizamento de terra
COM INFORMAÇÕES DE CHRISTIAN POST

Postado em 29/04/2017

 

                        image: http://d.christianpost.com/full/108228/590-319/jesus-light.jpg
Uma luz incomum no céu, alguns dizem que se assemelha a Jesus foi testemunhado por residentes na Colômbia em abril de 2017, uma semana depois de grandes deslizamentos de terra matar 17.

Os crentes na cidade colombiana de Manizales, onde 17 pessoas morreram na semana passada em um deslizamento de terra, ficaram surpresos após o que alguns descreveram como a "figura de Jesus" que aparece sob a forma de luz solar que atravessa as nuvens.

MailOnline relatou na quarta-feira que um crente, identificado como Marya de Iesus, gravou o fenômeno em vídeo, e compartilhou com as pessoas on-line.

"Jesus Cristo estava visitando nossa cidade colombiana, ele acalmou o céu e foi escutado", disse a mulher.

"Deus nos abençoa e glória ao Senhor e ao Rei do Universo."

O vídeo mostra um número de outros crentes observando a formação de luz incomum, com um homem ouvido gritando em segundo plano: "Oh, meu Deus, meu Deus abençoado, venha aqui para ver a miséria. Deus, Glória ao Senhor.

Ele pergunta: "Você vê o Senhor ali, de pé?"

Dezessete pessoas morreram em deslizamentos de terra causados ​​por fortes chuvas na semana passada, informou a BBC News . Lama e rochas destruíram várias casas nas colinas íngremes, enquanto água corrente, gás e electricidade foram todos suspensos.

A Colômbia, uma nação predominantemente católica , foi devastada por vários desastres naturais, com 290 pessoas mortas e 300 desaparecidas em outro deslizamento de terra na cidade de Mocoa no sudoeste de abril.

As autoridades colombianas na época disseram que analisariam se as regulamentações de construção haviam sido aplicadas.

"Não se trata de punição, trata-se de prevenção", disse o regulador nacional Edgardo Maya, que ordenou o inquérito.

"Que bem faz para punir as pessoas agora, depois de tantas mortes?"

O presidente Juan Manuel Santos, que visitou Manizales e prometeu ajuda humanitária, disse que é provável que mais pessoas morram no último desastre.

"Estamos ajudando a encontrar os desaparecidos e, infelizmente, o número vai subir", disse Santos.

As pessoas que respondem on-line ao vídeo da "figura de Jesus" disseram que a visão está trazendo conforto ao sofrimento.

"Neste momento de dor, as pessoas querem acreditar que é um item divino que lhes dá esperança e força para continuar vivendo e lutando", escreveu Sandra Mejia .

Outros entrevistados, no entanto, como Noe Bazan, argumentaram que as pessoas estão simplesmente vendo a luz do sol quebrando as nuvens, e nada mais.

"Este é um fenômeno natural com a luz do sol através de diferentes tipos de nuvens", sugeriu.

"Acontece em todas as partes do mundo."


China experimente um grande avivamento espiritual "Centenas de milhões voltam-se para a religião e a Fé"

Forty-one years after China's Cultural Revolution snuffed out all forms of religious expression, hundreds of millions of Chinese people are flocking to religions like Christianity.
Quarenta e um anos após a Revolução Cultural da China ter apagado todas as formas de expressão religiosa, centenas de milhões de chineses estão reunidos em religiões como o cristianismo. ( Domínio Público )

 

Quarenta e um anos após a Revolução Cultural da China ter apagado todas as formas de expressão religiosa, centenas de milhões de chineses estão reunidos em religiões como o cristianismo.

O autor vencedor do Prêmio Pulitzer Ian Johnson acredita que o que está acontecendo na China é nada menos do que "um dos grandes avivamentos espirituais do mundo" e diz que o mundo deve tomar nota porque o impacto desta "transformação espiritual" pode ter significativas implicações globais.

"As pessoas [na China] estão à procura de novas orientações morais, uma espécie de compasso moral para organizar a sociedade", disse Johnson, autor de The Souls of China: The Return of Religion depois de Mao . "Então eles estão se voltando para a religião como uma fonte de valores para ajudar a reorganizar a sociedade."

Johnson passou seis anos pesquisando os "valores e crenças da China de hoje". Ele diz que os motoristas de mais rápido crescimento desta "revolução religiosa" são igrejas não registradas ou as chamadas igrejas "de casa" ou "subterrâneas".

"Esses grupos se tornaram surpreendentemente bem organizados, se reunindo muito abertamente e muitas vezes contando com centenas de congregantes", escreveu Johnson em um artigo para o Atlântico. "Eles ajudaram o número de protestantes a subir de cerca de um milhão quando os comunistas tomaram o poder para pelo menos 60 milhões hoje."

Nos últimos 15 anos, a CBN News também documentou esse avanço sem precedentes.

Do campo para as grandes cidades , nós destacamos como uma nova geração de crentes está mudando a face do cristianismo chinês.

"Qualquer visitante casual no país pode dizer que o número de igrejas, mesquitas e templos subiu nos últimos anos, e que muitos deles estão cheios", escreveu Johnson. "Enquanto os problemas abundam, o espaço para a expressão religiosa cresceu rapidamente, e os crentes chineses agarram-no ansiosamente à medida que buscam novas idéias e valores para sustentar uma sociedade que há muito tempo descartou a moralidade tradicional".

Líderes da Igreja que a CBN News falou com a oração tem desempenhado um papel fundamental na provocação do renascimento cristão.

Por exemplo, em um canto do nordeste da China, 24 horas por dia, sete dias por semana, milhares de cristãos têm se reunido para um movimento de oração sem precedentes.

O que começou como uma pequena reunião há vários anos se transformou em uma iniciativa nacional de oração unindo centenas de igrejas chinesas.

Em alguns casos, este avivamento está até mesmo em contato com as igrejas controladas pelo Estado da China, conhecidas como Igreja dos Três Seres.

"Agora há grandes reavivamentos acontecendo nas Igrejas de Três Seres", disse Zhao Xiao à CBN News em seus escritórios nos arredores da capital chinesa.

Zhao é um dos maiores especialistas da China no cristianismo. Antigo membro do Partido Comunista e ateu, converteu-se depois de ler a Bíblia.

"Se você vai para a Igreja Haidian, você vai encontrar-se em uma linha de mais de 100 metros tentando entrar e adorar Em Shenzhen, geralmente há uma média de 500 pessoas sendo batizado cada domingo!" Ele compartilhou.

Decenas de anos atrás, o governo chinês tinha uma lei que dizia que os homens e mulheres jovens com menos de 18 anos não podiam participar de três igrejas. Zhao diz que essas regras foram afrouxadas nos últimos anos.

"Há uma proporção cada vez maior deles nas igrejas agora - mais jovens crentes, profissionais, celebridades mainstream, especialmente nas grandes cidades, que estão freqüentando a igreja ao contrário do passado, quando foi principalmente os idosos que participaram.

Enquanto o governo permanece profundamente suspeito do renascimento religioso da China, Johnson diz que não impediu as pessoas de explorar assuntos de fé.

"Centenas de milhões de chineses são consumidos com dúvidas sobre sua sociedade e voltando-se para a religião e fé para respostas que eles não encontram no mundo radicalmente secular construído em torno deles", escreve Johnson em seu livro.

 

Fonte: CBN NOTÍCIAS  Via  http://www.charismanews.com 

 


Israel do Novo Testamento pode agora ser visto em realidade virtual

Trad. Francisco Jorge

Postado em 25/04/2017

                             

    Um novo aplicativo de realidade virtual permite ao usuário ver como era Jerusalém na época de Jesus. O VR Lithodomos usa o que há de mais moderno em realidade virtual para oferecer a experiência de ver tanto o capital de Israel durante o primeiro século como outras localidades.

    Seu nome é um termo grego que significa "construção". Os custos custos são de US $ 2,22 para Android e US $ 3,80 para o iPhone.

    O criador do aplicativo está comprometido em fornecer atualizações constantes, tais como novas descobertas arqueológicas que estão sendo reveladas. Simon Young, pesquisador da Universidade de Melbourne, que o projetou, explica: "O conteúdo de realidade virtual que estamos oferecendo é o resultado de pesquisa e análise das imagens, com base em escavações arqueológicas, plantas locais, texturas fotográficas; de informações geográficas, mapeamento e dados topográficos de modelos digitais de elevação da NASA".

    Assim, qualquer um que usa um telefone celular ou tablet pode ver em 360, por exemplo, como era o templo de Salomão, após a renovação feita por Herodes.

    "A partir daí, você pode ver a encosta do Monte Sião e as colônias da época romana, bem como a parte de trás de um teatro. Na esquerda você pode ver a Torre Antonia [sede local do governo Romano] e o assentamento judaico. Você pode ver cerca de 1 km em todas as direções ", disse Young.

    outras aplicações

    O Lithodomos não é o único tipo de aplicativo desse tipo. A Autoridade de Antiguidades de Israel também anunciou que está trabalhando no desenvolvimento do "Sinédrio Trail" [Caminho do Sinédrio], que reproduz praticamente a experiência de cruzar a Galiléia, no primeiro século.

    O programa permitirá aos usuários visualizar o patrimônio local de Israel, recriada com dados disponíveis no segundo século. O projeto tem como objetivo recriar digitalmente toda a terra de Israel, seguindo a antiga rota de comércio que faziam os descendentes da antiga cidade de Tiberíades, no Mar da Galileia.

    O projeto ainda está em fase de testes, mas deverá estar disponível no Google Play até o final deste ano, conforme publicado pelo Times of Israel e Breaking News Israel.

     

    Fonte: http://www.noticiacristiana.com Com informações de Times of Israel y Breaking Israel News.

     


    O islã influencia a Europa mais que o cristianismo, alerta especialista
    Postado em 21/04/2017
                               Resultado de imagem para imagens de islamismo

    Recentemente, o pregador mais destacado do Islã sunita Yusuf al Qaradawi afirmou publicamente que chegará o dia em que, assim como Constantinopla, Roma será islamizada.

    De acordo com o historiador David Engels, a Europa irá encarar o mesmo destino da antiga República Romana: guerra civil.

    Já Steve Bannon, estrategista do presidente Donald Trump, avalia que o “Ocidente judaico-cristão está entrando em colapso, implodindo. Está implodindo bem diante de nossos olhos. E a reação será abismal”.

    A preocupação com o avanço da agenda islâmica sobre o ocidente, sobretudo a Europa vem sendo motivo de intenso debate desde que a crise humanitária no Oriente Médio, que empurrou milhões de refugiados muçulmanos para território europeu, dois anos atrás.

    Em algumas nações europeias, esse é um assunto que influencia diretamente as novas leis e as corridas eleitorais. Um levantamento feito em de dez países revelou uma crescente oposição pública à imigração muçulmana. A Chatham House Royal Institute of International Affairs perguntando aos entrevistados o que eles achavam da afirmação de que “toda a migração futura de países, principalmente muçulmanos, deve ser interrompida”. Nos 10 países europeus onde foi realizado o levantamento, 55% das pessoas concordaram com isso.

    Parte da grande mídia já questiona se “a Europa teme mais os muçulmanos do que os Estados Unidos”. O motivo é óbvio: os islâmicos levam a cultura e a história mais a sério do que os cristãos ocidentais.

    Meses atrás, quando um terrorista egípcio tentou atacar o famoso museu Louvre em Paris, justificou que aquele era “um poderoso símbolo da cultura francesa”.

    Praticamente em toda a Europa há sinais dessa tomada de poder. O ex-rabino chefe da Grã-Bretanha Lord Sacks, afirmou: “A Grécia antiga e a Roma antiga viram suas civilizações iniciarem seu declínio e queda quando tanto os gregos quanto os romanos atribuíram a queda da natalidade à recusa de assumir as responsabilidades da educação dos filhos”.

    Já Arnold Toynbee, um dos maiores historiadores do século XX, sempre dizia de forma resoluta: “as civilizações morrem se suicidando, não por assassinato”. A política atual da Europa mostra que ela caminha no mesmo sentido.

    No Reino Unido, por exemplo, o número de estudantes muçulmanos já supera o de estudantes cristãos em mais de 30 escolas ligadas às igrejas. Em pelo menos uma escola primária Anglicana possui oficialmente “100% de estudantes muçulmanos”. A Igreja da Inglaterra diz que 20 de suas escolas possui mais alunos muçulmanos do que cristãos e 15 escolas católicas romanas conta com estudantes de maioria muçulmana.

    Ao mesmo tempo, na Alemanha existe temores de um influxo muçulmano massivo no sistema escolar. Os professores alemães estão alertando abertamente sobre a ameaça de uma “guetoização”.

    A tendência mais clara desse movimento é diminuta taxa de natalidade dos europeus. A França registrou 34.000 menos nascimentos no ano passado do que em 2014. O número de mulheres francesas que deram à luz atingiu o nível mais baixo em 40 anos.

    Em 1995, apenas a Itália tinha mais pessoas acima de 65 anos do que abaixo de 15. Hoje, isso ocorre em 30 países e até 2020 esse número vai bater 35.

    O fato é que “com uma taxa de fertilidade de 3,5 filhos por mulher, os argelinos contribuem significativamente para o crescimento populacional da França”, assinalou o consagrado demógrafo Gérard-François Dumont. Enquanto as maternidades da Suécia só estão ocupadas nos dias de hoje graças aos imigrantes muçulmanos.

    Em Milão, Maomé é o nome mais dado aos recém-nascidos. O mesmo ocorre em Londres, nas quatro maiores cidades holandesas e no restante da Europa, desde Bruxelas à Marselha. “É o Islã, não o cristianismo, que agora permeia a paisagem e a imaginação da Europa”, afirma o jornalista italiano Giulio Meotti, especialista em Islamismo.

    Segundo ele, a impotência e a fragilidade da nossa civilização cristã também estão assombrando muitos europeus. Sua perspectiva é pessimista, ao dizer: “tudo indica que os jihadistas estão tomando de assalto a liberdade e as democracias seculares”.

    Enquanto isso, as igrejas vão sendo substituídas por mesquitas no cenário de muitas capitais europeias.

    Toda vez que o cristianismo é usado como base para argumentação, logo é descartado com a lembrança que o Estado é laico.

    Monsenhor Carlo Liberati, um influente arcebispo italiano, contrariou o papa e decidiu fazer um alerta aos católicos europeus. Observando o crescente número de incidentes que envolveram refugiados muçulmanos e os seguidos atentados terroristas feitos em nome de Alá, ele acredita que o continente poderá ser dominado em breve pela fé islâmica.

    Para ele, esta é uma ameaça real. “Dentro de 10 anos seremos todos muçulmanos por causa da nossa idiotice. Na Itália e em boa parte da Europa vive-se como se Deus não existisse. Fazem leis que vão contra Deus e cultivam suas tradições pagãs. Toda essa decadência moral e religiosa favorece o Islã”, asseverou.

     

    Fonte: http://www.unigospel.com.br 

     


     

    Inaugurada nos EUA a primeira igreja dedicada ao consumo ritual de maconha

    Por Francisco Jorge COM INFORMAÇÕES DE veja.abril E noticiacristiana

    Postado em 20/04/2017

                                                 

    Nesta quinta-feira, 20 de abril de 2017,  no Colorado, denominada de FIRST CHURCH OF CANNABIS (Primeira Igreja da Maconha),está sendo inaugurada a primeira igreja dedicada ao consumo de maconha com propósitos espirituais dos Estados Unidos - e do mundo. O Colorado foi o primeiro estado do país onde foi permitido o uso de maconha com fins recreativos. Sem um livro sagrado nem hierarquias eclesiásticas, a Igreja Internacional da Cannabis (ICC) é um local para “pessoas de todo o mundo que querem fazer parte de uma organização que aceita o uso da cannabis na viagem pessoal de busca de significado”, explicou à Lee Molloy, um de seus três fundadores.

    A nova "igreja" funcionará em um antigo templo de 113 anos de existência, que abrigava uma igreja luterana e foi vendida para o movimento "elevationist" que pretende unir as pessoas de todas as religiões para o exercício espiritual para consumir o que é "sagrado".

                                  

    O edifício histórico foi completamente renovado. O artista espanhol Okuda San Miguel fez várias pinturas no santuário, substituindo imagens cristãs por um mural psicodélico. Do lado de fora, o artista Kenny Scharf fez uma arte de rua, estilo de pintura que é sua marca registrada.

    A abertura oficial da nova igreja acontece neste dia 20 de abril, data popularmente associada ao consumo de maconha e escolhida, disse Molloy, porque “é fácil de lembrar”. Este particular templo está situado em um edifício do início do século XX, onde existiu uma igreja luterana, ao sul da cidade de Denver, e quem quiser pertencer à congregação deve fazer uma doação que serve como pagamento de uma associação. “É um lugar de reunião, onde não se julga ninguém”, disse Molloy.

    Os membros da nova igreja se denominam como “elevacionistas”, porque o consumo ritual de maconha “eleva nossas mentes até alcançar a melhor versão de nós mesmos”. Um dos princípios fundamentais dos “elevacionistas” é considerar a flor da cannabis como um “presente da Força Criadora Universal”, ressaltou Molloy.

    Outra crença é a de que o voluntariado é melhor do que a oração para tornar o mundo um lugar melhor. “Todos são bem-vindos e todos podem seguir seu próprio caminho sempre e quando se lembrarem de viver segundo a Regra de Ouro”, acrescentou Molly, em referência ao princípio cristão de amar ao próximo.

    Maconha continua a ser ilegal em Indiana, para ambos os fins médicos e de lazer, no entanto, com a criação da Primeira Igreja de Cannabis, membros estaria livre para consumir maconha como um sacramento.

    Quanto aos textos sagrados, a Primeira Igreja de Cannabis não é baseada na Bíblia ou o Corão.

    "Vamos ter um" bom livro ", disse Levin. "O primeiro livro a ser utilizado na igreja e será o  O Imperador vai nu: Conspiração, cânhamo e maconha", um livro clássico da história da cannabis de Jack Herer,* publicado pela primeira vez em 1985.

    "É uma bíblia educativo sobre o nosso número sacramento um", disse Levin, acrescentando que ele espera ter cópias disponíveis para potenciais membros da nova fé.

    As portas do templo estarão abertas para todos os que quiserem participar da inauguração, mas os cultos religiosos só poderão ser assistidos pelos membros da congregação. As doações serão usadas para fazer a remodelação e restauração do edifício onde fica a igreja, cujas obras estão orçadas até o momento em US$ 100 mil.

    Segundo Steve Berke, comediante, empresário e cofundador da ICC, a abertura da nova congregação é “verdadeiramente um fato histórico”. Como parte das comemorações, a nova igreja oferecerá, além do entretenimento apropriado, “seminários educativos de elevação” com temas relevantes à interseção de cannabis e espiritualidade. Um desses seminários terá foco no “direito constitucional a praticar a religião”, incluído na Primeira Emenda da Constituição dos EUA.


     

    *Jack Herer (Nova Iorque, 18 de junho de 1939Eugene, 15 de abril de 2010) foi um ativista em favor da cânabis e escritor estadunidense, autor do livro The Emperor Wears No Clothes (em português: O Imperador está Nu), de 1985, um livro usado na descriminalização da maconha.

    Por sua atividade, Jack Herer recebeu uma homenagem, sendo que uma variedade da maconha, recebeu seu nome, chamada de Jack Herer[1]. Ele concorreu duas vezes a Presidência dos Estados Unidos pelo Grassroots Party. Obteve 1949 votos da primeira vez (em 1988) e 3.875 na segunda (em 1992).

    Em junho de 2000, Herer sofreu um pequeno ataque cardíaco e um forte acidente vascular cerebral (AVC), resultando em dificuldades para o mesmo em falar e mover a parte direita de seu corpo.[2] Atualmente, ele estava quase recuperado, e em maio de 2004 afirmou que estava fazendo o tratamento com o cogumelo psicoativo Amanita muscaria.[3]

    Em 12 de setembro de 2009, foi comunicado por diversos meios da internet como twitter, blogs e facebook que Herer havia sofrido um novo ataque cardíaco, nos bastidores do evento Hempstalk Festival[4] Em 18 de setembro, ao contrário do que rumores afirmavam, Herer estava vivo e em quadro estável, na sua casa em Oregon.

    Faleceu no dia 15 de abril de 2010, aos 70 anos de idade em Eugene, Oregon, devido a complicações pelo mesmo ataque cardíaco sofrido em setembro de 2009.

    http://avisospsicodelicos.blogspot.com.br 

     


    A liberdade religiosa está ameaçada pelo ativismo gay, alertam líderes cristãos

    Em um recente debate televisionado nos Estados Unidos, líderes cristãos falaram sobre como o ativismo LGBT tem interferido na expressão de fé das igrejas dos EUA.

    Postado em 18/04/2017

    Parada gay. (Foto: abc7NY)
    Parada gay. (Foto: abc7NY)

    Diversas figuras cristãs que representam variadas denominações cristãs, incluindo o protestantismo e a Igreja Ortodoxa, argumentaram em um painel de debates sobre como a militância LGBT está atacando a liberdade religiosa na América.

    Russell Moore, presidente da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Convenção Batista do Sul, afirmou domingo no painel "Face the Nation" da emissora 'CBS' que marginalizar grupos religiosos é uma proposta perigosa para todos, inclusive para os não-religiosos.

    "Eu acho que é uma conversa muito perigosa que estamos tendo agora, onde há uma espécie de pressão para marginalizar as instituições religiosas, até o ponto onde elas não podem expressar o que acreditam. Eu acho que não é apenas perigoso para as pessoas religiosas, eu acho que é perigoso para pessoas não-religiosas [também]", disse Moore.

    "Precisamos ser o tipo de sociedade que protege a consciência, que protege o direito que as pessoas têm de viver as suas convicções mais profundas. E assim a ideia de que se não gostamos de um discurso, nós simplesmente o calamos, e se nós não gostamos das religiões, as excluímos, não é algo que devemos perseguir na vida americana", acrescentou.

    O padre James Martin, editor católico da American Magazine, recentemente nomeado consultor da Secretaria de Comunicações do Vaticano, acrescentou que os gays, além dos ateus, precisam sentir que estão incluídos.

    "Eu diria que precisamos ter certeza de que as pessoas que foram marginalizadas no passado, como os adeptos do movimento LGBT, minorias, ateus e agnósticos, se sintam incluídas em nossa visão", disse o padre católico.

    "A visão de Jesus Cristo era de inclusão: Ele sempre atraía pessoas de fora, e assim, enquanto não excluímos ou marginalizarmos as pessoas ainda mais nessa conversa, penso que estaremos bem", acrescentou.

    Já Rod Dreher, autor da obra "The Benedict Option: Uma estratégia para os cristãos em uma nação pós-cristã", representou a fé cristã ortodoxa no painel e ecoou o alerta do pastor Russell Moore, afirmando que a liberdade religiosa é algo cada vez mais raro na pós-modernidade dos EUA, especialmente por causa da militância LGBT.

    "É aí que a próxima luta é pela liberdade religiosa, pelo direito das instituições cristãs e de outras instituições religiosas, de agirem de acordo com sua fé", afirmou o líder ortodoxo.


    Contexto
    Recentemente, os Estados Unidos viram certa polarização entre cristãos e militantes LGBT, devido a vários casos judiciais recentes em que os donos de empresas cristãs foram considerados culpados e multados, após se recusarem a prestar serviços para casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

    Um desses casos recentes diz respeito à florista Barronelle Stutzman, que foi considerada culpada perante a Suprema Corte de Washington, em fevereiro de 2017, após se recusar a vender flores para um casamento gay.

    Na época do veredito, o pastor Russell Moore chamou o caso de "uma terrível decisão" e também o classifico comou uma "perda para todos os americanos".

    Tony Perkins, do Family Research Council, se disse igualmente "atordoado" com a decisão.

    "Os americanos ouviram repetidamente que a redefinição do casamento teria pouco impacto em suas vidas. Mas agora os tribunais estão procurando afastar as famílias de seus negócios como resultado do governo incapacitante, impondo multas destinadas a forçando-os a negarem sua fé", disse Perkins na época.

     

    Fonte: http://guiame.com.br  COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

     


    Homem morre enforcado diante do público

    interpretando papel de judas

    O fato aconteceu na cidade de barranquillas, no México

    Postado em 15/04/217

                    Resultado de imagem para Imagens enforcamento de judas no mexico

    Um homem que desempenhava o papel de Judas na Paixão de Cristo, em Michoacan, México morreu de asfixia por uma corda em volta do pescoço sexta-feira, apesar dos esforços dos paramédicos para salvar sua vida.

    Este evento aconteceu diante dos olhos de centenas de espectadores na cidade de Barranquillas, 286 milhas a oeste da Cidade do México, onde o tema da celebração católica da Páscoa estava sendo presentando em um trabalho de rua, explica Univtersal.

    O homem foi identificado como Jose Ignacio G.  de 23 anos. Ele  desempenhava o papel de Judas, o apóstolo que traiu Jesus Cristo, segundo a Bíblia.

    Após a narrativa bíblica, uma corda foi amarrada a um galho de árvore e a outra ponta envolta no pescoço do "ator". Era pra ser tudo uma encenação, mas deu tudo errado. O homem estava em um barco, mas escorregou, perdeu o equilíbrio e foi suspenso no ar.

    Ele foi imediatamente assistido pelos paramédicos Protecção Civil, mas morreu ao ser levado para um hospital próximo.

     

    Fonte: https://www.bibliatodo.com

     


    Estado Islâmico planeja matar o papa Francisco durante visita ao Egito, revela jornalista

    Postado em 14/04/2017

    O papa Francisco fará uma visita ao Egito nos próximos dias 28 e 29 de abril e o Estado Islâmico irá tentar cumprir sua promessa de assassiná-lo nessa ocasião, de acordo com um jornalista especializado.

    A avaliação é do jornalista Gustavo Chacra, judeu, colunista do jornal O Estado de S. Paulo e comentarista da Globo News, e tem como base a atual situação do Egito, que vive uma onda crescente de crimes bárbaros protagonizados pelos extremistas do Estado Islâmico.

    “O papa sofre enorme risco de ser alvo de um atentado terrorista durante a sua visita ao Egito no fim do mês e a sua viagem deveria ser cancelada. O […] Estado Islâmico […] e outras organizações radicais presentes no território egípcio certamente já têm planos para o ataque”, cravou Chacra.

    Recentemente, após o atentado terrorista que matou mais de 40 cristãos copta no Domingo de Ramos, o presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, declarou estado de emergência por três meses, com o objetivo “proteger o país e preservar [sua segurança]”.

    “O Egito, comandado pelo autocrata Sissi, aliado dos EUA, não tem a menor capacidade de proteger o Papa. Basta ver o fiasco que seu governo tem sido para proteger os cristãos egípcios”, observou o jornalista.

    “O papa, no entanto, não tem medo e deve ir mesmo assim ao Egito mostrar solidariedade aos cristãos e ao papa copta Teodoro II, que quase foi morto em um dos ataques, e para dialogar com tradicionais autoridades islâmicas. E Francisco ainda tem o agravante de se recusar a adotar medidas de segurança, como observamos na viagem dele ao Rio”, comentou.

    Por fim, Gustavo Chacra avalia que se o atentado ocorrer, as consequências a escalada da intolerância religiosa ao redor do mundo podem ser incontroláveis, influenciando por décadas as políticas e relações entre as lideranças ocidentais e muçulmanas.

    + Terrorista preso diz que atuou com o Estado Islâmico em plano para matar o papa Francisco

    “Caso matem o Papa no Egito, será o golpe final em qualquer esperança de tolerância religiosa ao redor do mundo. O maior líder cristão morrer em um atentado cometido por jihadistas em uma nação majoritariamente islâmica terá reflexos por gerações na forma como católicos e cristãos em geral no Ocidente verão a comunidade muçulmana”, finalizou.

    Promessa antiga

    O Estado Islâmico tem um plano para assassinar o papa há anos, independentemente de quem seja o líder católico. Dentro desse plano, construído a pretexto de se fazer cumprir profecias de Maomé, planejam decapitar o papa e promover a batalha do Armagedom até 2025.

    As revelações foram feitas pelo escritor Robert Spencer, um pesquisador e estudioso do islamismo, no livro, “Infidel’s Guide to ISIS” (“Guia do infiel para entender o Estado Islâmico”, em tradução livre), lançado em 2015. Segundo informações da emissora Christian Broadcasting Network, o autor apresenta e explica em detalhes os planos dos extremistas.

    Para os integrantes do Estado Islâmico, a “batalha final” – evento a que os cristãos se referem como Armagedom – acontecerá em 2025, e nesse meio tempo, eles vêm se dedicando a cumprir previsões de Maomé, como por exemplo, a conquista do território das maiores cidades do então Império Romano.

    Quando Maomé deixou essa tarefa aos muçulmanos, referia-se a Roma e Constantinopla, que hoje é a cidade turca de Istambul, já dominada pelo islamismo. Nesse cenário, o símbolo da conquista de Roma – vista como a “capital” do cristianismo por ser sede da Igreja Católica – seria a decapitação do papa em praça pública, com transmissão via internet.

     

    Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br 

     


    Igreja oferece crucificação literal para fieis quequeiram “experimentar a Páscoa”

    Postado em 13/04/2017

     

                                                                       Imagem ilustrativa

    INGLATERRA, REINO UNIDO. - Uma década atrás, na cidade de Manchester, Inglaterra, não se vi U um cenário de Páscoa, com o julgamento e a paixão de Cristo. Preocupado com o declínio do número de membros e o avanço do Islamismo no país, a liderança da Catedral Anglicana decidiu oferecer aos membros uma "experiência de Páscoa", objetivando, ao mesmo tempo, levantar fundos para a manutenção do templo. Pelo preço de 750 libras (US $ 939 dólares), os interessados ​​poderiam desfrutar da "experiência", prometida que incluía uma crucificação real.

    A pessoa seria amarrada a uma cruz colocada no piso da igreja por algumas horas. Embora pareça uma ideia absurda, essa prática é comum em países como as Filipinas, onde centenas de cristãos aceitam ser flagelados e crucificados, literalmente, e "participar" dos sofrimentos de Cristo. No entanto, na Inglaterra os organizadores da Paixão de Manchester, em 2017, cancelaram o evento, que aconteceria na sexta-feira (14), depois que os líderes da igreja recebeu alegações de que seria algo perigoso e blasfemo, relata o The Guardian.

    A "experiência completa da crucificação" não tinha sido aprovado pelo pastor Falak Sher, chefe da Catedral de Manchester. "A primeira vez que ouvi isso, eu disse a ele que não gostava. Eu acho que é uma vergonha, toda a mensagem da cruz é sobre esperança e amor. Quando vi que  isso tinha sido levado adiante, pedi á Comissão para cancelar. Não era uma mensagem muito positiva ", disse Sher.

    O objetivo do projeto era, também, apresentar uma peça que conta a história da Páscoa cristã, e, com isso, levantar 8000 libras (10 mil dólares) para cobrir os custos, estimados em 55.000 libras (68 mil dólares). No total, 120 pessoas estariam no palco. O diretor e criador da obra, Geoff Millard, disse que as crucificações oferecidos "seria muito reais" e que o objetivo era "proporcionar uma experiência que as pessoas nunca iriam esquecer". No entanto, ele diz: "É claro que não haveria pregos ou qualquer dor infligida, mas o resto da experiência seria muito real. "

    Alexander Stewart-Clark, que admite ser o autor da idéia de oferecer as crucificações, disse que não acha que seria uma blasfêmia, mas admitiu que, para muitos, foi falta de bom gosto. Ele revelou que haviam pessoasa interessadas, mas se recusou a dizer quantas. Ele acrescentou que a catedral tem estudado outras maneiras de levantar os fundos, mas até agora nao conseguiram.

     


    Morre em grave acidente cantora Tais Mendes e família

    A cantora cumpria agenda missionária nas cidades de Javi – BA e Santa Maria – BA, região sudoeste da Bahia

    Postado em 12/04/2017

    Faleceu na manhã deste domingo (09) na rodovia BR – 349,  por volta das 09 horas da manhã, a cantora goiana Tais Mendes, seu esposo Marcos Paulo, sua filha de apenas quatro meses, a mãe da cantora e a sua sogra.  Eles eram membros da Assembleia de Deus Madureira. (Pastor José Gouvêa – Vila Nova – GO).

    De acordo Alisson Aragão, amigo da família, o acidente aconteceu na rodovia GO – 349, no território da Bahia, município de Santa Maria – BA. Segundo Aragão, um veículo que vinha em sentido contrário perdeu o controle e colidiu de frente com o carro da cantora. Com a colisão, a criança foi arremessada para fora do veículo e em seguida o carro pegou fogo, vindo todos a óbito.

                                              Resultado de imagem para imagens de tais mendes, cantora evangélica

    Ainda de acordo com Aragão, a cantora cumpria agenda missionária nas cidades de Javi – BA e Santa Maria – BA, região noroeste da Bahia: “Eles estavam a serviço da obra missionária. Ela tinha agenda na igreja do pastor Gilvan, lá na cidade de Javi – BA”, afirmou ao JM Notícia.

    O velório será feito no templo da Assembléia de Deus MVN Grande Retiro e os corpos ainda não foram liberados até a publicação desta matéria. Pastor Giovan Gedis, Presidente da AD JAVI BA fez todo a intermediação para ajudar a liberação dos Corpos.

      
                                   Veículo da cantora Taís Mendes – Foto: Divulgação

    Mais informações a qualquer momento!

    Corpo da cantora Tais Mendes e dos familiares chegam em Goiânia

    Os corpos da cantora Tais Mendes, seu esposo Marcos Paulo, sua filha de apenas quatro meses, a mãe da cantora e a sua sogra já se encontram em Goiânia -GO, cidade natal da família.  O Velório acontece desde às 23hs na igreja Assembléia De Deus Madureira  – Campo de Vila Nova do Setor Grande Retiro – GO, igreja pastoreada pelo Pastor Luiz Gonzaga.

    A informação é do amigo da família, Alisson Aragão. A família foi vítima de trágico acidente enquanto cumpria agenda missionária no Estado da Bahia na manhã deste domingo,09.

    De acordo Alisson Aragão, o acidente aconteceu na rodovia GO – 349, no território da Bahia, município de Santa Maria – BA. Segundo Aragão, um veículo que vinha em sentido contrário perdeu o controle e colidiu de frente com o carro da cantora. Com a colisão, a criança foi arremessada para fora do veículo e em seguida o carro pegou fogo, vindo todos a óbito.

    BÊBADO – Ainda de acordo com Alisson Aragão, a informação é que o condutor que colidiu com o veículo da cantora Tais Mendes estava embrigado e em alta velocidade.

    Segundo ele, um caminhoneiro que vinha logo atrás viu o acidente e disse que o veículo invadiu a pista contrária, bateu de frente com o veículo da cantora, e logo em seguida pegou fogo.

    O velocímetro do suposto condutor embrigado teria travado em 180km/h. Depois do acidente, os três ocupantes do veículo que levaram a morte da família Tais Mendes, foram levados para o Pronto Socorro De Corentina –  BA e foram liberados.

     

    Ouça essa linda canção da cantora Taís Mendes que morreu fazendo a obra do Senhor. Ore pela sua família.

     

    Fonte: http://www.jmnoticia.com.br 

     


     

    Detectadas mensagens ocultas na revistinha X-MEN GOLD, contra cristãos e judeus

          Ilustrador é punido por causa de mensagens anticristãs em desenhos do X-Men

    Postado em 11/04/2017

          Desde a semana passada, os leitores de X-Men estão publicando no Twitter e Facebook suas indignações. (Foto:

          Desde a semana passada, os leitores de X-Men estão publicando no Twitter e Facebook suas indignações. (Foto:

    A Marvel Comics está aplicando uma "ação disciplinar" contra um dos seus ilustradores depois da indignação de muitos fãs de quadrinhos, nas mídias sociais. Foram detectadas mensagens contra os cristãos e contra os judeus de forma codificada, inseridas na revistinha X-Men Gold #1.

    A obra em questão usa números que fazem referência a um verso do alcorão citado em apoio da intolerância a outras religiões, bem como um protesto político na Indonésia, de acordo com o site Bleeding Cool. Os desenhos são feitos por um artista indonésio, Ardian Syaf.

    Em uma declaração para a Comic Book, a Marvel disse: "A obra mencionada em X-Men Gold # 1 foi inserida sem o conhecimento do que estava por trás de seus significados. Essas referências implícitas não refletem as opiniões do escritor, editores ou qualquer outra pessoa na Marvel”, ressaltou.

    “Tais informações estão em oposição direta a inclusividade da Marvel Comics e também ao que os personagens de X-Men têm representado desde a sua criação. Esta obra será removida das impressões seguintes, versões digitais e livros de bolso”, explicou.

    Ações Disciplinares

    De acordo com a declaração, a Marvel está tomando ações disciplinares contra o ilustrador. Os números codificados fazem referencia a protestos de muçulmanos na Indonésia contra o governador cristão de Jacarta, Basuki Tjahaja Purnama.

    Há um desenho antijudáico e uma cena de beisebol onde a camiseta de Colossus tem "QS 5:51", um versículo do Alcorão que adverte contra os muçulmanos que nomeiam líderes judeus ou cristãos.

    Marc Guggenheim, o escritor de X-Men Gold #1, é judeu. Os X-Men são liderados por Kitty Pryde, que é judaica. O melhor amigo de Colossus, Nightcrawler, é um líder cristão.

    Desde a semana passada, os leitores de X-Men estão publicando no Twitter e Facebook suas indignações após a publicação de X-Men Gold #1. Os fãs continuaram criticando a Marvel e o artista Ardian Syaf, porque não ficou claro o que seria a "ação disciplinar".

    O ilustrador teve sua nota publicada pela própria Marvel. "Olá. Minha carreira está acabada. É uma consequência do que eu fiz e eu a aceito. Por favor, sem mais zombarias, debates ou ódio. Espero que todos estejam em paz. Nessa última chance, quero falar a vocês o verdadeiro significado por trás do QS5:51 e do 212. É o número da JUSTIÇA. E o número do AMOR. Meu amor ao Alcorão, ao último profeta, ao mensageiro e a Alá, o Único Deus. Perdão pelo alarde. Adeus e que Deus abençoe a todos. Amo a todos", lê-se.

     

    Fonte: http://guiame.com.br 

     


    Jerusalém: Primeira ovelha abatida em 2 mil anos

     Postado em 11/04/2017

                                                      Jerusalém: Primeira ovelha abatida em 2k anos

    Com sacerdotes soprando trombetas de prata, um grupo de judeus religiosos Sacrificou uma ovelha na quinta-feira na Cidade Velha de Jerusalém para, demonstrar o tradicional sacrifício pascal. É a primeira vez em 2 mil anos que este ato foi realizado dentro das muralhas da cidade .

    Segundo o The Israel Times, o evento foi organizado por ativistas do Monte do Templo e supervisionado pela polícia e pelo serviço veterinário estadual. Aproximadamente 200 homens, mulheres e crianças participaram do evento, incluindo MK Yehuda Glick.

    A ovelha foi sacrificada na praça principal do bairro judeu, ao lado da Sinagoga Hurva. De acordo com os ritos antigos, o sangue foi aspergido em um altar modelo, erguido temporariamente para este fim. As ovelhas foram então esfoladas, torradas e comidas pelos participantes.

    Cohen, membros da classe sacerdotal, usando roupas feitas especialmente de branco, sopraram trombetas de prata e cantaram salmos enquanto o ritual estava acontecendo. Eles também recitaram a bênção bíblica sacerdotal.

    O grupo disse que vai realizar um sacrifício real na segunda-feira, um dia antes do feriado da Páscoa, a fim de cumprir um mandamento religioso. No entanto, é improvável que a polícia lhes permita fazê-lo. Por mais de uma década, o grupo realizou uma reconstituição da matança ritual da oferenda da Páscoa, um sacrifício de carneiro ou cabra, fora da Cidade Velha.

    Todos os anos os ativistas pedem permissão para fazê-lo perto do Monte do Templo, onde os sacrifícios rituais eram realizados na época do templo. E em todos os anos isso lhes foi negado ​​pela polícia e pelos tribunais, que dizem que poderia causar agitação se for mantida perto do Monte do Templo, o local mais sagrado.

     

    Fonte: http://www.trunews.com 

     


    Duas igrejas foram bombardeadas hoje, no Egito,

    pelo Estado Islâmico

    A TV local divulgou um vídeo do primeiro ataque. Veja ao final da reportagem.
    com informações de ChristianHeadlines.com
    Por Francisco Jorge
    Publicado em 09/04/2017
    Duas igrejas cristãs bombardeadas no Egito no Domingo de Ramos, a ISIS toma o crédito

    Os cristãos no Egito pedem nossas orações depois que duas igrejas no norte do Egito sofreram ataques a bomba durante os cultos de hoje, Domingo de Ramos.

    A primeira bomba explodiu dentro da igreja ortodoxa copta de Mar Girgis (St. George) em Tanta,  na região do delta do Nilo. O bispado emitiu uma lista de 26 nomes de pessoas que morreram no ataque. De acordo com o Ministério da Saúde, 71 pessoas ficaram feridas.

                                         

    cerca de duas horas depois, um homem-bomba foi interceptado e detonou seu artefato fora da Catedral Ortodoxa Copta de São Marcos, em Alexandria. De acordo com uma declaração do Ministério da Saúde, seis pessoas foram mortas neste ataque e 33 ficaram feridas. O papa copta ortodoxo Tawadrous II estava presidindo as celebrações do Domingo de Ramos na catedral, mas ele é houve relato de que ele saiu ileso.
                                   ataque no Egito

    Os cristãos no Egito pedem nossas orações, Para que Deus conforte aqueles que perderam entes queridos e para a recuperação dos feridos.

    Pedem que oremos, também, para que Deus esteja protegendo toda a igreja naquele país, inclusive, guardando para que os terroristas não atinjam outros locais. Roguemos ainda, ao Senhor, para que fortaleça todos os seus servos ali para que ninguém desista de segui-lo.

    O relatório acima foi fornecido pela Middle East Concern

    Segundo o CBN, Dom Angaelos, Bispo Geral da Igreja Ortodoxa Copta no Reino Unido, expressou suas condolências em uma declaração .

    "Ainda é muito cedo para determinar a responsabilidade, o que é inegável é a brutalidade insensata e sem coração que pode levar uma pessoa ou pessoas a tomar indiscriminadamente vidas inocentes, especialmente na hora mais vulnerável de oração .... Hoje nós sofremos com a nossa Irmãs e irmãos que sofreram perdas em Londres, em Estocolmo, bem como aqueles que continuam a sofrer diariamente em todo o Oriente Médio, oramos por eles e suas famílias, bem como por suas comunidades sofredoras e em dificuldades ", disse Dom Angaelos disse. 

    CNN Há relatos de que o Estado Islâmico assumiu a autoria dos atentados. 

    A polícia egípcia teve um papel heroico e salvou muitas vidas no segundo ataque, de acordo com DailyMail.com . Três oficiais morreram na Catedral de São Marcos, enquanto tentavam impedir a entrada bombardeiros na igreja.

    Testemunhas oculares da explosão de domingo descreveram uma cena de carnificina. “Houve uma enorme explosão no corredor. Fogo e fumaça encheram o templo sala e os ferimentos eram extremamente graves. Eu vi pessoas partidas ao meio”, disse Vivian Fareeg, que sobreviveu ao atentado.

    A comunidade cristã do Egito tem se sentido cada vez mais insegura desde que o Estado Islâmico se consolidou em regiões do Iraque e da Síria em 2014, atacando impiedosamente as minorias religiosas. Desde então os ataques aos cristãos têm sido incentivados pelos extremistas, se espalhando com maior força no Oriente Médio.

    Nos últimos meses, soldados do Estado Islâmico que fugiram do Iraque e da Síria se estabeleceram no Egito e ameaçaram matar todos os coptas do país, afirmando que os cristãos eram sua “presa favorita”. Há circulação de folhetos em determinadas aldeias com o recado ‘fuja ou morra’. O clima de medo parece ter se espalhado entre a comunidade cristã do país, que ocupa o 21º lugar na atual Lista da Perseguição Mundial, elaborada pela Missão Portas Abertas. Informações de Christian Today 

    Líderes cristãos, como Rick Warren, comentaram sobre os ataques  no Egito:

    Orem pela Igreja de Mar Girgis, no Egito. 36 pessoas morreram "Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim!" João15: 18, comentou Warren.

    "Ao mesmo tempo em que comemoramos o Domingo de Ramos e a entrada de Jesus, o Príncipe da Paz ... choramos e oramos por aqueles afetados pelos bombardeios da Igreja no Egito", afirmou, por sua vez, Eugene Cho.

    Segudo reportagem do msn, em reação aos dois atentados terroristas ocorridos neste domingo (09/04) no norte do país, o presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, decretou três meses de estado de emergência, "depois de serem tomadas as devidas medidas legais e constitucionais". Num discurso desafiador, ele adiantou que a guerra contra os jihadistas será "longa e dolorosa".

                           atentado no Egito

                                                                               Imagem MSN

    Em declarações à emissora privada On TV, o premiê egípcio, Sherif Ismael, condenou os crimes e reafirmou a determinação do governo em combater o terror no país: "Trata-se de um ato impiedoso, mas erradicaremos o terrorismo do Egito."

    Veja o vídeo:

        

     

     Fonte: http://www.christianheadlines.com

     


    Por que a América Latina é a única região do mundo onde o islã não cresce

                                    A América Latina parece ser o principal alvo da expansão islâmica para os próximos anos

                                    Reunião de líderes mulçumanos  da América Latina na Turquia

    O islã é a religião que mais cresce no mundo. Espera-se que, até o final do século, ela ultrapasse o cristianismo para se tornar a religião com o maior número absoluto de fiéis do planeta.

    Na América Latina, contudo, o aumento do número de seguidores do Corão não acompanha o ritmo registrado em outras partes do mundo.

    Estudo feito pelo Centro de Pesquisas Pew, dos Estados Unidos, aponta a América Latina como a única região onde a taxa de crescimento da população estimada para 2050 supera com folga o aumento de muçulmanos.

     

    O levantamento prevê que, entre 2010 e 2050, a região tenha uma população 27% maior e um incremento de 13% no número de seguidores do islã. Nesse mesmo período, o número de muçulmanos deve crescer 73% em todo o mundo, enquanto o crescimento populacional deve ser de 35%.

    Intitulado O Futuro das Religiões do Mundo, o estudo prevê que, em 2050, o número de muçulmanos no mundo será "quase igual" ao de cristãos, e que, "mantidas as tendências demográficas atuais, o número de muçulmanos deverá ultrapassar o de cristãos até o final do século".

    No que concerne América Latina e Caribe, o estudo usa dados de 19 países. Ele estima em 940 mil a população de muçulmanos na região para 2050, número inferior à quantidade de seguidores do islã registrada em 2010 em países como Espanha ou Itália.

    O que explica o fato de o islamismo ser menos popular entre os latino-americanos? Veja abaixo, três aspectos que explicam tendência:

    1. Poucos fiéis e pouco apelo a imigrantes

    A América Latina é considerada uma região única porque abriga uma fração mínima dos cerca de 1,6 bilhões de muçulmanos no mundo e não registra um intenso fluxo migratório de pessoas procedentes de países onde o islã é a principal religião.

    "Estimamos que em 2010 eram 840 mil vivendo em todos os países da região, incluindo o Caribe", disse à BBC Conrad Hackett, demógrafo e diretor associado do Centro de Pesquisas Pew.

    Segundo Hackett, não há nenhuma evidência de que o mesmo fenômeno observado nos EUA e no Canadá, onde a imigração impulsiona o crescimento do islã, esteja se repetindo em países latino-americanos.

    Aumento da população muçulmana para 2050

    • Estados Unidos e Canadá 179%

    • África subsaariana 170%

    • Oriente Médio e Norte da África 74%

    • Europa 63%

    • Ásia-Pacífico 48%

    • América Latina 13%

    "Na América do Norte, a população muçulmana não é muito numerosa, mas vemos uma tendência migratória em curso com grandes quantidades de pessoas chegando de países onde a maioria segue o islã. Nem todos os imigrantes são muçulmanos, mas eles são maioria", explica o demógrafo.

    Hackett diz que os EUA e o Canadá atraem imigrantes não apenas por oferecer melhores oportunidades econômicas, mas também porque têm programas para acolher refugiados e, no caso dos EUA, loteria de vistos. Em 2018 serão distribuídos, por seleção aleatória, 55 mil vistos de imigrantes a pessoas que nasceram em países com baixas taxas de imigração para os EUA.

    O demógrafo admite que, por motivos econômicos, o fluxo migratório pode mudar e transformar a América Latina em destino de muçulmanos. Contudo, ele afirma que, até o momento, não há nenhuma evidência de que isso acontecerá no mesmo volume já registrado na América do Norte.

    2. Conversões

    O aumento de muçulmanos pode ser impactado pelo número de pessoas que se convertem ao islã.

    Mas, segundo o levantamento, não há evidência robusta de que muitas pessoas estejam trocando suas religiões pelo islã na América Latina e no Caribe.

    "Poderia fazer diferença se muita gente na região estivesse mudando de religião. Por exemplo, pessoas que cresceram católicas, mas se sentiram atraídas pelo islã e se convertem. Mas não há evidencia de que seja um fenômeno importante", argumenta Hackett.

    Fachada da mesquita em Caracas.Direito de imagemGETTY IMAGES
    Image captionMesquita Ibrahim Ibin Abdul Aziz Al-Ibrahim, em Caracas (Venezuela), é uma das maiories da América Latina.

    O especialista observa que trocas de religião na região ocorrem com mais vigor dentro do próprio cristianismo, com católicos passando a ser evangélicos.

    "O pentecostalismo está crescendo mais rápido que o conjunto da população [na América Latina]", afirma Hackett.

    3. Número de filhos

    O crescimento do islã é impulsionado também pelo alto número de filhos de muçulmanos, sua alta taxa de fecundidade.

    "Na África, onde islã é muito forte, cada mulher tem 4, 5 ou 6 filhos, o que acelera o ritmo de crescimento da população tanto no caso dos muçulmanos quanto dos cristãos. Mas, na América Latina, ainda que a região já tivesse mostrado taxas elevadas no passado, em muitos países, as mulheres estão tendo 1, 2, 3 filhos", aponta Hackett.

    Para ele, é uma taxa relativamente modesta e não há evidências que indiquem que muçulmanas latino-americanas tenham mais filhos. Ele pondera, contudo, que suas estimativas são conservadoras, e que talvez a taxa de fecundidade entre as muçulmanas na região seja um pouco mais alta que a média.

    Países da América Latina com mais muçulmanos

    (números correspondentes a 2010)

    • Argentina 400.000

    • Venezuela 90.000

    • Brasil 40.000

    • Panamá 30.000

    • Colômbia 10.000

    • Honduras 10.000

    Getty Images

    "A Argentina, por exemplo, é o país da América Latina com maior número de seguidores do islã, mas não temos dados específicos sobre a taxa de fecundidade dos muçulmanos. Muitas vezes, quando um grupo de religiosos é muito pequeno, o censo não tem dados e fica difícil saber quais são suas características", observa o demógrafo.

    No Brasil, por exemplo, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) contabilizou 35 mil seguidores do islã em todo país, mediante uma população total de 190,7 milhões, no censo de 2010. Um terço dos muçulmanos no censo estaria na região metropolitana de São Paulo - e muitos deles são convertidos.

    Os números do IBGE para o Brasil, aliás, não seguem necessariamente as tendências para a região apontadas pelo Pew. Enquanto o centro americano prevê um crescimento de 13% na população muçulmana na América Latina entre 2010 e 2050, o IBGE diz que o número de muçulmanos no Brasil cresceu 29,1% de 2000 a 2010.

    Mas, para Hackett, a América Latina com um todo tem uma população muçulmana tão pequena que, mesmo se houve uma grande onda de imigração de seguidores do islã na região, levaria um tempo para que ela passasse a crescer num ritmo maior que o do aumento da população total, como acontece em outros países, especialmente na Europa e na Ásia.

     

    Fonte: http://www.bbc.com 

     


    John Piper diz que não existe 'anjo da guarda': "É incompatível com a Bíblia"

    O teólogo John Piper explicou que a Bíblia não fala em um anjo designado especificamente para guardar cada cristão, mas sim em muitos anjos que guardam os filhos de Deus.

    Postado em 07/04/2017

    John Piper é pastor e professor da Escola de Teologia Bethlehem, nos EUA. (Imagem: Youtube)
    John Piper é pastor e professor da Escola de Teologia Bethlehem, nos EUA. (Imagem: Youtube)

    O proeminente teólogo reformado John Piper está destacando o papel que os anjos desempenham na vida dos cristãos, argumentando contra a ideia de que cada crente tem um 'anjo da guarda' específico, designado por Deus.

    Escrevendo em um artigo para o seu site oficial 'Desiring God', na última terça-feira (4), o pastor observou que quando o evangelho de Mateus fala de "estes pequeninos", Jesus está se referindo a Seus discípulos.

    Mateus 18:10 diz: "Cuidado para não desprezarem um só destes pequeninos! Pois eu lhes digo que os anjos deles nos céus estão sempre vendo a face de meu Pai celeste".

    Piper também explicou que quando a passagem faz referência aos "anjos deles", talvez Deus teria designado guardiões celestes específicos para cuidar de seus discípulos naquele contexto, mas isto não quer dizer que o mesmo aconteça com atualmente com todos os cristãos.

    "Seus anjos' podem se referir a um anjo específico atribuído a cada discípulo", Piper especulou, fazendo referência à passagem em Atos 12, onde Pedro é libertado da prisão e a Igreja acreditava que era seu anjo na porta e não ele.

    "Isso pode apenas implicar que naquela situação Deus tinha designado um anjo para usar a voz de Pedro (Atos 12:14), e talvez despertar um clamor ainda mais urgente da Igreja por ele", Piper disse.

    Mas se alguém considerar Mateus 18:10, ele continuou, os cristãos têm vários anjos designados para cuidar deles.

    "A palavra 'seus' certamente implica que esses anjos têm um papel pessoal especial a desempenhar em relação aos discípulos de Jesus. Mas 'os anjos', no plural podem simplesmente significar que todos os crentes têm muitos anjos designados para servi-los e não apenas um específico", explicou.

    John Piper reforçou seu raciociocínio, ecoando as palavras do reformador protestante João Calvino, que também acreditava que as palavras de Cristo naquela passagem "não significam que um único anjo está continuamente ocupado com uma pessoa especificamente, e tal idéia é incompatível com toda a doutrina das Escrituras, que declara que os anjos acampam ao redor (Salmo 34: 7) do piedoso, e que não um só anjo, mas muitos, foram comissionados para guardar cada um dos fiéis".

    "[O] cuidado de toda a Igreja está no compromisso de muitos anjos, que ajudam cada membro conforme suas necessidades exigem", escreveu Calvino em um comentário sobre a harmonia dos evangelhos.

    "Eu creio que a cuidadosa observação de João Calvino sobre este assunto está absolutamente certa", enfatizou Piper.

    Piper acrescentou: "[E] tudo o que os anjos fazem, em todo o mundo, em todos os momentos, é para o bem dos cristãos. Um anjo que faz alguma coisa pela atribuição de Deus em qualquer lugar do mundo está cumprindo a promessa de que Deus fará com que todas as coisas cooperem para o bem de todos os cristãos - em todos os lugares. É uma promessa arrebatadora e impressionante. Todos os anjos servem para o bem de todos os cristãos o tempo todo".

     

    Fonte: http://www.christianpost.com   VIA  http://guiame.com.br 

     


    Renascimento do paganismo na Europa: Thor volta a  ser adorado na Islândia

    Depois de mil anos, o país está construindo o primeiro templo pagão 

    Trad. e adaptado por Francisco Jorge

    Postado em 06/04/2017

                                                                   

    ISLANDIA. - Nos últimos anos, a Europa tem experimentado um "renascimento" do paganismo. Em muitos países, as pessoas começaram a identificar-se como "pagãos" quando perguntadas sobre sua escolha religiosa.

    Por exemplo, Grécia, Inglaterra e Dinamarca já têm comunidades pagãs fortes. grupos online e encontros na vida real atraem cada vez mais seguidores, muitos dos quais são chamados bruxas, magos ou druidas.

    No entanto, adoradores dos deuses nórdicos como Odin, Thor e a deusa Freyja cresceram 50% a partir de 2014, num total de 3.583 fiéis. A título de comparação, havia apenas 879 "pagãos" na Islândia em 2005.

    Para o líder da Associação de Asatru, Hilmar Örn Hilmarsson um conhecido compositor, o aumento do número de seguidores tem a ver com a divulgação de cerimônias, especialmente na Internet.

    "Mais pessoas estão assistindo o que fazemos, e eles gostam", diz ele.

    Hilmarsson, também é popular como um músico em bandas de rock como Sigur Rós. Ele explica que a falta de regras religiosas atrai principalmente jovens. "Não pensamos só em recrutar membros, as pessoas participam, se eles estiverem interessadas. Nossas cerimônias são abertas a todos".

    O Asatru, além de oferecer culto aos deuses, trabalham com outros grupos para promover os direitos civis e consciência ambiental. Eles agora estão construindo um templo na montanha Öskjuhlið, localizada perto da capital Reykjavik, onde mais de um terço dos islandeses vivem.

    Este é o primeiro templo pagão construído no país em mil anos. Ela terá capacidade para 250 pessoas e será usado para realizar casamentos, baptizados e funerais.

    Curiosamente, o terreno foi doado pelo governo local em Reykjavik. O edifício só estará pronto no início de 2018, mas já atrai curiosos.

    Desde 1000 o cristianismo é a religião oficial da Islândia. A religião nórdica era a crença mais comum até então. Durante séculos, sobreviveu na clandestinidade, sendo praticada por pequenos grupos de apoiadores.

    Recentemente, Asatru tem experimentado um grande crescimento após a propagação de uma filosofia que promove a "tolerância" e "liberdade individual". Eles não têm um texto sagrado ou um fundador oficial.

    É uma religião politeísta, com muitos deuses e deusas. Os mais populares são Thor, o deus do céu e do trovão, e Freyja, a deusa do amor e da fertilidade, como relatado pela BBC.

     

    Fonte: BBC.

     


     

    Pastor da Universal “entrevista” o "Diabo" e ele revela por que a Record saiu da TV paga

    Um "fiel" se dizia possuído pelo "Coisa Ruim" e respondia as perguntas feitas pelo pastor sobre a saída das emissoras da TV a cabo.

                
                Imagem – Simulação

    Segundo um áudio divulgado pelo jornalista Daniel Castro em seu site, pastores da Igreja Universal do Reino de Deus estão colocando a culpa no diabo pela saída do sinal da Record TV da TV por assinatura.

    Esses canais de TV por assinatura, Sky, Claro HDTV, Net, eles não querem pagar a Record, o SBT e a RedeTV!. Aí, todo mundo fica pensando que é coisa normal. Por quê? Quantas pessoas se entregaram a Jesus depois do filme Os Dez Mandamentos? Quantas pessoas voltaram para a igreja depois das novelas bíblicas que estão passando na Record?“, questiona o pastor.

    O religioso ainda recebeu a presença do próprio demônio durante o culto. Um fiel se dizia possuído pelo coisa ruim e respondia as perguntas feitas pelo pastor sobre a saída das emissoras da TV a cabo.

    Quando questionado por que estaria fazendo isso com o sinal da emissora, o Diabo responde em tom de alegria. “Muitos vão pra Globo, muitos vão pra novela da Globo, ahahahaha.“ Fonte:http://www.otvfoco.com.br/pastor-da-universal-entrevista-o-diabo-e-ele-revela-por-que-record-saiu-da-tv-paga/#ixzz4dCv2NDW1

    Ouça o audio https://soundcloud.com/daniel-castro-362768570/demonio-nao-deixa-operadoras-carregar-record

     

    Fonte: http://www.jmnoticia.com.br 

     


    Cristianismo pede socorro no Reino

    Unido:500 igrejas fechadas e 423

    mesquitas construídas, só em Londres

    Por Stoyan Zaimov , repórter do Christian Post 

    Trad. e adaptado por Francisco Jorge

    Postado em 03/04/2017

                  Resultado de imagem para imagens de islamismo e mesquitas em londres  Resultado de imagem para imagens de islamismo no Reino Unido

    Um relatório internacional de um think tank (centros e institutos de pesquisa independentes) alertou que o multiculturalismo está alimentando o islamismo radical no Reino Unido, apontando que nas últimas duas décadas, cerca de 500 igrejas cristãs fecharam  em Londres, enquanto 423 mesquitas foram construídas.

    "Os multiculturalistas britânicos estão alimentando o fundamentalismo islâmico e, sobretudo, o 'Londonistan' (comunidade muçulmana de Londres), com suas novas 423 mesquitas. O "Londonistan" está sendo construído sobre as tristes ruínas do cristianismo inglês", afirmou o Instituto Gatestone em um relatório divulgado domingo,dia 02/04/17.

    Ele ressaltou que desde 2001, cerca de 500 igrejas em Londres de todas as denominações foram transformadas em casas particulares. Ao mesmo tempo, o número de muçulmanos cresceu quase um milhão.

    As estatísticas do NatCen Social Research Institute, mostraram que entre 2012 e 2014, o número de britânicos que se identificam como anglicanos caiu de 21 para 17 por cento da população, representando uma diminuição de 1,7 milhões de pessoas. Dados de pesquisas de atitudes sociais britânicas também mostraram que aqueles sem uma religião na Inglaterra e no País de Gales agora superam os cristãos.

    Com o declínio do cristianismo, a Grã-Bretanha tem "adquirido um rosto cada vez mais islâmico", advertiu o instituto Gatestone ao olhar para cidades como Birmingham, Bradford, Derby, Dewsbury, Leeds, Leicester, Liverpool, Luton, Manchester, Sheffield, Waltham Forest E Torre Hamlets.

    O instituto notou que Birmingham , a segunda maior cidade britânica, hospedou vários jihadistas que orquestraram ataques e houve petições pedindo que as mesquitas britânicas fossem autorizadas a usar seus alto-falantes para chamar os muçulmanos à oração três vezes ao dia.

    No mês passado, cinco pessoas foram mortas em Londres por um suposto terrorista ligado ao Estado islâmico. O prefeito muçulmano de Londres, Sadiq Khan, prometeu que a cidade não se acovardaria ante o terrorismo.

    O ex-líder do UKIP, Nigel Farage, entretanto, sugeriu após o ataque que o multiculturalismo está dividindo o Reino Unido em vez de reuni-lo.

    "O problema com o multiculturalismo é que ele produz comunidades divididas, e é bem diferente do multi-racialismo. Isso pode parecer muito bom eaté funcionar bem, mas terminamos com comunidades muito divididas" , disse ele .

    De acordo com Gatestone, o número de cortes de sharia islâmicos em Londres tem crescido, com 100 deles que funcionam agora oficialmente na cidade.

    "Esses novos tribunais se baseiam na rejeição da inviolabilidade dos direitos humanos: os valores de liberdade e igualdade que são a base do direito comum inglês", advertiu o think tank.

    O relatórioi criticou ainda figuras como Rowan Williams, o ex-Arcebispo de Canterbury e o Supremo Lord, Lord Phillips, que expressaram simpatia por esses tribunais, argumentando que a mudança da sociedade de Londres está expondo as pessoas a maiores perigos do terror.

    "O establishment (Ordem ideológica, econômica, política e legal) cultural britânico está capitulando rapidamente aos fundamentalistas islâmicos para aceitar suas demandas", disse.

     

    Fonte: http://www.christianpost.com 

     

     


    Igreja Universal chama hóstia de “Pão do Mal” e escandaliza fiéis católicos

    Postado em: 02-04-2017

    Em um ato que escandalizou fieis da Igreja Católica, a Igreja Universal do Reino de Deus comparou a Eucaristia ao “Pão do Mal”. A hóstia para os católicos não apenas simboliza, mas é o Corpo de Cristo.

    Imagem redimensionadaO fato que chocou os católicos aconteceu na cidade de Taquaritinga no Estado de São Paulo. Em um envelope distribuído pela igreja aos seus seguidores é orientado a fazer uma espécie de simpatia: pegar uma hóstia, colocá-la em lugar visível até o dia determinado quando deverá ser levada para uma reunião da seita.

    Em comunicado em nome das cinco paróquias da cidade, os padres se disseram escandalizados. “Esta associação simbólica é um fato abominável que nenhum cristão católico pode aceitar calado se ama sua fé e adora a Nosso Senhor Jesus Cristo presente no sacramento da Santa Eucaristia“.

    Por sua vez, em nota encaminhada ao blog, a Igreja Universal do Reino de Deus nega o fato. “Esclarecemos que o citado folheto não traz qualquer referência à hóstia e não faz nem remota ligação desse símbolo católico como ‘pão do mal”.

    A postura da Universal segundo a nota dos padres ameaça a boa convivência. “É certo que todos temos a liberdade e o direito de expressão, mas chegamos ao limite do inaceitável, que ameaça a boa convivência entre pessoas de distintas crenças a partir do momento que nos escandaliza, bem como a todo o nosso povo, ofendendo a nossa sensibilidade religiosa. Os símbolos, doutrinas e costumes católicos são sagrados e, portanto, devem ser respeitados”.

    No texto da IURD é afirmado que a instituição repudia ataques à fé alheia. “Na verdade, repudiamos com veemência qualquer ataque à fé ou às crenças dos adeptos de qualquer religião, até porque são os fieis da Igreja Universal do Reino de Deus as maiores vítimas do preconceito religioso no Brasil”.

    Confira a íntegra da nota da Universal

    Com referência à postagem “Universal chama Eucaristia de ‘Pão do Mal’ em simpatia distribuída aos seguidores”, publicada no blog Ancoradouro do jornal O Povo, esclarecemos que o citado folheto não traz qualquer referência à hóstia e não faz nem remota ligação desse símbolo católico como “pão do mal”.

    Na verdade, repudiamos com veemência qualquer ataque à fé ou às crenças dos adeptos de qualquer religião, até porque são os fieis da Igreja Universal do Reino de Deus as maiores vítimas do preconceito religioso no Brasil.

    Aliás, é o mesmo tipo de preconceito que transborda do texto assinado pelo Sr. Vanderlúcio Souza, utilizando expressões como “simpatia” e “seita”, que tentam zombar e diminuir dos milhões de adeptos da Universal em todo o mundo.

    Solicitamos que estes esclarecimentos sejam publicados na íntegra no blog Ancoradouro, com urgência.

    Atenciosamente,

    UNIcom: Departamento de Comunicação Social e de Relações Institucionais da Universal


    Confira a íntegra da nota dos padres de Taquaritinga

    Nós, presbíteros da Igreja Católica Apostólica Romana, presente nas cinco paróquias da cidade de Taquaritinga:

    Paróquia São Sebastião,
    Paróquia São Francisco,
    Paróquia Santa Luzia,
    Paróquia Sagrada Família de Nazaré e
    Paróquia São Pedro Apóstolo de Guariroba,

    Em comunhão com o nosso Bispo Diocesano, Dom Eduardo Pinheiro da Silva, SDB e com todos os presbíteros e diáconos da Diocese de Jaboticabal, repudiamos a atitude da Igreja Universal do Reino de Deus, de Taquaritinga, de utilizar o símbolo católico da hóstia e associa-lo ao símbolo do “pão do mal”.

    Esta atitude escandalizou muitíssimos fiéis católicos, que viram nos dizeres que acompanham o símbolo da hóstia uma mensagem subentendida de que a Eucaristia – sacramento de vida eterna instituído por Nosso Senhor Jesus Cristo – é algo negativo e maléfico que deve ser trocado por um tal “pão da vida”.

    Esta associação simbólica é um fato abominável que nenhum cristão católico pode aceitar calado se ama sua fé e adora a Nosso Senhor Jesus Cristo presente no sacramento da Santa Eucaristia.

    É certo que todos temos a liberdade e o direito de expressão, mas chegamos ao limite do inaceitável, que ameaça a boa convivência entre pessoas de distintas crenças a partir do momento que nos escandaliza, bem como a todo o nosso povo, ofendendo a nossa sensibilidade religiosa. Os símbolos, doutrinas e costumes católicos são sagrados e, portanto, devem ser respeitados.

    Reafirmamos a nossa fé na presença real de Nosso Senhor Jesus Cristo na Eucaristia, que consagramos justamente servindo-nos do símbolo da hóstia. A Eucaristia, hóstia Santa, é o verdadeiro “Pão da Vida”.

    Nessa fé, que vem dos Apóstolos através dos séculos, convidamos a todos os cristãos católicos que reafirmem sua crença que o “senhor Jesus tomou o pão e, depois de dar graças, partiu-o e disse: ‘Isto é o meu corpo que é dado por vós’. Fazei isso em minha memória” (1Cor. 11, 23-24).



    Fonte: http://folhagospel.com  Publicado originalmente em O Povo 

     

     


    Polícia investiga líder de seita que oferece o próprio sêmen como forma de purificação em Goiânia

    Líder de seita em Goiânia é investigado por casos de abuso sexual.
    Segundo vítimas, elas seriam obrigadas a manter relações com o suspeito sob efeito de hipnose.
    O líder de uma seita baseada em Goiânia está sendo acusado por uma série de casos de abusos sexuais e crimes financeiros. Segundo vítimas, elas seriam obrigadas a manter relações com o suspeito sob efeito de hipnose.
    A seita, intitulada Essenium, existe desde 2012 e mantinha uma sede no Setor Sul, em Goiânia, agora fechada. Sua página na Internet diz que trata-se de uma entidade de “conhecimento avançado e aplicado que, pela primeira vez na história do homem, restaurou mais de cinquenta mil (50.000) anos da busca pelo significado da vida”. Para alguns, porém, trata-se apenas de um reduto de estelionato e de violação sexual.
    Um site fundado há cerca de seis meses, intitulado apenas como essenium.org, compila diversas denúncias contra o fundador da seita, Diego Morais, usando fotos, áudios e vídeos para embasar as afirmações. O criador da página, Willian Gil, deu detalhes ao Mais Goiás sobre como funcionaria o esquema dentro da instituição.
    De acordo com ele, Diego consegue reunir em seus grupos de estudo seguidores de diversas correntes religiosas, como espíritas, católicos, wiccans e evangélicos. “Ele diz falar de coisas universais, que independem de religião. Então ele atrai pessoas de diversos grupos e várias idades”, revela.
    Ao longo dos anos, o grupo teria conseguido congregar até 500 pessoas, entre seguidores fixos e esporádicos, muitos das quais interessados em discutir a existência humana, o universo e o pós-morte. Em um esquema semelhante ao da maçonaria, os integrantes sobem de níveis na organização, indo do 1 até o 9. Paralelamente à hierarquia oficial, Diego teria montado na seita um subgrupo, intitulado Kether. É nele que os abusos ocorreriam.


    Abusos
    De acordo com denunciantes, Diego teria o costume de convidar rapazes, de 18 a 30 anos, para rituais de “evolução espiritual”. “Entre essas pessoas que ele diz querer ajudar espiritualmente não tem idosos, obesos ou gente feia”, ironiza o gestor do site contra a Essenium. É nesses rituais — que ficaram conhecidos informalmente como "Sêmen Divino" –, que se davam as violações.
    Conforme relatos, muitas das vítimas que se manifestaram sobre os abusos não têm plena consciência do que aconteceu com elas. Um dos rapazes escolhidos por Diego relata em áudio divulgado na página de denúncias que se lembra apenas de flashes, como se fossem fotografias, dos momentos do abusos. “Eu pensei que era tudo um pesadelo”, relatou. O caso só veio à tona porque o líder da seita teria ficado preocupado que o rapaz contasse algo para alguém e conversou com ele na tentativa de dissuadi-lo. “Aí eu falei: ‘meu Deus, essa p*** não foi um sonho’”, diz ele no áudio.
    Apesar de a maioria das vítimas ser do sexo masculino, ao menos uma das vítimas que já prestou queixa contra Diego é uma mulher. Em Boletim de Ocorrência, cujo conteúdo está disponível no site contra a Essenium, a vítima revela que, após surgirem as denúncias contra o líder da seita, ela própria ficou intrigada com os sonhos que teve. Em conversa com um amigo ela percebeu que ambos foram alvos do investigado.
    O Willian comenta que, até o momento, cinco vítimas registraram boletins de ocorrência contra Diego em diferentes delegacias. No entanto, há informações sobre diversas outras possíveis vítimas, inclusive ao menos um menor de idade. Porém, muitos não querem se manifestar por medo e por vergonha. Além disso, para uma parcela deles soma-se à questão o fator espiritual.
    “Ele diz para essas pessoas que é a encarnação de Moisés, São Francisco, São paulo, Celso Charuri, de um monte de gente. Então alguns acreditam e têm medo de ir contra uma pessoa ‘realmente celestial’”, conta. Diego ainda conta com o apoio de alguns de seus seguidores, e do próprio namorado, que gerenciava a instituição.
    Teme-se, ainda, que o fato de muitas das vítimas estarem sob efeito de hipnose possa complicar o caso ainda mais. “Se ele tivesse usado alguma droga, seria mais fácil, porque um exame toxicológico resolveria. Mas não é o caso. As pessoas com quem conversei dizem que não tomaram nem cheiraram nada”, comenta o gestor do site de denúncias, ressaltando que existe o temor de que a alegação de abuso sob efeito de hipnose não seja aceita nos tribunais.


    Investigações
    O delegado Isaías de Araújo Pinheiro, do 1o DP de Goiânia, investiga o caso desde o dia 14 deste mês. De acordo com ele, até o momento nove pessoas foram identificadas entre testemunhas e vítimas de abusos e de estelionato.
    Segundo o delegado, a sede da seita está fechada depois que o dono da casa onde ocorriam os rituais o retomou a residência por falta de pagamento. “Ele alugou o imóvel no nome de algumas senhoras que faziam parte da seita e não pagou nada, nem aluguel, nem IPTU”, conta Isaías. Apesar disso, a polícia tem conhecimento que as atividades do grupo continuam sendo exercidas, agora nas residências de alguns dos seguidores.
    Na antiga sede, agora abandonada, a Polícia Técnico-Científica coletou diversos materiais para a perícia. “O laudo conclusivo ainda não está pronto, mas chamou a atenção que lá tinha um líquido parecido com o do Boa Noite Cinderela”, diz Isaías, referindo-se à substância que causa a perda da consciência e é usada para práticas de furtos e abusos sexuais.
    Mesmo com diversos relatos e indícios, Diego ainda não prestou depoimento. “Vamos terminar de ouvir todo mundo, aguardar o laudo pericial e então vamos ouvi-lo”, comenta o delegado.

    Fonte: http://www.noticiascristas.com  Publicado originalmente em Mais Goiás

     


    Grave acidente com evangélicos deixa 13 mortos nos EUA

    Postado em 30/03/2017

                   Micro-ônibus e caminhonete envolvidos no acidente que vitimou 13 pessoas

    Pelo menos 13 pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em um acidente de trânsito ocorrido na tarde de quarta-feira, entre um micro-ônibus e uma caminhonete, em San Antonio, no centro do Texas (Estados Unidos).

    O micro-ônibus transportava 13 fiéis da Primeira Igreja Batista de New Braunfels, no Texas, além do motorista, no momento da colisão frontal com a caminhonete, que tinha apenas um ocupante, segundo o jornal local "San Antonio Express-News".

    Morreram no local do acidente o motorista do ônibus, um professor aposentado, assim como 11 de seus passageiros, enquanto os outros dois ocupantes foram transferidos de helicóptero para dois hospitais de San Antonio, onde um deles morreu mais tarde.

    O motorista da caminhonete também foi levado para um hospital de San Antonio e permanece em estado grave.

    Um porta-voz do Departamento de Segurança Pública (DPS) do Texas, sargento Conrad Hein, afirmou ao jornal que até o momento sabem as causas do acidente, que está sob investigação.

    As fotos e vídeos da cena mostram um forte impacto nas partes dianteiras do lado do motorista do micro-ônibus e da caminhonete.

    O pastor da igreja de onde pertenciam as vítimas, Brad McLean, disse que os passageiros do ônibus eram idosos que voltavam de um retiro espiritual, localizado perto de Uvalde (Texas), de acordo com informações do jornal "Uvalde Leader-News".

    Além disso, o religioso disse que todas as atividades do templo em New Braunfels foram canceladas, porém, o local seguirá aberto para a orações e apoio a familiares e amigos.

    "Estamos tristes pela perda destas vidas e nossos corações se encontram com todos eles", afirmou o governador do Texas, Greg Abbott, através de um comunicado.

     

    Fonte: https://noticias.terra.com.br 

     


     

    Banda gospel sobrevive a acidente de ônibus e encontra página da Bíblia intacta

    A banda estava viajando à noite quando colidiu com um carro parado na estrada. Ao voltarem para ver o veículo carbonizado, encontraram uma página da Bíblia.

    Postado em 29/03/2017


                            Os membros da banda oraram pela paz da família da pessoa que morreu. (Foto: Reprodução).

    A banda cristã "We Are Messengers" passou um por um episódio tenso no último domingo (26). Eles se envolveram num terrível acidente de trânsito. Milagrosamente, todos escaparam. A banda deu mais detalhes em sua fanpage oficial. "No domingo, 26 de março de 2017, foi relatado que logo após às 04:15, a polícia foi notificada de que um carro sem luzes estava parado e estacionado na faixa da direita da I-75 Norte ao sul de Atlanta, GA", registrou.

    Algum tempo depois, o ônibus da “We Are Messengers”, que viajava na escuridão da noite em direção norte na I-75, tentou evitar o carro parado, mas houve uma colisão entre os dois veículos e ambos pegaram fogo, parando no lado esquerdo das faixas. Os músicos escaparam do veículo em chamas antes que ele fosse destruído. A pessoa dentro do veículo parado não sobreviveu.

    Os membros da banda oraram pela paz da família da pessoa que morreu e também estão profundamente gratos pelo apoio de tantos amigos. O vocalista da banda se pronunciou. "Eu sou cristão, um marido cristão, um jogador cristão. Sou um jardineiro cristão. Qualquer coisa que eu faça, eu faço sempre em nome de Deus", disse Darren.

    Após o trágico acidente, a banda voltou para o ônibus que estava carbonizado. O que eles encontraram foi surpreendente: uma passagem da Bíblia que estava legível. Era Romanos 5: “Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus”. (Romanos 5:1,2).

     

    “Mesmo na tragédia, a Palavra do Senhor permanece”, publicou a banda na rede social.

     

                              Após o trágico acidente, a banda voltou para o ônibus que estava carbonizado e encontraram a página. (Foto: Reprodução).

                                             Após o trágico acidente, a banda voltou para o ônibus que estava carbonizado e encontraram a página. (Foto: Reprodução).

    Transformação

    Anos atrás, o vocalista do "We Are Messengers", o irlandês Darren Mulligan, fugiu para a América depois de um tempo difícil em casa. Ele estava amargurado, com raiva, e certamente não tinha fé em nenhum poder superior.

    "Minha namorada Heidi estava em um lugar muito difícil e eu era um covarde. Então eu fugi para a América", disse o cantor à Fox News em um artigo. "Quando eu cheguei na América, toquei rock em todas as noites de cada semana, em diferentes cidades, diferentes estados. Foi a partir desse momento que tudo mudou para mim", escreveu.

    Mal sabia Darren que enquanto ele estava vivendo uma vida "muito solitária" na América, sua futura esposa Heidi havia se convertido. "Deus resgatou Heidi e depois voltei para casa dois anos depois. Eu não tinha nada", lembrou. "Mas então, ela me disse que me amava e me perdoou. Eu me apaixonei por Jesus por causa da escolha e do amor de uma boa mulher”, contou.

     

    FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO SITE HELLO CHRISTIAN

     


          Igrejas evangélicas crescem em Cuba 

     

    Postado em: 28/03/2017

        Igreja em Cuba



    O governo de Fidel Castro sentenciou o reverendo Juan Francisco Naranjo a dois anos em um campo de trabalho nos anos 1960, por pregar o Evangelho em Cuba, onde o ateísmo era a lei e acreditar em Deus era motivo de suspeita. A igreja de Naranjo passou anos quase abandonada, e poucas pessoas ousavam comparecer aos cultos.

    Naranjo morreu em 2000, mas em um sábado recente a Igreja Batista William Carey estava lotada e barulhenta. Médicos do governo tratavam crianças deficientes em uma clínica no interior da igreja. Um grupo de estudo da Bíblia debatia as escrituras em um canto do edifício, e pouco depois um culto com a presença de 200 fiéis foi realizado.

    "Nos anos 1960 e 1970, os poucos irmãos e irmãs que vinham aqui tinham de encapar suas bíblias em papel pardo", disse a médica Esther Zulueta, 57. "A situação mudou como da noite para o dia".

    Os funcionários do governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmaram repetidamente que a liberdade religiosa é uma das demandas mais importantes que farão a Cuba, quando concluírem sua revisão do processo de abertura no relacionamento com a ilha promovido pelo presidente Barack Obama.

    O governo não mencionou nada de mais específico sobre a questão, mas grupos externos acusam Cuba de reprimir sistematicamente as crescentes fileiras dos evangélicos e outros protestantes com atos como a desapropriação de centenas de igrejas em toda a ilha, em alguns casos seguida pela demolição de suas sedes.

    Um estudo pela Associated Press revela um quadro mais complicado. Os pastores e os fiéis dizem que Cuba está passando por um florescimento no movimento evangélico, e que dezenas de milhares de cubanos participam de serviços religiosos na ilha a cada semana sem serem incomodados.

    Embora o governo agora reconheça a liberdade de religião, não reconhece o direito dos interessados a construir igrejas ou outras edificações religiosas. Algumas igrejas foram demolidas pelas autoridades nos últimos anos, mas suas congregações foram autorizadas a continuar realizando cultos em acomodações improvisadas.

    E como a Igreja Católica, a religião dominante na ilha, as igrejas evangélicas começaram a fornecer serviços sociais que antes eram monopólio do governo comunista.

    "As igrejas de diversas denominações renasceram no país, e todas elas estão crescendo, não só no número de fiéis mas em sua capacidade de liderar e de agir na sociedade", disse o pastor presbiteriano Joel Ortega Dopica, presidente do Conselho de Igrejas de Cuba, uma organização oficialmente reconhecida que abarca 32 denominações protestantes. "Existe liberdade religiosa em Cuba".

    O clero e acadêmicos dizem que entre os 11 milhões de cubanos existem cerca de 40 mil metodistas, 100 mil batistas e 120 mil membros das Assembleias de Deus, que tinham cerca de 10 mil membros no começo dos anos 1990, quando Cuba começou a relaxar as restrições à expressão pública de fé religiosa.

    O conselho de igrejas estima que existam 25 mil igrejas evangélicas e de outras orientações protestantes no país. Cerca de 60% da população cubana foi batizada como católica, e muitos outros moradores do país seguem tradições sincréticas afrocubanas como a Santería.

    Naranjo foi parte desse processo de abertura. Depois de cumprir sua sentença no campo de trabalho, ele retornou a uma igreja cujos fiéis eram proibidos de exercer muitos cargos públicos.

    O degelo começou em 1984, quando Jesse Jackson, ativista norte-americano dos direitos civis, espantou Cuba ao levar Fidel Castro a um culto em uma igreja protestante. Em 1990, Naranjo foi parte de um grupo de pastores que se reuniu com Castro para pressionar por maior liberdade religiosa, e sua igreja trabalhou para reforçar a ligação entre diversos grupos religiosos e o Partido Comunista.

    Imagem redimensionadaA abertura culminou com a visita a Cuba do Papa João Paulo 2º, em 1998, que conduziu a novas liberdades para os fiéis católicos e protestantes.

    A constituição cubana agora reconhece a liberdade de religião, mas a lei guarda silêncio sobre a questão da construção de igrejas. Em um sistema no qual o governo há muito monopoliza a vida pública, virtualmente todas as atividades são consideradas ilegais a não ser que a lei afirme o contrário.

    As autoridades de algumas áreas proibiram a construção de novas igrejas embora permitam a realização de serviços religiosos em edifícios construídos para isso antes da revolução cubana de 1959.

    O grupo ativista religioso Christian Solidarity Worldwide, sediado em Londres, divulgou um relatório no qual acusa o governo cubano de 2.380 violações da liberdade religiosa em 2016, na maioria dos casos por conta da declaração de ilegalidade quanto às atividades de duas mil igrejas das Assembleias de Deus.

    Há processos de desapropriação em curso contra 1.400 dessas igrejas. A organização informou que baseia suas afirmações em uma fonte dentro de Cuba cujo nome ela não pode revelar.

    Juan Whitaker, tesoureiro das Assembleias de Deus em Cuba, disse à Associated Press este mês que nenhuma das igrejas da seita havia sido declarada ilegal ou corria risco de desapropriação.

    David Ellis, diretor regional do Conselho Geral das Assembleias de Deus para missões internacionais na América Latina e Caribe, disse à Associated Press que "estamos em constante contato com a liderança das Assembleias de Deus em Cuba e elas não reportaram a desapropriação de qualquer igreja. Tampouco reportaram ameaças de desapropriação".

    Kiri Kankhwende, porta-voz da Christian Solidarity Worldwide, disse que a avaliação de sua organização não havia mudado e que qualquer declaração em contrário podia ser explicada pela pressão oficial sobre as igrejas de Cuba.

    Imagem redimensionadaA Christian Solidarity também mencionou o caso de Juan Carlos Nuñez, ministro do Movimento Apostólico na cidade de Las Tunas, no leste de Cuba, e outros defensores da liberdade de religião mencionaram o caso de Bernardo de Quesada, na cidade de Camaguey, no leste do país, como exemplos de perseguição religiosa.

    Os dois homens disseram á Associated Press que igrejas construídas nos terrenos de suas casas haviam sido demolidas pelo governo por terem sido construídas sem alvarás. Os dois continuam a liderar cultos em suas casas, nas quais centenas de fiéis se reúnem a cada semana.

    "Eles me toleram mas não me aceitam", disse Quesada. "Não vou fechar as portas ou partir. Temos paixão pelo que fazemos, e ninguém vai nos deter."

    Nuñez disse que foi sentenciado a um ano de prisão domiciliar depois que vizinhos se queixaram dos alto-falantes que ele instalou para ampliar o som dos cultos em sua casa. Ele atribui a culpa pela situação ao status indefinido das novas igrejas, sob a lei cubana.

    "Se existisse uma lei sobre as atividades das igrejas, nada disso aconteceria e tudo ficaria claro", ele disse.

    Mesmo assim, as igrejas estão trabalhando em projetos que no passado teriam sido proibidos, entre os quais esforços de prevenção da Aids, promoção da agricultura sustentável e energia renovável, distribuição de remédios, treinamento de trabalhadores rurais, e assistência a regiões afetadas por desastres naturais.

    "As autoridades cubanas compreenderam a necessidade de nossa presença e do diálogo com o governo, que continua embora nem sempre concordemos", disse a pastora Dorilin Tito, 38, da Igreja Batista William Carey.



    Fonte: Folha de São Paulo Via http://folhagospel.com 

     

     


    "Deus não etá morto":Estudante é suspenso por debater com professor que negou a crucificação de Jesus

    O estudante cristão Marshall Polston está impedido de pisar no campus de sua faculdade por causa de uma queixa de seu professor muçulmano.

    FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO THE COLLEGE FIX

    Postado em 27/03/2017

    O estudante cristão
    O estudante cristão

    Um estudante foi suspenso por desafiar as afirmações anti-cristãs de seu professor muçulmano, incluindo a afirmação de que a crucificação de Jesus nunca ocorreu. Marshall Polston, de 20 anos, estudante de segundo ano na faculdade Rollins College, na Flórida, disse que o professor de sua turma de “Humanidades do Oriente Médio” também disse aos alunos que os discípulos de Jesus não acreditavam que ele fosse Deus.

    Marshall, um jovem que gosta de viajar e se descreve como cristão, tem percorrido o Oriente Médio e está familiarizado com a cultura muçulmana. "Honestamente, isso me lembrou alguns dos grupos mais radicais que eu pesquisei no exterior", disse ele ao Central Florida Post, sobre os comentários de seu professor abordando Jesus.

    "Seja religioso ou não, acredito que mesmo aqueles com conhecimento limitado do cristianismo podem concordar que de acordo com o texto bíblico, Jesus foi crucificado e seus seguidores creram que Ele era divino. Que Ele era Deus", continuou ele. "Independentemente, afirmar o contrário como fato acadêmico não é apoiado pela evidência", ressaltou.

    Liberdade de expressão

    Marshall, em uma mensagem para o The College Fix no sábado, disse que ele está chateado por ter sido suspenso e contratou um advogado. "Nossa universidade deve ser um lugar onde temos liberdade de expressão e que possamos expressar nossas opiniões sem punição ou medo de retaliação", disse Marshall ao The College Fix.

    "No meu caso, foi o oposto. Eu tomei a frente desse discurso porque eu sei que tantos outros alunos como eu sofremos sob a elite acadêmica liberal de hoje", disse.

    O professor, Areej Zufari, que também é porta-voz do campus, não pôde ser contactado pelo College Fix no domingo. No entanto, o Central Florida Post tentou inúmeras vezes obter comentários da Rollins College e do professor Zufari, mas sem sucesso.

    Marshall afirma que essa situação começou depois que ele desafiou as afirmações de Zufari sobre Jesus e seus discípulos. O estudante disse que este desafio levou Zufari a apresentar uma queixa a um reitor do campus, alegando que ele se sentiu "inseguro".

    Em seguida, Marshall recebeu uma nota baixa em um trabalho desse professor. "Eu estava chateado. Eu nunca recebi uma nota menor que A. Eu estava realmente interessado em descobrir como melhorar ou pelo menos entender a nota", disse o estudante.

    Discurso duvidoso

    Em outro dia durante o curso, Zufari conduziu uma discussão sobre a aplicação da Lei da Sharia. Marshall afirma que durante esta discussão, um estudante muçulmano disse que os gays e adúlteros devem ser decapitados sob a Lei da Sharia.

    "Falei com o professor sobre a gravidade do comentário da decapitação feita pelo aluno. A declaração do estudante muçulmano causou medo em alguns alunos, tanto que isso foi relatado ao FBI”, disse. Zufari, por sua vez, postou no Facebook um texto se queixando de um estudante sem nome que está "fazendo a minha vida um inferno neste semestre. Ele está vomitando ódio em mim e na classe. Ele ainda me enviou um e-mail de ódio me ameaçando. Eu quero saber se há uma maneira de manter o indivíduo responsável por seu assédio e discurso de ódio. Alguma ideia? Obrigado!", dizia o texto do professor muçulmano.

    De acordo com a carta de suspensão do dia 24 de março, as "ações de Marshall constituíram uma ameaça de perturbação nas operações do Colégio e comprometem a segurança e o bem-estar dos membros da comunidade do Colégio e de si mesmo".

    Punições

    Essas ações alegadas não estão enunciadas no documento. No entanto, o estudante cristão recebeu instruções para não pisar no campus ou ter qualquer contato com Zufari. Ainda diz que ele violou os termos de sua suspensão e voltou a assediar os alunos do curso.

    Quanto ao Colégio Rollins, esta não é a primeira vez que seus funcionários agem desfavoravelmente em relação aos estudantes cristãos. Em 2013, funcionários chutaram um grupo cristão para fora do campus por sua crença e ameaçou retirar fundos de grupos de estudantes cristãos.

     

    Fonte: http://guiame.com.br 

     


    Mulher de 105 anos revela segredo para uma vida longa: "Estudar a Bíblia"

    Florence Motley já presenciou 19 eleições presidenciais, duas guerras mundiais e outros acontecimentos históricos. No entanto, a Bíblia continua sendo o motivo de sua longevidade.

     

    postado em 29/03/2017

    Florence quer que sua vida possa inspirar as outras pessoas. (Foto: Reprodução).
    Florence quer que sua vida possa inspirar as outras pessoas. (Foto: Reprodução).

    Uma idosa que está completando 105 anos nesta semana diz que tem muita história para contar. E de fato tem. Florence Motley é a mais velha cidadã afro-americana no estado de Washington, nos Estados Unidos.

    Ela nasceu em 1912 — o ano em que o Titanic afundou —, viu 19 eleições presidenciais, duas guerras mundiais, o sufrágio das mulheres e o movimento dos direitos civis.

    Enquanto muitos estão tentando descobrir a chave para se ter uma vida longa e abundante, a idosa cristã diz que sabe dessa resposta e que ela é bastante simples e clara: estudar a Bíblia.

    "Dou todo meu louvor ao Senhor", diz ela, acrescentando que sua idade é "uma bênção de Deus". Florence cresceu em uma fazenda como filha única e aprendeu os valores do duro trabalho desde muito nova.

    "Eu tinha bons pais, uma ótima vida em casa. Desde muito cedo eu trabalhava bastante e era muito disciplinada", contou ela. A idosa também atuou em vários comitês da igreja de sua comunidade e passou 15 anos de sua vida como enfermeira no instituto Tennessee State Mental.

    "Eu gostava do meu trabalho lá porque eu sempre podia cuidar e ajudar as pessoas que precisavam de amparo", ressaltou.

    Agora, ela quer que sua vida possa inspirar as outras pessoas. Ela também pretende incentivar a juventude de hoje a trabalhar duro e definir metas. "Se você não tem um objetivo e não trabalha duro por ele, você vai apenas transferir seu trabalho e esforço para outras coisas que talvez não sejam tão importantes assim", disse ela.

    Acima de tudo, ela acredita que a vida se resume a três princípios básicos: "Comer direito, descansar e estudar a Bíblia". Florence planeja passar seu aniversário com sua neta e espera muitos mais aniversários para estar viva e comemorar.

     

    FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA CBN NEWS

     


     

    Risco de catástrofe no local do túmulo de Jesus

    Postado em 26/03/2017

    Risco de catástrofe no local do túmulo de Jesus
    Uma vista de cima mostra o Edicule recentemente restaurado, a estrutura antiga que abriga o túmulo, que de acordo com a crença cristã é onde o corpo de Jesus foi ungido e enterrado, visto após a conclusão de meses de obras de restauração, na Igreja do Santo Sepulcro em Jerusalém Antigo Cidade 20 de março de 2017.

    A National Geographic fez um relatório exclusivo sobre uma descoberta científica que revela um "risco muito real" de que o local mais sagrado no cristianismo possa desmoronar se nada for feito para fortalecer suas fundações instáveis. Alguém pensou que talvez a sondagem no sítio arqueológico é a causa do perigo súbito e "risco real" de colapso na estrutura?

    Uma equipe científica da Universidade Técnica Nacional de Atenas (NTUA), que acaba de completar a restauração do que se acredita tradicionalmente ser o túmulo de Cristo em Jerusalém, adverte que é necessário um trabalho adicional para evitar que o santuário e o complexo circunvizinho sofram com falhas estruturais.

    "Se um problema acontecer, a falha não será um processo lento, mas catastrófico", diz Antonia Moropoulou, chefe de supervisão científica da NTUA.

    O Edicule (da latina aedicule), uma pequena estrutura dentro da Igreja do Santo Sepulcro, encerra os restos de uma caverna que foi venerada desde pelo menos o quarto século dC como o túmulo de Jesus Cristo.

    Restauração do Edicule revela que grande parte do santuário do século 19 e sua rotunda circundante, que hospedam milhões de visitantes anuais, parecem ser construídos em grande parte sobre uma base instável de restos desintegrados de estruturas anteriores e é honeycombed com extensos túneis e canais.

    Enquanto a restauração anual do Edicule está sendo celebrada em Jerusalém com uma cerimônia na igreja, cientistas e líderes da igreja estão lidando com as novas evidências de riscos significativos que o trabalho de engenharia revelou.

    Os arqueólogos acreditam que cerca de 2.000 anos atrás, o local foi o local de uma pedreira de calcário que acabou por abrigar túmulos da classe alta judaica. Pelo menos meia dúzia desses túmulos foram identificados dentro dos terrenos da igreja, além do túmulo que tradicionalmente acredita-se ser o local de sepultamento de Jesus.

    O Christian Post relata que o projeto de restauração, que começou no ano passado depois que as várias seitas cristãs que possuem co-propriedade da igreja concordaram com os planos, viu vários componentes da câmara removido, restaurado e substituído.

    "Os britânicos fizeram um bom trabalho, e é bom que eles montaram a gaiola, mas agora nossos modelos mostraram que a estrutura é estável e [a gaiola] pode ser removida", explicou a professora Antonia Moropoulou, diretora da Universidade Grega Equipe supervisionando as renovações.

    "No âmbito do Edicule existem escavações, túneis, esgotos e águas subterrâneas, eo monstro inteiro está se levantando e ameaçando a estrutura.As fundações devem ser estabilizadas", acrescentou. O projeto de US $ 3,7 milhões inclui coleções de fotos e detalhes das descobertas, Tais como a descoberta da cama de calcário original que Jesus é acreditado para ter sido colocado sobre antes de Sua ressurreição.

    "Estou absolutamente espantado, meus joelhos tremem um pouco porque eu não esperava isso", disse Fredrik Hiebert, da National Geographic, no ano passado.

    "Não podemos dizer 100 por cento, mas parece ser uma prova visível de que a localização do túmulo não se deslocou através do tempo, algo que cientistas e historiadores têm se perguntado por décadas".

    O National Geographic disse que parte da missão do projeto é procurar mais provas de que o túmulo é realmente o local onde Cristo foi enterrado após a crucificação.

    National Geographic artigo original / TRUNEWS resumo.

    Entre em contato com TRUNEWS com quaisquer dicas de notícias relacionadas a esta história. E-mail: fior@trunews.com

     

    Fonte: http://www.trunews.com 

     

     


     O que significa a "Bíblia" e "Jesus" para os muçulmanos? Imam Convertido Explica

                                             Resultado de imagem para imagens de muçulmanos e mesquitas

    Um antigo imã do Egito com fortes laços familiares com a liderança da Irmandade Muçulmana que se converteu ao cristianismo, disse na sexta-feira que alguns muçulmanos nos Estados Unidos estão usando o "engano islâmico" para enganar os cristãos a acreditar em conceitos errôneos sobre a religião.

    Mark Christian, que se tornou um imã sunita aos 13 anos porque seu tio-avô era co-fundador da Irmandade Muçulmana, detalhou durante um webinar organizado pela Rede de Pastores Americanos como ele começou a questionar o Islã aos 23 anos, E eventualmente deixou a religião. Ele explicou que ele viveu "morto por dentro" por um período de seis ou sete anos antes de a "verdade" finalmente o levou em uma viagem a Cristo que levou mais de 10 a 15 anos.

    "Se eu olhar para trás em minha vida, eu vejo que Jesus estava em cada esquina tentando me entrar, e muitas vezes eu ouvi e muitas, muitas vezes, eu fugi", disse Christian. "Mas Deus me atraiu e eu me tornei um seguidor de Jesus Cristo, e minha história está realmente no processo de ser colocada em um livro".

    Christian, que agora é diretor executivo do Instituto Global de Fé sem fins lucrativos, baseado em Nebraska, explicou no seminário on-line, intitulado " O Islã atrai a Igreja Americana para negar a Jesus? " Que "os muçulmanos não são o inimigo, mas o Islã".

    "É o pecado que estamos combatendo, e não os pecadores. Nós devemos amar os pecadores", disse ele. "Precisamos purificar nossos corações de ódio por qualquer ser humano e tentar alcançar com amor, mas sem compromisso algum".

    Christian, no entanto, afirmou que, embora os muçulmanos não sejam o inimigo, alguns muçulmanos no Ocidente estão tentando distorcer a verdade sobre o que os muçulmanos realmente acreditam para enganar os cristãos ocidentais a pensar que os muçulmanos acreditam nas mesmas coisas que eles.

    "Muitos cristãos realmente querem acreditar que essas coisas são verdadeiras, outras estão tomando-as com um grão de sal, e algumas não entendem o que elas realmente significam", explicou Christian. "Eu quero ir um após o outro e falar sobre essas coisas principais que ouvimos muito na mídia, na igreja ..."

    A primeira noção equivocada de que Christian abordou é a afirmação de que os muçulmanos também acreditam na Bíblia.

    "Você ouve muitos muçulmanos ou outros dizem: 'Os muçulmanos são muito bons porque acreditam na Bíblia também, e existem versículos no Alcorão que dizem isso'", disse Christian. "Bem, não há nenhum verso no Alcorão que diga que eles acreditam na Bíblia. Na verdade, [olhe para] Alcorão 2: 75-77 ... Quando eles dizem que acreditamos na Bíblia, você pensaria Que eles acreditam na Bíblia em sua forma atual.A realidade é, os muçulmanos dizem: "Nós acreditamos na Bíblia." E você quer acreditar que é a Bíblia em sua mão, mas eles acreditam em algo diferente. "

    "A Bíblia em que eles acreditam é chamada de" Injil ", que é supostamente escrita pelo próprio Jesus, e tem sido distorcida e alterada ao longo do tempo", explicou. "A Bíblia não tem nada a ver com o que eles acreditam. Algumas pessoas querem dizer que acreditam na Bíblia.

    Christian continuou enfatizando que para muitos muçulmanos, seu conceito da Bíblia é a coleção de três escritos diferentes. Um [eles acreditam que foi escrito] por Jesus chamado "Injil", um por Moisés chamado "Torah" e um escrito por David chamado "Zabur".

    "Todos aqueles livros que foram escritos por Moisés, Davi ou Jesus Cristo não estão disponíveis neste momento", afirmou Christian. "E, a Bíblia que você tem em suas mãos, o Alcorão claramente diz que é distorcido e não para ser acreditado, para não ser seguido, não para ser escrito, e não para ser tocado.

    Christian também tocou a afirmação de que os muçulmanos também acreditam em Jesus Cristo e na segunda vinda de Cristo.

    "Há dois lugares em que eu quero que você olhe: No. 1 é Alcorão 5:72 e 9:30, e os Hadiths. Os hadices são as palavras de Muhammad", acrescentou Christian.

    "A diferença entre Jesus de acordo com o Islã e Jesus Cristo de acordo com os cristãos é crucial N º 1, eles acreditam que Jesus era apenas um profeta e Ele não morreu na cruz, mas foi substituído milagrosamente no dia da crucificação por Judas, E Jesus foi elevado ao Céu ", acrescentou Christian. "Portanto, Ele nunca morreu e nunca foi crucificado, e Ele não é o filho de Deus, ele é apenas um profeta, uma diferença crucial entre nossa crença em Jesus e sua crença em Jesus".

    Christian acrescentou que muitos muçulmanos acreditam que Jesus voltará para destruir a Igreja Cristã e "lutar pela causa do Islã" antes de morrer depois de derrotar o Anticristo.

    "Quando eles dizem: 'Cremos na segunda vinda de Jesus e você crê na segunda vinda de Jesus', mesmo que pareça o mesmo, é completamente diferente", enfatizou Christian. "Quando Jesus voltar, de acordo com o Islã, Ele virá para destruir a cruz, demolir a Igreja e ter uma espada na Sua mão para lutar pela causa do Islã. Quando Ele derrotar o Anticristo, Ele morrerá como todos os outros Humano, isto é bem antes do dia do julgamento, ou do dia violento, de acordo com o Islã ".

    "Então, [os cristãos] acreditam na segunda vinda de Jesus para elevar aqueles que crêem Nele eo Islã acredita que a segunda vinda de Jesus deve vir para demolir aqueles que crêem Nele como o Salvador", continuou Christian.

    Christian explicou ainda como os "profetas" são vistos no Islã.

    "A outra coisa que ouvimos muitos muçulmanos dizer é 'Cremos nos profetas'", disse Christian. "O Alcorão 3:67 é muito claro: eles crêem em todos os profetas, eles crêem em Adão, Eva, todos os profetas de Abraão, Moisés, Noé, Jesus como profeta. Versículo é muito claro.Todos os profetas, de acordo com o Islã, eram muçulmanos. "

    "O que isso significa mesmo que Muhammad tenha vindo como o [profeta] final?" ele perguntou. "Ser muçulmano é acreditar somente em Allah, ou seguir Maomé ou profetizar sobre Maomé antes de sua vinda.

    "Eles acreditam que, de acordo com o Alcorão, todos os profetas viveram sua vida acreditando em Deus e compartilhando a mensagem de Deus e dizendo às pessoas para esperar por Maomé, para sua vinda como a profecia de todos os profetas. Com a mensagem real e final de Alá. Todos os profetas, segundo o Islã, são muçulmanos porque profetizaram sobre Maomé ".

    Christian também abordou como o Islã define os termos "vizinhos" e "amigos", dizendo que o Alcorão afirma que aqueles que são não-muçulmanos não são dignos de serem considerados seres humanos. Ele até cita o Alcorão 5:51 para argumentar que o Alcorão diz aos muçulmanos que não tomem os não-muçulmanos como amigos.

    "Ó vós que credes, não tomais os judeus e os cristãos como aliados", diz a passagem. "Eles são, de fato, aliados uns dos outros, e quem for um aliado entre eles, então ele é um deles, e Deus não guia o mal."

     

     Fonte: http://www.christianpost.com 

     


     

    Turquia avisa que em breve “começarão as guerras santas na Europa”

    Presidente Erdogan reclama de uma “nova cruzada” contra o Islã

    O governo turco continua ameaçando os países que impediram comícios de apoio ao presidente Recep Tayyip Erdogan entre os imigrantes que vivem em seus territórios. Com a Holanda a situação chegou a um extremo, pois a relação diplomática dos dois países ficou estremecida após Amsterdã ter adotado medidas impedindo a entrada no país de vários altos funcionários da Turquia.

    De acordo com o Independent, o presidente turco classificou as autoridades holandesas de “nazistas e fascistas”.  Com a derrota do líder conservador Geert Wilders, que prometia tomar medidas contra a islamização do país, a situação ficou mais tensa ainda.

    O novo primeiro-ministro Mark Rutte tem uma posição mais branda em relação ao assunto. Mesmo assim, não permitiu campanha política turca em seu território. Por isso, acabou sendo criticado pelo Ministro das Relações Exteriores da Turquia Mevlut Cavusoglu.


      Aula Gratuita para Você Realizar o Sonho de Tocar Piano. Assista Agora!


    Em um comunicado oficial, ele atacou os políticos conservadores: “Todos têm a mesma mentalidade. Onde é que vamos parar? Para onde irão levar a Europa? Começaram a ditar o colapso da Europa. Estão a arrastar a Europa para o abismo”.

    Em tom de ameaça disse que em breve “vão começar Guerras Santas na Europa”, embora não tenha dado detalhes sobre como isso irá ocorrer.

    Nos próximos meses, França e Alemanha, duas potencias europeias, terão eleições e pesquisas indicam que os conservadores poderão assumir o controle. A maioria das nações europeias está passando por grandes dificuldades com a população islâmica, principalmente após milhões de refugiados terem chegado ao continente nos últimos dois anos.

    A intenção de Erdogan é sair vitorioso no referendo constitucional de abril. Caso tenha sucesso, a Turquia passará a ser uma república presidencialista. Assim, ele poderá recandidatar-se a mais dois mandatos consecutivos e continuar no poder até 2029.

    Líder islâmico mundial

    Os discursos de Erdogan e suas decisões recentes deixam claro a sua intenção de restaurar o Império Otomano, onde um califa governava boa parte do Oriente Médio, incluindo Israel.

    O uso da expressão “guerra santa” remete a ideia da jihad islâmica, que motiva há séculos as mortes em nome da sua religião.

    Nesta quinta (16), Erdogan disse em discurso que a Europa começou uma “cruzada” contra o islã. Ele reclamou da decisão do Tribunal Europeu de permitir que empresas proíbam o uso do véu islâmico em horário laboral.

    “Começaram uma cruzada, não há outra explicação. A Europa se acerca dos tempos de antes da Segunda Guerra Mundial”, disse o líder turco em um evento na cidade de Sakarya.

    Mais uma vez a escolha de palavras remete a um período de muito sangue derramado em nome da religião islâmica. As cruzadas foram movimentos militares anti-islâmicos que duraram séculos e geraram milhares de mortos.

    Islâmico praticante, Erdogan tenta se consolidar como o maior líder muçulmano do mundo. Seu discurso e de seus ministros mostra que a retórica religiosa da Idade Média parece ter voltado de vez.

     

    Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br 

     


    IGREJA ASSEMBLÉIA DE DEUS FORMA PARTIDO POLÍTICO

    Partido Assembleiano está na fila do TSE e deve se tornar a 36º legenda brasileira

    Por Léo Gonçalves

    Postado em 22/03/2017

    Pastor José Wellington Bezerra da Costa, que preside há 29 anos a denominação, é considerado um especialista no "jogo político"

    O termo “cristão” e variações já aparece no nome de seis dos 56 partidos na fila do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para virar a 36º legenda brasileira. Tem o PEC (Partido Ecológico Cristão), o PPC (Partido Progressista Cristão), entre outros.

    No entanto, o PRC (Partido Republicano Cristão) leva vantagem sobre os concorrentes, já que está sendo articulado com a ajuda da Assembleia de Deus, a maior igreja evangélica do Brasil, hoje com 30% dos 42 milhões de fiéis no Censo 2010.

    Estima-se que o tamanho da denominação deve facilitar a coleta de assinaturas mínimas,
    recolhidas em ao menos nove Estados, que o TSE exige para formar um novo
    partido.

    Não é de hoje que a Assembleia de Deus tem demonstrado eu interesse pela política partidária. Ainda em 2015 noticiamos em primeira mão a criação da agremiação política assembleiana. Na época, o pastor Lélis Marinho, coordenador do Conselho Político da CGADB, disse inclusive te começado o processo de coleta de assinaturas.

    “Existe um pensamento em nos concentrarmos em um único partido, para que a nossa ação seja mais direcionada e eficaz. Como a lei eleitoral cria restrições para a migração de partido, as assinaturas para se criar uma nova sigla estão sendo providenciadas”, comentou Lélis.

    Em uma nação onde 3 de cada 10 pessoas professa a fé evangélica, é impossível cogitar a hipótese de que eles não tenham presença na política. De certa forma, isso é consequencia natural do processo de evangelização do país, e pode contribuir para a formação de uma cosmovisão pautada por valores saudáveis.

    Exemplos de políticos cristãos notáveis não faltam, e entre os quais poderiamos citar William Wilberforce e Abraham Kyuper, homens ilibados na prática do poder publico. No entanto, o mesmo não se pode dizer da chamada bancada evangélica, já que sob alguns de seus integrantes pesam acusações de corrupção, peculato (desvio praticado por servidor público), crime eleitoral, uso de documento falso, lavagem de dinheiro e estelionato, conforme denunciado pela Veja em 2013.

    Por outro lado, é necessário reconhecer que nem todos os membros da bancada estão sob acusação no STF, e que acusação não é o mesmo que condenação. Além disso, muitos deles tem dado importantíssimas contribuições na luta contra a implementação da ideologia de gênero nos colégios, em defesa da familia tradicional e na lut